Dicas do Chile – do Atacama aos Lagos Andinos

Em setembro de 2000, percorri o Chile de norte a sul, do Deserto do Atacama a Puerto Montt. Cruzei então os Lagos Andinos para Bariloche e segui para Buenos Aires (só pra não perder o costume… ;-) ). Fui com uma amiga, e organizei tudo sozinha – apenas comprei um pacote para o Atacama em uma agência de Santiago. Levamos 17 dias no percurso, mas eu aumentaria esse tempo para no mínimo uns 20 dias, se fosse refazer a viagem hoje. Em janeiro de 2006 estive de novo no Chile, mas apenas revisitei Santiago, Viña del Mar e Isla Negra. Então, de 2000 pra cá, pode ser que alguns hotéis e/ou restaurantes tenham perdido um pouco do encanto, ou que os preços tenham subido, porque não tive a oportunidade de reavaliar muito do que vi em 2000… Mas acredito que as estratégias do roteiro continuem válidas.

Compramos uma passagem Rio / Santiago // Buenos Aires / Rio, pela Varig (US$ 450), um pacote de 4 dias e 3 noites para o Deserto do Atacama (US$ 400, na AF Tour, em Santiago) e uma passagem Bariloche / Buenos Aires pela Aerolíneas Argentinas (US$ 125).  Claro, os custos são de mais de 6 anos atrás, mas mesmo naquela época um pacote de 4 dias para o Atacama a menos de US$ 500 era uma barganha daquelas… ;-)

Chegamos em Santiago na hora do almoço, e o tempo estava super chuvoso – um azar daqueles, porque só tínhamos esse dia e o seguinte na cidade… Solução? Desbravar Santiago na chuva mesmo, claro! 

Em 2000, fiquei hospedada em um hotelzinho muito sem graça, mas em um bairro altamente recomendável: Providencia. Em 2006, a escolha foi o Hotel Diego de Velasquez. Uma das melhores características desse hotel é a localização, a 2 quadras da Avenida Suécia, onde há vários restaurantes e pubs. Os quartos são enormes e todo hóspede tem direito a 1/2 hora de Internet grátis por dia. Além disso, há um pequeno shopping bem em frente, onde há uma casa de câmbio, livrarias, cafés, sorveteria… Só é chato que esse hotel recebe muitos pacotes de operadoras brasileiras, então às vezes fica meio “muvucado”… A tarifa Internet é US$ 85 o quarto duplo – conforme vi no site do hotel, mas deve ser possível conseguir por menos com um bom agente de viagens ou nos atacadistas.

Algumas sugestões de lugares para se visitar em Santiago:

  • O Palacio de la Moneda – o palácio do governo;
  • A Plaza de Armas – a Catedral, o Correio Central, o Museu Histórico Nacional;
  • O Museu de Arte Pré-colombiana;
  • O Mercado Central – com seus peixes e frutos do mar típicos do Pacífico, e ótimos restaurantes;
  • Os Cerros Santa Lucia e San Cristóbal – de preferência subindo de funicular ou teleférico (de ônibus ou carro acho meio sem graça…);
  • La Chascona, a casa de Pablo Neruda;
  • O bairro Londres-Paris, e sua arquitetura dos anos 20 totalmente preservada;
  • Um bom passeio a pé pelo bairro residencial de Providencia;
  • Uma visita a uma vinícola próxima à cidade, como a Concha y Toro.

Algumas fotos de Santiago:

O Palacio de la Moneda:

007-palacio-de-la-moneda-troca-da-guarda-080106.jpg

A Catedral Metropolitana:

014-catedral-metropolitana-080106.jpg

O Mercado Central:

046-mercado-central-090106.jpg

Santiago vista do Cerro San Cristóbal (a Cordilheira dos Andes ao fundo):

035-cerro-san-cristobal-080106.jpg

A esquina Londres-Paris:

121-barrio-londres-paris-110106.jpg

A entrada da vinícola Concha y Toro:

144-vina-concha-y-toro-110106.jpg

São apenas sugestões, claro – há mais, muito mais… :-) Uma leitura muito recomendável é o livro Santiago do Chile, da Martha Medeiros.

No dia seguinte, partimos para o Atacama logo de manhã cedo. O nosso pacote incluía o vôo Santiago / Calama / Santiago pela Lan Chile, o transporte Calama / San Pedro de Atacama / Calama em van, 3 noites no Hotel Casa de Don Tomas, e alguns passeios:

  • 1o. dia: Valle de Marte (também conhecido como Valle de la Muerte!), Cordillera de la Sal e Valle de la Luna;
  • 2o. dia: Povoado de Toconao, Valle del Jerez e Salar de Atacama;
  • 3o. dia: Geysers del Tatio – o melhor de todos, na minha opinião! A gente sai do hotel às 4 da manhã, viaja por umas estradas quase inexistentes até a fronteira da Bolívia (a mais de 4000 m de altitude e temperatura média de 10 graus negativos) e chega lá antes do nascer do sol, quando os gêisers estão em plena atividade. Contando assim parece masoquismo, mas ver o sol nascendo no Tatio é de uma beleza indescritível, vale o sacrifício… ;-)

Intercalados a esses passeios ainda visitamos o centrinho de San Pedro, o Museu de Antropologia, experimentamos os restaurantes e bares da Calle Caracoles… Quando fui, havia 3 opções de restaurantes: o Café Adobe  – meu favorito, onde todas as noites havia uma fogueira no chão, a céu aberto, bem no meio do bar, e 2 pisco sours pelo preço de um na happy hour -, o La Estaka e o Casa de Piedra. Na manhã do último dia, ainda deu tempo de visitar o Pukará de Quitor, uma fortaleza inca – bom, já estou até vendo o Riq dizer que isso tudo é pra quem é da Bicho Carpinteiro Tours… :D

Escaneei algumas fotos – infelizmente não ficaram muito boas, não… :-(

A Cordilheira do Sal:

cordilheira-do-sal.jpg

Turistas caminham pela duna para ver o pôr-do-sol:

duna.jpg

O pôr-do-sol no Vale da Lua:

vermelho.jpg

O Valle del Jerez:

rio-jerez.jpg

O Salar de Atacama:

salar.jpg

O pôr-do-sol no Salar:

sol_salar.jpg

A Laguna Chaxa, ainda no Salar:

laguna-chaxa.jpg

O nascer do sol no Tatio:

marcia.jpg

Chegamos de volta a Santiago à noite, no aeroporto mesmo pegamos o carro que tínhamos reservado (para devolver em Puerto Montt), passamos mais uma noite na cidade e no dia seguinte de manhã partimos rumo ao litoral. Fomos direto a Viña del Mar, nossa primeira escala. Bom, talvez tenha sido um erro – Viña é um balneário, com toda a tristeza peculiar a um balneário no inverno… Precisei voltar lá no verão para apagar a má impressão! Além disso, ficamos em um hotel muito chinfrim, o que não ajudou em nada…

Viña no inverno:

praia.jpg

Viña no verão:

108-vina-del-mar-100106.jpg

No dia seguinte, deixamos Viña em direção ao sul. A intenção era passar por Isla Negra, visitar o Museo Neruda e chegar a Chillán ainda no mesmo dia, percorrendo cerca de 400 km. Normalmente, o trecho de Santiago a Puerto Montt ou Puerto Varas é feito de avião ou em ônibus noturno, quando se viaja de pacote. Pois eu digo: GRANDE ERRO!!! A viagem de carro, em 4 ou 5 dias (são uns 1000 km), pela Ruta 5, com algumas paradas estratégicas, é simplesmente demais, um dos pontos altos da viagem – e não deve ser deixada de lado!

A estátua de Neruda em frente ao mar de Isla Negra:

063-isla-negra-100106.jpg

O Museo Neruda em Isla Negra:

isla-negra.jpg

A partir de Isla Negra segue-se um pouco pela costa antes de tomar a Ruta 5, a estrada que liga o norte ao sul do país, parte da Rodovia Panamericana. Uma das cidades mais lindinhas da região é Cartagena:

 cartagena.jpg

Depois toma-se a direção de San Fernando, já no Vale do Colchagua, que na época ainda não era tão badalado como destino de enoturismo. Uma pena, mas compenso essa lacuna em uma próxima vez…

Na primeira noite que passamos na estrada, nos hospedamos no Hotel Las Terrazas, em Chillán. É um 4 estrelas no centro da cidade, um hotel bem executivo. Mas o maior barato é que ele ocupa 2 andares de um shopping center, então tem aquela arquitetura circular meio engraçada, e um belo jardim de inverno no meio. A tarifa para os fins de semana é US$ 69 o quarto duplo. Como os preços dos hotéis estavam nos parecendo muito bons, ao longo desses dias on the road adotamos a estratégia de chegar à cidade escolhida, abrir o guia, escolher o hotel que mais nos agradasse e ir lá perguntar o preço. Perigoso, né? A tarifa balcão podia ser estratosférica… ;-) Pois demos uma sorte danada…

Esta é a Plaza El Roble, a principal de Chillán – nota-se que era uma manhã de inverno!

chillan.jpg

No caminho de Chillán a Valdivia estão as grandes atrações desse roteiro… De surpresa, na beira da estrada, demos de cara com o Salto del Laja, um lindo cartão postal do Chile, país repleto de cartões postais… Aliás, essa foto é um postal que escaneei – não consegui uma única foto bonita do Salto!

salto-del-laja.jpg 

Mais adiante, passamos por Temuco, paramos em Villarrica, vimos o lago, o vulcão e, infelizmente, não pudemos seguir viagem até Pucón (mancada, eu sei!), porque estava ficando tarde… Em compensação, tomamos um chocolate quente com torta em um café da cidade que era o seguinte… :roll:

villarrica.jpg

lago-villarrica.jpg

Esse trecho da estrada, entre Temuco e Valdivia, é o começo de uma seqüência de paisagens belíssimas:

ruta5.jpg

Em Valdivia, nossa escolha foi logo o melhor hotel da cidade – rumamos direto pro Pedro de Valdivia, claro. Essa foi a maior pechincha de toda a minha vida!!! O melhor hotel da cidade, um 5 estrelas classicão, a cerca de US$ 70!!! Super bem localizado, às margens do rio que corta a cidade, talvez apenas um pouco impessoal, um pouco pomposo demais…

Essa foto de Valdivia também é um postal escaneado:

valdivia.jpg

No dia seguinte tínhamos apenas os poucos quilômetros finais para percorrer até Puerto Montt. Paramos então em Frutillar, uma antiga colônia alemã à beira de um lago, para um almoço no Selva Negra, um restaurante delicioso.

 frutillar.jpg

Depois do almoço seguimos até Puerto Varas apenas para escolher um hotel e deixar a bagagem, porque tínhamos o compromisso de devolver o carro no aeroporto de Puerto Montt – mas queríamos aproveitar para dar um giro rápido pela cidade antes. Em tempo: pagamos cerca de US$ 300 pelas 4 diárias do carro, incluindo o seguro total e a taxa de devolução em Puerto Montt, na Full Fama, uma locadora que nem sei se ainda existe (não encontrei um site próprio agora…)

E valeu ter feito o passeio – vimos esse anoitecer lindo na Baía de Puerto Montt:

baia-puerto-montt.jpg

O passeio do Cruce de Lagos costuma partir de Puerto Varas, que é uma cidade muito mais bonita e aconchegante do que Puerto Montt – ou seja, vale a pena hospedar-se lá. Escolhemos o Hotel Licarayén, bem em frente ao Lago Llanquihue, com uma vista espetacular do vulcão Osorno! Aliás, a vista é o ponto alto dos quartos, que ficam de frente para o lago e têm vidraças imensas, para que não se perca nada. Como se não bastasse, os quartos são lindos, revestidos de madeira clarinha, super aconchegantes – ah, sim, e o quarto duplo custa menos de US$ 60!!!

Este é o nosso hotel – e a outra foto mostra a igrejinha de Puerto Varas:

licarayen.jpg

igreja.jpg

Dois dias depois, fizemos o Cruce de Lagos para Bariloche. Nossa primeira parada foi nos Saltos del Petrohue:

petrohue1.jpg

petrohue2.jpg

No caminho dava pra ver o Vulcão Calbuco muito próximo – uma visão bem impressionante não apenas pela altura, mas também por conta do entorno um tanto quanto sombrio:

calbuco.jpg

Seguimos de barco, ônibus, barco, ônibus e assim por diante até Peulla, onde almoçamos:

peulla.jpg

Alguns quilômetros adiante chegamos à fronteira Chile – Argentina, em plena estradinha coberta de neve no meio dos Andes:

andes.jpg

Bom, aí já é Argentina, deixo para uma outra ocasião… :D

Hoje, se eu fosse refazer a viagem, consertaria alguns errinhos… Aumentaria 1 dia ou 2 na minha primeira estada em Santiago, já que nunca havia visitado a cidade. Acrescentaria mais 2 noites na viagem para o sul, para poder pernoitar também no Vale do Colchagua e em Pucón. Como era o fim do inverno, eu acreditei que não haveria mais neve em Bariloche, e fiquei só 2 dias – pois ficaria mais. Por fim, passaria o resto do meu tempo disponível em Buenos Aires, descansando das férias – como eu disse antes, só pra não perder o costume… ;-)

621 Respostas to “Dicas do Chile – do Atacama aos Lagos Andinos”

  1. Salete Says:

    Oi, Carla!
    Muito bom! Estou “devorando” suas informações.
    Abs, Salete

  2. Carla Says:

    Divirta-se, Salete! Assim que der, vou subir algumas fotos pra ilustrar o post. Minha Internet está com problemas desde ontem… :-(

  3. Rosa Says:

    Puxa vida Carla,
    Estou com água na boca. Tenho esse roteiro na minha lista de prioridades médio prazo, mas estou pensando em ir de pacote. Estive em Santiago e Buenos Aires, 4 dias em cada, foi muito pouco. Pretendo voltar, mas estou em uma fase de transição bem difícil, meu marido acha que eu só escolho hotéis e restaurantes indicados nos blogs, pra gente rica, sendo que o lugar mais caro que já estive foram 3 dias no Toque, tenho que encontrar coisas boas a um preço bem em conta, tarefa difícil. Com esse roteiro deu vontade de arriscar e ir por conta

  4. Arthur Says:

    Ótimo! Cada vez mais penso em ir ao Atacama em maio.

  5. M.Gribel Says:

    Ahhhh não acredito!
    Acabei de voltar do Chile e não acreditei quando vc disse que pagou só US$400 no pacote pro Atacama.
    Bom, não tem problema, quero voltar lá ano que vem daí volto para as suas dicas.
    Adorei!

  6. GiraMundo com Jorge Bernardes Says:

    Eu curti muito La Chascona em Santiago. Inclusive, acho aquele bairro com uma cara do Bixiga daqui de SP…. Vejo que vc já arrumou sua conexão com a internet.

  7. Carla Says:

    Rosa, vale a pena ir ao Chile sem pacote, sim, é só pesquisar com paciência a melhor relação custo-benefício. Quando fui, gastei só um pouquinho a mais do que o preço do pacote de 12 dias para os Lagos Andinos, mas fiquei 17 dias e incluí o Atacama!

    Arthur, dou a maior força! O Atacama é uma viagem inesquecível – eu já morro de vontade de voltar… ;-)

    M.Gribel, foram US$ 400 há mais de 6 anos, né? Talvez hoje não se consiga uma barganha tão barganha assim… :-(

    Jorge, eu amei La Chascona, mas gostei ainda mais de Isla Negra… Vamos ver se a minha conexão fica boa de vez para eu poder subir as fotos… Ontem ela só funcionou de manhã, vê se pode!

  8. Carmen Says:

    Carla, me encantaría conocer Chile, pero aún me falta mucho por descubrir de Brasil.
    Me guardaré la información para cuando termine con Brasil. Me encantaría conocer más países de ese continente. Pero, por ahora, aún estoy “viciada” con Brasil.

  9. Carla Says:

    Carmen, acho que o Brasil é um país “interminável”… ;-) Mas não tire o Chile dos seus planos por isso!

  10. Carmen Says:

    Carla, he vuelto a ver sus fotos muy buenas.

    La tecnología ha avanzado mucho, pero la visón y el encuadre de una foto lo hace la persona. Las fotografías son espectaculares.
    Ate logo.

  11. Carla Says:

    Gracias, Carmen!

  12. Lila Says:

    Carla,

    Estou pensando em passar as ferias de Janeiro/08 lá, vc acha que é um bom periodo? Estou com vontade de fazer como vc por conta , alugando carro. Me diz, é seguro viajar pelas estradas de Chile? E Santiago é uma cidadde segura?

    Espero que me responda.

    Abraço

    Lila

  13. Carla Says:

    Lila, na segunda vez que fui ao Chile era janeiro – dessa vez fui só a Santiago, Viña del Mar e Isla Negra. O tempo estava ótimo, dias de sol e noites mais fresquinhas.

    Em relação às estradas, fique tranqüila, o Chile é ótimo. Mas tem que tomar muito cuidado com o limite de velocidade, que é de 100 km/h, com vigilância cerrada, guardas inflexíveis e multas bem altas. E Santiago é segura, sim, como todo o Chile, aliás. Que roteiro você pretende fazer?

  14. Lila Says:

    Oi Carla,

    Como vou com meus filhos adolecentes, tem que ter um pouco de aventura, pensei em deserto de Atacama e depois descer para conhecer os lagos. Como já conhecemos Bariloche, pensei em não ir até Argentina.
    Vc acha que perco muita coisa não indo até lá, o que vc sugere?
    Tenho 20 dias de férias em Janeiro e gostaria de desfrutar bem o país.
    Você conheceu o litoral chileno? Será que tem alguma praia que vale a pena?

  15. Carla Says:

    Lila, eu sou suspeita pra dizer, porque achei a travessia dos lagos andinos o máximo… Mesmo conhecendo Bariloche, será que vocês não aproveitariam uma Bariloche diferente, por ser verão?

    Em relação ao litoral chileno, conheci pouco. Viña del Mar vale a pena, é uma cidade bem lindinha – e, ao norte, a praia de Reñaca é bem badalada no verão.

    Vocês têm 20 dias, dá pra distribuir bem… Eu fui áté Bariloche e depois Buenos Aires e fiz tudo em 17…

  16. Danyella Says:

    Carla, adorei suas dicas. Pretendo ir a Buenos Aires e seguir para o Chile em outubro, passando por Bariloche, atravessando os lagos, alugar um carro em Puerto Montt e subir para Santiago. Minha dúvida é a seguinte: será que vale mais a pena fazer tudo de carro ou pegar um trem no meio do caminho (acho que tem um direto de Chillán)?

  17. Carla Says:

    Danyella, isso depende do que você quer ver no caminho… Entre Chillán e Santiago você tem o Vale do Colchagua, uma das regiões vinícolas mais importantes do Chile – eu iria de carro e faria uma visitinha, foi uma parte que ficou faltando nas minhas andanças pelo Chile…

  18. Lena Says:

    Oi Carla!
    Estou escarafunchando este teu post!! Depois quero te fazer umas perguntas :-) Só que, para entrar nele, tenho que vir através de uma caixa de comentários do Riq :roll: Tem link para ele no seu menu à direita? Não consegui achar…

  19. Carla Says:

    Tem sim, Lena! Tá lá embaixo, nas “páginas”! Você tá pensando em ir ao Chile? Dou a maior força, aquele país é o máximo!!! ;-)

  20. Carla Says:

    Aliás, assim que eu conseguir organizar a minha vida (leia-se, a minha casa!), vou escanear mais algumas fotos do Chile pra dar uma “guaribada” aqui nesse post… Umas fotos do sul do Chile cairiam bem, né, não?

  21. Lena Says:

    Carla,
    uma prima foi para a Patagônia argentina no ano passado e amou! Ela queria ir para lá de novo este ano. Me disse que queria ir em outubro ver baleias. Eu comentei que queria fazer uma viagem no feriado de novembro. Bom, pra resumir. Ela juntou mais 3 pessoas e a princípio está pensando em ir para Trelew e Puerto Madrin, ao sul da Argentina, onde se vêem as baleias e, de lá, alugar um carro para ir ao Chile. Já fez até reservas de passagens!! Quando vi o preço, resolvi entrar no meio. Só em uma googlada já vi passagens pela metade do preço. Agora, o percurso, não consegui entender muito bem. A travessia pelos lagos é mais pra cima, em Bariloche, certo? Vi que você fez com ônibus, não sei se vale a pena fazer de carro. Xeretei um pouco ontem e a única informação que encontrei sobre pessoas que fizeram esta travessia ao sul por conta própria, foi feita de moto.
    Enfim, se for pra lá não quero deixar de passar uns dias em Buenos Aires ;-) e estou achando que é muita coisa. BsAs, baleias, lagos, Chile, acho que não dá. Vou ver se falo direito com ela este fim-de-semana.
    Vou olhar em abixo no “páginas” :-)
    bjs

  22. Carla Says:

    Lena, existem vários pontos de travessia dos Andes entre a Argentina e o Chile. Um dos mais conhecidos é pelos Lagos Andinos, de Bariloche a Puerto Varas ou vice-versa. Foi nesse ponto que eu fiz a travessia, que não é exatamente de ônibus, mas de ônibus/barco/ônibus/barco e assim por diante… ;-) Dá uma olhadinha no site do Cruce de Lagos (tem o link aí em cima no post) que você vai entender o percurso melhor. Imagino que até dê para fazer por conta própria, mas não vejo como fazê-lo de carro nesse trecho, por causa dos deslocamentos em barco pelos lagos… Enfim, nada como o Google pra dar uma luz nessa hora, né?

  23. Lena Says:

    Carla,
    eu já tinha olhado o site do Cruce de lagos e vi os barcos, mas achei que eram também balsas que podiam transportar carros, já que nos próprios posts do VnV vi gente recomendando fazer com carro. Mas com certeza lá para o sul deve ser ainda mais crítico!! Mais água!! Ainda não consegui falar com a minha prima, que está em Brasília, mas acho que ela está meio sem noção …
    As suas fotos estão lindas :-)

  24. Carla Says:

    Ih, Lena, agora fiquei na dúvida… Sei que o tipo de barco da travessia que eu fiz é apenas para passageiros, mas não sei se existe outro tipo de barco, talvez outra empresa, não sei, que transporte carros… Acho que vale mandar um email e tentar descobrir…

  25. André Says:

    Carla, estarei indo de pacote (4 noites Santiago e 4 noites Bs. As.). Vou antecipar minha ida para ficar 03 noites fazendo a Ruta Costanera (Viña, Valpo, Zapallar, Papudo (Reñaca e Conón)… o que acha? Já estive em Bs As. ano passado, e vi bastante coisa… mas sempre tem algum lugar especial que desconhecemos. Você tem alguma dica? Valeu!!!
    André.

  26. Carla Says:

    André, na costa eu só fui mesmo a Viña e Valparaiso e dei uma escapada a Isla Negra para visitar o Museo Neruda. Mas já ouvi falar maravilhas de Reñaca e Zapallar – depois me conta se são isso tudo mesmo, Ok?

    Em relação a Buenos Aires, acho que já deixei todas as dicas por aqui pelo blog… Mas a cidade é bem grande e cheia de recantos apaixonantes – minha dica pra você é se deixar levar e descobrir os seus próprios pontos prediletos…

  27. Denise Says:

    Gostaria de saber quanto você recomenda levar para uma viagem de 2 semanas.

  28. Carla Says:

    Ih, Denise, isso é difícil dizer sem saber dos seus planos e dos seus hábitos… Você gostaria de saber a quantia incluindo a hospedagem ou não? Você vai viajar sozinha, em casal, com família? Que tipo de lugares você gosta de freqüentar?

    Para te ajudar a definir, aqui vai o que eu costumo fazer: sempre pago hospedagem e restaurantes mais caros no cartão de crédito, e levo dinheiro em espécie apenas para pequenas despesas, como táxi, umas comprinhas. Para o Chile, calculo US$ 50 por dia – essa é uma quantia generosa, calculo para sobrar mesmo.

  29. Rodrigo Says:

    Carla, parabéns pelo site, excelente, ajuda muito.
    Estou pensando em viajar para o Chile, será a primeira vez, talvez vá com pacotes para facilitar a vida. rs.
    Alguém poderia me informar se há como eu comprar pacotes de viagem sem a parte aérea, já que quero usar minhas milhas na tam?
    Alguém tem dicas de sites ou agências com pacotes para o chile com bons preços?
    Desde já agradeço pelas informações.
    OBrigado

  30. Arthur Says:

    Rodrigo, é possível aproveitar milhas em pacotes sim, converse com um agente de viagens na sua cidade. Normalmente os preços que vêm no jornal ou na web são os padronizados; sempre se pode configurar tudo (mais dias, menos dias, hotel melhor, pior, etc). Veja em http://www.cvc.com.br. http://www.shangri-lat.tur.br, http://www.urbietorbi.com.br

  31. Carla Says:

    Rodrigo, assino embaixo do que disse o Arthur – o ideal é você conversar com um agente de viagens para personalizar o seu pacote.

  32. Daniele Says:

    Olá Clarla,

    Estou programando ir para o Chile em janeiro 08 com meu marido para ficar de segunda a sexta-feira no máximo, pois tenho filho pequeno e não aguentaria ficar mais tempo longe dele. Estou pensando em ficar em Santiago mas estamos querendo mesmo é ver paisagem, natureza que pelo que já vi e li, o Clile é perfeito.
    Qual a sua sugestão?
    Obrigada, Abs

  33. Carla Says:

    Daniele, não quero te desapontar, mas acho que Santiago pode frustrar um pouco as suas expectativas em relação a ver paisagens… Explico: a cidade se situa no fundo de um vale, e é muito poluída – em certas épocas do ano, mal se vê a Cordilheira… Por outro lado, é uma cidade muito bonita, aconchegante, hospitaleira, e você estará muito próxima tanto do litoral (Viña del Mar é uma ótima pedida no verão!) quanto das regiões vinícolas (uma visita à Concha y Toro vale muito a pena!). Mas não espere demais… Embora o Chile seja um paraíso, as regiões mais belas estão realmente fora da capital… ;-)

  34. Daniele Says:

    Como Santiago não seria a melhor opção, qual a sua sugestão para visitar neste curto espaço de tempo?

  35. Carla Says:

    Não foi isso o que eu disse, Daniele… Com tão pouco tempo, acho que Santiago é a melhor opção, sim! Qualquer outro destino implicaria uma conexão, ou horas de estrada, e provavelmente não valeria a pena, pois vocês acabariam ficando muito pouco tempo no destino final. O que eu te sugiro é que vocês tirem um ou dois dias para fazer passeios próximos à cidade, onde terão a oportunidade de ver as paisagens que não são o forte de Santiago… ;-)

  36. Fernanda Says:

    Oi Carla, tudo bem? Pretendo ir com meu marido ao Chile agora em janeiro/08. Gostaríamos de fazer Santiago e a rota dos vinhos (talvez até Mendoza). Quantos dias vc acha necessários para conhecer tudo, Vinã Del Mar, Valparaíso, Isla Negra, Vale do Colchagua, Vale Nevado (não sei se esse foge muito)…

    Vc acha que vale à pena alugar carro e ficar só em Santiago, ou é melhor ficar em cada uma das cidades? Obrigada…

  37. Carla Says:

    Fernanda, eu nunca fiz a rota dos vinhos do Vale do Colchagua, então sobre essa parte da viagem não posso opinar muito… Mas vamos lá: sendo janeiro, verão no Chile, eu eliminaria Valle Nevado. A estação de esqui fica bem próxima de Santiago, apenas 60 km, mas vai estar fechada, não vai valer a pena se deslocar até lá. Por outro lado, Viña del Mar vai estar no auge! :D

    Eu acho que vale a pena montar base tanto em Santiago quanto em Viña, e talvez uma cidade que vocês escolherem como base para a rota dos vinhos. Eu ficaria 3 ou 4 dias em Santiago, 2 ou 3 em Viña e 2 no Vale do Colchagua ou Mendoza – acho que vale escolher entre o Vale ou Mendoza, porque o tipo de passeio é semelhante, mas estão situados em lugares opostos…

    É muito comum fazer Viña e Valparaiso em um bate-e-volta a partir de Santiago – eu mesma já fiz isso com um carro alugado. Mas, se você quer visitar Isla Negra, eu acho que fica bem cansativo, realmente sou a favor de se hospedar em Viña, curtir a cidade e ir passear em Valparaiso (que fica a um piscar de olhos de distância…) e em Isla Negra.

    Em Santiago vocês não precisam de carro, não – aliás, é até melhor não estar de carro lá. A cidade é grande, o trânsito é meio chato, é difícil achar vaga para estacionar – por outro lado, o metrô é excelente, e os táxis são numerosos, embora não tão baratos quanto na Argentina…

  38. josé roberto dodl Says:

    Carla,

    Pretendo viajar de carro com toda a minha família (3 vão alternando na direção) de Florianópolis-Buenos Aires-Mendonça-Santiago-Bariloche ida e volta. Peço, se não for abuso vc. fazer um itinerário com as distâncias entre cidades importantes, dicas, preços, etc. Muito obrigado. J.Roberto.

  39. josé roberto dodl Says:

    Ah! Carla, esqueci de dizer que só disponho de 15 dias e pretendo ir no começo de março de 2008. Mais uma vez, obrigado. J. Roberto.

  40. josé roberto dodl Says:

    Perdão, Carla, mas também esqueci de dizer que na volta iremos passar por Buenos Aires, retornando de Bariloche. Obrigado, pela terceira vez. J.Roberto.

  41. Carla Says:

    José Roberto, eu viajei no Chile de carro há 7 anos, não tenho mais noção dos custos… E mesmo assim aluguei o carro lá, então a minha planilha era bem diferente.

    Será que fazer todo esse seu roteiro de carro em 15 dias não é um projeto meio ambicioso? Não sei te dizer todas as distâncias, mas de Buenos Aires a Mendoza são cerca de 1000 km, de Mendoza a Santiago a distância é mais curta, mas você cruza a cordilheira; de Santiago a Puerto Montt/Puerto Varas são mais 1000 km, daí você cruza os lagos andinos (não sei se dá pra fazer de carro), de Bariloche a Buenos Aires são 1800 km. Talvez vocês acabem ficando mais tempo na estrada do que nos lugares em si…

  42. Luisa Says:

    Oi Carla!
    Que show de viagem! Eu estou planejando uma viagem pro Chile, mas o objetivo será mais “enogastronômico”, queria passear pelas vinícolas (namorado sommelier… sabe como é…).

    Você saberia me dar algumas dicas sobre as vinícolas, se são “visitáveis”, se as operadoras oferecem algum tipo de “tour”, ou se existe algum modo de visitar várias sem precisar dirigir bêbada pelas estradas.

    Valeu e parabéns pelo blog!

    Luisa

  43. Carla Says:

    Luisa, uma nova visita ao Chile, mais focada nas vinícolas, também está nos meus planos… Por enquanto, só fiz a visita à Concha y Toro, que é próxima a Santiago e muito bem preparada para receber os visitantes. Outras duas vinícolas muito convenientes são a Undurraga e a Cousiño Macul – dá pra visitar essas três estando hospedada em Santiago.

    Em relação a outras regiões vinícolas, sei que existe um passeio de trem pelo Vale do Colchagua, mas ainda não fiz a pesquisa a fundo. Eu acabo preferindo o carro pela praticidade de não depender de outras pessoas – e a gente nem bebe tanto assim nas visitas, né? ;-)

  44. Luisa Says:

    Valeu, Carla!
    Eu acho que vou ter que fazer uma pesquisa sobre os melhores produtores chilenos e, a partir daí, montar o roteiro… E vc tem razão, não vai dar pra escapar do carro… O jeito vai ser beber pouco…

  45. Thiago Says:

    Oi Carla,

    Estou pensando em pegar o pacote (Lagos Andinos da CVC) de 12 dias para ir no ano que vem, porém tenho dúvidas em relação a qual mês ir. Gostaria muito de pegar neve, porém n gostaria de ir na alta temporada, pois acredito q os preços subam muito.

    Obrigado!!

    Thiago

  46. Carla Says:

    Thiago, acredito que a melhor opção para você seja o mês de agosto. Não é baixa temporada – na baixa não há neve – mas não é altíssima como julho. O final de junho talvez seja uma boa escolha também, mas mais pro início do mês você teria que contar com a sorte de pegar as primeiras nevascas… Já em setembro a temporada de neve está acabando – se você escolher esse mês é melhor ir bem no início.

  47. Thiago Says:

    Legal Carla, valeu pela dica!!

  48. Débora Says:

    Oi Carla,
    Adorei as suas dicas, obrigada!
    Será que vc pode me judar?
    Pretendo visitar o Chile em julho de 2008. Pensamos (eu+namorado) em fazer SP-Santiago-Buenos Aires-SP. A idéia é de Santiago ir até Mendoza e de lá para Buenos Aires de ônibus. O trecho Mendoza-Buenos Aires eu conheço, é tranquilo de fazer nos ônibus argentinos, que são muito bons. Mas e o trecho Santiago-Mendoza? Vc saberia me dizer alguma coisa? Qto tempo de viagem? Como são os ônibus chilenos? Tem cidades interessantes no caminho que vale a pena parar?
    Vc sugere alguma coisa diferente?…
    Outra coisa, é muito ruim viajar em julho, por causa do inverno? É que não tem jeito de ser fora das férias escolares…Hahaha…
    Muito obrigada pela ajuda!
    Débora

  49. Carla Says:

    Débora, eu não te aconselharia a ir de Santiago a Mendoza por terra em julho, não… Não falo por experiência própria, minhas informações são de segunda mão – mas julho é o alto do inverno, e a probabilidade de nevar e os “pasos” serem fechados para o tráfego, causando engarrafamentos quilométricos e horas de espera sem fim é realmente considerável. Que tal aproveitar os Andes nos arredores de Santiago (Valle Nevado, etc.) e depois voar para Mendoza? ;-)

  50. Débora Says:

    Valeu pela dica Carla!
    Vou considerar, seriamente, sua sugestão.
    Abraços!

  51. Débora Says:

    Carla,
    Outra pergunta…
    É muito ruim fazer o passeio do Cruce de Lagos no inverno? Perde-se muita coisa?
    Novamente obrigada!

  52. Rodrigo Says:

    Olá Carla, muito legal o seu blog, está sendo o meu “norte” para um roteiro idêntico agora em dezembro. Também pretendo alugar um carro em Santiago para devolver em Puerto Montt, todavia, procurando aqui pela internet, não obtive uma informação precisa quanto à necessidade da carteira de motorista internacional. Alguns dizem que a Carteira de habilitação nacional serve e o consulado sugere que se leve a internacional. Fica a minha dúvida aguardando o seu conselho, afinal imagino que pra se tirar uma internacional demanda tempo e dinheiro. Obrigado !!

  53. Carla Says:

    Rodrigo, quando eu estava planejando a minha viagem tive a mesma dúvida que você, porque em cada lugar encontrava uma informação diferente. Como eu reservei o carro com antecedência, perguntei na própria locadora e eles me disseram que não era necessário. Confirmei mandando um email para a Sernatur, a Secretaria de Turismo do Chile. Chegando lá, realmente não tivemos nenhuma necessidade da carteira de motorista internacional – tivemos inclusive que apresentar a carteira a um “carabinero” em uma estrada, e ele não disse absolutamente nada sobre a carteira ser a do Brasil. Mas… isso foi há 7 anos, acho que vale a pena você confirmar a informação, Ok?

    Você já está cotando preços de aluguel de carros, hotéis, etc.? Depois você me dá uma idéia de como está o seu orçamento? ;-)

  54. Carla Says:

    Débora, a única diferença entre a programação do Cruce de Lagos no inverno e no verão é que nos meses de maio a agosto ele é obrigatoriamente feito em 2 dias, com pernoite em Peulla. Eu fiz em setembro, em um único dia. As paisagens são, sem dúvida, diferentes de acordo com a estação, mas não me parece que um passeio seja melhor do que o outro, não…

  55. Dayanna Says:

    Carla estou indo para Santiago em Novembro, mas vou ficar poucos dias, gostaria de saber se em Novembro ainda há resquícios de neve nas cordilheiras e se vale a pena gastar para ir até Valle Nevado, não para esquiar, mas para ver a paisagem? Ou vc acha que em novembro não terá nada de neve mais?
    obrigado
    Dayanna

  56. Carla Says:

    Dayanna, no alto das Cordilheiras há sempre neve – e podem ser vistas de Santiago mesmo no alto verão. Quanto a Valle Nevado, uma amiga minha foi em fins de outubro, e ainda havia neve na paisagem, mas nada além disso. A estação de esqui não funciona fora de temporada – a única coisa que funciona é o banheiro, nem mesmo um café é possível tomar.

    Se fosse eu, eu não perderia o meu tempo, não. Ficaria em Santiago e faria outros passeios – a própria cidade, o litoral, Isla Negra, vinícolas… Mas se a vontade de ver (e tocar, né?) a neve for muito grande, acho que você pode adiar a sua decisão para quando já estiver em Santiago. Lá você pode se informar se ainda há neve que valha a pena a esticada!

  57. Marcia Terezinha Says:

    Oi Carla!

    Gostaria de contar com algumas sugestões suas. Pretendo ir com meu marido ao Chile no mês de fevereiro de 2008 e lá devo permanecer 12 dias e depois seguir para Buenos Aires. Já estivemos nos dois locais antes. Fizemos tudo que um turista que está se iniciando faz. Tour em Santiago, Vale dos Vinhos, Vinã del Mar, Valparaíso, Valle Nevado, Senhor Tango, |Museu Evita, Buquebus até Montevidéu, etc..etc… Gostamos de tudo, porém foi muito corrido. Desejamos voltar com mais calma e seguir no sentido Sul. Gostariamos de um roteiro próprio, onde pudessemos andar, conhecer pessoas, locais e etc., enfim, nada tão turistico assim. Entrei no site Cruces de Lago, porém não encontrei nada que falasse quanto ao preço da travessia. Como fazer então? Somente se tem acesso a preços via operadora de turismo? Como conciliar a ida a Pucón na ida para Puerto Montt/Varas? Suas dicas serão muito bem-vindas!

  58. Carla Says:

    Márcia, com 12 dias no Chile vocês fariam uma bela viagem de carro de Santiago a Puerto Montt, com direito a pernoites em várias cidades lindinhas pelo caminho…

    A princípio, vocês poderiam ficar uns 2 ou 3 dias em Santiago para matar as saudades e depois alugar um carro para devolver em Puerto Montt ou Puerto Varas. Vocês podem gastar uma semana ou mais nessa ida para o sul, de acordo com o ritmo de vocês. Quando eu fiz essa viagem, não reservei os hotéis antecipadamente, mas era baixa temporada. Não dou essa recomendação para quem vai na alta, não, acho arriscado…

    Algumas possíveis escalas para vocês seriam:

    – o Vale do Colchagua: embora vocês já conheçam, é uma forma de não tornar o primeiro dia muito cansativo;

    – Chillán: uma parada estratégica mais pela distância, não é uma visita fundamental;

    – Temuco: tem um mercado interessante, mas não vale a pena pernoitar;

    – Villarrica e Pucón: faz-se um desvio considerável a partir da estrada principal, mas a beleza do Lago Villarrica justifica tudo…

    – Valdivia: uma cidadezinha de sonho à beira de um rio;

    – Frutillar e Puerto Varas: cidades de colonização alemã já bem próximas de Puerto Montt. Minha sugestão seria sair de Valdivia, almoçar em Frutillar, passear pela cidade e seguir para Puerto Varas.

    Quando escolher sua hospedagem, fique em Puerto Varas ao invés de Puerto Montt, uma cidade grande meio sem graça. Em Puerto Varas você tem várias opções de hotéis, de todos os preços, à beira do Lago Llanquihue, um espetáculo!

    Em relação aos preços do Cruce de Lagos, não sei te dizer… Comprei via agência de viagens, não sei se há outra forma… (Mas sei que você pode comprar apenas o bilhete da travessia, sem comprar um pacote – foi o que eu fiz!)

  59. Luis Andrade Says:

    Olá Carla,

    estou planejando uma viagem de férias para o sul do Chile ( Santiago – Puerto Montt) e apreciaria algumas informações suas.

    Pretendo utilizar aproximadamente 10 dias no total. Minhas principais dúvidas são:

    1. É possível locar um carro em Santiago e entregá-lo em Puerto Montt, para retornar por via aérea?

    2. Neste trajeto, quais as paradas obrigatórias?

    3. Quais suas principais dicas para este passeio?

    Muito obrigado!!

  60. Carla Says:

    Luis, todas as suas dúvidas estão explicadinhas no texto do post aí em cima – falo do carro, das possíveis paradas no trajeto, acho que não deixei nada de fora, não… Ainda assim, se você ainda ficar com alguma dúvida, é só dizer! ;-)

  61. Marcia Terezinha Says:

    Carla, muito obrigada pelas dicas. Demorei a te agradecer porque estava pesquisando formas de operacionalizar o roteiro sugerido. Para vc e demais interessados posso informar: De Santiago a Puerto Montt, são cerca de 1056 KM, sem contar eventuais desvios para ver paisagens idílicas ou passear nas cidades do roteiro. No endereço http://www.autorentas.cl/resweb/reservas.asp é possível simular o valor da locação de um veículo, mas posso adiantar que o mais barato deles, pelo período de 6 dias, ficaria em torno de 471 USD, considerando a entrega em Puerto Montt, seguros, IVA, pedágios. Para se ter uma idéia a média dia da locação sem esses acréscimos é de quarenta e poucos dólares. Esse veículo econêmico é um Pegeou, com capacidade de tanque de 50 LT de combustível, ar condicionado e alguns outros opcionais. O valor da gasolina assemelha-se à do Brasil. Não sei ainda ao certo quanto seria. Pagamento com cartão de crédito internacional.
    Quando ao Cruces de Lago, o valor é de 175 USD se a travessia for de 1 dia. Caso haja parada em Peulla, no hotel sugerido no site deles, o valor sobe para 260 a 280 USD por pessoa. O endereço é http://www.crucedelagos.com/tickets/publico/article_67.shtml
    Bem em ambos os casos o valor tem que ser pago todo de uma vez no Cartão. Estou encontrando dificuldades para comprar via agência onde seria parcelado. Mas continuo meu periplo de pesquisas e posso dizer que montar um roteiro próprio dá trabalho, pode ser um pouco mais caro, porém de fato temos mais oportunidade de aproveitar tudo de melhor do local. Um abraço!

  62. Carla Says:

    Márcia, a taxa de devolução do carro em Puerto Montt é que encarece bastante o aluguel… Mas sabe que o valor até me pareceu razoável? Há 7 anos paguei US$ 300 por 4 dias – US$ 471 por 6 dias acho que está no preço… Com quilometragem ilimitada, né? Ah, cuidado com o limite de velocidade, Ok? É 100 km/h e ponto final, sem perdão!

    O Cruce de Lagos é que aumentou um pouco de preço. Como eu te disse, comprei em agência, mas também não consegui parcelar, não… Paguei US$ 148 pelo programa de 1 dia – e foi ótimo! Sinceramente, não acho que valha a pena pernoitar em Peulla, não… Fica super caro e não há nada para fazer a não ser curtir o hotel!

    E, sabe, Márcia, às vezes a gente acha que montar um roteiro próprio sai mais caro, mas não sai, não… Se uma agência fosse montar esse roteiro que você vai fazer, sairia pelo dobro do que você vai gastar! Claro, o seu roteiro vai custar mais do que o roteiro padronizado dos Lagos Andinos que as operadoras de turismo oferecem – mas você vai fazer um roteiro diferente, então não dá pra comparar, né? ;-)

  63. Carla Says:

    Aliás, Márcia, incluí umas fotos novas aí em cima no post que têm a ver com o seu roteiro! Estava devendo há um tempão, e pensar nesse seu roteiro foi o estímulo que faltava!

  64. Carla Says:

    Márcia, você chegou a conferir os preços do aluguel do carro também com a Avis e a Budget? Todas duas têm escritórios em Puerto Montt, e a Budget também em Puerto Varas. Tradicionalmente, a Budget é a que tem o melhor preço entre as três – vale conferir. E uma outra idéia que me ocorreu é que, já que você vai alugar o carro por 6 dias, será que a tarifa semanal não seria melhor? Às vezes é uma economia e tanto!

  65. Luis Andrade Says:

    Carla,
    me parece que o mais difícil neste tipo de viagem é a definição da trajetória a ser realizada, contemplando as paradas para apreciar as suas belezas e calcular bem as distâncias de forma a definir bons locais para pernoitar… Analisando o seu percurso e demais informações colhidas pela internet e livros, para mim não ficou muito claro qual seria o melhor roteiro a ser realizado. Peço a contribuição dos amigos que já realizaram o percurso de Santiago à Puerto Montt a indicação das melhores e imperdíveis paradas.
    Quanto ao retorno para Santiago: de ônibus ou avião??
    Grato!!

  66. Carla Says:

    Luis, eu, particularmente, distribuiria as minhas noites na estrada da seguinte forma:

    – Vale do Colchagua (2);
    – Chillán;
    – Villarrica ou Pucõn (2);
    – Valdivia;
    – Puerto Varas (2).

    Com tempo disponível, eu ficaria 2 noites nas cidades que marquei. Com menos tempo, ficaria 1 noite só mesmo e 2 apenas em Puerto Varas para descansar da viagem.

    Quanto à volta para Santiago, fica a seu critério. São mais de 1000 km, eu acho muito para fazer de ônibus, e voltaria de avião. Você não vai fazer o Cruce de Lagos, então?

  67. Carla Says:

    Ah, Luis, dá uma olhada nesse comentário que fiz para a Márcia, que pode te dar umas idéias: http://idasevindas.wordpress.com/dicas-do-chile-do-atacama-aos-lagos-andinos/#comment-1380

  68. Luis Andrade Says:

    Carla,
    aos poucos, em função das grandes contribuições, a estrutura da minha viagem começa a ficar mais clara. As suas recomendações à Márcia acima, ajuda consideravelmente com relação às possíveis trajetórias.

    A propósito, conhece o projeto wikitravel [wikitravel.com]? Vou reproduzir seus objetivos:

    “Wikitravel é um projeto que visa criar um guia mundial de viagens livre, completo, atualizado e disponível para todos. Até o momento, temos 1 663 guias de destinos e outros artigos escritos e editados por Wikiviajantes de todo o mundo.”

    Pessoas como você que querem dar as suas contribuições aos viajantes sem qualquer interesse que não seja o de ajuda baseado nas suas própias experiências. Vale a pena conhecer e, eventualmente, contribuir…

  69. Carla Says:

    Não conheço, não, Luis, mas vou dar uma olhada – obrigada pela dica!

    Deve haver mais algumas dicas interessantes para a sua viagem nos comentários desse post… Às vezes os comentários se tornam mais informativos do que o texto original, é sempre bom ler todos! ;-)

  70. maria cristina Says:

    Adorei ler teu site. Em janeiro de 2007 fiz Bariloche puerto Varas em 2 dias e achei que não valeu a pena. Sai caro e ficamos muito tempo em Peulla e quase nada em Puerto Varas. Em janeiro de 2008 vamos sem pacote ate Bariloche, de la vamos alugar um carro e passar de junin de los andes para Pucon pelo paso tromen, desceremos ate fruttilar e de la voltamos pelo paso samore ate bariloche.

  71. Carla Says:

    Maria Cristina, adorei esse seu roteiro! Não conheço bem as possibilidades de atravessar os Andes de carro naquela região – vocês vão fazer tudo de carro, não é? Me conta um pouco mais? ;-)

  72. maria cristina Says:

    oi Carla, o ano passada estavamos meio perdidos por isto fizemos o pacote. Este ano vendo varios comentarios, inclusive o seu, resolvemos arriscar uma coisa diferente. Temos reserva por 2 noites em Bariloche, uma em San Martin e 2 em Pucon. Ficaremos por 8 dias. De san Martin vamos a junin e Pucon de carro alugado, so por estradas. Pensamos em chegar a Bariloche por causa do câmbio. Ainda estamos resolvendo as outras 2 noites que seriam ate frutillar e depois mais uma noite em Bariloche e ai devolvemos o carro, estamos pensando em fazer o raffting, v já fez? se souber de algo estamos aceitando ideias, alias por isso te escrevi.

  73. Carla Says:

    Nunca fiz, não… Na verdade, não sou muito dada a aventuras… ;-) Mas já ouvi falar muito bem da estrutura da região de San Martín de los Andes – é lá que vocês estão pensando em fazer?

    Se você ainda tem 2 noites disponíveis, acho que valeria passar ao menos uma delas em Puerto Varas, já que você ficou pouquinho da outra vez – ou quem sabe em Frutillar? Talvez as duas em Frutillar seja demais, mas uma em cada cidade pode ser interessante, se vocês não acharem chato ficar trocando de hotel…

  74. maria cristina Says:

    oi Carla
    Pensamos em fazer em Bariloche e talvez em pucon. Como é o caminho de Pucon ate Frutillar? Voce fez este trajeto pelos lagos ou por dentro? A ideia seria uma noite em frutillar e uma em algum destes lagos

  75. Carla Says:

    Maria Cristina, eu não cheguei a ir até Pucón… Fui até Villarrica, partindo de Chillán, e de lá segui até Valdivia – minha viagem foi no sentido inverso ao que vocês vão fazer. De Villarrica peguei uma estrada bastante boa até a Ruta 5, que é a principal ligação norte-sul do Chile. Fiz o caminho todo pela Ruta 5, só me afastei mesmo para entrar nas cidades que queria visitar. A idéia de uma noite em Frutillar e outra em um dos lagos é muito boa, mas – que pena! – dessa região não tenho nenhuma dica pra te dar… :(

  76. Mô Gribel Says:

    Ah, agora que vi as fotos, me deu mais vontade ainda de ir….

  77. marcelo mendes Says:

    olá Carla achei suas dicas muito uteis e interessantes , estou de viagem marcada p o chile dia 25/12 a 08/01 com um grupo de 2 casais e 4 criancas entre 3 e 8 anos , devido as criancas nosso ritmo nao deve ser muito acelerado , temos planos de passar alguns dias no litoral em vina del mar( se conseguirmos vaga o revellion) , oque vc achou de la no verao? achaa que da p passar uns 3 a 4 dias na regiao de vina ou é muito? achei maravilhoso o visual dos lagos e da regiao do vulcao Vilarrica vi outros relatos interessantes de grupos que fizeram aquela regiao http://www.ecofotos.com.br/Internacionais/Chile/Pucon/Pucon.asp vc acha interessante decermos p regiao dos lagos de aviao e passar uns 2 ou 3 dias lá

    marcelo

  78. Carla Says:

    Marcelo, a região de Viña no verão é uma delícia, eu recomendo, sim! Uns 3 ou 4 dias estão de bom tamanho. Mas é sempre importante lembrar que as praias do Pacífico são de água bem fria, viu?

    Quanto à região de Villarrica, se vocês estarão com crianças eu acho mais indicado mesmo fazer esse trecho de avião – me parece que a viagem de carro seria muito cansativa para os pequenos… ;-)

  79. marcelo mendes Says:

    obrigado pelas dicas !!

    marcelo mendes

  80. Ribamar Says:

    Oi Carla !

    Muito legal as suas dicas sobre o Chile. Há 03 anos venho planejando viajar p/ lá c/ minha familia (esposa + 2 adolescentes). Pretendo viajar em 27/dez/2007 e tenho 2 semanas disponíveis. Deverei sair de curitiba e desembarcar em Santiago, onde pretendo passar 5 dias. Após, gostaria de alugar carro e conhecer Mendoza (02 dias). Quero retornar a Santiago e pegar vôo até Punta Arenas. De lá seguirei terrestre até Puerto Natales (3 dias) para visitar Torre Del Paine, . O que você acha do roteiro. Tem sugestão melhor ? Quanto a ordem das cidades, seria mais interessante primeiramente ir até Mendoza na Argentina ? Aguardo sua opinião. Se for necessário posso prolongar um pouco mais o meu tempo .

  81. Carla Says:

    Ribamar, dos lugares que vocês pretendem visitar eu só conheço Santiago – então não posso opinar muito por experiência própria, apenas por experiência de planejamento, Ok?

    Os cinco dias em Santiago incluem o dia da chegada e da partida ou são dias completos? A princípio, acho que valeria a pena alugar o carro um pouco antes para ir conhecer o litoral (Viña del Mar especialmente, e talvez uma visitinha a Isla Negra). Mas depende de quanto tempo você tiver, porque Santiago é uma cidade bem interessante que merece atenção.

    Me pareceu que Mendoza está um pouco fora de mão no seu roteiro… O seu interesse é por Mendoza especificamente ou você apenas gostaria de visitar uma boa região vinícola na América do Sul? Talvez fosse mais viável trocar Mendoza pelo Vale do Colchágua, ao sul de Santiago. Com apenas 2 dias, seria mais viável passar uma noite em uma vinícola e depois voltar para tomar o seu vôo para Punta Arenas.

    Outra coisa: não deixe de se informar muito bem sobre as condições da estrada de Punta Arenas a Puerto Natales. Como te disse, não cheguei a ir até essa região, mas ouvi muitos comentários sobre a precariedade da estrada, que na época não era pavimentada.

  82. adilson Says:

    Olá Carla,

    Primeiramente, parabéns pela disposição em dar dicas tão bacanas aos viajantes.

    Estarei em Santiago no próximo mês de janeiro. Ficarei 4 dias hospedados em Santiago e estamos pensando em descer até o Pacífico em um dos dias. É possível conhecer Viña del Mar e Valparaíso no mesmo dia? Alguma outra dica de passeio nos arredores?

    Obrigado!

  83. Carla Says:

    É perfeitamente possível, Adilson! Viña fica a uns 120 km de Santiago, mas ela é geminada a Valparaiso – apenas 1 km de distância! A estrada de Santiago ao litoral é muito boa, e a viagem não é cansativa. Mas cuidado com o limite de velocidade de 100 km/h, porque a fiscalização é rigorosa.

    Se vocês tiverem interesse e disposição para esticar bem esse dia no litoral, vale a pena seguir até Isla Negra para visitar o Museo Neruda. Mas aí o ideal é sair de Santiago bem cedinho e só voltar no final do dia!

  84. Gabriel Says:

    Carla,

    Não querendo abusar mas estou pensando em ir no carnaval para o Chile, ou seja, uns 7 dias somente. Sou mais ligado em visuais, fotos de paisagens legais e cidades pequenas… um pouco fora da viagem com destino a pontos turisticos… Estou pensando em alugar um carro e ficar rodando os 7 dias! voce me recomendaria algum roteiro???

    Muito obrigado

  85. Carla Says:

    Gabriel, se você estiver disposto a pagar a taxa de retorno do carro para ir até o sul do país e depois voltar de avião para Santiago antes de retornar ao Brasil, acho que essa pode ser uma opção… Uma outra idéia, se você gostar de praia, é explorar o litoral próximo a Santiago, desde as praias ao norte de Viña del Mar até mais ao sul de Isla Negra… Ou ainda, uma terceira opção seria esquecer o carro e rumar direto para o Atacama! Essa seria uma escolha totalmente radical em termos de paisagens e cidadezinhas, e os pontos turísticos são bastante inusitados…

    Agora que terminei de escrever e considerei bem as opções, eu ficaria com o Atacama… :D

  86. Val Pereira Says:

    Oi Carla

    Muito esclarecedor seu blog. Então vou pedir sua ajuda também. Vou para Santiago no dia 7/12 e volto no dia 12/12. Com a operadora de turismo fechamos os seguintes passeios: 8/12 Viña del Mar e Valparaiso e no dia 09/12 Valle Nevado. Ainda teremos 2 dias 10 e 11/12 (dia 12/12 sairemos às 13h de volta ao Brasil) livres. Nestes dois dias quais lugares podemos conhecer próximo a Santigo? O que podemos fazer a noite? Quais as atrações em Santiago?
    Conto com suas dicas

  87. Carla Says:

    Val, de acordo com as suas dúvidas, eu estou concluindo que será a sua primeira vez em Santiago, certo? Então, se você tem apenas esses dias na cidade, dois passeios fora da cidade são mais do que suficientes, caso contrário você não vai ver nada de Santiago! ;-)

    No texto do post acima eu listei alguns dos pontos turísticos mais visitados de Santiago – vão ocupar os seus dois dias em Santiago e vai faltar tempo, pode acreditar! Para sair à noite, se vocês tiverem um perfil mais boêmio recomendo ir ao bairro Bellavista, a Vila Madalena deles; se quiserem um restaurante ou um programinha mais calmo, o destino é a Providencia. Não deixem de jantar um dia no Aqui Está Coco, um dos melhores restaurantes da cidade!

    Agora, a perguntinha que não quer calar é: tem certeza que vocês fizeram um bom negócio agendando uma visita ao Valle Nevado, uma estação de esqui, em pleno dezembro, ou seja, às portas do verão? A estação vai estar fechada, não vai haver nada aberto por lá a não ser um banheiro público, e provavelmente não vai haver neve a não ser nos picos de neve eterna, que não estão situados em Valle Nevado e podem ser facilmente avistados da cidade de Santiago… ;-) Eu cancelaria esse passeio e dedicaria esse dia ao passeio à Viña Concha y Toro, que consome boa parte do dia…

  88. Val Pereira Says:

    Ótimas dicas

    Acho também que o Valle Nevado não vai dar nada nesta época do ano. Vou acrescentar sua dica em meu passeio. Vamos conhecer a Viña Concha Y Toro e levar alguns vinhos.
    Na parte cultural você indicaria algum programa que podemos fazer a noite?

    Obrigada

  89. Carla Says:

    Ih, Val, nesse ponto minhas visitas a Santiago deixaram um pouco a desejar… Nunca cheguei a me inteirar bem da parte cultural da cidade, e sempre acabei dedicando minhas noites a restaurantes e barzinhos… ;-)

  90. Douglas Says:

    Carla,

    Estarei em Santiago de 21.12 – 13h50 – até 28.12 – 15h30 –

    Tenho interesse nas melhores vinícolas e restaurantes na região de Santa Cruz (Casa Lapostolle (tem o segundo melhor vinho do mundo), Montes e outras). Quanto dias ficar aí?

    O que você sugere fazer nos demais dias?

    É perigoso ir de Santiago ao Vale do Colchaguá de carro? Polícia, Carteira de Motorista, Gasolina, Assaltos, Seqüestros? Você indica hotéis em Santa Cruz, Viña de Mar ou Valparaíso?

    É desaconselhável ir sem reservas de hotel?

    Quanto dias permanecer em cada cidade?

    O que mais visitar/imperdível?

    Onde ficar em Santiago mais próximo das baladas, bares e restaurantes?

    Sinceramente, muito obrigado,

    Douglas.

  91. Carla Says:

    Douglas, comece o seu planejamento lendo o texto do post acima com os comentários – às vezes boa parte da informação que precisamos está nos comentários… ;-)

    Conforme eu expliquei acima, eu apenas passei pelo Vale do Colchagua. Na época, ele ainda não era uma atração turística… Se eu fosse voltar hoje, com 1 semana para passar no Chile, ficaria ali uns 2 ou 3 dias, de acordo com o número de vinícolas que você quiser visitar. Te recomendo entrar em contato com a Carla Castro, no blog dela, o Made in Carla ( http://madeincarla.wordpress.com ) pois ela fez o passeio do Tren del Vino e tem boas recomendações de vinícolas.

    Pra começar, eu te sugiro separar ao menos uns 3 dias para ficar em Santiago. Como você chega à tarde, você pode escolher entre ficar por ali mesmo até o Natal ou alugar um carro para visitar o Vale do Colchagua e o litoral e depois passar esses 3 dias na capital. No post acima há várias recomendações a respeito do que fazer em Santiago e arredores.

    Não é perigoso dirigir no Chile, nem tomar transporte público, nem caminhar pelas ruas. É preciso apenas ter os cuidados normais que se tem em qualquer lugar, ou seja, não ostentar – não ande com jóias ou relógios caros, não abra a carteira em público, essas coisas. Você vai ver que o Chile é um país calmíssimo, mais seguro que qualquer cidade do Brasil. Assaltos e seqüestros? Nunca ouvi falar.

    Agora, é preciso, sim, ter cuidado com as leis de trânsito. A fiscalização é rigorosa e as multas, salgadíssimas. Então, toda a atenção ao limite de velocidade é pouca. Estacionar em local proibido, nem pensar. E tentar subornar um carabinero (guarda) dá cadeia na hora. Na teoria, dizem que é necessário ter a Carteira Internacional de Habilitação para dirigir no Chile. Eu contactei a locadora onde reservei o carro nas duas vezes em que dirigi no Chile e me disseram que não seria necessário. Quando fui parada em uma blitz na Ruta 5, o carabinero examinou a minha carteira brasileira e me deu sinal verde. Nem tocou no assunto da Carteira Internacional.

    Quanto às reservas, eu SEMPRE acho desaconselhável viajar sem elas. A única exceção é se você estiver fazendo um esquema meio sem destino, de carro alugado, por cidades pequenas e na baixa temporada – baixíssima, de preferência. Não é o seu caso – você vai estar lá no Natal! Então, pra não correr o risco de passar a noite de Natal debaixo de uma das pontes do Rio Mapocho, por favor, viaje com tudo reservadinho, Ok?

    De resto, acho que suas outras perguntas estão respondidas ao longo do post. ;-)

  92. Marcus Says:

    Carla,

    Parabéns pela iniciativa em sanar nossa dúvidas.
    Estarei indo para Buenos Aires e Santiago, em janeiro, com minha esposa.
    Passaremos três dias e quatro noites em Buenos Aires e quatro dias e e três noites em Santiago.
    Gostaria de algumas sugestões para passeios nas duas capitais, saber se vale a pena o passeio do delta do Tigre e qual a melhor opção para show de tango.
    Em relação aos pacotes/passeios é melhor comprar no Brasil, via agência,
    ou comprar diretamente nos locais.
    aguardo seu retorno,
    Marcus

  93. Carla Says:

    Marcus, para dicas do Chile dê uma lida caprichada nesse post, incluindo os comentários – acho que tudo o que eu sabia sobre o Chile e o que estou aprendendo após o blog está aqui… ;-)

    Em relação à Argentina, nesse link aqui você encontra todos os posts sobre o assunto que tenho aqui no blog: http://idasevindas.wordpress.com/category//argentina

    Em relação aos passeios, eu sou uma ferrenha defensora de fazê-los por conta própria sempre que possível… Com uma boa pesquisa prévia, não há mistério. Sempre que trato de um local em um post, ensino o caminho, Ok? Se ficarem dúvidas, é só perguntar que se eu souber responder, respondo!

  94. marcus Says:

    Carla,

    Obrigado por responder rapidamente.

    Estaremos hospedados no hotel Pestana em Buenos Aires. sua localização é boa ?

    Ficaremos próximo dos principais pontos turísticos da cidade ?

    Grato mais uma vez,

    Marcus

  95. Carla Says:

    Marcus, eu particularmente não gosto da localização do Pestana. Ele fica em pleno coração da cidade de Buenos Aires e tem uma localização espetacular para quem viaja a trabalho. Mas quando viajo a lazer prefiro ficar em um bairro mais tranqüilo, mais charmoso, mais residencial. De qualquer forma, como eu disse, é uma preferência minha… ;-) Mas não se preocupe com a facilidade de acesso aos pontos turísticos. Você estará em uma região muito bem servida pelo transporte público e pelos táxis – e ainda poderá ir a pé a vários lugares. Só não espere muito da região em si – hospedar-se na 9 de Julio equivale a hospedar-se na Avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro…

  96. Carla Says:

    Marcus, se você quiser saber o porquê da minha implicância com o centro, dá uma lidinha aqui: http://idasevindas.wordpress.com/2007/02/27/buenos-aires-y-yo

  97. Marcus Says:

    Carla,

    Mais uma vez obrigado pela dicas.

    Vou abusar um pouco mais de sua boa vontade pedindo algumas sugestões de bares/restaurantes em Buenos Aires e Santiago, levando-se em conta qualidade/preço.

    Em Santiago vale a pena alugar um carro para visitar Vina del Mar e as vinícolas ??
    A carteira de habilitação do Brasil é aceita ou é necessário ter uma internacional ??

    Os Outlets de marcas (Puma/Nike/Lacoste) em Buenos Aires realmente valem a pena ??

    PS. Se precisar de alguma informação de Salvador/Ba é so mandar email.

    Obrigado e boas festas !!!

    Marcus

  98. Carla Says:

    Marcus, vou te remeter aos especialistas em termos de restaurantes e afins: o blog dos Destemperados, Diogo e Diego, que já fizeram posts excelentes sobre Santiago e Buenos Aires. Mas cuidado, hein, que os posts deles já engordam só de olhar… ;-) O endereço é http://destemperados.blogspot.com

    Eu achei que valeu muito a pena para mim alugar um carro em Santiago para ir ao litoral. Se você for sair da cidade para visitar as vinícolas, acho que a idéia também é válida. Para ficar em Santiago e visitar a Cousiño Macul e a Undurraga, o carro não é necessário, dá pra ir de táxi numa boa.

    Sobre a habilitação, dá uma olhadinha nesse comentário aqui: http://idasevindas.wordpress.com/dicas-do-chile-do-atacama-aos-lagos-andinos/#comment-1499

    Em Buenos Aires, eu só fui à outlet da Nike – e, sinceramente, não achei que vale a pena, não… Não vi tanta diferença assim em relação aos preços do Brasil – e aqui ainda temos as facilidades de parcelamento, né?

    Pode deixar que, precisando de info sobre Salvador, agora já sei a quem recorrer! Boas festas pra você também! E aproveite bastante a viagem!

  99. Regina Says:

    Carla,

    Já começo agradecendo; vc ajuda a todos! Vou para o Chile via Mendonza
    e estou lendo tudo que encontro sobre o assunto. Só que eu queria descer o Chile de trem. Alguns sites/pessoas dizem que os trens são ótimos outros reclaram do mesmo… O que você acha de ir de Talca até Fruitilar/Puerto Varas de trem?

  100. Carla Says:

    Regina, eu não experimentei os trens, justamente porque tive essas informações desencontradas e preferi não arriscar. Uma vez lá, não conheci absolutamente ninguém que estivesse viajando de trem… Não sei, não… Eu deixaria o trem para a Europa, onde ele é garantido – e por aqui iria de ônibus ou de carro mesmo… ;-)

  101. marcus Says:

    Carla,

    Segui sua orientação e reservei um carro em Santiago p/ Avis.

    Pretendo sair de manhã para Vina del mar e Valparaiso.

    Após almoço pretendo voltar e passar na Vinícula Concha y Toro.

    Na sua opinião é o melhor roteiro??. Tem alguma sugestão??

    Após visitar Vina del Mar vale a pena passar na Isla Negra ??

    Mais uma vez obrigado e parabéns pelo canal aberto de informações.

    Marcus

  102. Carla Says:

    Marcus, ir ao litoral e à Concha y Toro no mesmo dia não dá, não…

    Eu sugiro que você vá ao litoral e à Isla Negra no mesmo dia. Na minha opinião, o melhor a fazer é ir direto a Isla Negra, pois há distribuição de senhas para visitar o Museo Neruda e, se você chegar à tarde pode perder a viagem. Saindo de Isla Negra, dá tempo de chegar a Viña del
    Mar ainda a tempo para o almoço! ;-)

  103. Regina Says:

    Carla,
    Olha eu aqui novamente. Vou deixar para decidir sobre os trens lá. Agora tenho outra pergunta. Quando fui para a Bahia em julho ( 2007) e sul do Brasil ( Jan. de 2007) eu acabei nunca ficando no hotel que tinha “reservado” pela internet. Notei que as dicas dos taxistas, outros viajantes, pessoal do posto de turismo do local eram sempre mais certas que as que tinha visto na internet. Poupei muito dinheiro com esta “tática” agora quero fazer o mesmo na Argentina/Chile… só que estou com medo de ir sem reservas pois nas duas viagens citadas evitei os lugares muito turistícos e fui na “baixa estação.” Corro o risco de não conseguir lugar para dormir se evitar Bariloche, Pucon, Puerto Mont (ortografia?) e lugares assim e for para cidades vizinhas ? Vc me entende? Queria saber se vc acha que todas as cidadezinhas nesta região dos lagos tem fama de estar lotadas-tipo praias do nordeste em Janeiro? Vc pode me aconselhar que lugares evitar e quais “procurar”?

  104. Carla Says:

    Regina, eu fui de Santiago a Puerto Montt sem reservas, escolhendo o hotel conforme decidia onde ficar. Mas, veja bem, era setembro, baixa temporada, nós tínhamos um carro, podíamos ir de um lado para outro procurando hotel sem maiores esforços… Não recomendo fazer isso na alta, não… ;)

  105. adriano corrêa Says:

    Ei Carla, parabéns pelo blog. Dinâmico, informativo, minucioso. Descobri ele ontem, por meio do viaje na viagem, do Freire. Resolvi te escrever para oferecer dicas a Regina. Estive no Chile em março de 2004. Fizemos tudo sem prévia reserva de hotéis. Tão logo chegamos a Santiago, deslocamo-nos até a estação de trem e lá adquirimos bilhetes para Chillan, cerca de 400km. Os trens são ótimos. Seguros, razoalvelmente novos e limpos. Contam com serviço de bordo. E o melhor é poder desfrutar de paisagens deslumbrantes no decorrer da viagem. Parreiras, rios, montanhas. Regina, vale a pena ir de trem. E uma boa dica de hotel em Santiago é o Bonaparte. Fica super bem localizado, na Providência, e o pessoal do hotel é extremamente simpático e atencioso. Cotamos o hotel nao retorno a Santiago e negociamossa tarifa do telefone público da estação de trem. Ficou por 60 dólares.

  106. Carla Says:

    Adriano, obrigada pela contribuição! Você confirmou o que eu disse à Regina – que na baixa temporada (março, quando você foi; setembro, quando eu fui) não há problema em viajar sem reservas prévias. Na alta eu não arriscaria, não… Acho que se corre o risco de ter que aceitar qualquer acomodação por qualquer preço, já que os hotéis de melhor relação custo-benefício provavelmente já estarão tomados. Regina, quando vai ser a sua viagem?

  107. fabiane Says:

    Carla, parabéns pelas dicas. Estamos indo para San tiago no dia 31/01 e voltaremos em 08/2..pouco tempo!.
    Queriamos dicas de restaurantes, hotel, noitada,shopping, bom locAL PARA compraS….bjos, Fabi

  108. Carla Says:

    Fabiane, em uma semana dá pra ver bastante de Santiago, sim… Te sugiro ler com atenção todos os comentários deste post – há várias e várias dicas valiosas por aqui… ;-)

    Para restaurantes, te encaminho aos especialistas, meus amigos Destemperados: http://destemperados.blogspot.com/search/label/Chile

    Quanto a noitadas, não sou a melhor fonte, não… Mas amei um pub na Avenida Suecia, chamado Brannigan’s, que recomendo vivamente. Te sugiro ir a Bellavista, o bairro boêmio de Santiago por excelência.

    Santiago tem 2 mega shoppings – o Parque Arauco e o Alto Las Condes. Mas, Fabiane, não achei que as compras lá valem a pena, não…

  109. Regina Says:

    Carla e (agora) Adriano,

    Nossa que ótimo este blog!! Estou indo dia 15 de janeiro. Estou impressionada com a quantidade de campings na Argentina e Chile.
    Estou atentada a levar a tralha de camping…. vai que a gente não acha um hotelzinho, né? Mas meu marido está dando chilique! Eu entendo é o peso e o fato de nós nunca termos acampado fora do Brasil. Adriano, o trem tem opção de cabine? Estou viajando com 2 crianças e queria que eles pudessem descansar… Muito obrigada aos dois.

  110. Carla Says:

    Regina, indo na alta e com crianças, será que não era mais sensato fazer as reservas ao menos pela primeira noite em cada cidade? Você garante um pouso para o momento da chegada e, se não gostar do hotel, pode trocar. Chato é se gostar e ele estiver lotado pelo resto da sua estada…

    Por que não pesquisar bem esses hotéis pela Internet e fazer suas reservas logo e não esquentar mais a sua cabeça com isso? Eu sou muito a favor da reserva prévia… ;-)

  111. Fabiana Says:

    Primeiramente, obrigada por todas as informações. Carla, vc teria alguma dica para o reveillon. Fechei um pacote, chego dia 29 e ainda não sei aonde vou passar o ano novo. Desde já agradeço.

  112. Carla Castro Says:

    Carla,

    ainda nao tinha vindo ler seu post sobre o Chile! Sua viagem por lá foi bem completa, não? Uma delícia!

    Obrigada pela indicação do blog! :D

    Abraços,
    Carla

  113. Carla Says:

    Fabiana, infelizmente em relação ao réveillon eu não tenho nenhuma dica… :(

    Carla, de todos os lugares que eu gostaria de conhecer no Chile, só não fui mesmo à Patagônia (abaixo de Puerto Montt), à região vinícola que você visitou (ainda não tinha essa estrutura quando eu fui…) e Portillo, que eu gostaria de conhecer por causa do nome da estação… :lol: Foi uma delícia mesmo, adoraria ir novamente!

  114. Rodrigo Says:

    Carla, obrigado por tão gentilmente e educadamente atender a inúmeros pedidos supra requeridos, estou confirmando um pacote de 4 dias em LEONARDO DA VINCI HOTEL – SANTIAGO, e 03 dias em CATALINAS SUITES – Buenos Aires / Argentina, sendo saida em 29/02/08, pode me dar algumas dicas? Desde já agradeço……!

  115. Carla Castro Says:

    Carla,

    eu também estou doida para conhecer a Patagônia. Ainda mais agora que me apaixonei pela neve !!! :lol:

    E conhecer Portillo é quase obrigação para você, né? Sua família tem alguma raiz por lá?

    Abraços,
    Carla

  116. Carla Says:

    Menina, nem me diga! Quando fui ao Chile todo mundo me perguntava se o meu nome tinha alguma coisa a ver com a estação… Claro que eu sempre brinquei que a estação é minha, por supuesto… :lol: Mas na verdade tudo o que sei é que todos os Portillo / Portilho da América Latina que vieram da Espanha antes do século XX pertencem a uma mesma família – desde os Portillo do México, passando pelos do Peru, do Chile e da Argentina até chegar aos Portilho do Brasil… Então, alguma ligação tem que ter, né?

  117. Carla Says:

    Rodrigo, você vai encontrar várias dicas do Chile e da Argentina espalhadas aqui pelo blog… Praticamente tudo sobre o Chile está aqui mesmo neste post, principalmente nos comentários, que valem ser lidos com a maior paciência… Em relação à Argentina, nesse link você encontra tudo o que tenho sobre o país aqui no blog: http://idasevindas.wordpress.com/category//argentina

  118. jair alves Says:

    Carla, voce poderiaa me ajudar? pretendo levar um grupo de pessoas de onibus em uma excursão, saindo de Belem do Pará-Foz-Buenos AIres-Bariloche-Gramado-Camboriu-belem. mas só disponho no maximo de 16 dias, quanto tempo eu levo de buenos aires a bariloche e voce pode me dar uma dica de hotel? parabens pelas fotos estao lindas.

  119. jair alves Says:

    perdao carla esqueci de dizer que é no mes de abril

  120. Carla Says:

    Jair, de Buenos Aires a Bariloche são cerca de 1.800 km. Na época me disseram que a viagem de ônibus levava umas 20 h. Infelizmente não tenho dica de hotel, não – fiquei em uma pousadinha bem simples, a Hostería Las Amapolas, mas não gostei muito, não…

    Agora, será que fazer todo esse roteiro em no máximo 16 dias não é um projeto ambicioso demais, não? Estou calculando que vocês terão no máximo algumas poucas horas para curtir cada cidade, pois vão passar a maior parte do tempo dentro do ônibus, na estrada…

  121. Cau Says:

    Boa noite Carla!
    Estamos planejando uma viajem, em janeiro/08, ao Chile de carro, a partir de Porto Alegre/RS. Vamos em dois carros até Santiago. Porém temos um problema a resolver: o pessoal do nosso carro tem vinte dias disponíveis e queremos fazer a rota Santiago-Região dos Lagos-Bariloche. Mas a minha cunhada vai com a família (marido e três crianças – 13, 11 e 6) e tem apenas 15 dias disponíveis. Por isso pergunto, vale a pena eles fazerem somente a região de Mendoza-Santiago durante este período ou tentam descer um pouco pelo Chile? Eu calculo 3 dias de viagem para chegar em Mendoza e mais 3 para voltar.

  122. Cau Says:

    Continuando meu tira dúvidas, vale a pena fazer aquele passeio de barco, de oito horas, entre Puerto Varas e região de Bariloche? Obrigado e parabéns pelo site.
    Cau

  123. Carla Says:

    Cau, eu acho que fazer essa rota a partir de Porto Alegre com 20 dias já é bem puxado… Com 15 dias eu não desceria o Chile, não – curtiria Mendoza e Santiago e tomaria o rumo de volta à casa…

    Quanto ao passeio do Cruce de Lagos, o que posso te dizer é que eu adorei fazê-lo! Mas não sei como funciona no caso de vocês, que estarão de carro… Não sei se há a possibilidade de fazer o passeio em algum barco que tenha como transportar os carros…

  124. Jesus Says:

    oi, Carla.

    Como quase todo mundo por aqui, vou te pedir umas dicas: pretendo ir ao chile agora no carnaval de 2008 e pensei em ficar em Santiago, ver um pouco do litoral, ir ao museo do Neruda, conhecer a das região vinícolas. Acha que dá pra fazer isso em 5 dias?

    Obrigado pelas dicas.

  125. Dani Says:

    Irei ao Chile e Argentina agora em Janeiro. Irei viajar com esposo e meu filho de 3 anos. Gostaría de saber alguma recomendação para criança desta idade. Ou é tranquilo ? Ficarei em Santiago e Buenos Aires.

    Obrigada,

    Dani

  126. Carla Says:

    Jesus, com 5 dias em Santiago, eu faria o seguinte: planejaria sair bem cedo da cidade um dia, iria direto até Isla Negra para visitar o Museo Neruda (é importante chegar relativamente cedo porque tem que pegar uma senha!) e de lá seguiria para Viña del Mar e Valparaiso. É um passeio de dia inteiro, fica um pouco cansativo, mas vale a pena fazer tudo isso no mesmo dia quando se dispôe de pouco tempo. Quanto às vinícolas, eu visitaria a Concha y Toro e no máximo mais uma, como a Cousiño Macul ou a Undurraga, que ficam na própria cidade de Santiago. De resto, aproveitaria o máximo possível para conhecer Santiago, já que você tem pouco tempo e a cidade tem bastante a oferecer.

    Dani, a minha experiência em viagens com crianças é nula, ou seja, não sou a pessoa mais indicada para te ajudar a escolher atividades ou atrações que poderiam ser interessantes para uma criança nestes lugares. A única dica que sempre dou aos pais que querem levar seus filhos a Buenos Aires é que a cidade parece ser bem adequada para se viajar com crianças, sim – é muito plana e tem parques super agradáveis, além de um ótimo Jardim Zoológico! ;)

  127. Jesus Celiton Nascimento Says:

    Ola Carla sou de Barroso interior de minas;aqui temos uma turma de jipeiros e estamos muito interezado em dar um passeio no atacama ainda no principio de 2009 esta lonje pois agora que comesamos a pagar o consorcio; estamos pensando em ficar 30 dias iremos em 3 carros 12 pessoas podendo ir mais se aparecer. Preciso de dicas roteiros pois serao 30 dias e nao queremos perder nada sobre documentaçao ;acampamento tudo por favor pode divugar meu emil pois apartir de agora comesa a nossa escalada da aventura e quanto mais divulgar mais aprimora o nosso conhecimento desde ja aceite os meus cimceros agradecimento.

  128. Sérgio Says:

    Carla,

    Gostei muito das suas dicas, e estou preparando uma viagem para o mes de agosto.
    Poderia me mandar um email para que eu tire algumas duvidas com voce?

    Abs,

  129. Carla Says:

    Jesus, eu entendo pouco das estradas que vão do Brasil ao Chile – mas te adianto que o Chile é um ótimo país para se viajar de carro, com estradas muito bem conservadas. É muito importante ter a documentação do carro em seu nome ou um documento de autorização do proprietário do veículo para cruzar as fronteiras, caso contrário você não poderá prosseguir viagem. Muito se diz que o Chile exige a Carteira de Habilitação Internacional – mas a informação que tive das locadoras de veículos chilenas nas duas vezes em que estive no país foi que não seria necessário, e de fato não precisei dela mesmo…

    Sérgio, você se incomodaria de postar suas dúvidas aqui? Assim as perguntas e respostas ficam à disposição de outras pessoas que também queiram consultar… ;-)

  130. Marcus Says:

    Carla,

    Finalmente está chegando o dia da minha viagem.

    Tenho certeza que as informações contidas no seu Blog e as dúvidas esclarecidas por você farão diferença para que possa aproveitar, ao máximo, Buenos Aires e Santiago.

    Como são muitos lugares para se conhecer em ambas capitais, gostaria que você indicasse locais (restaurantes/pontos turísticos/passeios) que devem de ser visitados, levando-se em conta o tempo disponível (07 dias).

    Mais uma vez obrigado e parabéns pelo Blog,

    Marcus

  131. Carla Says:

    Marcus, espero que vocês façam uma ótima viagem – e que voltem aqui depois para contar como foi, Ok? ;)

    Em relação aos pontos turísticos, não tenho outras dicas além das que já estão aqui no blog – o básico, principalmente considerando o tempo de que vocês dispõem, é esse mesmo… Já quanto aos restaurantes, te envio aos especialistas: dá uma olhadinha no blog dos Destemperados ( http://destemperados.blogspot.com ) que lá você vai ter sugestões de dar água na boca tanto para Santiago quanto para Buenos Aires. Minhas dicas pessoais são: em Santiago não perca o Aqui Está Coco e em Buenos Aires aproveite os sorvetes maravilhosos!

    Boa viagem!!! :D

  132. Sérgio Says:

    Olá,

    Planejo fazer uma viagem parecida com a sua.
    Vou para Santiago no dia 11 de agosto, e volto de Buenos Aires no dia 26.
    Ia fazer a parte a partir de Santiago em direção a Puerto Montt de avião, mas graças ao seu depoimento resolvi ir de carro. Minhas dúvidas são: existe a possibilidade de ter neve na estrada?
    Além disso, as travessias de ônibus e barca através dos lagos, para ir até Bariloche, devem ser reservadas aqui do Rio, ou basta chegar ao local e comprar a passagem? Se for assim, alguém possui o horário em que elas trafegam?
    Mais uma coisa: quantos dias devo reservar para fazer os 1000km entre Santiago e Puerto Montt, estava pensando em 2 dias, mas quais locais seriam melhor de pernoitar?

    Obrigado pela ajuda!

  133. Carla Says:

    Sérgio, não é provável haver neve na estrada, não… Até onde sei, no Chile costuma nevar nas montanhas, não ao nível do mar. Acho que você pode ficar tranqüilo em relação a isso.

    Quanto ao Cruce de Lagos, eu comprei o passeio aqui no Brasil antes de viajar. Acho um pouco arriscado deixar para providenciar isso lá – vai que você chegue a Puerto Montt ou Puerto Varas e não consiga fazer a travessia por 1 ou 2 dias por falta de vaga? Estraga todo o seu planejamento… Eu te aconselharia visitar o site do Cruce de Lagos (o link está no corpo do post) e ver se dá pra reservar/comprar online – ou então, providenciar isso em uma agência de turismo de Santiago assim que você chegar lá.

    Eu acho 2 dias pouco para fazer Santiago / Puerto Montt. Lembre-se que o único propósito de ir de carro é aproveitar a viagem – se você tiver que percorrer 500 km por dia, sem poder andar mais rápido do que 100 km/hora, vai ver bem pouco das cidades ao longo do caminho… De qualquer modo, para distribuir bem a sua viagem, acho que o melhor pernoite seria uma cidade na altura de Temuco – eu indicaria Villarrica, caso você esteja disposto a fazer um desvio da estrada principal. Ainda assim, acharia mais adequado distribuir esses 1000 km ao longo de uns 3 ou 4 dias, Ok?

  134. Laisa Plaza Says:

    Eu estou encantada com suas dicas …
    Estão servindo muito pra mim.Procurei muito sobre pessoas q foram para o chile em um tur como esse e vc (acredito) foi a minha melhor resposta .
    Muito obrigada mesmo , estou programando a minha primeira viajem sozinha , completei 18 anos a pouco tempo e vou ter uma experiência nova …

    Agradeço pelas dicas …

  135. Carla Says:

    Laisa, volte sempre que quiser! Terei o maior prazer em ajudar no seu planejamento! ;-)

  136. Andre Fagundes Freitas Says:

    Carla,
    Ótimo site, e parabéns pela prestatividade.
    Estou pensando em fazer os Lagos Andinos agora no finzinho de fevereiro/início de março. Como é provável que eu vá sozinho, estou preferindo uma excursão a viajar por conta própria. O clima nessa época é legal ou pede bastante agasalho? O pacote deve ser de umas 11 noites, distribuídos +/- assim: 2 dias em Santiago (1 p/Viña e Valparaíso), 2 dias na travessia, 2 dias inteiros em Bariloche (no dia livre estou pensando em esticar ao Tronador, será que dá?) e 2 dias inteiros em Buenos Aires. Você acha corrido, ou dá pra curtir (principalmente a parte do Chile e travessia, que ainda não conheço)?

  137. Carla Says:

    André, em fevereiro e março lá é verão, então a temperatura deve estar bastante amena – a probabilidade é de que você só pegue frio nas partes mais altas, como em alguns pontos da travessia e nas estações de esqui. De resto, um agasalho leve dá conta!

    Em relação ao roteiro, é corrido, sim, mas estando em uma excursão você não vai perder nada em termos de pontos turísticos. Talvez você sinta falta de um pouco mais de tempo livre para simplesmente curtir os lugares, descobrir os seus recantos favoritos, esse tipo de coisa. Acho, por exemplo, que Santiago merece bem mais do que um dia, e o city-tour não vai te oferecer mais do que uma boa visão panorâmica.

    Como sempre, fica a dica: se essa é a viagem que você pode fazer agora, faça aproveitando o máximo possível. E, se algum lugar não for visitado como você gostaria, esse é um bom motivo para planejar um retorno, certo? ;-)

  138. murilo. Says:

    Ola! Estarei em Buenos Aires em julho e de lá pretendo e desejo visitar e conhecer a Patagonia . o Atacama , o restante do chile , Galápagos e Caribe venezuelano. Precido de dicas. Grato. Feliz 2008!

  139. Alessandra B. Says:

    Oi Carla!

    Li uma boa parte do site, e adorei todas as dicas porém tenho uma dúvida! Vou dia 10/03 p/ Santiago com meu marido, já dá p/ ter noção de tudo o que visitar no Chile a arredores, mas ainda não escolhi o hotel. Pensei em um que chama-se Eurotel e fica em Providência. Vc acha o lugar legal? Tem alguma sugestão? Pensei em gastar no máximo até $150,00 e gostaria de ficar em um hotel confortável, mas não precisa ser um Hyatt!!! ;) Obrigada desde já!!!
    Nossa….essas dicas todas quebraram um galhão! E o melhor que ele é bem atualizado!

  140. Carla Says:

    Murilo, dentre os lugares que você mencionou não conheço Galápagos nem a Venezuela – e conheço apenas uma pequena parte da Patagônia, a que se visita no passeio aos Lagos Andinos. Em relação aos outros, as dicas que tenho estão basicamente aqui nesse post, inclusive nos comentários, que devem te ajudar bastante.

    Alessandra, eu acho que a Providencia é o melhor bairro para se hospedar em Santiago. Não conheço o Eurotel especificamente, mas ele está situado na mesma rua do hotel em que me hospedei, o Diego de Velasquez, e posso te garantir que a localização é espetacular!

  141. Ana Says:

    Parabéns!!! Estou adorando ler tuas dicas!
    Tenho duvidas ainda, muita coisa ja esta decidida por aqui, mas fiquei em duvida de onde comprar o ticket pra cruce de lagos, q acho q é imperdivel, q tempo q leva o passeio; e dali, onde paramos, vamos pra Bariloche é isso? e de la pra buenos aires? de avião seria o mais recomendável?
    Pretendo ir dia 15/02 e ficar 10 dias, chegaria em Santiago faria o mesmo roteiro q o teu sem Atacama, terminaria em Buenos Aires e de la para Porto Alegre. Outra duvida andei pesquisando e vi o preço de 175$ por um dia de travessia e 260 com parada em Peulla, oq vc pode me disser disso? vale a pena?
    Muito obrigada!

  142. Carla Says:

    Ana, eu comprei o meu ticket do Cruce de Lagos aqui mesmo no Brasil, com um agente de viagens. Te recomendo dar uma olhada no site (o link está no corpo do post) e ver se é possível fazer a reserva ou a compra online.

    No mesmo site, você encontra o trajeto da travessia com todas as paradas. Eu fiz o passeio de um dia, partindo de Puerto Varas e chegando em Bariloche – leva o dia todo, saímos por volta das 08:00 e só chegamos em Bariloche depois das 18:00. É cansativo, mas eu não acho que valha a pena fazer em 2 dias, não… No passeio de 2 dias, você chega a Peulla na hora do almoço e fica por lá até depois do almoço do dia seguinte – acho tempo demais pra gastar com Peulla que não tem nada além do entorno do hotel para oferecer.

    De Bariloche a Buenos Aires são 1800 km – 2h30 de avião. Não acho viável nem arriscar outro meio de transporte, não… ;-)

  143. Marly Says:

    Carla, adorei suas dicas, muito boas mesmo.
    Eu e meu esposo e mais um casal de amigos vamos ao Chile em julho de 2008. Vamos primeiro para Buenos Aires, que já conhecemos, mas nossos amigos ainda não. Depois vamos para Santiago, conhecer aquela região e depois gostaríamos de descer até ao sul, Puerto Varas, que também já conhecemos quando fizemos a travessia dos lagos andinos, ano passado. Minha dúvida é sobre o trajeto de Santiago até Puerto Varas, pois vamos em pleno inverno, e vamos alugar um carro. Será que não é perigoso, digo, não há risco de nevascas? Será que é seguro para dirigir nas estradas? Fico apreensiva pois nunca dirigimos na neve. Aguardo suas dicas, obrigada!
    Marly

  144. Carla Says:

    Marly, como eu disse em um dos comentários acima ( http://idasevindas.wordpress.com/dicas-do-chile-do-atacama-aos-lagos-andinos/#comment-1676 ), até onde eu sei, no Chile é mais comum nevar nas montanhas do que ao nível do mar. Acredito que, ao pegar a Ruta 5 em Santiago rumo ao sul vocês não devam ter problemas com neve, não. De qualquer forma, se vocês tiverem a intenção de subir a Valle Nevado, Portillo ou qualquer outra das estações de esqui, eu acharia prudente alugar o equipamento adequado (principalmente correntes para os pneus) e pegar dicas de segurança, Ok? ;-)

  145. Dani Says:

    Carla,

    estou indo para Santiago dia 30 de janeiro, chegarei por volta de 13:00, ficarei no Hotel Best Western Majestic City Center, não sei se fizemos bom negócio pois fechamos com a Tam na hora de comprar as passagens e ainda não tínhamos olhado nada pela internet. Sabe alguma coisa do hotel, localização, limpeza…?

    Outra coisa que fizemos lá foi comprar um passeio para Vina del Mar e Valparaiso, está escrito que é o dia inteiro, pelo que escreveu tenho que ir lá só não sei se foi a melhor escolha ir de passeio.

    Ficaremos em Santiago até o dia 02/02/08, nosso vôo para Buenos Aires é 16:40.

    Qual é o melhor jeito para irmos do aeroporto para o hotel?

    Queremos visitar uma vinícola e pelo que sugeriu devemos ir a Concha y Toro.

    Será que dá para irmos a Isla Negra?

    Qual roteiro você sugere?

    Gostaria de tirar algumas dúvidas sobre outro Post seu.

    Iremos ficar em Buenos Aires do dia 02 a 06 de fevereiro, dia 06 pretendemos ir a Colonia del Sacramento, pelas suas dicas estamos pensando em ficar no Hotel Radisson, você acha que é melhor reservarmos pelo site asia ou direto no site deles? Teria alguma outra sugestão de Hotel?

    Ficaremos lá até o dia 08 de fevereiro acha que é suficiente?

    Depois voltamos para Buenos Aires e voltamos no dia 10 de fevereiro, queríamos passar a noite de sexta em BsAs, sugere algum lugar?

    Gostaria de te dar os parabéns pelo Blog pois é simplesmente incrível.

  146. Carla Says:

    Dani, eu não conheço o seu hotel, mas pelo que vi no site deles, que você já deve ter consultado, ele fica bem no centro da cidade. Não é a localização mais charmosa do mundo, como você pode imaginar, mas é prática, próxima de várias atrações e do transporte público. E, sendo um Best Western, acho que dá pra esperar o mesmo nível dos outros hotéis da rede!

    Sobre o melhor modo de ir do aeroporto para o hotel, eu só experimentei dois: uma vez fui de táxi mesmo, e na outra tinha o traslado incluído no meu pacote. Infelizmente não sei te dizer quanto custaria o táxi…

    Não acho má idéia o passeio organizado a Viña e Valparaiso, não… A época é excelente, e essa é a melhor opção se você não quiser dirigir 120 km para ir, outros 120 para voltar e ainda ter que se achar pelas ruas das duas cidades… Mas me parece que usar um outro dia para ir a Isla Negra não é uma boa idéia, não. Você já tem muito pouco tempo em Santiago para diminui-lo ainda mais. O ideal seria que Isla Negra já estivesse incluída no mesmo dia do passeio a Viña e Valparaiso, porque fica tudo pertinho…

    Eu gostei muito da visita à Concha y Toro e sei que dá pra ir por conta própria, de metrô até uma determinada estação e depois seguindo de ônibus ou táxi. Eu acabei contratando um passeio porque queria economizar tempo – indo por conta própria você economiza dinheiro… ;-) Procure marcar a sua visita em um horário que não te tome o dia inteiro, para que você possa aproveitar um pouco mais de Santiago. Caso contrário, você vai ter a sensação de que apenas passou por lá mas nem viu a cidade direito…

    Em relação a Colonia, levante os preços do hotel no Asia Rooms e no site do próprio hotel e veja o que você acha mais vantajoso. O que posso te dizer é que já usei o Asia Rooms e achei confiável. Acho que 2 noites em Colonia são suficientes, sim, a cidade é bem pequena. Eu gostei muito do Radisson, mas já ouvi comentários muito bons sobre a pousada Plaza Mayor, no centro histórico.

    Na verdade, Dani, eu até trocaria uma noite em Colonia por mais uma em Santiago, mas a essa altura acho que você não deve ter mais como fazer essa modificação, né?

    Dá uma olhadinha nos posts sobre Buenos Aires ( http://idasevindas.wordpress.com/category//argentina/buenos-aires ) que você vai encontrar umas dicas legais. Se vocês estão procurando um hotel apenas para passar a última noite antes de voltar para casa, um lugar simples e prático, e com um delicioso café da manhã, é o Hotel Facón Grande, no centro, próximo às Galerías Pacífico: http://www.hotelfacongrande.com

  147. Dani Says:

    Carla, muito obrigada pelas dicas, serão de grande utilidade, o problema é que já compramos as passagens aí para trocar devemos ter que gastar mais.

    Lá em BsAs vamos ficar no Leonardo da Vince Residence, na Recoleta, já ouviu falar? Conseguimos 60,00 dólares o quarto para 2 pessoas.

    Vou olhar esse que falou, Falcon.

    Obrigada mesmo.

  148. Dani Says:

    Carla o Hotel Falcon Grande agora pe Falcon Plaza?

  149. Jhonathan Says:

    Olá carla…
    Por acaso acabei achando teu site aki na net..No próximo dia 31/01, estarei embarcando com uma maiga para Santiagoe no mesmo dia seguirei ate Puerto Montt pela LAN…
    Ao chegar em Puerto Montt, irei me dirigir a Puerto Varas onde pretendo ficar hospedado..O tranporte de Puerto Montt para Puerto Varas é fácil? Qual hotel vc me sugere em puerto Varas?

    No meu segundo dia de viagem, quero ir até Bariloche fazendo o Cruce de LAgos…Acha esse passeio interessante? E quanto ao retorno…como eu retorno de BArilhoce para Puerto Varas???

    Quanto a visita ao vulcão Osorno…é possivel chegar perto do vulcão? É possível ver e tocar na neve? rsrsrsrs (sabe como é quem nunca viu neve neh)…Pesquisei e vi que é possivel pegar um teleférico que no sleva ate uma região do vulcão. nessa região tem neve?

    Depois quero conhecer alguma cidade perto de Puerto varas..O que me recomenda?

    No dia seguinte vou bem cedo para Santiago…ficarei apenas um dia…o que me sugere fazer na cidade? Dá pra visitar alguma vinicula? Qual hotel me indica em Santiago??

    Espero poder contar com suas informações.

    Absss

  150. Carla Says:

    Dani, o nome do hotel é FACON Grande, e não FALCON. O link para o site está no comentário acima – é só clicar que você entra lá, sem erro.

    Não conheço o hotel onde vocês vão se hospedar, mas a localização é excelente – a Recoleta é o meu bairro favorito em Buenos Aires. O preço também está muito bom – é a mesma faixa de preço do Facon, na verdade.

    Jhonathan, eu fui de Puerto Montt a Puerto Varas de táxi – são apenas 20 km. Não cheguei nem a pesquisar transporte público, porque estava cansada e tinha acabado de devolver o carro alugado no aeroporto… Em Puerto Varas, fiquei hospedada no Hotel Licarayén – tem foto do hotel e link para o site no texto do post.

    Não sei se entendi bem, mas você vai chegar a Santiago, no mesmo dia voa para Puerto Montt, se instala em Puerto Varas, fica apenas uma noite e no dia seguinte já faz o Cruce de Lagos?!? Não acho uma boa idéia, não… Até aqui você vai ter passado como um relâmpago pelas cidades, sem ter tempo de ver nadinha…

    Quando eu cruzei os lagos, me hospedei em Bariloche por uns dias e depois prossegui viagem para Buenos Aires – claro que você pode retornar pelo mesmo passeio, mas isso sairia caríssimo. Eu investigaria um vôo, mas realmente não sei te dizer qual seria a melhor opção.

    Em relação ao Osorno, há várias visitas guiadas que partem tanto de Puerto Montt quanto de Puerto Varas. Não fiz o passeio, porque não é a minha praia esse tipo de aventura, mas sei que dá pra ver neve, sim. Aliás, deve ser um dos poucos lugares onde você vai ver neve em pleno verão – só não dá pra garantir que vai haver neve próxima, onde você possa tocar… Pra garantir isso, só indo no inverno mesmo…

    Se de tudo, depois de passar voado por todos esses lugares, você ainda quiser ver alguma cidade perto de Puerto Varas (não recomendo, acho que você não tem tempo pra fazer nem a metade do que está planejando…), eu iria a Frutillar. Tem fotos aí em cima no post.

    Quanto a Santiago, minhas recomendações de hotel, passeios, vinícolas, etc., também estão no texto e nas fotos do post, assim como em vários outros comentários acima, Ok?

  151. Dani Says:

    Carla, depois que vi que escrevi o nome do Hotel errado, tinha entrado no site que mandou e quando clicava em reservas só aparecia até 2007 por isso achei que podia ter trocado de nome e fiz confusão também pois tinha lido algo sobre ele ter mudado de nome mas foi antes. Mandei um e-mail e eles não possuem mais lugar. Muito obrigada pelas dicas estou bem mais tranquila agora.

  152. Melissa Says:

    Olá,
    gostaria de saber se o mês de Novembro é bom mês para fazer Santiago e Lagos Andinos ? Será que conseguirei ver um pouco de neve?
    Obrigada

  153. Flavia Cardoso Says:

    Oi Carla td bem

    Agora é definitivo!!!. Fechei um pacote de 8 dias, sendo 4 no Chile e 4 em BsAs, já peguei todas as suas dicas de BsAs que simplesmente adorei, muito obrigado.
    Qto a Santiago, nosso pacote já inclui passeio de um dia até Vinã Del Mar / Valparaíso, pelos comentários que vi não compensa em 1 dia fazer esse passeio + Isla Negra com a casa de Pablo Neruda, concorda?
    Em 4 dias o que vc sugere e que não posso perder no Chile?

    Beijos

  154. Jhonathan Says:

    Olá, Carla…

    rsrsrs Vou tentar explicar um pouco do meu roteiro:

    Saio do Rio na madrugada do dia 01/02 (sexta) e chegarei em Puerto Montt as 10 da manha…Depois sigo para P.Varas aonde pretendo ficar hospedado. No dia seguinte, 02/02 (sábado), queria fazer o passeio de um dia do cruce de lagos..Fico em P.Varas até terça feira, quando embarco bem cedo para Santigo.

    pelo que entendi…tenho q retornar de Bariloche de busão ou avião para P.Varas neh?

    Agradeço mais uma vez

  155. Jhonathan Says:

    Carla..eu de novo!!!

    Estive verificando o site para a reserva dos ticketes do cruce de lagos..Achei dois site: o primeiro: http://www.crucedelagos.com, que apresenta mtas informações com datas antigas…foi atraves deste site q vc comprou?? Ele é seguro?

    O outro site: http://www.crucedelagos.cl, não possui nenhum atalho para a reserva ou compra dos bilhetes…

    Pode me ajudar com isso?

  156. Carla Says:

    Melissa, novembro lá é outono, como aqui, e já bem perto do verão. Você vai ver neve não importa qual a estação do ano, porque há picos de neve eterna – o que não dá pra garantir, como eu disse aí em cima em um comentário para o Jhonathan, é que você vai poder pegar na neve…

    Flavia, quando eu fui ao litoral fiz tudo no mesmo dia… Saí bem cedinho de Santiago, fui primeiro a Isla Negra, depois a Valparaiso e por fim, Viña del Mar. Mas não sei como funciona isso com os passeios organizados. Eu tinha alugado um carro e podia fazer os meus próprios horários, parar apenas onde me interessasse, não precisava esperar por ninguém, esse tipo de coisa…

    Jhonathan, eu estou achando um pouco complicado encaixar esse Cruce de Lagos no seu roteiro, porque normalmente quem faz esse passeio não volta para Puerto Varas, e sim segue viagem pela Argentina. Será que não vale mais a pena fazer um passeio pelos lagos chilenos sem cruzar a fronteira? Acho que te economizaria dinheiro, tempo e alguns neurônios – até porque fazendo o Cruce de Lagos você chegaria em Bariloche já de noite e teria que voltar logo no dia seguinte… Não vale a pena, não…

    De qualquer modo, em relação aos sites do Cruce de Lagos, eu sempre busco informação no segundo, o .cl. Mas quando eu fiz o passeio comprei o meu bilhete com um agente de viagens aqui mesmo no Brasil. Acho que essa é a via mais prática para quem está com o tempo contado, como é o seu caso… Uma outra possibilidade é procurar uma agência de turismo em Puerto Varas (via Internet, de preferência, pra resolver isso antes de viajar) e se informar sobre os passeios, seja apenas para os lagos chilenos ou para cruzar até Bariloche.

  157. Jhonathan Says:

    Carla,
    estou com os dias contados mesmo…

    Mas assim…concordo com o que vc disse a respeito do tempo em barilche..mas acho q valeria a pena fazer o passeio dos lagos…tenho vontade de conhecer esse tipo de natureza..diferentes pra nós barsileiros…

    Quanto a bariloche..pretendo voltar la em outra ocasião ou ver a neve em outro lugar…
    Eu chegaria em bariloche a noite…e pesquisei a volta de onibus pela empresa viabariloche como vc indicou…mas o retorno é somente as sete da manha…apenas dormiria la…vc sabe d eoutra empresa de bus q faz bariloche x Puerto montt?

  158. Jhonathan Says:

    (melissa e jhonathan) geral querendo ver neve…
    huauhauha

  159. Carla Says:

    Jhonathan, a minha sugestão é para que você faça o passeio pelos lagos, sim, mas sem ir até Bariloche! Você faria o passeio pelos lagos chilenos, e ao fim do dia estaria de volta em Puerto Varas – assim você conhece os lagos sem gastar 2 dias do seu pouco tempo de viagem! Só por curiosidade, você chegou a ver nessa empresa Via Bariloche quanto tempo dura e quanto custa a viagem de volta de Bariloche a Puerto Varas?

    Melissa e Jhonathan querendo ver neve no verão é que fica problemático… ;-)

  160. Jhonathan Says:

    Carla..
    Eu verifiquei o site e a viagem de Bariloche a P.Varas dura cerca de 6 h e custa 70 pesos..

  161. Jhonathan Says:

    Caso eu nao fosse ate bariloche..eu terminaria o passeio dos lagos em que lugar?

  162. Carla Says:

    Jhonathan, nesse caso você precisaria contactar uma agência de turismo de Puerto Varas ou de Puerto Montt (ou até mesmo o seu hotel!) e pedir informações acerca do roteiro. O que posso te assegurar é que existem passeios que duram o dia todo mas voltam ao ponto de partida no fim do dia, o que me parece ideal no seu caso. ;-)

  163. Jhonathan Says:

    Carla, meu hotel me indicou um passeio qu faz o mesmo roteiro, sem ir a bariloche, retornando no mesmo dia..me pareceu ideal…To pensando em aproveitar o tempo que eu iria gastar para ir e voltar de bariloche para poder conhecer Frutillar…q vc acha?
    Abs

  164. Carla Says:

    Agora, sim, Jhonathan, o seu roteiro está ficando redondinho!!! Acho que vale muito a pena ir a Frutillar, a cidade fica bem próxima de Puerto Varas e é uma gracinha! Você nem vai precisar de um dia inteiro para conhecê-la. A cidade é pequena, dá pra ir de manhã, passear por lá, almoçar e voltar para Puerto Varas ainda de tarde…

  165. Jhonathan Says:

    Pois eh…tb gostei da ideia…acho q essa viagem vai ser legal..falta so o hotel em Santiago..o que vc me indica por la em termos de hotel? queria algo bem localizado…

  166. Jhonathan Says:

    carla, outra duvida…em relação a vacina da febre amarela..eu ainda nao tomei…pretendo tomar amanha…mas se eu nao conseguir, isso pode me impedir de entrar no chile?

  167. Jhonathan Says:

    O hotel Diego de velasquez eh mto longe do aeroporto..?

  168. Carla Says:

    Jhonathan, qualquer hotel bem localizado em Santiago é longe do aeroporto, sim… Eu gostei muito do Diego de Velasquez, que fica na Providencia, o melhor bairro para se hospedar em Santiago, na minha opinião – é perto de tudo e bem servido pelo metrô, além de ser um bairro residencial bem bonitinho.

    Quanto à vacina contra febre amarela, não tomei antes de ir ao Chile. Na verdade, não li nada sobre essa exigência na época – acho que o Chile não se enquadra entre os países que exigem a vacinação, não. De qualquer forma, vale a pena verificar porque isso pode ter mudado…

  169. Carla Says:

    Jhonathan, acabei de verificar que você só precisa se vacinar contra a febre amarela caso vá visitar a Ilha de Páscoa. Veja aqui: http://www.congechile.com.br/saude.htm

  170. Alessandra Garcia Says:

    Oi Carla!

    Preciso de umas informações de Santiago…..p/ variar!
    – Preço de taxi e metro mais ou menos.
    -tem alguma loja outlet que valha a pena comprar?
    -preço do litro da gasolina e Mc Donalds para referência de alimentação.
    Com isso vc mata minhas dúvidas!
    Obrigada!

    Acho o máximo como esse blog é atualizado! Parabéns!

    Jonathan: eu vou p/ Santiago agora em março, e vou ficar no Eurotel, acabei de fechar e o preço é $90,00 a diária p/ casal, e fica em Providência. O hotel parece ser ótimo e falam que esse bairro é o melhor mesmo p/ se hospedar.

  171. Alessandra Garcia Says:

    Opa….esqueci!!! Estamos pensando em ir p/ Portilho, Vale Nevada p/ conhecer (pq não vai ter nada lá em função da estação estar fechada), e tbém em Viña e Valparaiso. VC acha q vale a pena alugar um carro ou lá no próprio hotel tem pacotes que faz esses passeios?

  172. Jhonathan Says:

    Carla, tomei a vacina hj !! Ufa..pensei que não fosse conseguir!!!!
    Preciso de sua ajuda: ficarei em Santiago por apenas um dia..o que vc me sugere conhecer lá? pensei no palacio de la moneda (espero nao me desapontar como aconteceu comigo na casa rosada rsrsrs), e no Cerro San cristobal..è nesse cerro que eu pego o teleférico neh? vc chegou a andar nele…? como funciona?
    Quais outros lugares eu poderia visitar em santiago? Será que eu conseguiria visitar a vinicula na parte da tarde? Conhcha y Toro?

    Sds…

  173. Jhonathan Says:

    Alessandra, obrigado pela dica..mas não ha disponibilidade no Eurohotel para o dia que eu estarei em santiago..

    Carla…vc sabe alguma operadora ou outro lugar em que ue poderia conseguir agendar um city tur pela concha y toro? Andei dando uma pesquisada, e me parece q meio dia eh suficiente para ir ate la…o que vc acha?

    Abs

  174. Drex Says:

    Oi Carla,

    Garota, é inestimável o que vc está oferecendo aqui neste seu blog. Além de suas descrições das viagens serem competentíssimas e muito agradáveis de se ler, sua prestatividade em atender nosotros, pentelhos leitores-viajantes, é impressionante. Infelizmente ganhar dinheiro com blogues hoje ainda é muito difícil, pois senão vc já estaria com a vida ganha. A qualidade aqui é profissional.

    Vou viajar pro Chile em março. Estava prestes a entrar no pacote dos Lagos Andinos da CVC, mas o que eu queria mesmo era algo mais livre.
    Graças a sua ajuda, somada a um outro tanto de pesquisa pela internet, consegui planejar um roteiro mais autônomo.

    Vou voar pra Santiago e, depois de 4 noites na cidade, alugar um carro. Daí, quero ir até Puerto Varas e voltar em 11 dias. O roteiro, por enquanto, vai ser assim:

    Santiago – 4 noites
    200km até Santa Cruz – 2 noites
    300km até Chillán – 1 noite
    400km até Villarica/Pucón – 2 noites
    300km até Puerto Varas – 3 noites
    400km até Temuco – 1 noite
    500km até Curico – 1 noite
    200km até Santiago – 1 noite

    O que vc acha? Faria algo diferente?

    Bem, chega de querer abusar mais, ehehe… Só queria mesmo compartilhar esse agradecimento.

    Valeu e siga em frente!

  175. Carla Says:

    Alessandra, vou te passar algumas das minhas anotações de gastos de 2 anos atrás, só mesmo pra você ter uma noção básica, porque os preços podem ter mudado… Minhas outras anotações são de mais de 7 anos atrás, nem vale a pena consultar! Os preços estão em pesos chilenos, não converti.

    Táxi do Mercado Central à Providencia: 2200 p;
    Metrô: 680 p;
    McDonald’s: 1200 p.

    Fico te devendo o preço da gasolina (esqueci de anotar!) e as dicas de outlet – não tenho o hábito de procurar por elas, não faço a mínima idéia se valem a pena em Santiago… ;-)

    Em relação a Portillo e Valle Nevado, Alessandra, você mesma já viu que as estações vão estar fechadas (estou supondo que você vá agora no verão…) Portilllo fica a 150 km de Santiago, Andes acima – é uma viagem de quase 3 horas. Minha pergunta é: vale a pena perder 6 horas do seu dia para ver uma estação de esqui fechada e sem neve?!? Em relação a Valle Nevado o custo-benefício melhora um pouquinho porque a distância é menor (60 km), mas eu não perderia o meu tempo, não, sinceramente… De qualquer modo, as agências de turismo oferecem os passeios, sim, tanto para as estações quanto para o litoral. Eu, particularmente, prefiro a opção do carro alugado.

  176. Alessandra Garcia Says:

    Vc tem razão! Sem neve nem deve ser tão bonito, né!
    Obrigada pelos preços!!! Vc é muito organizada!
    Bjos
    Alessandra

  177. Carla Says:

    Jhonathan, eu acho meio complicado usar uma parte do seu único dia em Santiago para conhecer algo fora da cidade… Afinal, você já não vai ter tempo de ver nem um décimo do que Santiago tem pra oferecer!!! A menos que você esteja partindo do pressuposto de que não há absolutamente nada para se fazer em Santiago (o que seria um engano dos piores!) você simplesmente não tem tempo para sair da cidade!!!

    Que tal dar uma olhada nas sugestões aí em cima no post, escolher o que mais te interessa e, se você achar que é indispensável visitar uma vinícola, escolher uma que fique dentro da cidade, como a Cousiño Macul ou a Undurraga? O ideal é que você já marque a visita antes mesmo de viajar, para não perder nem um segundo do seu pouquíssimo tempo com qualquer tipo de burocracia… ;-) E prepare-se para acordar cedíssimo, não parar nem um minuto e ir dormir bem tarde se você quiser aproveitar Santiago ao menos um pouquinho!

  178. Carla Says:

    Drex, eu adorei o seu roteiro! Está super bem organizado para fazer a viagem de ida e volta sem repetir os lugares. Tenho só uma pequena ressalva: você planejou todos os lugares mais interessantes para ver na ida (Santa Cruz, Villarrica, Pucón) e deixou os mais sem-graça (Temuco, por exemplo) para fazer na volta… Eu faria o inverso, para manter a expectativa de atrações interessantes depois de chegar a Puerto Varas e ter que voltar. Sem falar que, se você resolver comprar vinhos na região de Santa Cruz, vai ter que transportá-los até o sul e depois voltar – olha só o risco de quebrar as suas garrafas!!! Não sei se você ainda tem como alterar a ordem das paradas, mas fica a sugestão… Não deixe de fazer um passeio pelos lagos enquanto você estiver em Puerto Varas, já que você não vai cruzar para Bariloche. O Jhonathan conseguiu informações sobre um passeio de dia inteiro pelos lagos, retornando a Puerto Varas no fim do dia…

    Jhonathan, deixa aqui a dica (preço, agência, roteiro) do seu passeio pelos lagos saindo e voltando de Puerto Varas, Ok? ;-)

  179. Dani Says:

    Carla, lá em Santiago é melhor usar que moeda? Onde é o melhor lugar para eu fazer a troca? Tem muitos lugares que aceitam cartão?

  180. Drex Says:

    Oi Carla!

    Você tem toda a razão. Vou deixar os dias em Santa Cruz para a volta. Assim dá pra equilibrar melhor as atrações e a bagagem também :-)

    O roteiro é só um guia preliminar mesmo, pois vou fazer reservas de hotel somente para Santiago. Vou procurar o resto na raça mesmo. Tomara que os motéizinhos de beira de estrada tenham vagas, ehehe…

    Quanto aos Lagos, vou tentar fazer nesse esquema comentado pelo Jonathan. Se tiver mais info desses passeios de 1 dia em Puerto Varas, Jonathan, mande aí!

    Abz,

  181. Carla Says:

    Dani, eu levei dólares porque já tinha alguns guardados em casa, mas não é uma boa idéia comprar dólares aqui no Brasil para levar, não. Você acaba fazendo o câmbio 2 vezes, o que não é um bom negócio, principalmente se você tiver comprado os dólares no paralelo. Minha dica é fazer a maior parte dos seus gastos no cartão de crédito, que é super bem aceito em qualquer loja, restaurante ou hotel; para ter dinheiro em espécie para as pequenas despesas, procure saber se o cartão da sua conta do banco permite fazer saques em outros países – praticamente todos permitem, e você saca o dinheiro diretamente da sua conta, em moeda local e a um ótimo câmbio. Se você já tiver dólares e for levar, melhor fazer a troca nos bancos, que pagam mais do que as casas de câmbio.

    Drex, os hotéis lá do Chile, principalmente fora de Santiago, têm preços tão bons que você nem deve precisar recorrer aos motéizinhos de beira de estrada, não… Dá só uma conferida nos links dos hotéis aí em cima no texto do post! :D Mas veja lá se a época em que você vai viajar não é alta temporada, hein? Não tem nada mais chato do que ficar rodando atrás de vaga em hotel em vez de passear…

  182. Eduardoarleu Says:

    Muchas gracias, Carla!

  183. Jhonathan Says:

    Olá, pessoal…
    desculpe a demora em responder..

    Drex..aki vai o que a mulher do hotel me responder sobre a excursion Peulla:
    La excursión Peulla el valor es de $25.000.- y recorren los Saltos
    del Río Petrohué luego navegan como dos horas por el Lago Todos Los Santos hasta llegar a Peulla y el horario de salida
    de Pto Varas a las 08:15am y retornando como las 20:00.-
    Cruce de Lagos es el mismo con la diferencia que desde la localidad de
    Peulla siguen viaje rumbo a Bariloche y el valor es de US$170.00.

    Drex, qdo vc vai para lá…? Eu irei na semana que vem e farei esse passeio no domingo..qualquer coisa te passo informações depois q eu voltar…
    mas tente tb ver no hotel q vc vai ficar..as vezes eles tem algo pra te ajudar tb!!! valew?
    Abs

  184. Jhonathan Says:

    Carla, sobre as vinicolas que vc disse que ficam dentro de santiago…sao legais? avle a pena?

  185. Carla Says:

    Jhonathan, obrigada pela colaboração! Quanto às vinícolas em Santiago, não cheguei a visitar nenhuma das duas – foi pura falta de tempo mesmo, mas principalmente a Cousiño Macul foi muito bem recomendada. Em termos do vinho em si, acho o Cousiño Macul melhor do que o Undurraga – mas não sou nenhuma conhecedora, não… ;-)

  186. Danielle Says:

    Oi!!!

    Será q vc poderia me tirar uma dúvida?
    Estou pensando em viajar em Lua d mel e visitar os lagos andinos e bariloche, será como deve ou pode estar a temperatura por lá à partir d 16 de junho?
    Se puder me ajudar…
    Obrigada

  187. Andre Fagundes Freitas Says:

    Oi, Carla.
    Peguei o pacote Lagos Andinos que comentei mais acima e vou com um irmão que nunca viajou pra fora.
    Nos dias em que vc ficou em Bariloche, vc chegou a ir ao Cerro Tronador. Eu vi num site que dá pra fazer esse passeio em um dia. Queria saber se vale a pena nessa época do ano (fev/mar)? Qual a temperatura aproximada? Faz muito mais frio do que na [i]cidade[/i] de Bariloche? (pergunto pq pretendo levar os mesmos agasalhos que os que uso no inverno de minha cidade, onde faz 16-18ºC)

    Você teria outra sugestão de passeio?

    Abçs…

  188. Drex Says:

    Obrigado Jhonathan!!

    Devo ir somente na primeira semana de março. Quando voltar da sua viagem coloque suas impressões aqui, ficarei mesmo agradecido :-)

    Abraços,

  189. Carla Says:

    Danielle, as estações no Chile são como aqui no Brasil, ou seja, nessa época de junho o inverno já estará bem próximo, e as temperaturas bem baixas – pra você ter uma idéia, já é o início da temporada de esqui. Tendo roupas apropriadas para o frio, acho que pode ser uma viagem bem bonita! Lembre-se apenas que durante o inverno você não tem a opção de fazer o Cruce de Lagos em um único dia – o passeio só é oferecido em 2 dias, com pernoite em Peulla.

    André, eu não cheguei a ir ao Cerro Tronador, não. Fiquei pouco tempo em Bariloche, porque acreditei que a neve já teria terminado (era fim de setembro), mas naquele ano o inverno se estendeu e eu acabei não aproveitando tudo o que Bariloche tinha a oferecer… Nos cerros sempre faz mais frio do que na cidade, por causa da altitude – mesmo indo agora no verão, lá em cima deve fazer bastante frio, sim.

    Jhonathan, não só o Drex, mas eu também quero saber como foi a sua viagem, Ok? Não deixe de vir contar… ;-)

  190. CLOE Says:

    Carla,

    Quero ir em Santiago / Atacama em abril. Qual é o valor e distancia entre os 2 locais.
    Outra opção seria Patagonia. Qual é o transporte + barato de santiago para o Sul e qual seria o valor ?

    Merci. Cloé

  191. Carla Says:

    Cloé, partindo de Santiago você vai percorrer cerca de 1000 km tanto para ir ao Atacama, no norte, quanto para chegar a Puerto Montt, no sul (a parte mais ao norte da Patagônia). Tanto para um destino quanto para o outro, há inúmeros valores, dependendo do tipo de viagem que você escolher: Você vai de avião ou de ônibus? Em que tipo de hotel quer se hospedar? Quer fazer os passeios por sua conta ou contratar um guia? Por esses e outros motivos, só posso mesmo dizer o quanto eu gastei, como fiz no texto acima. Para cotar a sua viagem, procure um agente de viagens da sua confiança, ou pesquise agências do Chile mesmo que te atendam online – essa segunda opção foi mais econômica para mim quando eu fui.

  192. julia Says:

    Oi Carla!!
    Vou fazer uma viagem santiago(4d)/ b.aires(3d) e no pacote só está incluido Viña del Mar e Valparaiso. Tenho um dia inteiro livre e gostaria que me desse alguma sugestão!!
    Obrigada!!

  193. julia Says:

    ah, esqueci… vou em março/2008

  194. Carla Says:

    Julia, se eu entendi bem, você chega em Santiago no 1o. dia, passa o 2o. e o 3o. na cidade (em um deles vai a Viña e Valparaiso, e no 4o. segue para Buenos Aires – é isso? Se for, você não tem nenhum dia sobrando, não… Na verdade, o seu tempo mal vai dar para aproveitar Santiago! Dá uma olhadinha aí em cima no texto e nas fotos do post para ver o quanto há para se fazer na cidade… ;-)

  195. julia Says:

    Oi Carla!!
    Vou ter um dia inteiro sem programação em santiago…
    Vou dar uma olhada nas outras msg!!
    Obrigada pela atenção!!

  196. Carla Says:

    Julia, você quer dizer 1 dia sem programação oferecida pelo seu tour, não é isso? Dá uma olhada no texto do post e você vai ter várias sugestões para preencher o seu dia. Mas não pense em nada fora da cidade, não, caso contrário você não vai nem ver Santiago…

  197. Jhonathan Says:

    Olá, para todos…
    Olá carla…
    Então, acabei de chegar da viagem ao chile. Foi fantástica…
    tentarei colocar aqui um pokinho de cada coisa da viagem..os passeios, os lugares, os custos. Não farei isso agora pq to morto de sono e o trabalho me espera amanhã cedo…

    Mas garanto a todos que o Sul do chile é divino…Um verdadeiro contraste de sensações…Deu pra curtir de tudo: do calor intenso às quedas na neve do vulcão Osorno… rsrsrs D+++..Sem contar que por lá anoitece por volta das 23 horas…sinistro !!!!
    Santiago é legal, mas possui os mesmos prós e contras de uma capital internacional..

    O passeio para a vinícula de Concha Y Toro é muito legal, sobretudo se vc gosta e aprecia vinhos…senão, não vá esperando fortes emoções..é algo simples..porém muito interessante…

    Não esperem muito de Puerto Montt, Puerto Varas e frutillar…são cidades pequeninas..mas que oferecem partida para passeios maravilhosos..

    O cruce del lagos é lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooo…nunca vou esquecer a cor do lago esmeralda…e o vulcão Osorno??? O que falar dele?? Muito lindo!!! 2600 m de altura de pura beleza..

    Deus estava inspirado quando fez aquele lugar!!!

    Para quem tem acesso, postei algumas fotos no meu orkut…aki vai o link. bjao

    http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=5618550150333565846

  198. Carla Says:

    Jhonathan, bem vindo de volta! Que bom que você aproveitou a viagem! Com o pouco tempo que você tinha eu estava preocupada que você ficasse correndo de um lado pro outro e acabasse não aproveitando nada… ;-)

    Basicamente é isso mesmo – Santiago é uma metrópole, com todos os prós e contras, o passeio às vinícolas em geral é mais apreciado por quem curte vinhos, as paisagens do sul são divinas…

    Só discordo de você em relação a Puerto Montt, Puerto Varas e Frutillar – acho que você não teve tempo suficiente para começar a curtir as cidadezinhas… Cidades pequenas só se revelam com calma, passeando por suas ruas, conversando com seus moradores, descobrindo seus recantos, curtindo seus restaurantes (e há restaurantes maravilhosos nas três!) – não são feitas para a correria, não… ;-)

    Vi suas fotos no Orkut – estão excelentes! Dá vontade de fazer as malas correndo e voltar pra lá!

  199. Jhonathan Says:

    Bom dia, Carla..
    Pois eh …foi pouco tempo pra ver muita coisa…mas acho que a prévia programação e organização ajudou muito…

    Em relação as cidadezinhas (Puerto Varas, Puerto Montt e frutillar), elas são bem legais…porém existe todo um cotidiano de pequenas cidades..mas que fazem toda a diferença. O lugar eh muito aconchegante… Valew a pena…A dica dos seus hoteis foi muito bom…apesar do Hotel em Puerto Varas ser simples (devido a estrutura da cidade), achei um pouco caro, mas valew a pena…Funcionários atenciosos e bem poreparados para atender os turistas…

    UMA DICA PARA A GALERA DO BLOG: Para quem vai a Puerto Varas, existe um lugar em frente ao hotel Licarayen, em frente a praça das armas, chamado Casa do Turista. Lá vc encontra passeios para toda aquela região dos lagos e vulcões…Uma empresa que nos acompanhou em todos os passeios no Chile foi a Turistour…Excelente serviço!!!

    Abs

  200. Carla Says:

    Sem dúvida, quando o tempo é pouco, nada como um deverzinho de casa bem feito pra fazer a viagem render, né? ;)

    Em que hotéis você ficou hospedado? Como estão os preços? O atendimento foi bom?

    Adorei a dica da Casa do Turista!!! :D

  201. Jhonathan Says:

    Em Puerto Varas, fiquei hospedado no HOTEL LICARAYEN..Muito bem localizado…logo na praça da cidade, de frente para o Lago e para os vulcões…Cafe da manhã simples mas legal…preço da diária: USD 104. O hotel é bem simples…

    Em Santiago fiquei no HOTEL DIEGO DE VELAZQUEZ…No bairro de Providencia. Um bairro bem legal, bem movimentado e onde está a classe média alta de Santiago…bem arborizado…O café da manha eu não gostei muito não….bem fraquinho….Preço da diária:: USD 95..

    Abssss

  202. Jhonathan Says:

    DICA DE TAXI:

    Valor do taxi do aeroporto de Puerto Montt para Puerto Varas: 16.000 pesos chilenos (aproximadamente 32 dolares e 64 reais)…

    Valor do Taxi do Aeroporto de Santiago para o hotel Diego de Velazquez: 14.000 pesos chilenos…

  203. Carla Says:

    Jhonathan, achei bem caros os valores das diárias… Com que antecedência você reservou os hotéis? Será que o preço alto foi por ser Carnaval? Achei US$ 104 pelo Licarayén bem puxado! Apesar de ser super bem localizado, não é um hotel pra mais de US$ 100… Na época em que fui (não vale muito pra comparação, porque já faz mais de 7 anos…), paguei US$ 47 o quarto duplo, e não era dos mais simples, não – era um quarto excelente, tinha até vista pro lago!

    Em Santiago, também fiquei hospedada no Diego de Velasquez, imbatível quanto à localização. Sobre o café da manhã, é difícil encontrar tão maravilhosos quanto aqui no Brasil e na Argentina… ;-) Paguei um pouco menos, mas acho que US$ 95 está justo para ser no Carnaval… É um hotel muito usado nos pacotes, isso sempre inflaciona um pouco nos feriados brasileiros…

  204. Jhonathan Says:

    Carla, reservei os hoteis com uma certa antecedência…
    O preço do Lycarayen e do Diego de velazquez, é tabelado…creio que o carnaval não influenciou..

    Concordo plenamente quando vc diz que o preço do Lycarayen é alto…o hotel eh bem simples, mesmo eu tendo ficado num quarto tb de frente para o lago, nao vale muito a pena nao…
    pensei em ate procurar um outro hotel quando cheguei la..um hotel mais barato, mas não quis perder tempo quanto a isso…

    já o Diego de Velazquez, tava mais justo, apesar do péssimo café…

    mas enfim…ta valendo !!!!!

  205. Carla Says:

    O que eu acho impressionante, Jhonathan, é que quando eu escrevi esse post, há menos de 1 ano, eu pesquisei os preços de todos os hotéis onde tinha me hospedado, para publicar preços atualizados, e o Licarayén estava custando abaixo de US$ 60… É incrível como, de 2000 para 2007, a diária subiu apenas de US$ 47 para US$ 60, mas de 2007 para 2008 deu um salto de US$ 60 para mais de US$ 100… Não dá pra entender… :roll:

  206. Jhonathan Says:

    Pois eh, Carla…tava caro mesmo…
    Inclusive na parede da recepção do hotel, tinha um pequeno quadro com o preço da diária fixado…Por isso disse que achava que o carnaval não influenciou!!! O preço ja estava la determinado.

  207. Carla Says:

    Hummm, talvez tenha influenciado, sim, Jhonathan… A tarifa afixada na recepção dos hotéis (chamada tarifa-balcão) é sempre o preço mais alto que um hotel cobra – mas esse preço dificilmente é posto em prática… Na maior parte das vezes, quando você faz a sua reserva, seja com um agente de viagens, um site na Internet ou o próprio hotel, a tarifa é mais baixa do que a tarifa-balcão. Mas isso pode não valer para épocas de muita procura, quando o hotel sabe que vai receber o que pedir, não importa quanto seja… ;-)

  208. Jhonathan Says:

    Pois eh…pode ser…

  209. Jhonathan Says:

    Uma coisa que achei bem cara nesta viagem foram oa lembrancinhas…os artesanatos…achei uma verdadeira fortuna!!! Em todas as cidades e lugares em que estive, são caríssimas….

    UMA OUTRA DICA: Não deixe para comprar vinhos na vinícula Concha Y Toro…Os vinhos que são vendidos la podem ser encontrados por um preço bem menor em qualquer supermercado da cidade.

  210. Carla Says:

    Ótima dica dos supermercados, Jhonathan – aliás, essa dica é válida praticamente em todo lugar. Vale bastante a pena fazer uma incursão em um mercado local!

    Em relação ao artesanato, não é mesmo muito simples encontrar artigos em conta, mas com um pouco mais de tempo você teria encontrado, sim… No Pueblito de los Dominicos em Santiago você encontra peças em lápis-lázuli a ótimos preços, nos mercados de artesanato de Viña del Mar e de Puerto Montt também dá pra garimpar alguns artigos bem interessantes – mas pra isso tem que ter mais tempo, né? ;-)

  211. Jhonathan Says:

    DICA: Se vc quiser ir a Frutillar, não compre passeios para lah…Eu economizei 20 dólares que eu pagaria por um passeio ate essa cidade…
    basta pegar um busao de Puerto varas ou Puerto Montt..a viagem dura cerca de 50 a 55 minutos até la..por uma estradinha nao mito bonita, mas é interessante apreciar a paisagem…
    Dá pra passar o dia por la e apreciar uma boa comida em um dos restaurantes por la..
    Abs

  212. Ana Paula Caetano Says:

    Oi, Karla pretendo ir á Bariloche em Abril, estou querendo levar a minha filha de 8 anos Gostaria de saber se em Cerro Catedral já tem neve nesta época?
    Atenciosamente Ana Paula

  213. Carla Says:

    Ana Paula, a probabilidade de haver neve para esquiar no mês de abril é quase nula – a temporada de esqui só começa, com sorte, no início de junho. Mas, se a idéia é apenas ver a neve, mesmo que à distância, há picos de neves eternas nos Andes que estão sempre branquinhos, mesmo no verão.

  214. Marli Says:

    Oi Carla,
    Adorei suas dicas e fiquei encantada com sua disponibilidade em informar e ajudar. Pode ter certeza, td o que fazemos nos é retornado em dobro! Parabéns!
    Meu marido e eu estamos planejando conhecer os Lagos Andinos. Como nunca fomos ao Chile, estamos um pouco inseguros e pensando em ir nesta primeira vez por excursão mesmo.
    O plano de viagem é para começo de Agosto/2008. Esperamos encontrar neve em Bariloche, mas também gostamos mto de paisagens arborizadas e com mto verde. Vc acha que nesta época do ano(agosto), encontraríamos bastante “verde” durante a travessia dos lagos e arredores destes?
    Agradeço caso possa me informar.
    Um grande abraço,
    Marli

  215. Carla Says:

    Marli, em agosto a probabilidade é de ver a paisagem bem branquinha, já que você vai viajar em pleno inverno, principalmente durante a travessia dos Andes. Mas no sul do Chile como um todo você deve ver paisagens sem neve também – só não dá pra garantir o verde, com o frio que estará fazendo… ;-)

  216. Marli Says:

    Obrigada pela pronta resposta, Carla.
    E o que vc acha desta viagem para fins de Maio? Será q nesta época do ano a natureza nos Lagos Andinos fica mais viçosa? Nosso medo em viajar para o Chile sem guia é a dificuldade d comunicação. Infelizmente sou nula no quesito espanhol.

  217. Carla Says:

    Marli, eu acho que, se você quer ver natureza viçosa, deve planejar a sua viagem entre o final da primavera e o início do outono. Uma boa idéia seria ir entre outubro e abril – fora disso, numa região em que faz tanto frio quanto lá, não dá pra garantir verde, não…

  218. Andre F. Freitas Says:

    Oi, Carla.

    Viajo na semana que vem (dia 26) para fazer o pacote Santiago/Lagos Andinos/BsAs. Acabei acrescentando ao programa que eu já falei lá em cima um dia a mais em Santiago e outro em BsAs.

    Agradecendo antecipadamente, gostaria de sugestões suas (ou de outros leitores) sobre quaisquer itens dos pontos abaixo:

    Onde comer bem (não um lugar chique, mas sim com boa comida)?
    Em Santiago
    Em Puerto Montt/Varas
    Em Bariloche
    Em Buenos Aires

    Onde comer barato (fast food local, mesmo, tipo empanadas, etc.)
    Em Santiago
    Em Bariloche
    Em Buenos Aires

    Qual show de Tango?
    Señor Tango
    El Viejo Almacén (imagino que sua resposta seja esta)
    Outro

    Santiago e BsAs são lugares interessante para se comprar eletrônicos em relação ao Brasil?

    Como são as tomadas do Chile? Devo levar o adaptador daqui ou acho por lá?

  219. Carla Says:

    André, eu volto depois de consultar minhas anotações com informações mais detalhadas, mas a princípio te indico o blog dos Destemperados ( http://destemperados.blogspot.com ) para ver indicações de restaurantes.

    Sobre o tango, já soube que o Viejo Almacén não é mais o que era quando eu fui – mas tenho ouvido falar muito bem do Esquina Carlos Gardel para um show mais requintado e do Bar Sur para uma experiência mais “autêntica”, além da milonga da Confitería Ideal.

    Não acho que valha a pena comprar eletrônicos em Santiago e Buenos Aires, não… Não sei exatamente o que você procura, mas eu dei uma olhada quando queria trocar a minha câmera digital e não vi vantagem…

    Não me lembro como eram as tomadas no Chile, não… Mas quando eu preciso de um adaptador, sempre consigo na recepção do hotel – é fácil principalmente se o seu aparelho tiver tomadas do tipo americano.

  220. Andre Freitas Says:

    Carla,

    Estou em Santiago.

    Tenho achado a comida cara por aqui, fazer o quê… Fora que levamos uma facada na viagem a Viña/Valparaìso, onde o guia nos deixou num restaurante giratório no topo de um prèdio, numa area sem nenhuma outra opçao à vista. Parecia comida francesa: pouca, cara, enfeitada e sem graça.

    Por outro lado, câmeras digitais aqui estao bem baratas. Vi cameras do mesmo modelo da minha por 60% do preço que paguei no Submarino. E qto às tomadas, consegui com a recepçao mesmo.

    Nao achei Santiago mais bonita que BsAs, mas com certeza é muito agradável, tendo seu pròprio charme.

    Abçs.

  221. Carla Says:

    Puxa, André, que chato essa história do restaurante… São as velhas “armadilhas para turista” – você é parte de um grupo, sem transporte próprio, é levado para um restaurante caro sem nenhum outro à vista… Resultado: acaba gastando muito mais do que gostaria, em algo que não planajava. Minha solução para isso: eu fujo de passeios organizados como o diabo da cruz… ;-)

    Sobre Santiago e B.Aires, concordo: cada uma tem seu próprio charme, seu próprio estilo! Nem é preciso comparar, o importante é aproveitar o que cada uma tem a oferecer!

  222. Clea Says:

    Oi Carla, parabéns pelo blog.
    Cliquei no link da AF tour, mas não consegui ir para o site. Vc teria o site deles?

    bjs, Clea

  223. Carla Says:

    Clea, obrigada pelo aviso. Já consertei o link, mas ele não leva a um site da AF Tour, não – acho que eles não têm site próprio – e sim à página da Sernatur onde constam o endereço e o telefone da agência.

  224. Alessandra Garcia Says:

    Oi Carla!

    Qual o nome da Estação de metrô mais próxima do Hotel Delavazquez?
    Obrigada :)

  225. Carla Says:

    Alessandra, a estação mais próxima ao Diego de Velásquez é a Los Leones.

  226. Rafael Says:

    qual as danças tipicas do chile??Responda rapido se puder obrigado

  227. Andre F. Freitas Says:

    Oi, Carla.

    Cheguei ontem a Buenos Aires, ja na reta final da viagem.
    O que o Chile teve de surpreendente, a Argentina esta tendo de decepcionante.

    Se eu soubesse antes (que cliche esse) teria colocado um dia a mais em Puerto Varas (na minha unica tarde eu fui a Frutillar, mas achei um desperdicio de tempo). Nao sei quem disse que o Cruce de Lagos nao vale a pena fazer em dois dias, pq nao tem nada para se fazer em Peulla. Passei uma tarde excelente la. Os guias tentam empurrar os passeios pagos ainda no barco, com essa mesma alegacao. A vista eh linda, caminhei sozinho por trilhas ate cachoeiras (nao fui a uma lagoa pq nao quis), tomei sol na beira do lago Esmeralda.

    A continuacao, no dia seguinte, ja nao foi tao boa. Saimos de manha, chegamos a Puerto Blest as 13h e so sairiamos as 16. Nao para Bariloche, mas para uma volta de barco e uma caminhada. Para Bariloche mesmo, so as 18h, chegando no hotel mais de 20h. Em Puerto Blest, alem de pouco o que fazer (as poucas trilhas sao longas), a guia ainda deixou a gente no unico restaurante do lugar, com um menu caro e pobre. Algo como 32 reais para comer so salada do bufe. Os pratos a la carte, apenas 4, ficavam acima de 40 por pessoa e nao eram convidativos. NAO CAIAM NESSA, pois se vc voltar uns 100 metros na direcao do porto anterior tem um lugar onde sai sanduiches bem mais em conta.

    Bariloche fora do inverno e legal, mas perde metade da graca. Valeu pelo Tronador. Fora os problemas com a agencia de viagem.

    E, sem querer tomar a atencao de seu blog, mas so para fechar, estou assustado com BsAs. Recebi tanta recomendacao dos guias todos daqui (e de portenhos tb), para so andar com xerox de documentos, usar carteira em tal bolso, nao desgrudar da camera, so pegar taxi assim, evitar metro, nao andar no centro apos as 09h, que fiquei assustado, sem seguranca nenhuma. Parecia que eu estava andando em Salvador, onde morei.

    Minha dica – quem quiser fazer esse passeio faca no sentido contrario, de BsAs para Santiago.

  228. Alessandra Garcia Says:

    Oi Carla!

    Após ler e reler 1000 vezes seu blog, decidi meu roteiro para Santiago. Vamos (eu e meu marido…comemoração de 1 ano de casamento) na segunda feira agora e vamos ficar 5 dias. Vamos nos hospedar no Diego de Velazquez. Gostaria que vc desse uma olhada e sua opinião!

    1º dia
    La moneda/Plaza das Armas/Cerro de Sta Lúcia/Feirinha do parque/ e a noite: Aqui está coco

    2ºdia
    Mercado Central/Cerro de San Cristobal/Shopping Arauco/ e a noite Pátio Bella Vista (pisco!!!)

    3º dia
    Vina Del Mar/Valparaíso/ Isla Negra (se der tempo no mesmo dia)

    4ºdia
    Conhca y Toro/shopping Mall Sport/noite: como água p/ chocolate

    5ºdia
    Ver o hotel Hayat, andar pelo bairro/ver lapislazulli/noite: azul profundo

    Não sei se faltou algo importante….vcs podem me ajudar????

    Obrigada!

    Alessandra

  229. Carla Says:

    André, obrigada pelo relato! Olha, eu mesma sou uma que diz que não vale a pena fazer o passeio em 2 dias, mas essas decisões devem ser sempre pessoais mesmo… ;-) Cada um deve ler e se informar sobre o seu destino e decidir por sua própria conta quanto tempo vale a pena passar lá. Sempre corremos o risco de errar e ficar tempo a menos ou a mais, mas a experiência vai ensinando e com o tempo, passamos a errar menos… (Mas eu continuo dizendo que, para quem tem um estilo de viagem mais parecido com o meu, e não gosta de fazer trilhas ou caminhar pela mata, Peulla não vale o pernoite, não…)

    Quanto a Buenos Aires, esses guias que disseminam o pânico francamente me irritam. Qualquer brasileiro que tenha morado em uma cidade de médio porte e que fique atento está mais seguro lá do que aqui… Entendo que eles devam alertar, mas continuo achando que isso é conversa pra vender passeio guiado… :P Freqüento Buenos Aires há muitos anos, e nunca tive absolutamente nenhum tipo de problema – agora, não custa ficar de olho na bolsa, né? O melhor é não “dar mole” em nenhum lugar do mundo… ;-)

  230. Carla Says:

    Alessandra, se te sobrar tempo no primeiro dia, quando você estiver ali pelas imediações do centro, dê um pulinho ao bairro Londres-Paris, que é uma graça – ruas preservadas como nos anos 20, lindinhas mesmo. E no dia em que for a Bellavista, visite La Chascona, a casa do Pablo Neruda (a dica vale principalmente se não der pra ir a Isla Negra).

    O seu roteiro está me parecendo super bem organizado. Vai dar tempo de aproveitar tudo com calma, até mesmo uns passeios sem compromisso pelo bairro da Providencia…

    Ah, se você for fã de sorvete, no shopping em frente ao Diego de Velásquez tem uma sorveteria (não lembro o nome!) que tem um sorvete de chocolate com laranja maravilhoso! E na Avenida Suecia tem um único lugar que eu recomendo, para uns petiscos e uma ótima cerveja: o Old Corner Pub Brannigan’s.

    Boa viagem! Depois vem contar o que achou, tá? ;-)

  231. Alessandra Garcia Says:

    Carla! Obrigada pelas dicas!!!
    Vou tomar sorvete de chocolate com laranja! Fiquei curiosa….obrigada pelo resto das informações, pois acho que vamos ter tempo de sobra lá!
    Depois volto para contar!
    Bjos a todos! :)

  232. Carla Says:

    Alessandra, o nome da sorveteria eu não lembro (é um quiosque no shopping, na verdade), mas o nome do sabor do sorvete eu não esqueci, porque achei lindo: naranja morena… ;-)

  233. Tulio Valente Says:

    Muito legal…..estou indo em julho pedir minha namorada em casamento! Me recomenda algum lugar?

  234. Tulio Valente Says:

    ….em Santiago…. obrigado

  235. Alessandra Garcia Says:

    Oi Carla…mais uma coisinha…..
    Inclusive, acho q deve ter algo no blog, mas com a pressa não achei.
    Tem metrô no aeroporto que vai até o hotel diego de Velásquez? Se tiver, qual a gente pega? Ou táxi é mais fácil?
    Obrigada novamente!

    PS: ah! naranja morena…adorei!

    Bjos

  236. Martinha Says:

    Oi Carla!
    Vejo que vc é uma super andarilha! Muito legal!
    Quero ir, com meu marido, para o Chile/Argentina em agosto. Mas, estou meio perdida com o tempo que devemos permanecer lá. Bem, queremos, definitivamente, ir para Atacama e conhece-lo bem, Santiago e arredores, e todos aqueles vinhedos (pois AMO VINHO), incluindo uns 3 a 4 dias só para esquiar (Na lua de mel estivemos 20 dias na Argentina e simplesmente amei o esqui). Além disso, pretendemos ir a Mendoza e conhecer aquela parte da Argentina (porque a parte de Buenos Aires/Bariloche/San Martin já conhecemos bem). Não sei se devemos descer um pouco (ou muito) para o sul. Tenho 30 dias de férias, mas não sei se seria muito. Meu marido e eu, gostamos de conhecer bem os locais (achamos que esses roteiros de agencias de turismo são muito “apressados”, quase não se disfruta do local, e meu marido é fissurado por história). Se vc puder dar sua opinião, ficariamos super gratos! Bjs e Obg.

  237. Carla Says:

    Uau, Tulio, que responsabilidade essa de dar pitaco em pedido de casamento… ;-) Mas, olha, se você estiver pensando em um jantarzinho romântico, a minha sugestão seria o Aqui Está Coco – é um restaurante romântico e aconchegante, a comida é deliciosa e o atendimento, espetacular! E ainda vem com bons augúrios de brinde – meus pais comemoraram lá 40 anos de casamento! :D

  238. Carla Says:

    Ih, Alessandra, acho que de metrô do aeroporto até o hotel não dá pra ir, não… Mas, sério, eu bancaria um táxi. Não me lembro o valor exato para te dizer, mas nunca me animo a pegar transporte público com malas, sempre prefiro investir em um pouco mais de conforto. Quando você soma o preço do táxi ao da passagem internacional, então, a diferença fica muito pequena em termos financeiros, mas em termos de benefícios vale muito a pena!

  239. Carla Says:

    Martinha, se vocês têm 30 dias de férias, gaste quantos dias você tiver vontade sem pena! Eu fiquei 17 quando fiz esse roteiro, mas não fui ao Colchagua (que nem era muito badalado na época), não estiquei a Mendoza e não passei mais do que 2 ou 3 dias em Bariloche (teoricamente já não seria a temporada de esqui). E os 17 dias foram até um pouquinho apertados!

    Talvez uma idéia interessante para vocês seja fazer uma parada em alguma das estações de esqui ao sul de Santiago, como Termas de Chillán ou Pucón. Se não fosse em pleno inverno, eu te sugeriria descer à Patagônia, mas talvez a época não seja muito apropriada… Veja bem, eus palpites aqui são quase intuitivos, estou te sugerindo fazer coisas que eu própria não fiz, mas adoraria ter feito! ;-)

    Se vocês conheceram bem a região de Bariloche, uma idéia seria substituir o Cruce de Lagos pelo passeio de um dia que tem início e término em Puerto Varas. Tem alguma dica do Jhonathan a respeito nos comentários aqui desse post…

    Vamos conversando, Ok? Me diga o que vocês acham dessas sugestões iniciais e vamos trocando idéias! ;-)

  240. Martinha Says:

    Oi Carla!
    Minha preocupação com os dias é só quanto ao dinheiro. Quanto vc acha que gastariamos em média lá por dia? Gostamos de hoteis bons, bonitos e baratos (mais ou menos três estrelas), mas não precisa de luxo. Como a Varig voltou a voar para o Chile, não gastaremos com as passagens (Já é uma boa economia). Pensamos no seguinte: 3 a 4 dias em Santiago e arredores (Viña del Mar, Valparaiso, alguma vinícola). Uns 4 dias em alguma estação de esqui perto. Sei que o Valle Nevado é uma das melhores, mas muito caro. Talvez só um dia para conhecer… A ideia das estações de Termas de Chillan ou Pucón, me agradam. São mais baratas que o Valle Nevado, né?! Queremos ir ao Atacama e pensamos, mais ou menos, 5 dias. Na região de Mendoza, pensamos em 4 dias, por aí.
    Então, vc indicaria ir para o Sul tb, para Puerto Varas. Esse trecho, faríamos de onibus, carro alugado ou avião? Valeria a pena alugar um carro lá no Chile ou sairia muito caro? Obg por ser tão prestativa.
    Abraços.

  241. Andre F. Freitas Says:

    Oi, Carla.

    Minha viagem chegou ao fim. Amanha embarco de volta ao Brasil. Depois de uma sexta-feira cansada (e ainda meio ressabiado), resolvi mesmo desencanar e curtir. De camera na mao (e com a mao na camera), rodei BsAs de metro de cima a baixo, e os dias de ontem e hoje foram muito bons, como deviam ser.

    Meio que mostrando algumas coisas para meu irmao, que nunca tinha vindo aqui e tinha ficado mais ressabiado do que eu, ontem fomos direto ao Congresso. Depois fomos a Plaza San Martin e de la ao centro, para almocar. Andamos ate o Colon e aquelas pracas no fundo e pegamos ate a gravacao de um comercial na rua – quase ficavamos de figurantes. De la um pulo rapido no Shopping Abasto, pq tinha El Viejo Almacen reservado para a noite.

    Hoje, como estamos proximos a Plaza de Mayo, fomos caminhando ate a Feira de San Telmo, que eu nao conhecia e curti muito o clima. Na volta, metro ao Pq de Palermo para o fim de tarde, e Puerto Madero ate agora. Tudo bem tranquilo.

    Mas entendo um pouco as recomendacoes da guia no receptivo, embora ainda ache que foi exagerada. No proprio dia em que chegamos, quase 09h da noite, pedimos informacoes a um guarda sobre como chegar a Florida. Uns poucos passos adiante, um senhor que ia na mesma direcao e devia ter nos ouvido, nos abordou, dizendo: “Florida, ahn? A esquerda, depois direita. Pero abra los ojos. Abra los ojos. Cuidado.” E o que encontramos foi realmente muita gente apressada, pilhas de sacos de lixo nas ruas, uma primeira impressao nada boa.
    Hoje vi que o aumento de delitos na cidade, e principalmente no centro, foi reportagem de capa numa revista local essa semana (revista VIVA, se nao me engano). Talvez mesmo com esse aumento nao chegue perto dos nossos indices, mas ja e o suficiente para o pessoal daqui querer nos alertar.

    Valeu.
    p.s.: a falta de acentos e por causa do teclado, que e doido.

  242. Rafaela Says:

    Olá Carla!

    Adorei seu site!
    Tenho uma verdadeira paixão pelo Chile, estarei indo agora em Abril, não disponho de muito tempo, mas quero conhecer o que puder.
    Fechei um pacote indo a Santiago (Inclui passeio a Vinã e Valparaíso) e voltarei por Buenos Aires

    Ficarei no hotel Leonardo da Vince (tando o Galerias quanto o Velasquez estavam lotados), sabe de é bom e bem localizado?

    Queria uma dicas suas, estarei indo com minha mãe e minha vó, adoraria ir a La Isla (é mto difícil conseguir um passeio ou algo saindo de Santiago?)

    Pois bem as dicas que puderr me dar, vou adorar!

    Beijão !!!

  243. Martinha Says:

    Carla! Só incluindo o meu ultimo post! A ideia de ir até a Patagonia me deixou empolgada. Vou pesquisar, porque tô achando que seria meio complicado no inverno. Nossa viagem está marcada para dia 1 ou 2/8, podendo se estender até dia 31/08 ou 1/9.
    Gostei tb da ideia de fazer um passeio de 1 dia em Puerto Varas, sem cruzar para a Argentina, pois conhecemos bem a região de Bariloche/San Martin/Junin de los Andes.
    Tô achando que Mendoza não seria uma boa, já que vi comentários seus de que se o interesse for em vinícolas, o Vale do Colchaga supriria minha paixão por vinhos.
    O percurso de Santiago a Puerto Montt, acho que faremos em 10 dias, mais ou menos, já que queremos esquiar. E estamos pensando em ir de carro.
    Vi que vc não é muito adepta de não reservar hotéis. Acha que em agosto é arriscado?
    Bem, vamos continuando em contato.
    Obg.

  244. Carla Says:

    Martinha, eu estou um pouco defasada em relação aos preços no Chile – a última vez em que estive lá já foi há 2 anos. Pelo que vi, os preços dos hotéis aumentaram um pouco, então eu contaria gastar pelo menos US$ 80 a diária do quarto duplo, e isso em hotéis 3 estrelas, como você mesma disse. Conte no mínimo 4 dias em Santiago se você pretende incluir o litoral e uma vinícola nesse período – caso contrário, não te sobra tempo para Santiago em si… Se você puder deixar 5 dias, melhor! Para o Atacama, a maioria dos pacotes faz a viagem em 4 dias – eu fui assim e gostei, achei suficiente. Para o sul, caso vocês decidam ir, dá pra ir de ônibus, carro alugado ou avião. Eu aluguei um carro e achei que vale a pena porque o percurso é lindo, mas não sai muito barato – e você ainda tem que pagar a taxa de retorno por devolver o carro em uma cidade diferente…

    Sobre os hotéis, eu realmente prefiro reservar antes. Hoje em dia, então, com as facilidades da Internet, eu prefiro perder um tempinho todos os dias vendo sites, lendo resenhas e escolher bem um lugar que seja charmosinho e caiba no meu bolso, em vez de chegar numa cidade sem idéia de onde vou me hospedar e acabar ficando no primeiro hotel que tenha um quarto disponível… ;-)

  245. Carla Says:

    Rafaela, não deixe de ler os comentários aqui desse post, você vai encontrar muitas dicas variadas sobre o que fazer em Santiago. Quanto tempo você fica na cidade? Eu não conheço o Hotel Leonardo da Vinci – mas acabo de ver que ele fica em Las Condes, um bairro mais novo da cidade, vizinho ao meu favorito, a Providencia.

  246. Rafaela Says:

    Valeu Carla!

    Então, eu ficarei 4 dias em Santiago, e mesmo não sendo muito gostaria de aproveitar o que puder.

    Me falaram muito bem desse hotel, por isso achei que era interessante, quero ficar perto das boas coisas da cidade.

    Estou tendo cuidado nas escolhas, por que não quero cansar muito minha vó (mesmo ela sendo bem agitada e muitas vezes com mais pique que tods…rs)

  247. Carla Says:

    Vocês vão adorar, Rafaela! E mesmo o táxi em Santiago não sendo tão barato quanto em Buenos Aires, continua bem mais em conta do que aqui no Brasil, então… ;-)

    Dizem que os hotéis de Las Condes têm todos vistas maravilhosas para a Cordilheira dos Andes, porque já foram construidos com esse propósito… Depois me conta, tá?

  248. miri Says:

    oi carla. em virtude de poucas condições…hehe…vou pegar um pacote de 3 dias em santiago. no dia 27 de outubro de 2008…e eu te pergunto…vale a pena procurar uma excursão de um dia para valle nevado mesmo q as estações de ski estejam fechadas? quero só curtir a paisagem…vou encontrar gelo ainda? pisar na neve e brincar…sabe como são as coisas para quem nunca viu neve :P

    vc acredita q nesta época….ultima quinzena de outubro, ainda dê pra ver os andes ao fundo de santiago cobertos de neve?

    me perdoe se alguma pergunta for meio fútil, mas sou iniciante em viagens para fora do país, e vi como vc tem ajudado as pessoas no site.

    :)

  249. Carla Says:

    Miri, com apenas 3 dias em Santiago eu acho que você deveria curtir bastante a cidade e nem pensar em sair de lá… Com o fim da temporada de esqui você pode até conseguir ver neve em Valle Nevado, mas a questão é: vale a pena? Será que não é melhor curtir bem a viagem que você pode fazer agora e deixar a neve para quando você puder planejar uma viagem para a época mais propícia para se aproveitar a neve?

    Às vezes posso parecer meio rabugenta com isso – lendo os comentários você vai reparar que eu tento tirar das idéias de todo mundo ir a Valle Nevado fora de época… ;-) Acho que o mais bonito mesmo, em termos de neve, na época em que você vai, é admirar a Cordilheira a partir de Santiago. Os picos mais altos são de neve eterna, mas talvez você ainda veja uma boa parte das montanhas nevadas.

    Dá uma lida nos comentários aqui desse post para ter umas idéias de passeios para fazer nos seus 3 dias!

  250. Cleo Says:

    Ola Carla!
    Eu e mais duas amigas estamos programando passar o feriado de corpus christi em santiago.
    Um pacote pela americanas viagens a US$ 913 por pessoa (incluso taxas de embarque e city tours). Esta muito caro?
    Qual o custo médio para os 04 dias com almoço, jantar, taxi, etc?
    Pode nos sugerir alguns passeios.

  251. Carla Says:

    Cleo, os preços para os feriados são sempre astronômicos… Nessas datas, é quase impossível conseguir os preços que conseguiríamos para os dias comuns. De qualquer modo, o primeiro mandamento para se conseguir uma boa relação custo-benefício em uma viagem é a PESQUISA. Não aceite apenas esse orçamento – vá a outras agências, consulte outras operadoras, peça preços de várias companhias aéreas e diferentes hotéis. Com paciência, a probabilidade de baixar o orçamento inicial é enorme.

  252. Cleo Says:

    Muito obrigada Carla e parabéns pelo blog, muito útil mesmo!

  253. rachel Says:

    Carla, que maravilha achar o seu blog. Ainda não absorvi todas as informações, mas relerei mtas vezes com certeza. Estou meio confusa pq é a primeira vez que vou a chile e, no caso, vou em lua-de-mel. Inicialmente, por ser a primeira viagem, pensei em irmos com pacote (sete noites – 4 noites de hospedagem com café da manhã em Santiago.
    3 noites de hospedagem em Puerto Montt ou Puerto Varas com café da manhã. Traslado Aeroporto/Hotel/Aeroporto; City Tour em Santiago;
    City Tour em Puerto Montt/Puerto Varas; Full day com almoço Frutillar;
    Full day com almoço Petrohue = US$ 1.120.00 por pessoa). Adorei a sua viagem de carro e acho que fica mto mais interessante e romântico do que fazer programa com uma ‘cabeçada’, com horários certos de chegada e saída. mas só dispomos de 8 dias e não mto dinheiro…… :(
    por isso, te pergunto, sinceramente, vc acha que vale a pena? pensei, pra tentar compensar, em não fazer os city tour e nos outros dias livres visitar a Concha y Toro e fazer o passeio do cruce de lagos. o que acha??
    de qq maneira, obrigadíssima por todas as dicas! bjs
    ah! vamos no final de setembro desse ano!

  254. Carla Says:

    Rachel, dá pra ir sem pacote, se vocês preferirem, mas o preço do pacote está muito bom… O planejamento de 4 noites em Santiago e 3 em Puerto Varas fica ótimo. Mas vai ser importante aqui escolher bem os seus hotéis: em Santiago, o melhor bairro para se hospedar é a Providencia; no sul, não aceite ficar em Puerto Montt; vocês precisam de um hotel à beira do lago em Puerto Varas. ;-)

    Em setembro ainda deve ter neve em Valle Nevado – dá pra fazer um passeio de um dia até lá. Também dá pra visitar uma vinícola, como a Concha y Toro. Não sei se a ida ao litoral vai ser interessante – melhor deixar para decidir lá, por causa do clima. Já no sul, o passeio para vocês não vai ser o Cruce de Lagos, mas esse a Petrohue, porque o Cruce de Lagos vai até Bariloche, e só é mesmo indicado para quem vai ficar pela Argentina, sem voltar ao Chile.

    Acho que os city-tours podem ser interessantes para vocês economizarem tempo “turistando” – aí sobra mais tempo para um passeio à beira do lago, um jantarzinho romântico… Talvez a melhor idéia para vocês seja aproveitar o pacote em Santiago e alugar um carro lá em Puerto Varas, para visitar as cidadezinhas da região (Puerto Montt, Frutillar, etc.) por conta própria. Ah, Frutillar é uma graça, mas não vale um passeio de dia inteiro como esse do pacote, não – uma manhã e um almoço estão de bom tamanho!

  255. Andre F. Freitas Says:

    Só dando um pitaco, por conta do post acima:

    Em Puerto Varas eu fiquei no Hotel Los Alerces, à beira do lago, e ele é bem aconchegante.

    A vantagem do city-tour, para mim, é que vc conhece os principais pontos turísticos e tem uma visão geral da cidade (trânsito, etc). Aí depois vc pode voltar por conta própria àqueles locais que mais te interessar, para curtir com mais calma.

    Qdo fui à Viña era início de março, mas tava uma neblina – e um frio – só. O sol só apareceu às 2, 3 horas da tarde.

    Outra opção mais curta que o Cruce de Lagos e mais longa que Petrohue é continuar até Peulla, já que o passeio de barco pode ser bem legal, também.

  256. Lívia Says:

    Oi Carla!!
    Primeiramente parabéns pelo site e pela paciência em responder a nossas angústias heheheh

    Carla, estou pensando em ir no feriado de Corpus Christi tb, será em 22/05, vc acha que já vai ter neve ou estar aberta as coisas no Valle Nevado? Outra coisa, vi que os preços deram uma alterada e tal mas no geral é caro comer em Santiago? mais ou menos qto? (sem luxo, o suficiente…)

  257. Carla Says:

    Valeu pela dica, André! Me parece que realmente o passeio até Peulla vai ser mais interessante para a Rachel do que ficar apenas por Petrohue. ;-)

    Lívia, em maio pode ou não haver neve em Valle Nevado, mas uma coisa é certa: a temporada de esqui só começa em junho, então ainda não vai ter movimento, não. Quanto a Santiago, eu achei os preços para alimentação, como um todo, sempre um pouco acima (uns 10 a 15 %) do que encontraria no Rio, para o mesmo tipo de restaurante. Mas isso já faz 2 anos, fica difícil arriscar um valor com alguma precisão…

  258. Enfim o lugar “misterioso”: Atacama Full Style « Agora Vai Says:

    [...] bichos e fui à luta. Agradeço as dicas da Carla, tanto as que ela me mandou, quanto as do seu blog. Foram de grande [...]

  259. Virginia Says:

    Oi Carla, achei esse site hoje e adorei. Vamos em julho para o Chile, já conhecemos Santiago, mas dessa vez queremos fazer a Travessia dos Lagos. O Site que você colocou aqui é da empresa que você utilizou para fazer a travessia?
    Você lembra quando custou? o site não traz essa informação… o hotel em Porto Varas, etc foi pago à parte?

    Agradeço a ajuda! Muito obrigada!

  260. Carla Says:

    Virginia, eu fiz a travessia dos lagos em 2000 – na época paguei US$148 pelo passeio de 1 dia, um preço que já está defasado há anos, e por isso não publiquei. Para saber o custo atual do passeio o melhor caminho é contactar uma agência de viagens da sua confiança aqui mesmo no Brasil ou enviar um email para a Cruce de Lagos, a companhia que faz a travessia.

    Como eu mesma organizei a minha viagem ao Chile sem comprar um pacote que englobasse tudo, todos os hotéis do sul do país foram pagos à parte.

    Só não entendi sobre qual site especificamente você está me perguntando… ;-)

  261. Marcelo Says:

    Oi Carla. Tudo bem? Queria uma dica sua. Devo ir com minha esposa para Santiago no próximo mês. Temos apenas 6 dias. O que acha que devemos fazer? Além de Santiago imaginei conhecer alguns lugares próximos. O que você considera indispensável?

    Desde já, muito obrigado.

    Marcelo.

  262. Carla Says:

    Marcelo, com 6 dias você tem, na verdade, 4 dias completos (sem contar o dia da chegada e o dia da partida). Eu não planejaria muita coisa fora da cidade, não. Em um dia faria um bate-e-volta ao litoral (dá pra fazer Isla Negra, Valparaiso e Viña del Mar no mesmo dia, em carro alugado, se vocês tiverem disposição para sair cedo). Em um outro dia, faria uma visita a uma vinícola, como a Concha y Toro, que é a maior e mais conhecida das cercanias de Santiago. Nos outros dias ficaria pela cidade mesmo, explorando o que Santiago tem a oferecer em termos de passeios, museus, restaurantes. Vale a pena ler os comentários desse post em busca de dicas mais específicas!

  263. Marcelo Says:

    Muito obrigado Carla pelas informações.

  264. Mirella Says:

    Olá… Adorei as dicas!!!
    Eu e minhas amigas vamos passar 12 dias em junho na America do Sul. Pensamos em começar por Santiago, conhecer alguns trechos dos lagos Andinos, ir para Bariloche e depois para Buenos Aires.
    Qual seria o melhor roteiro??? Como temos pouco tempo gostaríamos de conhecer os lugares mais bonitos e práticos.
    Qual seria a melhor forma de fazer estes trechos???
    Obrigada pela atenção!!!

  265. Igor Says:

    Oi Carla. Simplesmente maravilhoso o seu blog! Lembrou-me minhas épocas de mochileiro pelos Montes Pirineus! hehehe! Vivia ajudando as pessoas em um site de Mochileiros aí… Enfim, estava pensando em conhecer o Chile com minha esposa. Identifiquei-me muito com o caso de uma moça que escreveu aí por cima, dizendo que tem um bb pequeno e só quer ficar uma semana. Acho que poderíamos passar uns 10 dias, no máximo, mas seria no período de Natal e Reveillon.
    Bom, vamos às perguntas:
    1) No Decolar achei passagens de de uns R$ 1.800 saindo de Fortaleza. Fazendo um stop em BA sairia o mesmo preço… Será que vale a pena investir algum dias por lá?
    2) Pela minha experiência em Europa e USA, carro em cidade grande é furada, né? Então ficaria apenas para sair da cidade… Você acha viável ir aos Lagos Andinos de carro? E com 10 dias disponíveis? Vi que vc sugeriu bate-e-volta nas cidades próximas, mas mesmo assim insisto em algo mais “montanhoso”, sabe? Afinal, somos de Fortaleza e prais paradisíacas não faltam por aqui, hehehe!
    3) Você poderia me dar algumas sugestões de hostales, hotéis, pousadas baratos em algumas dessas cidades? Seria para o caso de viajarmos. Se não, só um bonzinho em Santiago mesmo, onde passaríamos todas as noites.

    Muito obrigado por sua simpatia e delicadeza! Abraços.

  266. Carla Says:

    Mirella, como vocês têm relativamente pouco tempo, eu sugiro que vocês economizem tempo no deslocamento entre as cidades – assim, eu faria o trecho entre Santiago e Puerto Montt de avião, e deixaria para curtir a estrada em uma próxima vez. Escolheria Santiago, Puerto Varas, Bariloche e Buenos Aires como bases. Vale a pena verificar se ainda seria possível fazer o Cruce de Lagos em apenas um dia…

    Igor, se vocês não conhecem Buenos Aires, vale a pena separar uns dias por lá, sim. Se já conhecem, continua sendo uma boa idéia, mas vocês podem pensar em menos tempo, só pra matar as saudades. Te dou a mesma dica que dei à Mirella: economize tempo nos deslocamentos. Eu acho viável ir de Santiago aos Lagos de carro, sim, mas não com pressa. São 1000 km de viagem que só valem a pena se você para nas cidadezinhas pra conhecer. Se não, é melhor pegar um vôo em Santiago e ir direto a Puerto Montt. Aliás, com o tempo que vocês têm disponível, contratar um pacote que faça os Lagos Andinos pode ser uma boa idéia… Vocês deixam os deslocamentos por conta do pacote (avião, ônibus, barcos) e podem se desligar do grupo (se quiserem, claro – eu sempre quero…) para fazer os passeios… Em termos de hospedagem, Igor, acho que não posso ajudar – estou bem defasada, já que fui aos Lagos há mais de 7 anos… ;-)

  267. Rita Alves Says:

    Oi, Carla!

    Muito bacana seu site!! Legal vc se disponibizar a dar dicas para quem vai viajar. Bom, eu, minha irmã e meu cunhado vamos pela 1a vez a Santiago agora em maio, iremos pela CVC e ficaremos três dias, a chegada será as 7:00 do dia 22. Pergunto:
    1a Nessa época, faz muito frio lá?
    2a com tão pouco tempo, o q vc sugere como passeio?
    3a Será q há algum passeio (barato) que nos leve a cordilheira?
    4a Li em um post q a cidade, por ser num vale, tem muita poluição, e que está ofusca a paisagem, por vezes. Será nssa época isso ocorre?
    Carla, desde já agradeço é minha 1a viagem internacional, queria que tudo fosse bacana!!

  268. Lívia Says:

    Oi Carla!

    Gostaria de umas dicas: vou pra santiago em maio no feriado, gostaria de em um dos dias ir para o valle nevado ou portillo, fazer um bate e volta…existem onibus fáceis pra isso, saem em horarios pré-determinados, é melhor comprar um pacote em uma agencia que faça esse tour de um dia?

  269. Lívia Says:

    Ah..achei um site que vende o translado, você conhece?http://www.skiportillo.com/llegar/portugues.asp

  270. Ta Says:

    Olá Carla!
    QUe bom achar seu blog! E ótimas as dicas!
    Eu já fui várias vezes a Santiago mas nunca fui ao Atacama, para onde devo ir ainda este mês. Já li bastante a respeito, mas ainda não consegui definir uma coisa: o que levar. Será que voce pode me ajudar? Que tipo de roupa/casaco devo levar? Ouvi dizer que faz muito frio e muito calor… Os passeios exigem longas caminhadas?
    Ficaria muito grata se me desse umas dicas!
    Abraços!

  271. Carla Says:

    Rita, em maio já deve estar fazendo um friozinho, sim… Mas dificilmente vai haver neve que valha a pena na Cordilheira. Eu não desperdiçaria um dia dos poucos que você tem em Santiago para ir até lá, não. Por outro lado, a paisagem deve estar bonita – mais vale ver a Cordilheira da própria cidade de Santiago. Em relação à poluição, é verdade que isso acontece, mas a pior época é o verão. Sobre passeios, aqui no corpo do post mesmo você encontra sugestões.

    Lívia, repito a você o que disse à Rita… Dificilmente vai haver neve em Valle Nevado ou Portillo. Valle Nevado pode até ser um bate-e-volta razoável, mas Portillo fica a 150 km de viagem a partir de Santiago, montanha acima – são mais ou menos 3 horas pra ir e depois mais 3 horas pra voltar. Vale a pena? Não acho, não, principalmente considerando que quase todo mundo quer fazer esses passeios para ver neve, e maio ainda não é temporada de neve…

    Ta, imagino que nessa época você deve pegar um clima semelhante ao que eu peguei no Atacama. É verdade, faz muito frio e faz muito calor. De dia, um jeans e uma camiseta de mangas curtas ou até sem mangas dão conta do recado tranqüilamente. Mas na hora em que o sol começa a baixar, a temperatura cai vertiginosamente. A noite pede roupas apropriadas para temperaturas abaixo de zero grau – calça de lã ou calça térmica para vestir debaixo do jeans, blusa ou pullover de lã, gorro, cachecol e luvas, casacão, tudo o que você usaria abaixo de zero. Os passeios não são muito cansativos, não. A exceção é a subida da duna para ver o pôr-do-sol, no dia do Valle de la Muerte / Valle de la Luna – e prepare-se para o frio, porque venta horrores lá em cima. O passeio ao Salar de Atacama é tranqüilo e o dos Geysers del Tatio exige mais disposição para acordar de madrugada e encarar o frio (que pode ser da ordem dos 10 abaixo de zero antes do nascer do sol) do que propriamente resistência física. De resto, aproveite as fogueiras que os bares e restaurantes acendem todas as noites para aquecer o ambiente – e tome um pisco sour por mim! ;-)

  272. Ta Says:

    Olá Carla!
    Muitíssimo obrigada pelas dicas! Agora já sei que vou pegar BASTANTE frio! Os chilenos que conheço diziam somente que era meio frio… mas como o parâmetro deles é outro, estava em dúvida! Agora já sei que devo me preparar! Houve uma mudança de planos e devo ir do meio para o fim de maio, ou seja, mais frio ainda!
    Pode deixar que aproveitarei bastante! E tomarei vários pisco sour (que adoro!)
    Mais uma vez, muito obrigada!

  273. Alessandra Garcia Says:

    Oi Carla!

    Já fiz minha viagem p/ Chile, e vim aqui p/ contar!
    Sabe que se não fosse vc, talvez não conheceria metade dos lugares que conheci!
    1º dia: fomos a pé do hotel (De Velazquez) até La Moneda, andando pelo bairro (Providência) e todo centro de Santiago. Estava muito calor e foi muito bom! fomos também na plaza das Armas e Mercado Central. A noite: PISCO no hotel mesmo! pé tava doendo!!!
    2°dia: San Cristobal de teleférico, almoçamos no Como água p/ Chocolate que eu simplesmente AMEI! Foi o melhor prato de côngrio que eu já comi na vida (côngrio com molho de espinafre…afeee dá água na boca até hj!) depois andamos pelo bairro Bella Vista inclusive no pátio Bella Vista. à noite fizemos reserva no Aqui está Coco! AMEI TAMBÉM! tudo muito legal!
    3° dia: Concha y toro, valeu muito a pena, depois fomos ao shopping Arauco (roupas de frio muito baratas). Noite fomos jantar no hotel ritz….o sugiro a todos, pois a comida em Santiago é barata, vale a pena algumas extravagâncias!
    4º dia: Vinã Del Mar, Valparaíso (COLOQUEI O PÉ NO PACÍFICO FINALMENTE!!!)e Isla NEgra…..amei toda a história de Pablo Neruda…foi um dos lugares que eu mais gostei! Noite: Azul Profundo: dá lhe peixe de novo! Mas gostei mais dos Água p/ chocolate e Aqui está Coco….
    5ºdia: fomos comer Centolla no Mercado Central, fui também no La Chascona (mas estavaz fechado por eventos governamentais :( ) à tardezinha fomos naquele pub que vc indicou: The Corner Pub Branningans….e dá-lhe mais PISCO! Amei a rua Suécia!!!
    6ºdia: acordei muito cedo e tenho q te contar! Vc me sugeriu conhecer a rua LondresXParis, né? como não tinha dado tempo eu ver antes onde era esse lugar, peguei o guia de ruas do hotel e fui ver o tal cruzamento, e encontrei, mas tinha que passar por umas 20 estações de metrô….mas pensei…se vale a pena…vamos lá!
    Chegando lá foi muito engraçado….pq demorou quase 40 minutos p/ chegar, a gente perguntava p/ as pessoas informarem onde era a rua e ninguém sabia…até q um velhinho muito simpático disse…vire ali a direita. Chegamos lá….tinha apenas um terreno baldio…..com uma casinha no fundo…..não entendemos nada!
    Foi quando cheguei no hotel e perguntei e eles me falaram q ficava algumas quadras do hotel….hehehehehe
    É mole? Olha o mico! Como pode ter na mesma cidade dois cruzamentos com mesmo nome de rua????
    Vou te mandar a foto por email…tirei especialemte p/ vc!!!! hehehe
    Mas essa vai ficar p/ história!!!!
    Enfim…fomos conhecer a veradeira Londres X Paris e fomos p/ aeroporto de volta p/ Ctba!
    AMEI SANTIAGO e sou grata a vc pelas dicas!!! Valeu mesmo!!!
    Bjão
    Alessandra

  274. Carla Says:

    Ta, se preparando pro frio não tem erro! Você vai amar o Atacama!!! :D

    Alessandra, que bom que você veio contar!!! Puxa, é super legal quando as pessoas gostam das dicas e depois vêm não só dizer que gostaram (ou que não gostaram, né…), mas também dar suas próprias dicas… ;-) Agora, esse mico de ter 2 cruzamentos Londres x Paris eu não podia nem imaginar… Ainda bem que você achou o verdadeiro, senão ia pensar que era “pegadinha” minha… :lol:

  275. alebann Says:

    Vou te contar que qdo cheguei lá na rua errada….pensei isso sim…rsrsrsrs!!!
    Ah esqueci de te contar que eu tomei o srovete Naranja Morena!!! Muito bom, viu!!!!
    Adorei!

  276. Carla Says:

    Eu não disse, Alê, que era uma delícia? ;-) Você por acaso se lembra o nome da sorveteria? Eu não anotei e não consigo lembrar de jeito nenhum!

  277. alebann Says:

    hummmm Agora vc me pegou….não reparei no nome não!
    Precisamos descobrir….
    bjos

  278. Ju Raposo Says:

    Oi Carla!! Acabei de descobrir seu blog e amei!! Li várias dicas porém gostaria que vc falasse especificamente pro roteiro que estou pensando em fazer. Eu e meu noivo queremos fazer uma viagem legal de lua de mel, em outubro, e pensamos na Travessia dos Lagos Andinos. Será nossa primeira ida ao Chile. Temos de 12 a 15 dias de férias e não queríamos gastar muito dinheiro. Olhamos um pacote de 12 dias (11 noites) que está nos saindo $ 1295 por pessoa (sem parte aérea pq temos milhas da Varig). Mas tb não gosto muito da idéia de passeios fechados e cronometrados apesar de ser 1ª vez! Achei super legal o roteiro que vc fez de carro e fiquei com água na boca! Só não incluiria o Atacama. Vc acha que seria proveitoso programarmos a viagem de carro como a sua? Os hotéis já estariam com as reservas feitas daqui do Brasil? E o Cruce de Lagos, tb já estaria reservado? Estou cheia de dúvidas e conto com a sua ajuda!! Valeu!
    Bjs…

  279. Eliane Lopes Says:

    Olá, Carla! Estou planejando uma viagem ao Chile incluindo o Atacama. Vi que você ficou apenas 3 noites. Estava planejando 5 noites, e gostaria de sua opinião sobre este ponto. Você achou que 3 noites foram suficientes ou sentiu falta de mais tempo para algum passeio que não tenha feito? E se for o caso, qual seria ele? Obrigada, desde já.

    Ps. Se vc tiver algum interesse de ir ao Egito, visite meu blog: http://tesourosdoegito.blogspot.com/

  280. Simone Says:

    Oi Carla,

    Pretendo ir ao Chile em Julho e não sei por onde começar, talvez fechando um pacote de viagens???? O que você sugere em termos de hospedagem, passeios, enfim, todas as suas sugestões serão bem vindas vou sozinha e tenho uma amigo lá. Tenho disponivel apenas 7 dias e pretendo ficar por lá no minimo 7, se gostar, talvez nem volte…..rsrsrsr

  281. Carla Says:

    Simone, acho que você deve começar lendo com cuidado o texto do post, pra decidir o que mais te interessa. Uma coisa é certa: não dá tempo pra fazer tudo o que eu conto no post em 7 dias, então você vai precisar escolher… Algumas opções são Santiago e o Deserto do Atacama, ou Santiago e uma estação de esqui… Quando você souber para onde quer ir, compare os preços de passagem e hospedagem com os preços do pacote pronto, vendido nas agências de viagem. Como você tem pouco tempo, pode ser que o valor dos pacotes compensem, sim.

  282. Marcos Says:

    Olá Carla!
    Agora em maio quero conhecer os lagos andinos mas como vou com passagens da milhagem tenho encontrado dificuldades em comprar só o terrestre…além do mais os trechos de avião entre Santiago/Puerto Montt e Bariloche/Buenos Aires saem muito caros se adquiridos separadamente do pacote.
    Vale a pena comprar em Santiago ou em Buenos Aires esse pacote? Vc se lembra ou indica alguma agência de turismo por lá? Tenho receio de sair daqui sem esse pacote e não conseguir comprar lá ou que por lá saia mais caro q por aqui.
    Grato
    Marcos

  283. Carla Says:

    Marcos, no seu lugar, eu tentaria duas coisas: uma seria procurar agências de turismo nas duas cidades via Google mesmo, e comprar as passagens nessas agências; a outra seria entrar nos sites de companhias aéreas chilenas e argentinas (como a Lan Chile e a Aerolíneas Argentinas) e cotar os preços das passagens online. Não acredito que comprar diretamente com eles vá sair mais caro do que aqui, muito pelo contrário, mas acho arriscado você esperar chegar lá pra resolver isso.

  284. Carla Says:

    Marcos, relendo a sua mensagem eu vi que você fala especificamente em comprar um pacote… Aí o jeito seria localizar uma agência de turismo lá mesmo. A única referência que eu tenho é a AFTour, onde comprei o meu pacote para o Atacama, mas acho que eles não tem site… No corpo do post tem um link para o contato deles.

  285. welbert Says:

    eu estou indo ao chile en agosto la e bom espero que seja e trabalho sera que tem ?por vavor me fale se e bom ou ruim ok welbert

  286. Carla Says:

    Welbert, nesse caso não tenho muito como te ajudar… Sempre fui ao Chile de férias, não sei se é um bom país para se estabelecer. De qualquer forma, a economia deles está crescendo muito, o que deve ser um bom sinal!

  287. Juliana Raposo Says:

    Oi Carla! Te mandei uma mensagem no dia 3 de abril e vc não me respondeu! Estou precisando muito das suas dicas. Será que vc poderia me ajudar?
    Desde já, obrigada!

  288. Carla Says:

    Oi, Juliana! Desculpe, eu me lembro que li a sua mensagem, mas estou com dificuldades de conexão por aqui e depois me esqueci de responder…

    Olha, eu estou achando esse pacote que você viu muito caro para quem vai viajar com milhas!!! Acho que com o tempo de que vocês dispõem, dá pra fazer uma viagem de carro super legal, de Santiago ao sul do Chile, depois fazer o Cruce de Lagos e seguir de Bariloche a Buenos Aires de avião.

    Aliás, me diga o seguinte: a passagem de vocês é indo e voltando por Santiago ou vocês podem chegar por Santiago e voltar por Buenos Aires?

    Assim que você me der essas respostas eu penso um roteirinho legal pra vocês, Ok? ;-)

  289. Carla Says:

    Eliane, eu tinha te deixado sem resposta também… Eu achei que 3 noites no Atacama foram suficientes para fazer os passeios que eu tinha planejado, que eram os Valles de Marte e de la Luna, o Salar de Atacama e os Geysers del Tatio. Mas há outras atrações, e se você pode ficar por lá 5 noites, acho que vale a pena, sim! Você pode ir ao Pukará de Quitor, às minas de Chuquicamata, à Laguna Verde… ;-)

  290. Ju Raposo Says:

    Oi Carla… muito obrigada por sua atenção!! Acredito que vamos por Santiago e voltaremos por Buenos Aires. Inclusive já até fiz um roteiro, de 18 dias, com base nas dicas do seu blog. Mas qdo. fui contabilizar… eu e meu noivo achamos que o preço ficou um pouco “salgado” para as nossas possibilidades no momento. Vou te passar o que pensei: 3 dias em Santiago; 1 dia em Viña + Valparaiso; 1 dia viajando até Chillán? (pernoitar em Chillán); 1 dia viajando até Temuco, Villarica e Pucón (pernoitar em Pucón); ir pra Valdivia e pernoitar; almoçar em Frutillar, devolver o carro em Puerto Montt e ir pra Puerto Varas (passar 2 dias inteiros); fazer o Cruce de Lagos até Bariloche e ficar 3 dias; 2 dias em Buenos Aires (acabou o “din-din”) rsrsrs! Estimativa de gastos (hospedagem + passagem aérea Bariloche-BA + aluguel do carro + gastos) = U$ 4668,00 O que vc acha? Estamos querendo economizar!
    Espero sua ajuda! Bjs…

  291. Carla Says:

    Caramba, Ju, acho que ficou caro, sim!!! Dá mais de US$ 2300 por pessoa! Vamos começar a cortar custos… Me diga: quanto você está calculando por dia com hospedagem e onde está procurando esses hotéis? A mesma coisa em relação ao aluguel do carro e ao vôo Bariloche -Buenos Aires: onde você está cotando esses preços? Pelas minhas contas, se você conseguir hotéis a no máximo US$ 100 por noite, gastaria com hospedagem US$ 1700 para o casal, por 17 noites – e acho que dá pra conseguir hotéis nessa faixa de preço, sim, ou até mais em conta… Começa procurando nos sites da Asia Rooms – o link para o Chile é esse aqui: http://www.asiarooms.com/chile/index.html e no site da Go Chile: http://www.gochile.cl Dá uma pesquisada se pela própria Go Chile tem algum jeito de comprar o passeio do Cruce de Lagos, ou então tenta entrar em contato com alguma agência de viagens de Santiago mesmo. É muito provável que saia mais barato do que tratar com alguma agência aqui. Ah, e pode usar os sites sem susto, viu? Eu sempre faço tudo pela Internet quando viajo e nunca tive nenhum problema! ;-)

  292. Carla Says:

    Ju, você viaja quando em outubro? Acabei de ver o Licarayén, o hotel onde eu fiquei em Puerto Varas, a US$ 81 o quarto duplo no Asia Rooms. Procura os hotéis em todas as cidades nos sites que eu te disse e compara com o valor que um agente de viagens conseguiria pra você. Daí você fecha negócio apenas com o que for mais em conta. Se o agente só te conseguir o hotel de Santiago a bom preço, feche com ele apenas esse hotel, e mais nada, Ok? Você não precisa fazer o pacote inteiro, acho que estão te cobrando muito caro…

  293. Carla Says:

    Outra coisa, Ju: o Cruce de Lagos custa US$ 170 em um dia e US$ 240 em dois. Se vocês querem economizar, faz em 1 dia, Ok? Com US$ 70 de diferença por pessoa, nem pense duas vezes! Na Go Chile eles vendem, sim, dá uma olhada aqui: http://www.gochile.cl/eng/Cruise/CruceDeLagos/Chile-CruceLagos-Chile-Argentina.asp

  294. Ju Raposo Says:

    Carla, esses valores que te passei foram todos pesquisados por mim na Internet mesmo. Estimei, pra hospedagem, US$ 100,00 diária e não consegui muitos hotéis abaixo disso não, viu! Inclusive, o Licarayén, pra data que ficaremos lá, sai por US$ 145 a diária! (mandei email pra eles). Nas demais cidades até consegui diárias até US$ 100,00. O aluguel do carro, meu noivo viu no site da Hertz (pois ele ganha desconto da empresa onde trabalha)- US$ 812,00 pra 1 semana com todas as taxas incluídas (achei caro!) Pra gastar, estimei US$ 100,00 por dia.
    Mas… e quanto ao roteiro? Vc acha que dá pra curtir os lugares com essa distribuição que eu fiz?
    Outra pergunta: as estradas no Chile têm pedágio?

  295. Ju Raposo Says:

    Ah! Outra coisa… vc recomenda algum hotel em Buenos Aires?
    beijinhos…
    Ju Raposo

  296. Carla Says:

    Ju, foi por isso que eu te disse pra pesquisar nos sites que eu te enviei – são sites de consolidadores, ou seja, neles você consegue hospedagem com desconto. Como eu te disse no outro comentário acima, consegui o Licarayén para outubro a US$ 81 o quarto duplo, quase a metade do valor que você conseguiu no próprio hotel. Continue pesquisando neles para baratear os seus custos. Outras possibilidades:
    Expedia: http://www.expedia.com
    Dilos: http://www.dilos.com
    Hotel Club: http://www.hotelclub.net
    Hotel Book: http://www.hotelbook.com
    Kayak: http://www.kayak.com
    Planet Holiday: http://www.planetholiday.com
    Travelocity: http://www.travelocity.com

    Pelo que eu me lembro, as estradas não tinham pedágio, não. Mas já faz quase 8 anos que eu fiz essa viagem aos Lagos Andinos, e isso pode ter mudado… Quanto ao aluguel do carro, Ju, a Hertz é das locadoras mais caras, mesmo com desconto – US$ 812 por uma semana está altíssimo!!! Faz a cotação nos sites que te passei, manda email pras locadoras de lá pedindo orçamento, e deixa pra decidir com base nos valores concretos. Se for o caso, procure locadoras locais, em vez das internacionais. Outra coisa: antes de alugar o carro pagando todos os seguros, vejam se o cartão de crédito de vocês não oferece essa cobertura – os cartões Gold costumam oferecer, e é uma boa economia. Das taxas infelizmente não há como escapar.

    Quanto aos hotéis de Buenos Aires, dentre os que eu conheço, te recomendo o Park Elegance Kempinski, na Recoleta, o Lafayette e o Facón Grande, ambos no centro. Se vocês quiserem esticar a estada gastando menos do que em hotel, considere alugar um apartamento por uns dias, dá uma olhada aqui: http://www.bytargentina.com Ah, e tem mais Buenos Aires aqui: http://idasevindas.wordpress.com/category//argentina/buenos-aires/

    Acho que a distribuição do seu roteiro está boa, sim. Mas vai por mim, dá pra baixar esses custos!!! ;-)

  297. Ju Raposo Says:

    Poxa, valeu mesmo pelas dicas! Vou fazer tudo que vc sugeriu! Depois te conto o quê que deu. rsrsrsrs
    Uma última pergunta… Vc acha interessante ir à Termas de Chillán em outubro (final de out.)? Pq a temporada de esqui acaba em 15 de outubro, né!
    “Brigadão”Carla!!
    Bjs…

  298. Carla Says:

    Conta mesmo, hein? ;-) Quanto a Termas de Chillán, Ju, não sei te dizer mesmo… Pode ser que valha a pena se o inverno for rigoroso, porque então ainda vai haver neve. Mas se for um inverno ameno, pode ser perda de tempo. Acho que eu não arriscaria, não. Afinal, vocês já vão a Bariloche mesmo – se tiver sido um inverno bem frio, vão ter o gostinho dele lá…

  299. eliane Says:

    Oi Carla,

    adorei seu blog. Queria saber se você poderia me dar umas dicas. Estou com passagem aérea comprada (ida até Santiago e volta saindo de BsAs). Eu queria fazer várias coisas em 13 dias de viagem (29/6 até 13/7) e queria saber se você tem dicas para me dar. Estou indo com meu marido e minhas filhas, de 10 e 12 anos. A idéia é:
    – conhecer Santiago (já anotei suas dicas sobre a cidade);
    – esquiar próximo à Santiago durante uns 2 ou 3 dias (queria dicas de quais estações de esqui deveria conhecer e se deveria ficar na estação ou ir e voltar para Santiago, se é que isso é possível e inteligente)
    – seguir viagem de carro rumo ao Atacama (se a viagem tiver coisas legais para ver, paradas em cidadezinhas legais etc..)
    – ficar 3 dias no Atacama (já anotei suas dicas sobre o lugar)
    – voltar para o sul rumo à Argentina (aí começa minha dúvda principal: é legal voltar de Atacama de carro rumo a Buenos Aires? valeria a pena pegar um voo para Santiago para depois seguir de carro para BsAs?)
    Queria dicas de lugares e hospedagens nestes percursos, estradas e, se for possível, tempo estimado que eu demoraria para percorrer tudo isso.

    Gostaríamos muito de viajar de carro e me disseram que na Argentina tem lugares bem legais para percorrer de carro.
    Um abraço,
    eliane

  300. Ju Raposo Says:

    Carla, hj passei o dia pesquisando os sites que vc me sugeriu. E não consegui muita coisa diferente daqueles preços que havia te passado, não. Não tô vendo jeito de reduzir muito esses custos… Estimei US$1700 para hospedagem; US$ 1700 para gastos; achei passagem Bariloche-BA por +ou- US$ 278,95 (pra 2 pessoas). Somando tudo = US$3678,95 Acrescentando US$ 340 do Cruce de Lagos = US$ 4018,95. E ainda falta o aluguel do carro!
    bjs…
    Ju Raposo

  301. Camila Lima Says:

    Olá Carla!!!
    Este site é uma maravilhaaaaaaaaaaa!!!
    Estou super estressada porque eu e meu marido desde o ano passado sonhávamos em ir ao Chile e parece q o sonho vai se realizar. O problema é que tenho um agravante, ele está aguardando receber férias forçadas e antecipadas e a qualquer momento receberá essa noticia, e assim tiver teremos que organizar nossa viagem imediatamente, teremos poucos dias no máximo 8 dias para viajar e o roteiro que queria era justamente SANTIAGO/PUERTO MONTT/PUERTO VARAS/LAGOS ANDINO/BARILOCHE/BUENOS AIRES. Dúvidas: vale a pena ir ao Chile no mês de abril ou maio? 8 dias são suficientes para conhecer tudo que quero?
    Começarei a organizar minha viagem agora, e o pior é que preciso de preço de tudo (hospedagem, restaurantes…), tenho pouquissimos dias…,
    Me ajudemmmmmmmmmm…

  302. Camila Lima Says:

    Carla, esqueci de perguntar uma coisinha. VC sabe a tempertura neste período (abril/maio)???
    Aguardo respostas…

  303. Silvio Says:

    Carla, achei seu blog maravilhoso, pretendo descer de Santiago até Pto Montt de carro em agosto de 2008 com minha mulher, e fazer o cruces del lago, gostaria de tirar algumas dúvidas: que tipo de carro vc utilizou, quanto era o custo da entrega fora do local de retirada? Qual o preço do Cruces del Lago? vc sabe se no mês de agosto existe neve nas estradas? vc tem o custo de pedágio desta descida? é possível fazer o cruces del lago em apenas um dia? Não seria melhor sair de Santiago do que de Viña del Mar.
    No aguardo
    Silvio C. Lavras

  304. Carla Says:

    Pessoal, estou tendo uns probleminhas de conexão, mas assim que conseguir melhorar as coisas por aqui eu volto e respondo os atrasados, Ok? Enquanto isso, leiam os comentários prévios, porque pode ser que várias das respostas às perguntas de vocês já estejam por aí… ;-)

  305. Carla Says:

    Eliane, eu acho que o carro está atrapalhando a sua viagem, em vez de ajudar… Me explico: você tem pouco tempo para cobrir distâncias tão grandes! De Santiago ao Atacama são mais de 1000 km. Você gastaria um dia inteiro pra ir e outro pra voltar… Dependendo de onde cruzasse a fronteira para a Argentina, você estaria a mais de 1000 km de distância de Buenos Aires. No seu lugar, eu faria os deslocamentos internos todos de avião, para otimizar o tempo. Além disso, você vai viajar no inverno, quando é comum que a neve feche a fronteira entre os dois países, causando enormes engarrafamentos… Eu faria o seguinte: chegaria em Santiago, iria a Valle Nevado passar um dia (você não vai conseguir se hospedar nas estações de esqui por menos de 1 semana na alta temporada…), voaria para Calama, passaria alguns dias no Atacama e voaria de volta a Santiago para já pegar uma conexão para Buenos Aires.

    Ju, eu não tinha me dado conta de que no seu cálculo você já estava incluindo os US$ 1700 para gastar lá… Então não está tão ruim, não! Mas, se você quiser experimentar, em um outro post o Sílvio, que comentou logo depois de você, disse que encontrou um site com preços muito bons, o Chile Hotels: http://www.chile-hotels.com Esse site especificamente eu nunca usei, mas volta e meia experimento um novo e nunca tive problemas, não…

  306. Carla Says:

    Camila, 8 dias é muito pouco tempo para fazer tudo isso, mal dá tempo de chegar em uma cidade e você já tem que correr para a outra… Para a sua viagem ficar legal, acho que você deve optar por ir ao Chile ou à Argentina. No Chile, dá pra ir a Santiago e Puerto Varas, desde que você voe de uma para a outra. A mesma coisa na Argentina, dá pra dividir esses 8 dias entre Buenos Aires e Bariloche, sem problemas. Vale a pena ir a qualquer dos dois países em abril ou maio, sim – é outono, as temperaturas ainda são amenas (mas com friozinho de noite!).

    Sílvio, eu fiz essa viagem há muito tempo (setembro de 2000), então os meus dados podem não ser mais muito confiáveis… Na época, pagamos US$ 300 pelo aluguel de um Toyota Tercel, por 4 dias, já com os seguros e a taxa de devolução em outra cidade incluídos. A taxa encareceu muito o aluguel, o que costuma mesmo acontecer. Pelo que me lembro, as estradas não têm pedágio, mas como faz tempo, isso pode ter mudado… Sobre a neve, acho que não há motivo para preocupação – no Chile costuma nevar nas montanhas, não ao nível do mar. Você vai precisar tomar precauções se pretender ir às estações de esqui. Não recomendo dirigir para ir às estações, acho mais seguro contratar o transporte, já que nós brasileiros não estamos acostumados a dirigir na neve, muito menos montanha acima ou abaixo…

    Sobre o Cruce de Lagos, não sei se em agosto você já tem a opção de fazê-lo em um único dia… No inverno só se oferece a opção da travessia com o pernoite em Peulla.

    E sobre a saída, é sem dúvida mais sensato sair de Santiago, sim… Eu saí de Viña só porque queria ir até lá de carro, então resolvi emendar essa visita com a ida para o sul. Mas ela representou um desvio no início da viagem, sim! ;-)

  307. Andre F. Freitas Says:

    Oi, Carla.

    De vez em quando eu passo por aqui até para relembrar a viagem, e novamente não resisti a dar uns pitacos:
    – As estradas no Chile estão com vários pedágios. De Santiago até Viña, ali do lado, nós passamos por uns dois. Não tenho certeza, mas parece que um guia comentou que de Puerto Montt a Santiago são seis.

    – Para quem quiser só a parte terrestre, eu viajei pela Visão Operadora, que vendia só ela e tinha saídas diárias. Para duas pessoas ficou US$ 990/cada. A parte aérea, à parte, no trajeto Salvador/São Paulo/Santiago/P.Montt e Bariloche/BsAs/São Paulo/Salvador ficou cerca de US$ 980,00, em fevereiro deste ano.

    abçs.

  308. Carla Says:

    André, não deixe de vir dar os seus pitacos, não, por favor… ;-) É como eu digo, nesse tempo todo que se passou desde que fui ao sul do Chile, muita coisa pode mudar, não dá pra confiar que hotéis e restaurantes vão continuar bons, ou que estradas vão continuar gratuitas…

    E, sabe, eu fico com vontade de fazer essa viagem de novo toda vez que respondo algum comentário aqui no blog… Preciso pensar nisso a sério!!!

  309. Laísa Says:

    Olá Carla, adorei seu site tem muita coisa legal. Então como vi que vc entende do assunto resolvi pedir a sua ajuda. Em julho estarei indo com meu noivo ao Chile, nossa idéia é esquiar, pensamos no valle nevado o que acha? Os preços são puxados??? Iremos de avião até Santiago e la alugamos um carro e seguimos viagem. Vc tem alguma dica para nos dar??? Lagos andinos ta mto longe de lá…….não tenho ideia de nada, me ajude!!!!!!

  310. Carla Says:

    Laísa, se vocês vão com a idéia de esquiar, pesquisa no Brasil os preços dos pacotes, porque talvez saia bem mais em conta do que comprar uma passagem e depois alugar carro. Uma vez em Valle Nevado vocês não vão precisar do carro… Quanto aos preços, já faz mais de 2 anos que fui ao Chile pela última vez, não tenho mais informações confiáveis, não…

  311. cristina Says:

    Adoro suas dicas, são preciosas !
    Devo ir p/Santiago em breve, mas precisaria esclarecer essa dúvida p/fechar o pacote.(vamos em agosto).
    Por tudo que eu vi, me pareceu que o acesso a Portillo, embora mais distante, é mais seguro do que o acesso a Valle Nevado, com as inúmeras curvas, estou certa ? Como há alguns anos enjoei bastante numa visita às vinículas do Rio Grande do Sul, não seria melhor ir a Portillo, onde as estradas me pareceram melhores?Grata,
    Maria Cristina Coelho
    Por favor mande-me sua opinião!

  312. Carla Says:

    Cristina, subir os Andes no inverno nunca é exatamente seguro para quem não está acostumado a dirigir na neve… Para ir a Portillo são 150 km montanha acima, umas 3 horas de viagem no mínimo. Eu não aconselharia a ir e voltar no mesmo dia… Por outro lado, Valle Nevado fica a apenas 60 km de Santiago. No fim das contas, acho que o mais seguro é contratar o transporte e viajar com a segurança de um motorista experiente tanto na neve quanto na estrada em si.

  313. Tamara Says:

    Olá Carla! Td bem?
    Você me deu há algum tempo algumas dicas sobre o Atacama, mas queria saber um poquito mais… Você disse que comprou um pacote para lá, mas comprou em Santiago ou aqui? Sobre o hotel em que ficou – Casa de Don Tomas – o que achou? Estamos vendo hoteis e o preço desse não é ruim.. queria saber se achou bom, e se o hotel fornece o transfer de Calama a San Pedro.
    Mais uma vez, obrigada!

  314. Carla Says:

    Tamara, eu comprei o meu pacote na AF Tour, uma agência de Santiago. Tem o contato dela no corpo do post aí em cima. Eu AMEI o Casa de Don Tomas – não só o hotel é bonito, aconchegante e bem localizado, mas o serviço também é excelente. Se o preço está bom, não deixe escapar! Quanto ao traslado desde Calama, ele fazia parte do meu pacote, então não sei mesmo te dizer se o hotel oferece…

  315. marcia Says:

    Oi Carla, dorei seu blog, por isso estou lhe escrevendo para pedir dicas. Pretendo ir ao Chile em agosto. 7 a 10 dias. Uma agencia me enviou este pacote. Deixo claro que não me agrada muito este pacotes, pois às vezes ficamos muito engessados com eles e como gosto de fazer passeios diferentes dos padronizados por eles…. mas pelo preço às vezes é melhor do que irmos por conta prpria. Por outro lado tenho umas milhas que poderei usá-las, haja vista que irão expirar em 2009 uma parte delas.(5000 mil) Veja o que você acha desse pacote e se eu posso aproveitar e ir a outros lugares, como Pucon. Me explica uma coisa: Puerto Montt e Puerto Varas são próximos. Neste pacote essas cidades são próximas a Santiago.Esse mini tour de lagos e vulcões e perto de santiago e Vina del mar???Estou perdida!!! Olhe por favor os hotéis, conhece algum????. Obrigada. Má.

    Santiago, mini tour lagos e vulcões – 7 noites
    Aéreo Lan
    04 noites em Santiago com café da manhã (3+1)
    Traslados de chegada e saída em Santiago/Pmc
    City Tour em Santiago
    Full Day a Viña Del Mar e Valparaíso
    03 noites Pmc ou Ptv com café da manhã
    Full Day com almoço frutillar
    Full Day com almoço Petrohue
    City tour Puerto Montt/Puerto Varas

    Hotéis
    Bellas Artes (T) http://www.hotelbellasartes.com/
    Alerces(T) – ptv http://www.cabanaslosalerces.cl/hotel/index.html

    Preço por pessoa em dólar:U$1254,00

    D.Velazquez(T) http://www.hoteldiegodevelazquez.com/
    Alerces(T) – ptv

    Preço por pessoa em dólar:U$1309,00

    Torremayor (TS) http://www.hoteltorremayor.cl/
    Bellavista(T) http://www.hotelbellavista.cl/

  316. Carla Says:

    Marcia, Puerto Montt e Puerto Varas ficam a apenas 20 km de distância uma da outra, mas estão a cerca de 1000 km ao sul de Santiago. No pacote devem parecer próximas porque você viaja de Santiago até lá de uma tacada só, seja de avião ou de ônibus. Nesse caso, não daria para você ir a Pucón, que fica no meio do caminho.

    Por outro lado, se você decidir fazer a viagem por sua conta, acho que você precisaria de mais do que esses 7 dias… Você teria como dispor de mais tempo?

    Outra coisa: o pacote que a agência te mandou já inclui esses passeios todos? Porque, se for esse o caso, a relação custo-benefício está muito boa…

    Quanto aos hotéis, eu já me hospedei no Diego de Velasquez, em Santiago,e gostei bastante; tinha pesquisado o Torremayor, e gostado mais ainda, mas não consegui reservar… Mas os outros não conheço, não…

  317. marcia Says:

    Oi carla,
    Pois é, vou detalhar todo esse pacote. Não entendi direito ele. Não sei se vou de avião para PV ou PM, 1000 km é longe, via rodoviário, mas acho que tenho que escolher uma das duas. neste caso o que você aconselha….. …., mas vou confirmar. O que me deixou com dúvida tb foi o fato de passar o dia todo em Fruttilar e Pethorue. Acho que li por aqui que não há muito o que fazer nelas, pelo menos gastar um dia todo em cada uma….. a não ser que tenha a partir delas algum passeio mas interessante do que só ficar dentro das cidades. Quanto à Pucon, fica difícil fazer alguma passeio por agência de lá, é totalmente fora do percurso, vi que tem uma estãção de esqui, por isso queria ir até lá e conhecer a cidade que dizem ser legal……. volte em breve com mais notícias do pacote.grata.

  318. Carla Says:

    Marcia, você deve ter que escolher se fica hospedada em Puerto Montt ou Puerto Varas – nesse caso eu te sugiro Puerto Varas, que é muito mais bonita. Quanto a Frutillar, uma manhã ou uma tarde já dão conta da cidade, não vejo porque passar o dia todo mesmo, não… Já Petrohue é diferente, porque é a base para os passeios de barco nos lagos – deve ser por conta de um passeio desses que o tour leva o dia inteiro.

  319. Marta Says:

    Oi Carla!
    Sumi por uns tempos, mas agora estou de volta!
    Bem, já comprei a passagem pela Tam (Brasilia/Guarulhos/Santiago) por u$$ 700,00 (sem taxas) todo o trecho. Eu e meu marido chegaremos en Santiago dia 11/8 às 12a.m. e ficaremos até dia 15/8. Provavelmente ficaremos do Diego de Velazquez porque está 95 dolares o quarto duplo.
    Dia 15/08, sairemos pro Atacama e ficaremos até o dia 19. Veremos o preço dos pacotes lá em Santiago. Até já dei umas pesquisadas dos pacotes. Achei um por U$$ 440,00 por pessoa para 4 dias e 3 noches. Mas acho que lá em Santiago, conseguimos preço mais barato. Acho que iremos de onibus até Calama, a não ser que consigamos um pacote muito bom em Santiago. O preço pela Lan Chile para Calama está 610 dolares por pessoa ida e volta. Achei muito caro. Como temos 20 dias, prefiro ir de onibus até porque sei que os onibus no Chile são excelentes. Na Argentina, fiz o percusso Buenos Aires/Barilhoche de onibus e foi ótimo. Onibus excelente, barato, com serviço ótimo, cadeiras muito confortaveis. Nem senti a viagem de 20 horas. Dia 19, voltamos para Santiago e faremos, do dia 20 a 31, o trajeto até Puerto Varas/Santiago, retornando com o carro dia 31 no Aeroporto, dia em que voltamos para o Brasil. Ah, e não cruzaremos para a Argentina, porque já conhecemos bem a região.
    O que vc achou?
    Aguardo suas dicas!
    Obrigada.

  320. Tamara Says:

    Olá Carla!
    Mais uma vez, muito obrigada pelas dicas!
    Sobre o post acima, enviado por Marta, acho que posso dar uma dica também. Sobre o voo para Calama pela Lan Chile se, ao entrar no site, o país selecionado for o Brasil ou qualquer outro que não o Chile, os preços serão muito maiores. Recomendo selecionar Chile, e então fazer a cotação de preço. O preço cai consideravelmente (muitas vezes, pela metade).

  321. Ludmilla Says:

    Olá Carla!

    Estou indo agora em julho/08 para o Chile com meu marido e minha filha de 3 anos. Compramos um pacote de 3 noites em Santiago, mas alteramos a data de retorno para permancermos no Chile por mais 7 dias. Gostaria que me indicasse quais as cidades e regiões mais interessantes para conhecermos, considerando até 600km de Santiago. Pensamos em alugar um carro para percorrer esses lugares. Se puder me dar algumas dicas, agradeceria de coração.

  322. Martinha Says:

    Oi Tamara!
    Realmente se faço a cotação do trecho Santiago/Calama/Santiago pelo site chileno o preço fica no máximo U$$ 200 por pessoa. É mole! Só que esta tarifa só é possível comprar lá (é o que consta do site da lan). Aqui, pelo Brasil, o mesmo trecho fica U$$ 610 por pessoa. Valeu pela dica!
    Obg.

  323. Carla Says:

    Marta, no seu lugar eu não deixaria passar nem 2 minutos para fechar esse pacote para o Atacama – você conseguiu um preço apenas 10% mais alto do que eu paguei há quase 8 anos, é uma pechincha!!! Dificilmente você vai conseguir algo melhor lá em Santiago na véspera da viagem, muito pelo contrário! Você corre o risco de chegar lá e pagar no mínimo o dobro pelo mesmíssimo pacote.

    Ludmila, a minha sugestão para você seria ficar estender a sua estada em Santiago pelo menos mais uma noite ou duas, aproveitar para passar um dia em Valle Nevado, ir num outro dia ao litoral (mais para conhecer, porque vai ser inverno…) e passar os outros dias na região vinícola do Vale do Colchagua, que fica a uma distância confortável de Santiago. Tanto o Atacama quanto a região dos lagos ficam a cerca de 1000 km de Santiago, estão fora do limite que você pediu…

  324. Ludmilla Says:

    Carla, obrigada pelas dicas. Após algumas sugestões recebidas e conversa com algumas pessoas que já estiveram no Chile, pensei em fazermos o seguinte: 1 dia Portillo, 1 dia Valle Nevado e Farellones, 1 dia Valparaíso, Vinã e San Antonio, 1 dia Isla Negra e Chillan e 1 dia Pucon, sem tirar os 4 dias reservadas para Santiago…. o que vc acha? Como em Chillan os Hotéis só fecham pacotes de 1 semana no mês de julho, pensei em ficar em alguma cidade próxima, como Linares, Dichato, Talcahuano ou Concepcion. Alguma dica de qual seria a melhor? Na verdade, como é só para hospedagem, estou buscando o melhor custo x benefício. Em Pucon consegui o Hostal Geronimo que apesar de ser Albergue, possui um 1 quarto privativo com banheiro a U$97. Estou vendo outras possibilidades, ainda nada definido. Me disseram que nessa época do ano, Pucon chove muito, então não sei se é interessante irmos…
    Aguardo suas sugestões.

  325. Fabio Fernandes Says:

    Carla,
    Escolhemos Santiago (7 dias) para nossa lua de mel na segunda quinzenaa de setembro.
    O que você nos sugere?
    Fizemos uma boa escolha?

  326. Jairo Says:

    Oi Carla

    Chegamos do Chile ontem, o nome da sorveteria em frente ao hotel Diego de Velasquez é Copellia, e está dentro da galeira (helado naranja morena). Ficamos quatro dias em Santiago, quatro dias em Pucon (Hosteria Kernaiel Us$ 40 o casal no quarto, mas tem seis cabanas para até sete pessoas com cozinha completa e o preço é só um pouco mais alto, vale a pena). As moças que atendem lá são Patricia e Carla. Fomos a base do Volcan Villa Rica de taxi (quinze mil pesos, as agências cobram 30 mil para duas pessoas). Dez dias em Puerto Varas descansando no Hotel El Greco, fica em cima atrás do Cassino, com vista para o lago também, Us$ 60 com desaiyno. O dono é Don Alfredo (gente boa) e as meninas que atendem lá Janeth e Monica, super prestativas. De Puerto Varas de mini bus com o povão íamos diariamente a um lugar diferente como Cruce de Lagos, Frutillar, Puerto Octay, Puerto Montt, Saltos de Petrohue etc sempre pagando 3 reais (700 pesos) cada um. Fomos inclusive a Ensenada na festa da Murta (frutinha versão chilena da nossa goavira) que fica no caminho de Petrohue e Volcan Osorno (4 reais a passagem de bus)

    Fizemos turismo baratíssimo, a única programação cara que fizemos foi a Cruce de Lagos até Peulla 100 reais por pessoa, mas aí é monopólio da empresa Lagos Andinos que tem o Catamarã que faz a travessia.

    O hotel El Geco é super charmoso, na verdade é uma pinacoteca e antiquario, me amarrei nas coisas que tem lá, imagina que tem uma “Eletrola” que toca Lp’s de 33 rotações e êles tem dezenas desses Lp’s dos anos sessenta. Repassei a minha juventude.

    Ano que vem vamos a Patagonia e Atacama.

    Seu blog é muito show Carla. Abraços.

    Jairo e Tania
    Niteroi RJ

  327. Jairo Says:

    Oi Carla, Jairo novamente:

    Após 4 dias em Santiago pegamos o Tur Bus para Pucon 9 horas da noite, 10 horas de viagem, 60 reais. A Carla da Hosteria Kernayel nos ensinou a tomar os mini buses para vários lugares como Lago Kaburga, Ojos del Kaburga, Termas Hiufe, Los Pozones, Canopy em vários lugares etc Se você tiver disposição para caminhar pode tomar um mini bus que passa na entrada da estradinha que leva ao Volcan Villa Rica e daí acho que com quarenta minutos a pé se chega a base do Volcan. O super mercado lá é o Ilttit que fica no Av. O’Higgings e também outro maior e mais moderno no Camino Internacional um pouco adiante da Hosteria Kernayel. Se Pode andar por toda a cidade que é pequena com os Taxis coletivos (lotadas) que cobram 2,30 reais por pessoa. Muito cômodo. Os Taxis com os numeros 1, 2 e 4 são os que passam em frente ao Kernayel.

    Após 4 dias em Pucon pegamos o ônibus da empresa Jac para P Varas, (24 reais p pessoa) 15:30 da tarde. 5 horas de viagem (ônibus meio que parador). 9 horas da noite chegamos em P Varas e fomos a pé até o El Greco, 10 minutos puxando mala. Moleza. O Supermercado em P Varas é o Santa Isabel, mas melhor que esse é o Lider que é sucursal do Safeway americano, tem de tudo e é mais barato. Pra descolar um rango barato se pode ir no Bocaditos “Palace” na rua San Jose, 345 ou na Panaderia que fica na Rua San Francisco entre a Del Salvador e a San Jose.

    Agora a dica principal que eu queria dar é sobre o retorno a Santiago saindo de avião do Aeroporto em Puerto Montt. A Lan tem uma promoção de ida e volta por 50.000 pesos o que dá incluindo taxas US$ 135,oo. Foi o que nós fizemos. Embarcamos as 13:00h em P Montt chegando 14:45h no Aeroporto em Santiago embarcando as 17:30 para o Rio. Tem que checar se esse promoção também tem de Santiago para P Montt. O taxista que nos levou do hotel El Greco ao aeroporto em P Montt é o Sr. Juan Alarcon que tem um Huinday Elantra novinho. Nos cobrou 50 reais. 35 kms de distancia. Êle faz ponto na frente do supermercado Lider.

    Então Carla espero que as dicas tenham sido boas. Até a proxima se Deus quizer. Abraços

    Jairo e Tania
    Niteroi RJ

  328. Carla Says:

    Ludmila, acho que a sua escolha de cidades está muito bacana – mas não conheço nenhuma dessas cidades próximas a Chillán onde você pensa em se hospedar… Eu escolheria de acordo com a distância, e ficaria o mais próximo possível de Chillán.

    Fabio, a primeira coisa que sugiro a vocês é dar uma boa “varrida” no texto e nos comentários desse post aqui – tem muitas dicas legais ao longo dos comentários! E se vocês quiserem trocar idéias, é só dizer, Ok?

    Jairo e Tania, obrigada pelo feedback e, claro, pelo nome da sorveteria!!! :D Acho super legal quando as pessoas voltam pra dizer se gostaram da viagem e registram suas dicas para os outros pesquisarem… E quer dizer que vocês também são de Niterói? Eu também moro em Niterói, estou apenas temporariamente deslocada para Riverside, Califórnia… ;-)

  329. Marcia Says:

    Carla,boa noite
    Antes de tudo, quero dizer que encontrar seu blog foi um Presente do Cèu.
    Tudo começou qdo vi seus inteligentes comentários no “Viaje na Viagem”, que tb é tudo de bom, ao fazer pesquisas para a viagem que quero fazer, em setembro ou outubro, ao Uruguai, Argentina e Chile.
    Ao ler seus comentários e principalmente seus posts, a impressão que se tem é de que se está viajando também.
    Que suas jornadas sempre sejam coroadas de êxito.
    Um abraço e até breve.
    Marcia

  330. Carla Says:

    Marcia, obrigada pelo elogio! :oops: Olha, é por momentos assim que vale a pena tirar esse tempo que se gasta escrevendo o blog, lendo os comentários, ajudando as pessoas a planejar suas viagens… Obrigada pela visita, venha sempre! E que tal vão os preparativos para a viagem?

  331. Marcia Says:

    Carla
    Os preparativos ainda ainda estão na fase inicial. Não posso planejar nada com muita antecedêcia pois minha “velinha” tem 9.0.
    Uma das minhas dificuldades é que depois de viajar por minha conta, não quero mais saber de excursão nem de pacotes aos quais se fica amarrado.
    Pena é descobrir que gostaria de ser uma”easy rider” aos 57.
    Um abraço, Marcia (RJ)

  332. Carla Says:

    Ah, Marcia, imagina só quanta gente há por aí que nunca experimentou o quanto é bom ser “easy rider” nem aos 57, aos 67, 77… ;-) Viajar por conta própria é muito bom mesmo, né? Eu sempre procurei fugir dos pacotes e excursões, mas às vezes o preço era tão bom que eu acabava indo – e sabe que acabava fugindo de todos os passeios em grupo? Melhor ir logo por conta… :D

  333. Daniela Says:

    Olá Carla!!
    As suas dicas são fantásticas!!
    Queria tirar somente algumas dúvidas com você…
    Estou pretendendo viajar em junho para o Chile com o meu namorado, pelo o que vi aqui uma semana seria ideal para fazer Santiago, Vinã Del Mar, Valparaíso, Isla NEgra e Concha y Toro, correto?
    Até vi o depoimento da Alessandra e achei ideal!
    Só queria algumas dicas de como chegar ao litoral sem alugar carro….
    A respeito da temperatura, vai estar fazendo muito frio?
    Será que valeria a pena nesta época dar um pulinho até Valle Nevado?
    Você teria uma idéia de custo para tudo isso?
    Já encontrei as passagens….quanto ao hotel, vou dar uma olhadinha na sua dica, pelo que vi aqui uns U$100.00 por dia para os dois seria razoável para transportes e refeição, correto?
    Bom é isso….
    Aguardo suas dicas ansiosamente…rs…
    Abraço,
    Daniela

  334. Carla Says:

    Daniela, nas duas vezes em que fui ao litoral, fui de carro alugado… Bom, claro que você pode contratar um passeio numa agência de turismo (o seu hotel saberá providenciar isso) e com certeza há ônibus ligando as cidades – mas infelizmente eu não sei te informar…

    Junho já é bem friozinho no Chile, sim, principalmente para os meus parâmetros cariocas… Em Valle Nevado pode ou não já haver neve, mas já é o início da temporada, então é provável que haja. O melhor, nesse caso, é acompanhar o tempo quando chegar lá e ver se vale a pena ir. O bate-e-volta a partir de Santiago é facílimo, são apenas 60 km de distância.

    Quanto aos custos, faz mais de 2 anos que estive no Chile pela última vez, não tenho mais nada atualizado… Melhor consultar na Internet tudo o que você quiser saber, os resultados serão mais confiáveis. ;-)

  335. Messias Says:

    Carla,

    Parabéns pelo sucesso do teu blog.

    Estou planejando viajar neste inverno para a Argentina e Chile, a partir do dia 27/06 onde pretendo ficar de 25 a 28 dias.

    Pretendo ficar na Argentina (Buenos Aires, arredores e Mendonça) no primeiro período, até dia 10/07. Lá já tenho quase tudo planejado e decidido, incluindo a viagem de ida à Mendonça de carro, para conhecer a região e as vinicolas. O vinho é um dos meus interesses, alem de conhecer os costumes locais e um bom descanso em hoteis rurais, Apesar de já ter um levantamento sobre os hotéis aceitarei de bom grado sugestões de um bom hotel, hotel fazenda ou cabaña na região de Mendonça

    Depois pretendo ir ao Chile. Aí estão minhas dúvidas principais. Ir de Mendonça à Santiago de carro alugado ou retornar á B.A e viajar de avião para o Chile? Gosto muito de viajar de carro, no entanto, estou com receio de atravessar as cordilheiras neste período, já que vou com minha mulher e minha filha de 05 anos.

    Você tem alguma informação quanto à atravessar as cordilheiras de carro nesta época? O carro teria de ser 4×4? Sair de Mendonça ou de Bariloche? Retornar por Bariloche ou por Mendonça ou outra estrada? Qual é o melhor caminho de volta de Santiago para Buenos Aires de carro?

    Depois de Mendonça terei ainda 15 dias disponíveis para ir e voltar do Chile. Em Santiago, onde devo ficar uns 10 dias, pretendo visitar a região de Maipu, próximo de Santiago, e cidade próximas. Desta forma terei 05 dias para viajar (ida e volta) com calma e segurança.

    Tens alguma dica sobre alguma cidade ou local que não devo deixar de ir?

    Algum outro item que não devo esquecer?

    Agradeço deste já as excelentes dicas que você nos dá neste blog.

    Abraços

    Messias

  336. Carla Says:

    Messias, te respondi lá no outro post também, Ok? Colo aqui a resposta:

    Messias, a região de Mendoza eu não conheço, é uma das minhas lacunas nessa região… Mas o que sei, tanto de ler quanto de me contarem, é que no inverno o maior risco é certas passagens da Cordilheira fecharem (os “pasos”, como eles chamam), o que causa engarrafamentos monumentais. Não sei se você precisa de um veículo 4×4, mas correntes para os pneus para o caso de neve nas estradas é um item fundamental.

    Considerando o seu roteiro, no seu lugar eu nem iria de carro até Santiago nem retornaria a Buenos Aires. O que eu faria seria devolver o carro em Mendoza e de lá seguir a Santiago de avião ou de ônibus – são 360 km cruzando os Andes. Claro que de ônibus você corre o mesmo risco de que as estradas fechem, mas a paisagem deve ser inacreditável!

    Quanto às vinícolas, você me pegou em outro ponto fraco… Quando fui pela primeira vez, ainda não se falava em enoturismo no Chile, e da segunda fiquei apenas ali por Santiago mesmo… Na própria cidade de Santiago, você pode visitar a Cousiño Macul e a Undurraga – sou leiga, mas gosto mais dos vinhos da primeira do que dos da segunda…

    Acho que não fui de grande ajuda, né? Mas, por favor, quando você voltar, volte pra contar o que achou e dar as suas dicas, Ok?

  337. Messias Says:

    Carla, você é fera mesmo. Obrigado pela pronta resposta.

    Desculpe-me pois escrevi sobre viagem ao Chile no “post” sobre “pegando a estrada”.

    Quanto à minha viagem, estou me coçando quanto à deixar de ir de carro pois estou certo que seria uma experiência e tanto.

    Sempre viajei sozinho e aceitava qualquerr desafio, mas agora, com criança e mulher a responsabilidade bate forte. Não fosse o inverno iria de carro sem qualquer dúvida, mas a inexperiência em direção na neve me incomoda.

    Por isto, vou me informar mais e decidir quando estiver certo quanto a isto. Ficar parado num engarrafamento em plena cordilheira, num frio que minha mulher odeia tanto vai ser um desastre, risco a que não estou disposto a me submeter.

    Estou repensando e estudando a opção de fazer os longos deslocamentos de avião, e alugar carros nas paradas para fazer os pequenos deslocamentos e não depender das agências.

    A vantagem dos carros em relação aos ônibus são as paradas e as mudanças oportunas, do tipo: gostei daqui, vou ficar.

    Gosto do desafio de procurar, conversar e descobrir.

    Quanto ao vinho concordo contigo: também aprecio mais o Cousiño Macul. Na região pretendo visitar também a vinícola Ventisqueiro, que gosto muito.

    Pode estar certa de que quando voltar ou ainda durante a viagem te darei informações e farei os comentários que couberem.

    Desejo-lhe boas sorte nos estudos e até breve…

    Messias

  338. Carla Says:

    Pois é, Messias, a dificuldade desse trajeto é mesmo por causa do inverno – não vale a pena correr o risco levando a família, né? ;-)

    Eu acho que de Buenos Aires a Mendoza você não deve ter problemas pra ir de carro, não. É uma viagem longa, mas que acomoda algumas paradas – principalmente por causa da pequena, porque as crianças se sentem mais “confinadas” do que os adultos nessas viagens de carro…

    Já entre Mendoza e Santiago, eu sugeri o ônibus porque acho que não haveria essa possibilidade de “gostei, vou ficar”, seria só a travessia mesmo. Em Buenos Aires e Santiago, o carro é mais um estorvo do que uma ajuda, Ok? O trânsito é ruim, o estacionamento um pouco pior e, felizmente, os táxis são mais baratos do que no Brasil.

    A-há, então o meu gosto para vinhos está bom, hein? Sou uma fã incondicional das uvas carmenère – o Chile, para mim, tem o gosto desses vinhos! :D

  339. Messias Says:

    Carla,

    Em se falando de vinho Chileno eu fico com Cabernet Sauvingnon e Carmenere. Já quanto ao Argentino fico com o Malbec.

    Você sabe alguma coisa sobre viagem de “trem” entre Santiago e Mendonça? Alguem escreveu sobre isto mas não foi claro.

    Saudações,

    Messias

  340. Carla Says:

    Não conheço, não, Messias… Mas já ouvi falar muito bem de um passeio de trem pelo Valle del Colchagua, o Tren del Vino…

    Na Argentina eu também fico com um belo Malbec! ;-)

  341. Roberta Says:

    Oi Carla!
    Meu pai viajará para o Chile na semana que vem de motorhome. Ele me pediu pra dar uma olhada nos pontos turísticos a partir de Santiago ao norte. Minha dúvida é, nessa estrada que liga Santiago a Antofagasta tem algum para eles pararem? Hotel, restaurantes?
    Obrigada desde já!

  342. Carla Says:

    Roberta, receio não poder te ajudar… Eu fui de Santiago a Calama de avião, e não conheço absolutamente nada desse caminho… Tente os sites de turismo no Chile, como o do Sernatur ( http://www.sernatur.cl ) e o do Go Chile ( http://www.gochile.cl ).

  343. Thais Says:

    Carla,
    estou com uma viagem marcada para julho para Santiago.
    Pensei em ir até os Lagos Andinos…
    Vc sabe a que distância ficam de Santiago? Será que dá pra ir de ônibus?
    Mais uma dúvida, já que vc sabe de tudo que é bom… :-)
    Estou indo sozinha… esses programas são bacanas para quem vai ser turma? É perigoso?
    Aguardo resposta.
    Abraços,
    Thaís

  344. Carla Says:

    Thaís, os Lagos Andinos ficam a cerca de 1000 km ao sul de Santiago. Dá pra ir de ônibus, sim, têm ônibus noturnos que saem de Santiago para Puerto Montt e dizem que são muito confortáveis – a viagem dura cerca de 10 horas. O Chile não é um país perigoso, não, pode ir tranqüila! ;-)

  345. Thais Says:

    Deixa eu perguntar mais… he he he he…
    E o que vc acha que devo conhecer por perto de Santiago? Pq vou ficar na cidade por 7 dias, passeando e estudando (pela manhã). Gostaria de sugestões de lugares em Santiago pra eu visitar.
    Depois terei 4 dias para passear. Creio que os Lagos Andinos, pela distância, vão ficar de fora dos meus planos….
    O que vc me sugere???

  346. Carla Says:

    Thais, lá em cima no corpo do post tem várias sugestões de passeios por Santiago, que você pode usar para aproveitar os seus momentos livres depois do curso. Nos seus 4 dias de descanso, acho que fica mesmo meio longe pra ir até os Lagos Andinos… Eu escolheria entre uma estação de esqui (como Valle Nevado, por exemplo), a região vinícola do Vale do Colchagua ou, se você quiser ir um pouquinho mais longe, a região de Villarrica e Pucón.

  347. Karen Says:

    Carla, vou com meu marido para o Atacama e fiz algumas cotações no Terrantai, mas só por causa da pensão completa e da inclusão dos passeios a estadia ficou $1400 mais caro, queria saber se vc fechou os passeios lá e se recomenda alguma operadora.
    Obrigada.

  348. Guilherme Says:

    Vou para o Chile na segunda quinzena do mês de julho e gostaria de visitar o norte (atacama) ou o sul do país (região dos lagos). Mas me disseram que no inverno a região dos lagos não é muito legal de se visitar pois está muito frio, os vulcões estão encobertos pelas nuvens e não se pode fazer todos os passeios e atividades. O que vc acha?

  349. márcia Says:

    Oi, Carlas, aqui é a Márcia que enviou lá em cima um pacote e fiquei de retornar para passar os detalhes de todos os dias. A agência me passou o que segue. Se puder, veja o que eu poderei fazer nestas cidades ou que passeios vale à pena, inclusive em Santiago, será que vale eu ir nos dias disponíveis em Santiago ao Valle Nevado……, e Peulla é interessante e Porto Varas tem passeios tambèm interessantes….. onde neste pacote é melhor para Esquiar……. Acho que visitar o Museu de Neruda – em Isla Negra -foi por água a baixo……. vou ter que me contentar com o de Santiago né…….. Abraços e obrigada…….. Quem tiver visitando o blog e puder dar outras dicas eu agradeço tb………..

    *4 noites em Santiago com café da manhã

    *3 noites em Puerto Varas com café da manhã

    *Traslado de chegada e de saída em Santiago

    e Puerto Varas

    *Viagem aérea para Santiago/Puerto Varas/Santiago,

    *Meio dia de visita à cidade de Santiago

    *Meio dia de visita à Puerto Montt

    *Visitas de dia inteiro a Frutillat, Peulla ou Ancud

    1º dia – Brasil – Santiago do Chile

    Comparecimento ao aeroporto e embarque com destino a Santiago. Chegada, recepção e traslado ao hotel para hospedagem em regime de café da manhã.

    2º dia – Santiago

    Pela manhã visita a cidade em tour regular: a antiga Escola Militar, Parque O’Higgins, Cerro San Cristobal, Cerro Santa Lucia, etc. Tarde livre.

    3º dia – Santiago

    Neste dia faremos uma visita de dia inteiro às cidades de Valparaíso e Viña del Mar, onde conheceremos o velho e o novo Valparaíso, as instalações portuárias, o Cassino Municipal de Viña e suas praias. Almoço por conta dos passageiros.

    4º dia – Santiago – Puerto Varas

    Pela manhã traslado ao aeroporto para embarque com destino a Puerto Varas. Chegada e traslado ao hotel. Hospedagem em regime de café da manhã.

    À tarde visita as cidades de Puerto Montt e Puerto Varas: Avenida Costanera, a primeira locomotiva (1906), monumento à colonização alemã, Praça do Indio com seu monumento alegórico, Igreja-Catedral, Monte Calvário, Cerro Philippi, etc.

    5º dia – Puerto Varas

    Durante este dia faremos uma visita, em tour regular, a cidade de Frutillar, fundada em 1856 como porto de embarque para os colonos, de bela arquitetura, com suas casas em estilo alemão e seus lindos jardins. Retorno a Puerto Varas.

    Nota importante: as visitas a Frutillar em tours regulares operam às terças, quintas e sábados. Existe a possibilidade de operação diária em tour privativo. Favor consultar suplemento.

    6º dia – Puerto Varas

    Até 15 de abril – Visita a Peulla em tour regular atravessando o Lago de Todos os Santos, também conhecido como Lago Esmeralda pela cor de suas águas.

    Notas importantes:

    1) Visita a Peulla e tour regular, não opera aos domingos. Existe a possibilidade de efetuar o passeio em tour privativo. Favor consultar o suplemento.

    2) A partir de 16 de abril – Visita em tour regular a Ancud: esta visita só opera as segundas, quartas e sextas-feiras. Existe a possibilidade de efetuar o passeio em tour privativo. Favor consultar suplemento.

    7º dia – Puerto Varas – Santiago

    Tempo livre até a hora do traslado ao aeroporto para embarcar de regresso a Santiago. Chegada, recepção e traslado ao hotel.

    8º dia – Santiago

    Café da manhã e traslado ao aeroporto para embarque com destino ao Brasil. Fim dos nossos serviços.

  350. Miguel Says:

    Estou indo para Santiago na segunda semana de julho/2008, fechei um pacote de 8 dias e 7 noites (aéreo+hotel), gostaria que alguém pudesse ajudar-me a fazer um roteiro, sendo que não pode faltar Ski. Fico no aguardo de notícias, obrigado, Miguel.

  351. Carla Says:

    Karen, conforme eu expliquei no texto do post, o meu pacote para o Atacama já incluía todos os passeios, então eu não contratei nenhuma operadora lá, não… Em que moeda você me deu o preço desse pacote? São 1400 dólares a mais por refeições e passeios?!? Tudo bem, o Terrantai é mesmo um hotel caríssimo, mas acho que você deve pesquisar melhor…

    Guilherme, eu fui aos Lagos no finzinho do inverno, em setembro, e não tive problema nenhum, a não ser dias de paisagem nublada mesmo. Mas o que te disseram sobre o frio atrapalhar as atividades faz bastante sentido – basta ver que o Cruce de Lagos só é feito em 2 dias nessa época.

    Márcia, o roteirinho está legal. Quanto a valer a pena ou não ir a Valle Nevado, isso só você vai poder decidir – lá, de preferência. Veja se já tem neve, se você acha que vale a pena passar mais um dia fora de Santiago… Muita gente vai a Santiago e acaba não conhecendo a cidade, de tanto que vai e volta a um monte de lugares nas redondezas. Mas essa decisão depende do que cada pessoa tem vontade de conhecer e experimentar, né? Sobre os seus passeios de dia inteiro, não conheço Ancud. Frutillar se vê em uma manhã ou uma tarde. Peulla vale pelo caminho (é metade do Cruce de Lagos), que é muito bonito.

    Miguel, se você tem 7 noites em Santiago, a sua estação de esqui é Valle Nevado, a apenas 60 km.

    Pessoal, há várias sugestões sobre o que fazer em Santiago e arredores tanto no corpo do post quanto nos comentários, Ok? Qualquer dúvida, é só dizer! ;-)

  352. Luis C Says:

    Carla,

    Pesquisei em seu blog e achei muito interessante, com riqueza de detalhes e informações. Tenho 13 ou 14 dias em agosto e gostaria de saber sua opinião. Pretendo fazer o seguinte:

    Santiago: 5 dias inteiros , sendo:
    Cocha Y Toro: 1 manhã
    Valle Nevado: 1 dia
    Valparaíso e Vina de Mar: 1 dia
    Santiago: o restante dos 5 dias (+- 2,5 dias)
    Santiago-Puerto Montt : aéreo
    Puerto Varas: 3 dias inteiros (1 dia indo a Peulla+Petrohue, 1 dia (manhã a Frutillar e tarde ??? ), 1 dia ao Vulcão Osorno com esqui)

    Terei ainda 5 dias para completar e não sei ainda o que fazer.

    O que acha de Pucon / Villarica ?? Ou ainda Torres del Paine?

    Outra dúvida: o Cruce de lagos comparativamente vale MUITO mais que a pena que a visita somente a Peulla? Pois acho que não terei tempo para o Cruce, somente para Peulla.

    Grato, LC

  353. Carla Says:

    Luís, que roteiro bom!!!

    Pensando nos seus 5 dias livres, de imediato me ocorre o Atacama, que é uma experiência radicalmente diferente do sul do Chile… O seu roteiro acabaria ficando parecido com o que eu fiz… Torres del Paine também é uma opção bem bacana – esse eu não conheço, mas está nos planos… Por outro lado, Villarrica e Pucón ficam bem no meio do caminho entre Santiago e Puerto Montt e, se você vai fazer esse trecho de avião, não sei se seria proveitoso voltar tanto…

    Sobre ir apenas até Peulla ou seguir até Bariloche, eu acho que em termos de paisagens não faz diferença, não. Seguir até Bariloche é interessante para quem vai ficar pela Argentina depois; para quem vai voltar ao Chile não vejo muito sentido…

    Não se preocupe com a sua tarde livre em Puerto Varas – ela vai ser necessária pra você poder pelo menos dar uma volta na cidade, já que o resto do seu tempo vai estar ocupado com passeios fora dali. E, acredite, a cidade é uma graça, talvez você acabe achando que essa tarde vai ser pouco! ;-)

  354. Martinha Says:

    Oi Carla!

    O preço de $440,00 por pessoa é só pela hospedagem e passeios no Atacama, sem a parte aérea. Pelo que me lembro, o seu pacote incluia tb a parte aérea, não é isso? De qualquer forma, terei de comprar a parte aérea lá em Santiago, porque a cotação aqui do Brasil, sai cerca de $660,oo por pessoa, um absurdo de caro!
    Até.

  355. Carla Says:

    É verdade, Martinha, o meu pacote incluía a parte aérea, mas há quase 8 anos – os preços subiram mesmo…

    Você já tentou comprar a sua passagem via Internet diretamente com a Lan Chile ou por meio de um site como o Go Chile? Não experimentei fazer isso especificamente para o Chile, porque naquela época ainda não se usava tanto a Internet para essas coisas como hoje em dia – mas ano passado comprei meu vôo doméstico no Peru assim…

  356. andreia Says:

    Carla: adorei seu blog, mutas dicas legais, fui em 2006 para santago e conheci vina, valparaiso, portllo, vale nevado e as viniculas concha y toro e sta rita( esta ultima recomendo e muito)

    Este ano volto para fazer uma super rota do vinho…. pretendo visitar uns 30 vinicolas, dsde as bansbans até as pequeninas…. achei legal suas informações e serão uteis

    a sim, vou sair de santiago via mendonza e depois desta até buenos aires…. se vc souber algo sobre esta rota por favor me diga….

    valeu!!! parabéns!!!!

  357. NAIRA AMORELLI Says:

    Oi Carla. Menina, amei o seu blog. É tudo de bom hein menina!!
    Trabalho na área de turismo e amo minha profissão. Sou agente de viagens e te falo com propriedade que vc arrasa!!
    Então minha linda, sucesso!!
    Em breve voltarei buscando dicas.
    Super beijo.

  358. Luis C Says:

    Carla,

    Muito obrigado pela pronta resposta. Foi tão mais rápida do que eu esperava que somente a vi hoje.

    Você foi bastante precisa e prática. Estou analisando as alternativas que você colocou e posteriormente lhe informo o decidido ou retorno com novas questões.

    Abraço,

    Luis C

  359. Carla Says:

    Naira, obrigada!!! Eu nem trabalho com turismo, sabe, viajar é só mesmo uma paixão… ;-)

    Luis, depois venha me contar o que decidiu! E, se você escolher Torres del Paine, não deixe de me passar as dicas depois… :D

  360. Antonio Carlos Says:

    Carla, parabéns pelo blog. Vou ao Chile em julho, terminando a viagem em Buenos Aires, passando por Bariloche. Você conhece algum lugar especial para comprar roupas de inverno em Santiago? É possível fazer o passeio a Valle Nevado por contra própria? O que poderia ser feito na visita a essa estação? Em alguma cidade de Argentina/Chile á aceita nossa moeda?
    Obrigado

  361. Carla Says:

    Antonio Carlos, eu não sei muito sobre estações de esqui, não – essa não é muito “a minha praia”… Mas sei que você pode, sim, ir até Valle Nevado por conta própria, em carro alugado – só não sei se é muito recomendado, porque a estrada é perigosa e nós, brasileiros, normalmente não temos experiência de dirigir na neve… Quanto à moeda, você consegue trocar reais por pesos no Banco de la Nación do Aeroporto de Ezeiza a uma ótima cotação; nas casas de câmbio e no comércio em geral não é um bom negócio. No Chile acho melhor conferir se a sua conta bancária brasileira te dá direito a sacar nos caixas automáticos em moeda local, ou levar alguns dólares, caso você já tenha em casa. Não costuma ser bom negócio comprar dólares para levar, porque sempre se perde ao fazer câmbio duas vezes.

  362. Maria Angélica Says:

    Oi Carla, boa noite!

    Estou adorando suas dicas e comentários, tem ajudado muita gente a estruturar, e aproveito para pedir algumas dicas, ja que estou me preparando com mais 3 amigas para irmos até Santiago, P. Varas, fazer a travessia dos lagos, Bariloche e BsAs.
    O que fica mais barato:
    -fazer um pacote que inclui passagem aérea, translado e hoteis ou comprar uma passagem com destino a Santiago e ir com a cara e coragem?
    – ficar em hotel ou alugar um apartamento em BsAs?
    – em santiago também tem esse lance igual da BytArgentina?
    – pretendemos ir em setembro, nesta época é mais barato?
    – 15 dias fica muito apertado?
    – gostaríamos tambem de irmos a Colonia, um dia é suficiente?
    Com base no seu conhecimento e nesse questionamento nos mande algumas dicas. Parabéns pelo serviço prestado com tanta gentileza.
    Aguardo anciosa as suas dicas, um abraço, Mª Angélica

  363. Bárbara Says:

    Olá Carla,

    Estamos planejando nossa Lua de Mel para o Chile e estamos encantados com as suas dicas, sabe como é vida de recém casado, a grana é meio curta!! Com base em suas experiências qual é a base de gastos entre hospedagem e passeios. As passagens estamos pegando por milhas.
    Um abraço, Bárbara

  364. Gabriel Says:

    Olá Carla!

    Gostaria de saber quanto custou o seu pacote para o Atacama parttindo de Santiago. Gostei da idéia mas estou preocupado com o preço…

    Abrçs,

    Gabriel

  365. Michely Says:

    Oi! Queria muito a tua opinião. O que vc acha de Vina del Mar e Val Paraíso em agosto. Estarei no chile de 18 a 22 de agosto

    18/08 chegada às 21h
    19/08 City Tour cidade
    20/08 Valle Nevado
    21/08
    22/08 Retorno pela manhã.
    Nossa dúvida é quanto o dia 21/08. O que vc acha mais válido Concha Y Toro e outro passeio a tarde ou cancela concha Y Toro e faz Vina del mar e Val Paraíso. Ou será que dá para no dia 19/08 fazer city tour e ainda conhecer a vinícula…

    te aguardo.

  366. Flor Says:

    Olá, Carla, tudo de bom issso aqui. Estou indo a Santiago em agosto. Queria esquiar – um dia – em Santiago mesmo. Achei os preços caros da agência. Me cobraram em um dia por volta de 700, reais. Só o transfer para lá. É caro assim. Será que tens idéia de preço???? Se alguém do blog tiver valores recentes por favor me digam!!!!! Grata. Flor.

  367. Antonio Carlos Says:

    Carla, em julho estarei fazendo o passeio para os lagos andinos. Segundo informação que obtive a empresa responsável pela travessia deixou de operar por problemas financeiros. Eles estão fazendo uma licitação para escolher outra empresa. Nesse caso, o passeio será feito todo através de ônibus. Vale a pena mesmo assim?

    Obrigado

  368. Carla Says:

    Pessoal, desculpem a ausência, mas estou viajando e com alguma dificuldade de conexão… A princípio, a resposta para a maior parte das perguntas já está respondida aqui mesmo no blog – seja no texto ou nos comentários desse post ou nas categorias listadas nas colunas à direita. Assim que eu voltar e tiver uma conexão decente, respondo a todos com calma, Ok?

    Antonio Carlos, se fosse comigo eu adiaria essa viagem para quando uma outra empresa já estiver operando o Cruce de Lagos… Boa parte do charme da travessia está em cruzar os lagos – as paisagens são belíssimas, não sei se você teria o mesmo proveito fazendo todo o caminho pelas estradas…

  369. katia Says:

    Carla, estamos pensando em viajar em 26/12/2007 e passar o reveillon no Chile , 2 casais e 6 adolescentes … o que voce me indicaria de interessante ??? poderemos ficar 15 dias viajando …. Queremos algo que interesse aos meninos …
    obrigado

  370. Antonio Carlos Says:

    Carla. em Santiago vou ficar no Hotel providêmcia que fica no bairro do mesmo nome. Você conhece esse hotel?

  371. Mônica Vasconcelos Says:

    Carla, eu e meu marido estamos de passagem marcada para Santiago dia 28/julho, o plano é ficar e descer 2/agosto p/ Região dos Lagos. Minha preocupação é que, sendo o auge do inverno, a chuva possa atrapalhar nosso passeio, já que o frio é o que nos atrai. Como você conhece o passeio, gostaria de saber se vale à pena manter o passeio em agosto ou se devemos mudar para setembro (talvez segunda quinzena). Aguardo retorno. Abraço, Monica

  372. Maria Ap. Tacelli Borges Says:

    Eu e meu marido já viajamos Argentina e Chile por dois anos seguidos de carro, conhecemos todo esse roteiro, do Atacama até Porto Montt, de Bariloche a Pumamarca, com direito a visitar tudo , agora nesse ano, no final estamos planejando ir a Ushuaia, Punta Arenas , Puerto Natales só que agora estou indo com um trailer para não ter preocupações com hospedagem, gostamos de aventuras, isso me fascina, e digo, nós não tivemos nenhum problema com as estradas pois todas são muito boas.
    Esse é o terceiro ano que vamos, mas sempre fazemos roteiros diferentes.
    No primeiro ano fizemos 10.000kl. em 30 dias, no segundo ano foram 13.500kl em 33 dias, foi fantástico, detalhe eu tenho 65 anos e meu marido 72, e ainda estamos sonhando com muitas outras.

  373. Carla Says:

    Pessoal, desculpem o atraso nas respostas, estou sem conexão em casa… :(

    Mas não pude deixar de tirar um minutinho de atenção do trabalho pra dizer à Maria que são modelos como ela e o marido que eu sigo… É assim que quero estar aos 65, menina, com o pé na estrada!!! :D

  374. clara Says:

    olá
    viajarei para santiago 21 de agosto, ainda pegarei neve?
    E quanto aos agasalhos para viña del mar e val paraiso
    tem q ser muito?Ficarei apenas 4 dias sendo 1 no vale nevado
    obrigada

  375. Carla Says:

    Clara, é provável que você ainda pegue neve, sim. Mas lembre que isso deve acontecer em Valle Nevado, porque não costuma nevar em Santiago ou no litoral. Vá para o litoral bem agasalhada, sim, e protegida contra o vento. O vento que sopra do Pacífico é geladíssimo!

  376. Martinha Says:

    Oi Carla!
    Sobre os preços das passagens aéreas para o Atacama, uma amiga me passou o site visitchile.cl. Nesse site, consegui o preço para Santiago/Calama/Santiago de avião por U$$284. Já está bem razoável, né? Só que fico com medo de comprar pela internet… O que vc acha? Vou dar uma olhadinha no go chile tb. Valeu.

  377. Martinha Says:

    Oi Carla!
    Pesquisei no go chile. A passagem ficou U$$ 424 por pessoa. Muito cara!
    Abraçao!

  378. Carla Says:

    Martinha, você perguntou pra pessoa errada… ou pra mais certa de todas! Olha, eu sempre faço todos os meus arranjos de viagem via Internet, e nunca tive problema nenhum. Aliás, fiz os preparativos para a minha primeira viagem ao Chile, em 2000, via Internet, quando isso nem era muito comum. Agora, claro, você precisa ter certos cuidados, como não enviar número de cartão de crédito por email (só por sites seguros, aqueles que têm o cadeado na barra inferior). De resto, não vejo motivo para preocupação. Eu não perderia essa oferta de US$ 284 por nada nesse mundo… ;-)

  379. Alice Says:

    Estou programando uma viagem para o Chile e Argentina e já vi que tem várias dicas excelentes por aqui!

    Serão 18 dias no final de julho, do Atacama até a região dos Lagos com 4 dias de snowboard no meio.

    Queria saber qual a estação de esqui que vcs recomendam (ouvi dizer que na Argentina são mais baratas) pelo preço e pelo local em si, pra fugir um pouco do tumulto das estações mais badaladas, mas sem perder uma bela vista.

    Outra coisa: Alguém já fez a viagem do “Tren de Las Nubes” em Salta na Argentina? A princípio eu iria do Atacama a Salta pra fazer esse passeio mas estou insegura se vale a pena… Pensei também em um dia no Salar de Uyuni na Bolívia… são dos programas relativamente perto do Deserto do Atacama que eu queria aproveitar que estou por lá…

    Espero que possam me ajudar! Agradeço desde já

  380. Carla Says:

    Alice, não sei se vou poder ajudar muito… Recomendo que você procure saber, via Internet mesmo, talvez com agências de San Pedro de Atacama, se é fácil ir de lá para Uyuni. Apesar de que, estando no Atacama, você vai visitar o Salar de Atacama – não sei se seria um passeio tão diferente ou se você veria mais do mesmo…

    Quanto a estações de esqui, aí mesmo é que eu sou um zero à esquerda… Mas já ouvi ótimas recomendações sobre Termas de Chillán, nesses quesitos de ser bacana mas não muito badalada…

  381. suele teixeira Says:

    eu gostaria de saber a quantidade de roupa ideal para levar.exagero na quantidade.obg e valeu pelo comentario.

  382. Romulo Says:

    Olá Carla, parabéns pelo brilhante blog, acho que deveria ser parada obrigatória a todos que viajassem ao Chile, pois há inúmeras informações aqui que podem ajudar e muito. deveria escrever um livro ;)!

    gostaria da sua ajuda.

    pretendo viajar pro chile.

    meu pacote é o seguinte.

    17/01 – chegada a santiago as 15h
    18/01 – pretendo fechar city tour com CVC, cobra 80 R$ por casal
    19/01 – vina del mar e valparaiso – 140 R$ casal
    20/01- livre
    21/01 – livre
    22/01 – livre até as 15h 30 hora que pego voo para buenos aires.

    o que achas do preço cobrado pela agencia, tem alguma dica de agencia local que cobraria menos? qual a sugestão sua para os dois dias que tenho livre. a agencia quer cobrar 210 doláres por pessoa para visitar concha y toro, está muito caro não?

    agradeço muito se responder

  383. Carla Says:

    Romulo, você está fechando os passeios em separado com a CVC ou a sua viagem toda é um pacote deles?

    Acho que o preço cobrado pelo city-tour está bastante razoável – calculando por alto seria US$ 20 por pessoa, é justo. Para Viña e Valparaiso também está justo. Talvez saísse mais barato alugar um carro e ir por conta própria, mas aí vocês teriam que decidir se querem se aventurar… Não se preocupe com os dias livres, você vai querer voltar a vários lugares que viu no city-tour com mais calma. E vai ver mil e uma sugestões aqui no texto e na caixa de comentários também… ;-)

    Quanto à Concha y Toro, achei caríssimo!!! Me lembro que paguei US$ 40 pelo tour com transporte há 2 anos, mas não tenho o contato da agência. Minha sugestão é que você deixe para ver esse tour lá, e peça indicações na recepção do seu hotel.

    Por outro lado, só pra você ter idéia, a Concha y Toro cobra menos de US$ 10 pelo ingresso, o que encarece é o transporte. Quando eu fui, a linha de metrô que levaria até lá já estava sendo construída, talvez agora já esteja completa. Eu entraria em contato com a própria Concha y Toro, pelo site, e pediria sugestões…

  384. Romulo Says:

    Carla agradeço muito por responder

    vou fechar so a parte terrestre com a CVC, hoteis e alguns passeios.

    mas tou pesquisando umas agências locais (Chile FUN TRAVEL) e alguns passeios está bem mais em conta. Concha y toro vou fazer por conta própria.

    vc visitou o vale nevado, farellones e o Colorado? vale a pena?

    conhece o Hotel Principado?

  385. Bia Says:

    estou indo para Concepcion Chile apresentar um trabalho em congresso
    alguem pode me dar algumas dicas?
    Pousada de baixo custo? (procurei por albergue e não ache na cidade!)
    quanto vou gastar por dia para me alimentar?

  386. Jorge Says:

    Carla, td bem?
    Vc comprou o pacote para Atacama em Santiago , gostaria de saber o nome da agencia e se tem algum site pra comprar via internet. To indo no final de agosto e queria comprar so a parte terrestre pois tenho uma passagem da TAM trocada por milhas e comprei de Santiago a Calama pela internet na Lan Chile por US$270. Tenho visto en algumas agencias chilenas (VisitChile,RutaChile,First Premium) pacotes prontos, mas escolher entre um hotel ou pousada ta dificil. A maioria indica hotel San Pedro, Kimal, Pai Tomas,Terrantai ou Altiplanico. Claro que os precos sao diferentes mas realmente vale a pena pagar um pouco mais caro tendo em conta que e no deserto, afinal todos os dias e o dia inteiro andando pra la e pra ca, cansa. Quando voltamos ao hotel so queremos cair na cama.E o hotel estar fora da cidade ajuda ou atrapalha? Tenho a impressao que alguns hoteis ficam meio longe da cidade , isso e ruim? A minha duvida esta em onde ficar, vc tem alguma dica? Estou entre o hotel Kimal e o Altiplanico. Vc conheceu? Vc gostou de onde vc ficou? Vc ficou no Pai Tomas. Tb estou preocupado pois se alguns lugares chegam a 4.000m pode ser que eu passe mal, pois ja tive uma experiencia ruim em Cuzco. Tem algum remedio por la ou e melhor levar daqui?Ou sera que como ja estou a 2500m em San pedro nao seja tao ruim assim. Claro que isso depende muito de cada organismo mas nao custa perguntar.
    Gracias
    Jorge

  387. Celso Rodrigues Says:

    Carla, parabéns por esse guia virtual, pode ter certeza que é muito útil aos marinheiros de primeira viagem.
    Estarei chegando em Santiago dia 28/06 às 11:55 da manhã, irei acompanhado de minha esposa e nossa filha de 05 anos. Nosso retorno está marcado para o dia 04/07 às 13:00. Serão 7 dias mas descontando chegada e partida serão 6. Ficaremos hospedados no Hotel TorreMayor, primeiramente gostaria de saber se vc tem alguma referência desse hotel. A priori nosso unico passeio já marcado é um Fully Day em Valle Nevado dia 01/07. Vc poderia me indicar outros passeios, pretendemos conhecer a Vinicola Concha y Toro. Gostariamos tambem de dicas de bons restaurantes e se vc saberia dizer quanto gastariamos por dia sem incluir o dia em Valle nevado. Outra coisa, onde realizar o cambio de dólares.
    Desculpe pela enxurrada de perguntas mas não como disse, sou marinheiro de primeira viagem. Obrigado

  388. Carla Says:

    Rômulo, visitei Valle Nevado faz tempo; as outras, não. Não sou muito fã de estações de esqui… Que bom que você encontrou preços melhores – a Internet é uma super ferramenta para isso! Sobre o Hotel Principado, não conheço… Onde fica localizado? Sempre recomendo hospedagem na Providencia, é o bairro mais bem localizado de Santiago, na minha opinião.

    Bia, não conheço Concepción, mas o que posso te adiantar é que qualquer cidade de menor porte é mais barata do que Santiago. Dá uma olhadinha nos comentários desse post que você vai ter uma idéia. Sobre hotéis, as recomendações do Guia Lonely Planet costumam ser as opções mais em conta, Ok? Você também pode procurar online em sites como o Go Chile.

    Jorge, como expliquei no texto do post, eu comprei o meu pacote na AFTour, uma agência de Santiago. Não encontrei um site deles, mas dei o link com o endereço e telefone – é só voltar lá no texto. Eu amei o Hotel Casa de Don Tomas, e acho que estar localizado na cidade ajuda bastante. Os passeios duram o dia todo e, se o hotel não tiver pensão completa (como o meu não tinha, eu nunca escolho essa opção se puder evitar), é legal estar a poucos minutos de caminhada da rua principal de San Pedro, escolher um restaurante, curtir a happy hour… O Terrantai fica meio distante, se não me engano. O Altiplánico não conheci, mas passei na frente do Kimal e me pareceu simpático. Eu recomendaria o Don Tomás sem pestanejar – as instalações são bem legais e o serviço é excelente. Quanto à altitude, só o passeio do Tatio fica a mais de 4.000 m, e é só um dia – acho que não dá pra sentir os efeitos da altitude, não, principalmente considerando que você vai e volta de ônibus, e lá não faz nenhum esforço, nem caminhada nem nada. Mas prepare-se pro frio, que é cruel…

    Celso, o Hotel Torremayor era a minha primeira opção de hospedagem na última vez em que fui a Santiago. Infelizmente eles não tinham vaga para as minhas datas e acabei ficando no Diego de Velásquez, que também me agradou bastante. A localização é excelente, bem no coração da Providencia. Dá uma olhadinha nos comentários desse post para pegar as dicas de restaurantes, há várias ótimas espalhadas por aqui. Sobre os gastos, não sou mais uma fonte segura, não. Já faz quase 2 anos e meio que estive em Santiago e nesse meio tempo os preços mudam muito… Na época eu achei os restaurantes um pouquinho mais caros do que no Rio, talvez essa referência ainda seja válida… Para o câmbio, em frente ao Hotel Diego de Velásquez tem um shoppingzinho onde há uma casa de câmbio. Mais adiante, na Avenida Providencia, próximo à estação do metrô Los Leones, há uma agência do HSBC que também faz câmbio. Sobre os passeios, o litoral deve estar meio vazio por ser inverno, mas eu não deixaria de ir, e iria também à Isla Negra ver o Museo Pablo Neruda. Você vai encontrar ótimas sugestões tanto no texto do post quanto na caixa de comentários!

  389. Romulo Says:

    Obrigado novamente.

    o principado fica em providencia….

    uma dúvida sobre cambio Carla, aceitam dolar normalmente, troco real em peso? ou dolar em peso?

    agradeço

  390. Carla Says:

    Romulo, se você já tiver os dólares, leve-os e troque por pesos lá. Se você for comprar dólares, acho que não vale a pena, porque você faria câmbio duas vezes – de real para dólar e de dólar para peso. É melhor verificar com o seu banco se o cartão da sua conta permite sacar lá em pesos diretamente no caixa automático (quase todo banco dá essa opção). O real não é bem aceito lá, não, e mesmo as casas que fazem câmbio têm uma cotação péssima para nós…

  391. Ivana Says:

    Olá Carla. Que maravilha suas informações! Viajo para o Chile no mês que vem para passar 12 dias. Meu trajeto (montado por uma agencia) começa em Santiago (5 dias – Hotel Diego de Velazques), depois para Puerto Varas (01 dia – Hotel Colono Express), para Peulla (01 dia – Hotel Peulla), pelos lagos para Bariloche (3 dias – Hotel Aconcagua) e por fim para BsAs (único local em que já estive antes. 1 dia – Aspen Suítes). Que vc achou? Em uma outra opção, a agencia tirou Puella e colocou Vina del Mar… Gostaria de saber se vc acha que há algum lugar mais interessante que poderia ser acrescentado ou substituido, tipo um lugar imperdível. Ah, vamos eu e meu marido e estamos bem empolgados com esta experiência! Adoraria sua opinião! Beijos!

  392. Ivana Says:

    Ops, a viagem é em agosto, não no “mês que vem” (Julho)… É a vontade de ir que já não me cabe mais… A propósito, Carla, que levar para oo frio? Muito rigoroso? Sou adépta do “quanto menos, melhor”…

  393. Carla Says:

    Ivana, se você tiver a opção de fazer o Cruce de Lagos em apenas 1 dia, eu tiraria esse pernoite em Peulla, sim. Mas verifique direitinho, porque não sei se essa opção é oferecida no inverno…

    De qualquer forma, me parece que apenas 1 dia em Puerto Varas é muito pouco. A cidade é uma gracinha, e é uma boa base para ir também a Puerto Montt e Frutillar – mas com apenas 1 dia não dá tempo… Eu trocaria até 1 dia de Santiago (ou de Bariloche!) por mais 1 em Puerto Varas.

    Quanto às roupas, é frio, sim, e muito! Prepare-se!!! Mas não precisa levar montanhas de roupas – o importante é ter um bom casaco, adequado para frio de verdade, e usar uma camiseta de mangas compridas e um suéter de lã. Se você tiver roupa térmica, é excelente! E não se esqueça do gorro, cachecol e luvas.

  394. Ivana Says:

    Carla, muitíssimo obrigada! Sua sugestão já está acatada! Adorei! Beijos!

  395. Carla Says:

    Ivana, depois vem contar como foi a viagem, Ok? Estou morrendo de vontade de fazer os Lagos Andinos de novo, talvez no ano que vem… ;-)

  396. Antonio Carlos Says:

    Ivona, complementando a informação da Carla, não esquecer, ainda, uma calça de lã, uma calça térmica, meias de lã e tênis/bota impermeável. Será que esse vestuário de inverno é mais barato em Santiago? Alguém saberia informar?

  397. claudia Says:

    Olá Carla,
    como vai? Gostaria por favor que me desse umas grandes dicas para marinheiro de primeira viagem.
    Vou ao chile em agosto 2008 no dia 21 ao dia 25 é pouco tempo mas nunca peguei inverno rigoroso.
    Não sei o que levar para o dia talvez jeans,tenis e jaqueta de couro ou moleton e para noite? o que sugere? Já que jeans é fino e não quero gastar muito com peças caras. Onde moro (Minas Gerais) é quente.
    Será que meias termicas e blusas termicas funcionan? Essas de usar por baixo? Lá no chile é mais barato roupa de inverno? Deixo para comprar lá? Qual loja? O que comprar já que não tenho nen um casaco grosso que aguente neve?

  398. Alice Says:

    Carla,

    Já te escrevi antes a respeito dos meus planos de viajar pro Chile e Argentina por 18 dias agora em julho… mas sente o drama:

    A idéia era ter uma programação mais livre do tipo “gostou ficou”, mas eu comecei a ficar muito preocupada com a proximidade da viagem (16 de julho) sem ter nada (!) marcado, em plena alta temporada. Muita loucura? Tá muito em cima pra começar a ver?

    A única coisa que está certa é a passagem de ida e volta Rio – Santiago – Rio.

    Devorei essa página para definir meu roteiro e tirar possíveis dúvidas…

    Queremos visitar: Atacama(?), Santiago (de leve), Chillan (para esquiar) , Pucon/Villarica (passeio no vulcão), Puerto Varas/Puerto Montt (passeio nos lagos), Bariloche/San Martin (esquiar mais um pouco)

    Inicialmente pensamos em dormir a 1ª noite em Santiago e no dia segunte ir de avião até Calama e passar 3 noites / 4 dias no deserto. A gente pretende fechar o pacote em Santiago. O que vc acha do Atacama em julho? Será que dá pra aguentar? Ouvi dizer que pode chegar a -30º C nos geiseres. Inimaginável!!!?!!!! Vou pesquisar mais e qq coisa mudo de planos deixando pra ir em outra época. Por isso queria a sua opinião.

    Depois do Atacama (se a gente for) a gente ficaria 2 dias em Santiago, antes de seguir pra Chillan. Queria esquiar 2 ou 3 dias em Termas de Chillan mas vi ai em cima que as estaçoes só fecham pacotes de 1 semana! :( Vou ter que pesquisar melhor.

    De Chillan vamos para Villarica/Pucon para fazer passeio até a boca do vulcão Villarica.

    No dia seguinte seguimos para Puerto Varas/ Puerto Montt para fazer o passeio nos lagos até Bariloche. Vi algum comentário acima que talvez o passeio não possa ser feito de barco. Fiquei chocada! Outra coisa pra confirmar! URGENTE! Se for o caso eu nem desço até lá…

    Pretendo ficar uns 3 dias na região de Bariloche antes de voltar pra Santiago.

    Ainda não decidi como ir de Bariloche até Santiago. Não sei se vale a pena, e se tem como de Bariloche subir até Mendoza para depois atravessar para Santiago. Alguma outra idéia sem ser avião? Alguma outra travessia Argentina/Chile interessante? Lembrando que depois de Bariloche eu não vou pra BsAs. Será que é melhor deixar Bariloche de lado ? :(

    Btw, também sou Niteroiense!

    Muito obrigada!!!!!!!!!!!!!

  399. Carla Says:

    Cláudia, a roupa térmica funciona maravilhosamente, mas acho que é um investimento meio alto para quem vai ficar apenas 4 dias. Um bom substituto é comprar uma calça de lã, tipo ceroula, pra usar por baixo do jeans, e um suéter para vestir sobre uma camiseta de malha de mangas compridas. Quanto ao casaco,acho que jaqueta de couro ou moletom não vão dar conta do recado, não… Será que você não consegue um bom casaco emprestado? ;-) Não sei te dizer se seria mais barato comprar lá – o Chile não costuma ser mais barato do que o Brasil, não… (Talvez se você estivesse indo na época das liquidações de inverno valesse, mas em agosto acho arriscado… ) Sobre a neve, você só vai precisar de casaco próprio se for a uma estação de esqui – e aí você pode alugar na estação mesmo.

  400. Thales Says:

    Boa Noite,
    Carla, se vc puder me ajudar, tenho 5 dias apenas, gostaria de visitar alguns lugares no Chile não tenho nem ideia por onde começar, em primeiro lugar gostaria de fazer algumas compras, onde devo ir? gostaria de ver neve? a quem devo procurar? o que mais vc recomendaria?
    restaurantes hoteis thermas etc.. preciso levar muitas roupas de frio?

    agradeço atenção

  401. Carla Says:

    Alice, eu acho que qualquer viagem feita sem planejamento E reservas é loucura… Está meio em cima pra planejar, sim, mas é melhor planejar agora do que correr o risco de chegar lá e não conseguir fazer nada do que você queria… Viagem sem reservas é pra quem vai na baixa temporada e com tempo sobrando – fora dessa situação, é procurar aborrecimento…

    Seu primeiro passo deve ser decidir onde você quer ir. Eu fui ao Atacama em setembro e peguei – 10 graus no Tatio. Quase tive um treco!!! Mas procure saber se essa história de – 30 é real mesmo… Entra em contato com alguma agência de Santiago pra reservar o seu passeio – se você deixar pra ver lá corre o risco de não conseguir ir!

    Outra coisa a fazer é conferir a quantas anda o Cruce de Lagos. Não vale a pena cruzar até Bariloche pela estrada apenas, principalmente se você não vai seguir para Buenos Aires depois. Seria uma idéia melhor contratar um passeio de um dia apenas pelos lagos partindo e voltando de Puerto Varas ou Puerto Montt.

    Já a Mendoza eu não sei se vale a pena ir, não. Não sei a distância exata indo de Bariloche, mas de Bariloche a Buenos Aires são quase 2000 km e de lá são mais 1000 até Mendoza…

    Ora, ora, e quer dizer que você também mora em Niterói, vizinha? ;-)

  402. Carla Says:

    Thales, com 5 dias acho que você deve se concentrar em Santiago principalmente. Em um dos dias dá pra fazer um passeio a Valle Nevado para conhecer a estação de esqui – e ver a neve. Em outro dia, uma boa opção seria visitar uma vinícola… Acho que não vale a pena sair de Santiago mais do que isso, já que o seu tempo é curto.

  403. ana Says:

    Olá, Carla! Estou viajando agora para Buenos Aires e Santiago em julho e gostaria de conhecer o máximo possível do Chile…porém so vou ficar 7 dias no Chile…Estava pensando em conhecer o Valle Nevado, Vina del Mar e Valparaíso, ir em duas vinícolas e por fim queria ir ou para Atacama ou para Puerto Montt e Puerto Varas…vc q ja foi nos dois lugares, o q acha q vale mais a pena? Vc acha q da pra ir e voltar de Santiafo a Puerto Montt no mesmo dia? Vc sabe mais ou menos quantas horas de onibus ou trem da?
    Abraços, Ana

  404. Tamara Says:

    Olá Carla!
    Voce me deu varias dicas sobre o Atacama há uns tempos atrás. Eu fui este mês e simplesmente AMEI! Outro dia tentei postar aqui te contando um pouco, mas não consegui.
    Obrigada pelas dicas… o lugar realmente vale muitissimo a pena! Incrivel!
    Vi que em posts anteriores alguem aqui estava em dúvida sobre hoteis por lá – se ajudar, recomendo muito o Kimal! O hotel é uma graça, os quartos super confortáveis e o serviço de primeira! Realmente muito bom e com a vantagem de ser também no centro!
    Beijos!

  405. michelle Says:

    Olá, Carla.

    Vou ficar no Chile 12 dias. Sei que não dá tempo p fazer o roteiro completo norte/sul. O que me sugere, combinar Santiago e Viña del Mar com uma viagem p o sul ou p. o norte? A propósito, vou em novembro.
    Obrigada,
    (seu blog é maravilhoso, parabéns!)

  406. Carla Says:

    Ana, Puerto Montt fica a cerca de 1000 km de Santiago, mais ou menos 10 horas de ônibus. Ou seja, não dá nem pra pensar em fazer um bate-e-volta… Mas você pode dividir a sua semana entre Santiago e o Atacama ou o sul, basta que vá de avião. Outra coisa: será que uma vinícola não basta, já que você tem tão pouco tempo?

    Tamara, tenta postar o seu relato aqui de novo! O WordPress andou fazendo algumas alterações e nessa fase muita gente teve dificuldades para comentar, mas fiquei curiosa… ;-)

    Michelle, com um bom planejamento acho até que dá pra ir tanto ao sul quanto ao norte – mas você teria que fazer os deslocamentos de avião, pra ganhar tempo…

  407. Rosa Says:

    Olá Carla.
    Vou para o Chile, em agosto. Vou fazer santiago e arredores, depois vou para os Lagos Andinos. Gostaria de saber se nesta época há neblina, nos lagos impossibilitando a visibilidade. Abraços.

  408. Carla Says:

    Rosa, agosto é inverno, então sempre há o risco de haver neblina – mas é um risco apenas, não quer dizer que não vale a pena fazer o passeio. Eu fui no inverno também e não tive nenhum problema.

  409. Ana Says:

    Valeu Carla pelas dicas! Não devo ir p Atacama por causa dos voos… horarios ruins e muito mais caro do q p Puerto Montt, fica p proxima…
    Bjs, Ana

  410. natacha Says:

    Olá Carla,
    to num mato sem cachorro, talvez vc possa me ajudar, estou partindo de sp p australia, no chile, ficarei por 10 hs entre um voo e outro e acredito q poderia fzr um passeio, mas nao encontro nada na internet, vc pode me dar dicas (PELO EMAIL) de o q fzr por la em 10 hs, chegos as 1:15 da tarde e parto as 23 hs.
    obrigada,
    Natacha

  411. Carla Says:

    Natacha, aqui mesmo nesse post, tanto no texto inicial quanto nos comentários, você encontra várias dicas sobre o que fazer nesse seu tempo ocioso em Santiago. Basta escolher o que te interessa mais, Ok?

  412. Márcia Says:

    Carla, as informações encontradas aqui são muito valiosas. Estive com meu marido no Chile e Argentina em agosto de 2007 e a viagem foi maravilhosa: 5 dias no Chile e 2 dias na Argentina. Viajar com a Lan Chile foi ótimo. No Chile, ficamos no Hotel Fundador, no centro de Santiago, com acesso simples aos centros de ski : Portillo, a cerca de 160 km de Santiago, ( inesquecível ), Valle Nevado, a cerca de 60 km de Santiago, Farellones… Em agosto de 2007, ainda havia muita neve por lá… não presenciamos a neve caindo, mas muita neve no chão e na paisagem da Cordilheira doa Andes a caminho de Portillo ( não percam se gostam de neve e romantismo!! ) e Valle Nevado. Fomos até os centros de ski com vans de empresas indicadas pelo hotel U$ 50 a U$ 70 por pessoa por passeio. Se quiser esquiar e não tiver roupas adequadas, as vans param em lugares para aluguel de roupas. É preciso ter roupas impermeáveis para esquiar. Tanto em Santiago quanto em Buenos Aires, o custo com alimentação não é muito baixo. Dica sobre ligações para o Brasil : discando 800/360220 você aciona, a cobrar, os serviços da Embratel, falando português, a navegação é automática ou via operador, o minuto sai por cerca de U$4. Nós ligamos do aeroporto só para avisar que chegamos. Depois usamos a internet e o celular Claro sem problema algum. Fizemos a visita à vinícola Concha Y Toro e tb a um parque com teleférico com uma vista panorâmica da Cordilheira dos Andes. Encantados também ficamos com a beleza, organização e profissionalismo dos argentinos e, é lógico, o show de tango.
    FOI TUDO TÃO MARAVILHOSO que… decidimos voltar. Daqui a 15 dias iremos para Santiago novamente, desta vez com nosso filho de 17 anos, que está ansioso para esquiar. Como somos de SP, compramos roupas de ski no Shopping Villa Lobos pois não encontramos roupas mais em conta no Chile em 2007. Serão 10 dias em Santiago. Desta vez, queremos conhecer tb Vina Del Mar e Valparaíso. Já li suas dicas sobre o local.
    Obrigada,
    Márcia

  413. higor de carvalho Says:

    bom gostaria de saber referente ao vale nevado ok?
    assim meus pais vao viajar, e quero saber informaçoes sobre os produtos eletronicos que vendem la, nextel qual falam, ipods e muito mais.

    Se tiver endereço alguns pontos ja que conheça, pode manda até no email adorei as fotos e as dicas.

    Aguardo respostas.

    Obrigado.

  414. Celso Rodrigues Says:

    Olá a todos. Carla obrigado pelas dicas que vc me deu. Vou deixar algumas informações úteis para futuros viajantes ao Chile. Estive lá no período de 28/06 à 04/07.
    PRIMEIRO: Leve dólares e faça o cambio em Santiago, é mais valorizado que nossa moeda e dólar é dolar em qualquer lugar do mundo. No aeroporto me pagar am 485 Pesos por dólar, no centro numa galeria entre a 11 de Setembro e a Av.Providência cheguei a trocar até por 518 Pesos.
    Não façam pagamentos em dolar pois normalmente só recebem seu dolar por 460 pesos.
    SEGUNDO: Se for comprar roupas de frio não compre nada no Brasil , deixe para comprar em Santiago pois todas as lojas estão em liquidação. Comprei duas malhas pesadas por R$ 40,00 as duas, Botas femininas que no Brasl custam R$ 300,00, 400,00 lá você encontra por R$ 80,00. Minha mulher quase tem um troço. Tudo mais barato,roupas, bebidas, brinquedos….. Não posso falar sobre eletrônicos pois acho que Santiago não é o lugar mais indicado para este tipo de compras.
    TERCEIRO: Fui a Valle Nevado, aluguei tudo um dia antes na SKI TOTAL(Av.Apoquindo 4.900) Roupas para mim, minha mulher e filha, com óculos e luvas inclusos saíram por U$ 90,00 (Dolares). Lá em Valle nevado é mais caro e voce nao perde tempo, la em cima você aluga os equipamentos.Paguei por pessoa 46.000 pesos pelo equipamento, aula coletiva e ticket para os meios de elevação. Comida lá em cima mais barata gira em torno de 15.000 pesos. Tem o velho hot dog com coca cola por 5.000 pesos.

    Continuo em outro post.

  415. Carla Says:

    Celso, muito obrigada por compartilhar a sua experiência! Nada como alguém que acabou de voltar do lugar para passar as informações mais atualizadas! :D

  416. Celso Rodrigues Says:

    Continuando meu post anterior;

    QUARTO:Essa é uma dica de Hotel, ficamos no hotel Torremayor, U$106,00 a diária no ap. para casal e +1 criança com café incluso, hotel nao chega a ser maravilhoso mas também não é ruim. Vale a pena na questão custo benefício, a localização é perfeita no Bairro da Providência próximo de tudo, inclusive da estação de metro Los Leones.

    QUINTO: O metrô de Santiago te leva a qualquer lugar mas se você quiser também pode andar de táxi pois é muito barato, o mais caro que paguei por uma corrida foi o equivalente a R$ 14,00 (reais).

    SEXTO: Quem quiser conhecer uma vinícola pode ir na CONCHA Y TORO, mas tem que ligar antes e reservar. Como é distante de Santiago sugiro que peguem a linha 4 do metro até a estação final PLAZA PUENTE ALTO de lá um taxi te leva até a vinícola por 3.000 pesos. Você indo de metro mais o ingresso do tour sai tudo por uns U$24,00. Qualquer agência vai te cobrar exatamente o dobro desse valor.Para os amantes do vinho sugiro uma visita na loja MUNDO DEL VINO (Parque Arauco Mall) lá podem procurar o Alvaro Castillo um atendente muito gente boa queme deu otimas dicas, caso não necessitem de tal ajuda qualquer supermercado grande tem uma infinidade de rótulos com preços inacreditáveis. Lembrete: Os vinho na loja da CONCHA Y TORO são mais caros.

    SETIMO:

  417. Celso Rodrigues Says:

    SÉTIMO: Como viajamoscom nossa filha pequena não conhecemos a vida noturna de Santiago, mas posso indicar ÓTIMOS restaurantes.
    1-DIVERTIMENTO: Lugar agradabilíssimo, bom atendimento, carta de vinhos muito vasta. Lá almocei uma Spaguetti Cartoccio com um molho de frutos do mar delicioso,mulher e filha resolveram não arriscar e comeram um Filet Tradicional, para acompanhar uma garrafa de Cassilero Del Diablo Reserva Privada,Cabernet Sauvignon 2006. Total da Conta 45.000 Pesos. Fica na descida do Cerro San Cristóbal, Pedro de Valdívia Norte.

    2-COMO AGUA PARA CHOCOLATE: Para muitos a melhor comida de Santiago, acho que para mim também. A comida é simplesmente divina, não é a toa que chamam de cozinha mágica. Lá saboreamos um delicioso Filet Pasión alguma coisa não recordo bem o nome, foram tres filets sobremesa maravilhosa e um Vinho Camernere Baron Philipe de Rotschild.
    Tudo perfeito. Total da Conta 40.000 Pesos

    3- MARENOSTRUM: Especialidade de frutos do mar, carta de vinhos muito boa, restaurante luxuoso. O melhor atendimento de todos os restaurantes que fui. Aproveitei para provar o Congrio um peixe que so tem no Chile, minha mulher foi mesmo de Salmao e minha bebe num risoto de camarao.
    Um vinho é caro para acompanhar Morandé Pionero Cabernet Sauvignon (Razoavel). Total da Conta 47.000 Pesos. Esse restaurante tem serviço de transfer te pega e leva no hotel.

    4- VENDETTA- Restauante Italiano muito bom, fica no Parque Arauco Mall, comida muito gostosa, um pouco mais barato que os outros . Gastamos 28.000 Pesos.

    Segundo um motorista de táxi todo brasileiro lá chegando procura pelo restaurante GIRATORIO. Particularmente não recomendo, caro no mesmo nivel dos que citei acima, mas a comida é extremamente comum, o atendimento deixa a desejar e a única vantagem é o fato de ficar no topo de um edifício e ficar rodando enquanto almoçamos. Custo beneficio muito baixo.

  418. Celso Rodrigues Says:

    OITAVO: Os pontos turísticos são os mesmos de sempre, mas para quem se interessa por história e antiguidade uma visita ao Museu Histórico Nacional é fundamental, adorei. Fica em Frente a Plaza das Armas. Observação: Esperava muito do Mercado Central, me decepcionei, hava planejado almoça no tal do DONDE AUGUSTO mas o cheiro de peixe insuportável do lugar não deixou, outra coisa, os garçons dos restaurantes que ficam no local te abordam de uma forma incoveniente e insistente, chega a ser chato. No mais essas são algumas dicas que achei interessante compartilhar com vocês. Caso possa ajudar em algo mais podem perguntar, e aproveitem as férias.

  419. Carla Says:

    Celso, mais uma vez, muito obrigada! :)

  420. Messias Regilio Says:

    Pessoal,

    Acabo de chegar em Santiago,

    O clima esta bom, 15 graus e sem chuva. A meteorologia previa chuva para hoje mas ate agpra nada de chuva. esta tudo muito bom.

    EStive na av. Providencia e esta tudo sob promocao. Comprei um casaco para minha filha por um preco absurdamente barato (40 reais).

    Como vou ficar 15 dias aqui no Chile vou deixar para comprar mais tarded, mas ja deu pra ver que aqui os precos sao muito baixos.

    As roupas de frio estao muito mais baratas, Nao tragam nada do Brasil.

    Quanto ao vinho, nao ha o que dizer, so estou bebendo os GRAN RESERVAS.

    Minha primeira opcao de hotel era o TorreMayor, mas nao consegui. Estou no Eurotel, muito proximo, na Guardia Vieja, 285, ao lado do Diego Velasquez, muito bem localizado e pelo mesmo preco.

    O lugar e otimo. Estamos perto de tudo. E uma otima opcao para quem nao consegue lugar no torremayor.

    Carla. conforme te prometi, aos poucos vou te

    Estamos na Rua Guardia Vieja e muito bem localizado

  421. Manuela Says:

    Olá, fiquei sabendo que a travessia dos lagos está fechada, não passa da argentina para o chile e vice versa, então, alguém sabe se tem como ir por ônibus?? Dá para aproveitar o passeio??
    Aliás, alguém pretende ir para o Chile e Argentina ano que vem??
    Obrigada
    Manu

  422. Carla Says:

    Manuela, entrei agora no site da Visit Chile para me informar a respeito. Eles dizem que o operador argentino suspendeu o transporte no Lago Frías, o que prejudicou a travessia. Para atenuar a situação, eles oferecem dois passeios de dia inteiro: um para conhecer a parte chilena do Cruce de Lagos e outro que te leva pela estrada até Bariloche. Além disso, se comprometem a manter a página atualizada para que os interessados saibam quando a travessia será restabelecida. O link deles é http://www.visitchile.cl/crucedelagos.htm

    Se fosse comigo, eu adiaria a viagem até que tudo voltasse ao normal. Mas, veja bem, digo isso porque já fiz o Cruce de Lagos e acho que essa alternativa é meio “prêmio de consolação”…

  423. Gustavo Says:

    Olá Carla!

    Estou indo para o Chile no fim de agosto, e vou ficar durante duas semanas. Por enquanto a unica coisa que eu tenho definido são os vôos de ida e volta.

    A minha idéia é alugar um carro assim que chegar e descer até Puerto Varas. Calculo gastar uma semana (talvez + 1 ou 2 dias) para ir até Puerto Varas e voltar até Santiago, conhecendo alguns dos muitos lugares descritos aqui no site. Aí já pintaram algumas dúvidas: Se eu alugar um carro de passeio comum, posso ficar na mão? Vou pegar neve nas estradas? Caso haja neve, preciso pedir correntes para os pneus? Vou deixar de conhecer algum lugar extraordinário por estar num carro sem tração 4×4?
    ´
    Estou torcendo para que eu possa fazer a travessia dos lagos, porém não sei se no início de Agosto a travessia já terá voltado ao normal. Bom, supondo que a travessia esteja normalizada, quanto tempo vc acha necessário para fazer a travessia (pretendo voltar a Puerto Varas)?

    Estou pensando o que devo fazer com o carro alugado…será que vale a pena deixá-lo 2 ou 3 dias parados, pagando diárias para não ter que pagar a taxa de retorno, ou vale a pena devolvê-lo e conseguir um outro transporte de volta a Santiago?

    Além da travessia, estou pensando em me hospedar alguns dias em Puerto Varas, para conhecer os arredores. Vc acha que vale a pena? Vc teria algumas dicas de passeios para fazer a partir de lá?

    Muito obrigado,

    Gustavo

  424. Carla Says:

    Gustavo, você pode viajar com carro de passeio comum tranqüilamente. Você não deve encontrar neve nas estradas, não – no Chile não costuma nevar ao nível do mar, só nas montanhas, e as estradas que ligam Santiago ao sul são baixas.

    Talvez o carro comum não seja o mais indicado se você quiser ir até às estações de esqui, como Valle Nevado ou Portillo. Nesses caminhos deve, sim, haver neve. Eu sempre recomendo que não se vá a esses lugares dirigindo quando há possibilidade de neve, já que não estamos acostumados a dirigir nessas condições climáticas e pode ser estressante. Acho que nesses casos mais vale ir com um motorista profissional, acostumado às condições do caminho.

    Sobre o Cruce de Lagos, acho que não valeria a pena para você, já que você vai voltar para Puerto Varas… Dá uma olhadinha no passeio sugerido pela Visit Chile que eu mencionei no meu último comentário, porque me parece que o passeio de 1 dia até Peulla e voltando para Puerto Varas no fim do dia supre bem a necessidade de quem não vai seguir viagem até Bariloche – você vai ver as belas paisagens do Cruce de Lagos mesmo que não faça a travessia inteira.

    Quanto ao carro, se você vai voltar a Santiago de qualquer maneira para retornar ao Brasil, acho bobagem pagar taxa de retorno, que normalmente é caríssima. Mais vale escolher cidades diferentes para visitar na ida e na volta. E nos seus dias em Puerto Varas, não deixe de ir a Puerto Montt e a Frutillar. Se sobrar um tempinho, a ilha de Chloé pode ser uma opção também interessante.

  425. Manuela Says:

    Olá Carla, tdo bem??
    Obrigada por responder…
    Eu vou só ano q vem para lá, então acredito que já vai estar liberada a travessia né….
    Na verdade não seria prioridade fazer essa travessia, só queria conhecer algum dos lagos, dá pra ir de ônibus né???
    Vc tem msn??
    Abraços
    Manu

  426. margareth machado Says:

    Olá,

    Estou querendo ir para o chile no carnaval, e gostaria de dicas para ir até frutillar, uma vez que estou querendo ir de carro alugado a partir de santiago do chile. Estarei indo com minha filha de 7 anos e meu marido que em nada me ajuda a traçar a viagem.

  427. Manuela Says:

    Oi Margareth, tdo bem?? Exatamente q dias vc pretende ir, e qtos dias ficar???

    Manu

  428. Carla Says:

    Manuela, se você não pretende voltar via Argentina, dá pra fazer o passeio de dia inteiro pela parte chilena e retornar a Puerto Varas, como sugerido naquele link da Visit Chile. Talvez essa seja a melhor opção pra você!

    Margareth, o mais importante nesse seu roteiro é decidir quantas paradas você vai fazer ao longo do caminho, principalmente porque você está viajando com uma criança. São quase 1000 km de Santiago até Frutillar. Eu fiz de Santiago a Puerto Varas em 4 dias, com 3 pernoites, e foi super tranqúilo.

  429. marcia Says:

    OI,Carla, tudo bem. Estou indo em agosto para o Chile. Já viu né..como estão o preparativos e a ansiedade para organizar tudo. Vi que o Messias- lá em cima- esteve ou está no Chile. Se ele te responder, peça para postar aqui mais dicas, e outra coisa, se é legal eu levar uns pesos daqui do Brasil ou pegar direto em peso lá no Chile. Agora, qual é a melhor forma rápida de saber na hora os valores em reais, para não ser lesada, pois aqueles zeros todos do peso complica.Márcia.

  430. Carla Says:

    Márcia, acho que não vale a pena levar reais para o Chile, não, a cotação nunca foi muito favorável. O melhor a fazer é verificar se o cartão da sua conta bancária aqui do Brasil permite saques no exterior – você paga uma taxa por saque, mas a cotação é excelente, e normalmente vale a pena!

    Quanto à conversão, eu sou péssima nos truques… Mas vamos lá: ao câmbio de hoje, R$1 vale cerca de 312 pesos chilenos, ou seja, 936 pesos chilenos (quase 1000) são R$3. Eu arredondaria por alto e dividiria os valores por 3 (ignorando dois zeros dos pesos) para converter rapidamente – assim, algo que custe 6000 pesos seria cerca de R$20. (Fazendo a conta certinha daria R$ 19, 18, ou seja, a margem de erro é pequena).

  431. Carlos Says:

    Olá Carla.
    Estou indo ao Chile pela segunda vez. Estive lá em janeiro 2008 e prometi que retornaria. Estou de passagem na mão para sair dia 08 de setembro, retornando em 18/9. Devo pegar conexão em Santiago para Puerto Montt, mas ficarei os primeiros dias hopedado em Puerto Varas. Meus planos iniciais seria alugar um carro logo no aeroporto e fazer tudo de carro, chegando até Bariloche, onde reservaria uns 2 dias inteiros. Gostaria de sua opiniao, pois não estou tão certo de que de carro o tempo todo seria a melhor opção, pois como tenho lido atraves do relatos acima, muitos passeios de dia inteiro, no lado chileno, são feitos de barcos. O que seria interessante eu ir de carro, o que seria interessante eu ir de onibus/barco??
    A proposito, estaremos em dois adultos.
    Abraço,
    Carlos

  432. Carlos Says:

    Carla, mais uma coisa, complementando acima. Se eu resolver ficar com carro o tempo todo, pelos dias que terei, considerando que quero chegar a Bariloche, quais os locais vc recomendaria que eu fosse/pernoitasse?

  433. Carla Says:

    Carlos, eu não sou uma grande conhecedora dessa região, mas tenho algumas sugestões que podem te ajudar. Se você vai pegar o carro em Puerto Montt, ele pode ser útil pra explorar a região de Puerto Varas, Frutillar, e talvez até um pouco mais longe, como Puerto Octay. Não sei se a locadora vai te dar permissão para cruzar a fronteira e levar o carro para Bariloche – é importante verificar! Caso você possa levá-lo, você não precisa pernoitar em nenhum lugar entre Puerto Varas e Bariloche, pois a viagem não é muito longa – veja bem, nunca fiz essa viagem pela estrada, mas vi em um site de uma companhia de ônibus uma vez e, se não me falha a memória, é uma viagem de não mais que 4 ou 5 horas.

    Por outro lado, os maiores atrativos dessa região estão nas paisagens dos lagos, que você talvez não veja a partir da estrada. É por esse motivo que o Cruce de Lagos sempre foi uma idéia tão interessante para seguir de Puerto Varas para Bariloche. Como o Cruce de Lagos está desativado, acho que vale a pena considerar fazer o passeio de dia inteiro que parte e volta de Puerto Varas, para conhecer a parte chilena dos lagos e seguir para Bariloche pela estrada em outro dia. Dá uma olhada no site da Visit Chile: http://www.visitchile.cl/crucedelagos.htm Lá eles têm todas as informações.

  434. Carla Says:

    Carlos, me enganei: de Puerto Montt a Bariloche, nos ônibus da Via Bariloche ( http://www.viabariloche.com.ar/lineas ), a viagem dura cerca de 6 horas. Ainda assim, não há necessidade de pernoitar, né?

  435. Carlos Says:

    Olá Carla. Obrigado pelas dicas. Vc considera que justificaria ir até Pucon? Sabe dizer quais vulcoes pode-se chegar proximo ou que tenham serviço de teleferico e que mereceriam serem vistos? Vc sabe se o caminho rodoviario até Bariloche passa em Puella??

  436. Carla Says:

    Carlos, eu acho que Pucón fica longe para fazer um bate-e-volta. Mas se você estiver interessado em vulcões, você terá o Osorno ali mesmo em Puerto Varas. Há agências da cidade que organizam passeios guiados para subir o vulcão.

    Quanto a Peulla, os passeios de um dia pelos lagos chilenos devem ir até lá – ao menos o passeio descrito no site da Visit Chile, que te passei acima, vão. Não sei se o caminho rodoviário vai por lá… Mas não vi nenhum encanto especial no lugar, não… É apenas um hotel (muito bonito, é verdade, mas nada mais do que um hotel) e uma pequena mata com uma cachoeira.

  437. Carlos Says:

    Carla, na verdade eu estando de carro, teria toda a mobilidade e posso perfeitamente me deslocar e pernoitar em Pucon, por exemplo. Na verdade estou com reserva para somente duas noites em Puerto Varas, a partir daí, meu roteiro fica flexivel, podendo pernoitar onde quizer. Por isto te perguntei onde, alem de Puerto Varas, seria interessante eu pernoitar. Estive vendo no site Cruces de Lagos, que a rota rodoviaria alternativa aa travessia dos lagos seria pela Rota 5 e depois pela 215, indo até o lado Argentino em Villa Angostura (já ouviu falar??). Dali deve haver uma ligação até Bariloche.

  438. Carla Says:

    Então, Carlos, acho que vale ver se Pucón te interessa o suficiente para justificar o deslocamento… Eu não cheguei a ir até lá, fui só até Villarrica, onde parei para um café e para ver a paisagem do lago e do vulcão – estava a meio caminho entre Chillán e Valdivia. A cidade é bem charmosa, e a paisagem é linda, mas não muito diferente do que você vai ter em Puerto Varas… Mas é difícil opinar aqui – eu parei lá porque estava fazendo todo o trecho de Santiago a Puerto Varas de carro. Realmente não sei se voltaria todo esse trecho, não…

    Sobre Villa Angostura: infelizmente não cheguei a ir até lá, porque fiquei só pouquinho tempo em Bariloche e não tive a chance de conhecer os arredores. Mas é um lugar famoso pelas belas paisagens, passeios perto do lago e boa comida! Com certeza a ligação de lá a Bariloche é fácil!

  439. Carlos Says:

    Oi Carla. Gostaria de agradecer por todas as dicas dadas até o momento. Abraço.

  440. Carla Says:

    De nada, Carlos! Depois vem contar o que você decidiu e como foi a viagem, Ok? ;-)

  441. Rodrigo Says:

    Carla
    vou ao chile em fevereiro gostaria de saber onde posso comprar o pacote para o deserto do Atacama, quais os meios de transportes e o custo benefício?
    quantos dias ficar lá?
    tem albergue por lá?
    vou 4 vezes a Buenos Aires para estudar, já fui uma e fiquei só por lá mesmo, dessa vez decidi ir ao chile e tb ao deserto, em santiago quantos dias aconselharias?
    devo fazer os lagos andinos agora ou da próxima vez junto com Bariloche?

    beijão

  442. Carla Says:

    Rodrigo, se você vai estar em Buenos Aires, talvez valha a pena comprar um pacote diretamente de Bs.As. para lá. Mas você teria que pesquisar agências de Bs.As. que negociariam online com você.

    Para fazer os passeios básicos no Atacama, uns 3 ou 4 dias são suficientes. Para Santiago, o tempo é muito relativo, porque é uma cidade grande que oferece atrações além dos pontos turísticos, mas você pode ter uma visão geral da cidade em 3 ou 4 dias.

  443. márcia Says:

    Oi, Carla, voltei do Chile semana passada. A viagem foi ótima. Principalmente a parte que fiquei no Sul. Os lugares e paisagens são lindos. Só não tinha idéia que chuva tanto. Lá chove quase 308 dias ao ano…. segundo os guias. Mas valeu pois com ou sem chuva tem que se aproveitar. E o frio, a esse já era esperado. Bem, algumas coisas deixaram a desejar, como por exemplo o passeio para as piscinas termais. Quem fizer esse passeio dentro de pacote tome cuidado, pois no dia pode estar muito frio – inverno – e se a outra piscina fechada estiver em manutenção, como foi o meu caso, fica impossível de se aproveitar. Só dá Chileno na descoberta, pois eles já estão acostumados…..

    Quem for para Puerto Varas, eu indicaria -se for por pacote, colocar o mínimo possível de passeios dentro do pacote, um city é legal…. e os outros dá para se organizar pela internet com antecedência. Achei os passeios não muito especificados e longos, aí vc perde muito tempo.

    Em Santiago, é a mesma coisa. É bom fazer uma comparação de preços pra ver se vale a pena. Um exemplo: A Agência que estava no meu pacote, cobrava três vezes mais para um passeio até a estação de esqui do que a Ski total. Então.é bom ficar esperto.

    Aqueles passeios das agência onde o almoço não está incluído, fiquem de olho, pois o custo-benefício pode não valer à pena

    Percebi que existem vários tipos de city tours.Não gostei do meu, foi muito corrido e sem graça. O mercado Central, só passei perto, nem desci do ônibus.

    Fiquei triste em saber que o resturante Aqui está Coco, pegou fogo. O jeito é esperar a próxima vez.

    Peguei umas liquidações maravilhosas, impressionante…….. pena que o peso da mala já estava um pouco comprometido e não deu pra fazer a festa, mas aproveitei um pouquinho…..

    O passeio de Cruce de lagos até Bariloche ainda não está acontecendo……. não há previsão, segundo o pessoal de lá. Questão administrativa está emperrando.

    Bem, grata pelas informações anteriores e se puder ajudar ……

    Márcia.

  444. Carla Says:

    Márcia, puxa, fiquei triste de saber que o Aqui Está Coco pegou fogo… Tomara que logo eles consigam voltar à ativa…

    Muito obrigada pelo seu relato! Como eu sempre digo, nada como alguém que acabou de voltar para ter as dicas mais fresquinhas e dizer o que funcionou e o que não funcionou!

    Sabe, eu peguei chuva nos dias que fiquei em Puerto Varas também, mas como era inverno, pensei que era pela época do ano. Não fazia a menor idéia de que a média de dias chuvosos lá era tão elevada!

  445. Luciana Says:

    Olà Carla!!
    Eu e meu marido estamos programando uma viagem ao Chile em outubro, vamos aproveitar umas milhas que temos. Estou iniciando minha pesquisa e achei muito legal seu blog e quero lhe pedir uma ajudinha. Infelizmente sò vamos ter 5 dias para esta viagem(em funcao de trabalho) incluindo final de semana. Queria conhecer um pouquinho de cada coisa, mas pelo que ja vi pode ser complicado. Quero conhecer Santiago, mas acredito que as cidades no entorno devem ser bem bonitas, pensei em Valle Nevado, Puerto Varas(fica longe? posso ir e voltar para Santiago no mesmo dia?). O que sugere fazer em apenas 5 dias? è melhor fechar pacotes de passeios por aqui ou deixar para ver la?
    Obrigada!
    Luciana

  446. Carla Says:

    Luciana, com apenas 5 dias você não vai ter tempo de ir às cidades que não fiquem bem próximas de Santiago. E cuidado para não correr o risco de ir cada dia para um lugar diferente e acabar não conhecendo a cidade, que é uma gracinha e merece uns dias de atenção…

    Puerto Varas está fora de cogitação, fica a mais de 1000 km de distância. Uma boa opção para vocês seria ir passar um dia no litoral, em Viña del Mar e Valparaiso (que são cidades vizinhas, a apenas 1 km de distância uma da outra). Uma outra idéia bacana é ir conhecer uma vinícola, como a Concha y Toro, que fica a cerca de meia hora. E Valle Nevado só é uma bom passeio se a temporada de esqui ainda estiver aberta – caso contrário, você perde um dia inteiro e não vê viva alma por lá…

    Eu tenho o hábito de reservar tudo com antecedência quando viajo por conta própria. Mas se vocês forem comprar um pacote (que costuma sair mais em conta para viagens curtinhas assim), dá pra decidir os passeios por lá mesmo, porque você não vai precisar ficar procurando meios de ir aos lugares. Como vocês vão na baixa temporada, não deve haver problemas de vagas nos passeios.

  447. Luiz Says:

    Ola, Há meses venho dando umas olhadinhas no blog e tenho achado muito legal seu trabalho.
    Agora esta chegando a hora de viajar. Quero pegar tempo bom com céu azul para fazer inúmeras fotos. Dai, minha pergunta: Lagos andinos essa época do ano é boa idéia? Qual lado é mais bonito para o Norte ou para o sul? Alugar um carro por uma semana é melhor que ir com pacotes? Se alugasse carro para que lugar iria? Serviço de GPS para carros funciona bem lá?
    Abraço.

  448. Carla Says:

    Luiz, eu estive nos Lagos Andinos no mês de setembro, final de inverno, e achei lindo – mas o risco de não pegar céu azul é enorme!!! Achei lindo justamente por ter tido a oportunidade de ver uma paisagem branca e nevada, completamente diferente das paisagens a que estamos acostumados…

    Acho difícil escolher entre o Norte ou o Sul do Chile… São tão diferentes! Parece que você está visitando 2 países que não têm nada a ver um com o outro… Só mesmo lendo bastante, e vendo as fotos, para decidir onde você gostaria de ir primeiro, se não der para ir aos dois em uma mesma viagem. Mas eu não iria para o norte de carro, não – não vejo utilidade para o carro no Atacama, por exemplo.

    Bom, eu sempre prefiro viajar por minha conta ao invés de ir com pacotes. Abro uma exceção quando o preço do pacote é muuuuuuito mais baixo, ou quando não faz muita diferença na prática, como nesses pacotes de apenas uma cidade, que só incluem mesmo o vôo e o hotel. Fora isso, não gosto de grupos, não gosto de guias e, principalmente, detesto ficar rodando de hotel em hotel e esperando gente atrasada chegar ao ônibus… Mas não sou anti-social, não, viu? ;-)

    Eu não experimentei, porque lá se vão 8 anos desde que fiz essa viagem, mas agora praticamente todas as grandes locadoras oferecem o serviço de GPS, sim. Mas se não for o caso, você não vai passar dificuldade por causa disso – a estrada de Santiago para o sul, a Ruta 5, é praticamente uma linha reta, com todas as saídas para as cidades muito bem sinalizadas. E as cidades turísticas costumam ser bem pequenininhas, é fácil se locomover nelas.

  449. paulo Says:

    Olá Carla ,

    Pretendo passar 09 dias no Chile.Qual o roteiro mais proveitoso você me recomendaria a partir de Santiago ? O que preciso para alugar um carro lá ?

    Obrigado

  450. Carla Says:

    Paulo, para alugar carro você só precisa do cartão de crédito e da sua carteira de habilitação brasileira. Quando você vai viajar? Pergunto porque a época do ano pode influir na sugestão de roteiro que eu te daria… Você chega e volta por Santiago?

  451. paulo Says:

    Ok,

    Eu pretendo viajar agora em outubro na segunda quinzena entre os dias 18 e 26/10. chego e saio de Santiago sim.

    Obrigado.

  452. Carla Says:

    Paulo, eu faria um roteiro que fosse confortável para ir e voltar de Santiago. Passaria uns 3 dias na capital no início ou no fim da viagem, para ter tempo de conhecer os pontos mais interessantes. Para transitar na capital você não precisa de carro, o metrô é bastante eficiente. Depois então iria para o litoral – Viña del Mar, Valparaiso e Isla Negra. Ainda não vai estar quente o suficiente para aproveitar a praia, mas ao menos a paisagem já não vai ser apenas o cinzento do inverno. Eu ficaria uns 2 dias na região e seguiria para a região vinícola de San Fernando e Santa Cruz. Ficaria lá mais uns dias e voltaria para Santiago na véspera da volta ao Brasil.

    Uma outra opção é fazer o litoral e a região vinícola só de passagem e prosseguir até a região do Lago Villarrica – você pode se hospedar em Villarrica mesmo ou ir até Pucón. Mas essa é uma viagem bem mais longa, são uns 700 km de Santiago a Pucón.

    No seu caso, com pouco tempo e chegando e saindo por Santiago de carro, acho meio contraproducente ir a lugares mais distantes, como o Atacama ou os Lagos Andinos. Sem carro, eu te sugeriria dividir o seu tempo no Chile entre a capital e o Atacama – nesse caso você iria de avião até Calama. A idéia seria fazer o Atacama em uns 4 dias, e você ainda teria tempo para um bate-e-volta ao litoral e para visitar uma vinícola mais próxima de Santiago.

  453. paulo Says:

    Ok,

    Foi mais ou menos o que pensei só que depois de vinã del mar , eu gostaria também de ir até Algarrobo e ficar 03 noites no resort San alfonso del mar. O que você acha ? è também uma boa opção ?

    Obrigado mais uma vez.

  454. Carla Says:

    Boa idéia, Paulo! Não tinha me ocorrido Algarrobo, mas achei uma ótima opção… Depois me conta que tal é a famosa piscina do resort na prática… ;-)

  455. Elza Says:

    Oi,Carla,sempre dou uma olhada no seu blog aproveitando todas as dicas,pois viajarei com meu marido para Chile,na segunda quinzena de outubro.Montei toda a programação junto com a empresa,seguindo os seus conselhos;então,ficaremos 5 dias em Santiago,hotel D.Velasquez,fazendo tour aos arredores como vinã del mar e valparaiso;vale nevado;conchas e toro e naturalmente city tour pela cidade e principais atrações da cidade;só que antes de seguir para P.Montt {avião skyline=passagem bem mais barata do que a lan ,ida e volta,300 USD} sobrou o dia todo.Oque vc poderia nos sugerir?adoro viagens de trem e pensamos em ir até Colchagua de trem,mas fomos desaconselhados por levar mais de 9hs e ser muito cansativo{seria onibus até San Fernado,trem e o retorno de onibus} Desde já agradeço.

  456. valeria Fleury Says:

    Oi Carla,
    Tenho lido tudo do seu blog, estou querendo ir ao Chile em janeiro ,na primeira quinzena, eu e meu marido e mais um casal.
    Depois de ler tbém todas revistas que tenho ( adoro revistas de turismo)estou tentando montar um roteiro , seguindo suas dicas e o que tenho lido.
    pretendo ficar 13 dias, gostaria de conhecer mais o sul do Chile, alugando um carro.
    Estou em dúvida, porque pretendo conhecer Santiago, alguma Vinicula( num sei se Concha e Toro ou Vale do Colchagua…pensei talvez em dormir em alguma vinícula..é mto longe???) , ValParaiso, Vina del Mar( vale a pena as duas??) Valdívia, Puerto Varas ( ir em Frutillar) e Villarica ( Pucón).
    Não sei se começo a viagem chegando em Puerto Montt e deixando o final, tipo 3 ou 4 dias para Santiago.
    Será que consigo alugar carro no aeroporto de Puerto Montt e devolver em Santiago??
    Estou confusa de tanto pesquisar..
    me dê a sua sugestão ou dicas se escolhi bem…
    bjos

  457. Carla Says:

    Elza, pode ficar tranqüila, não vai faltar o que fazer nesse seu último dia em Santiago. O city-tour só te dá uma visão básica da cidade, e você vai ter vontade de voltar a alguns deles e/ou visitar outros que tenham ficado de fora. Te sugiro ficar em Santiago mesmo, fazer um passeio pela Providencia, almoçar em um restaurante gostoso…

    Valeria, eu parto sempre do princípio de deixar o melhor por último – no seu caso, seria Puerto Varas. Santiago é uma cidade grande, que agrada nos primeiros dias de férias, mas que não é páreo para a bela paisagem dos lagos do sul do Chile. Começando por Puerto Varas, você corre o risco de ir gostando cada vez menos dos lugares que vai conhecer.

    Dito isso, a minha sugestão seria ficar os primeiros 3 ou 4 dias em Santiago, e depois pegar o carro para descer para o sul. Você pode passar uma noite em Viña (Valparaiso fica a apenas 1 km de distância, não há uma real escolha entre elas…), depois seguir por Isla Negra, entrar pelo Vale do Colchagua e passar outra noite ali e continuar seguindo pela Ruta 5. O Lago Villarrica é um desvio de rota que merece ser feito, e você pode passar a noite em Villarrica mesmo ou Pucón. Entre Villarrica e Puerto Varas, uma cidade lindinha e que é muito relegada a segundo plano é Valdivia. De Valdivia a Puerto Varas você faz rapidinho, e pode aproveitar para conhecer Frutillar no caminho. Procure saber quais locadoras de Santiago te deixariam retornar o carro no aeroporto de Puerto Montt e retorne de avião a Santiago e dali ao Brasil. Lembre-se apenas que as locadoras cobram uma taxa para devolução em outra cidade, o que pode encarecer bastante o aluguel.

  458. Elza Says:

    Muito obrigada por ter respondido tão rapidamente;seguirei o seu conselho e curtiremos mais ainda Santiago.

  459. Carla Says:

    Aproveite bastante, Elza! ;-)

  460. valeria Says:

    Muito obrigada pela dica, Carla!!
    Nossa , vou tentar seguir este roteiro e ver alguns hotéis nestes lugares.
    Para não ficar desarrumando malas toda hora, quais lugares vc acha que poderíamos ficar para dormir, já q estamos de carro???
    abços

  461. Denysson Says:

    Olá, Carla.
    Primeiramente parabéns pelo espetacular acervo de informações sobre o chile.
    Estamos indo pra lá em três carros. Sairemos do litoral de Santa Catarina, passaremos por Punta del Este, Colonia –> BsAs, Bariloche, Puerto Varas, Pucon, Santiago, Mendoza, Uruguaiana, São Miguel das Missões e retornaremos.
    Sobre o roteiro, seu blog me esclareceu muito, porém ainda tenho algumas dúvidas em relação à burocracia do Chile.
    Ouvi falar que se alguém for dirigir o carro e não for o dono, precisa de uma autorização feita no consulado chileno. Será que precisa isso mesmo o dono do carro estando junto?
    Meu carro foi financiado por leasing, então o documento dele está no nome do banco, porém consta meu nome como arrendatário. Será que preciso alguma coisa do banco para mim dirigir?
    Sobre a carteira de habilitação já me informei no seu blog.

  462. Denysson Says:

    Mais uma coisa, Carla.
    Li em algum lugar que com um passaporte se pode restituir os custos com o imposto chileno (IVA). Sabes alguma coisa neste sentido?

  463. DIONEIA Says:

    Olá Carla!

    O pessoal da faculdade esta programando uma viagem p/ o Chile no proximo ano, gostaria de saber em relação ao dinheiro se é melhor usar cartão crédito ou trocar por lá??

  464. Carla Says:

    Valeria, vai ser meio inevitável passar apenas 1 noite ou 2 em cada cidade enquanto vocês estiverem na estrada… Pela própria geografia do Chile não é fácil conseguir cidades-base de onde se possa explorar a região. Eu dormiria em Viña, em uma cidade do Vale do Colchagua (Santa Cruz, provavelmente), em Chillán, em Villarrica ou Pucón, em Valdivia e em Puerto Varas.

    Denysson, se o dono do carro estiver presente não há necessidade de autorização por escrito, não. Quanto ao leasing, acho mais seguro você mandar um email para a locadora chilena perguntando. Imagino que não haja problema, mas é sempre melhor ter certeza. Sobre o IVA, não sei te dizer, não…

    Dioneia, veja se o cartão da sua conta bancária aqui no Brasil permite saques no exterior. Isso é bom para você ter o dinheiro do dia-a-dia. Pras compras e restaurantes você pode usar o cartão de crédito.

  465. valeria Fleury Says:

    Ok Carla,
    Obrigada pela ajuda!!
    Agora vou pesquisar os hotéis..
    Valeu!!!!
    bjos

  466. Lu Says:

    OI Carla!!
    Na verdade ja atè pedi algumas dicas sobre o Chile, so que na ocasião eu tinha apenas 5 dias e agora consegui 8 dias, o que melhora um pouco.
    Vamos là: Gostaria de conhecer Santiago e arredores e tambèm dar um pulo à Puerto Varas. Gostaria de suas otimas dicas de como aproveitar estas duas regiões no Chile.
    Obrigada!
    Lu

  467. Lu Says:

    Olà Carla!
    Jà estive aqui pedindo dicas para uma viagem ao Chile que na ocasião eram 5 dias, agora consegui 8 dias.. Pensei em conhecer Santiago e o entorno e tambèm dà uma esticada à Puerto Varas, mas para nao perder nada de cada região queria um resuminho do que vale apena conhecer. Tem muiiitas informacoes aqui no Blog e fiquei confusa, pois sao muitas dicas legais.. Queria um resuminho simpels doq ue nao posso deixar de conhecer neste periodo. POde ajudar?
    Obrigada!
    Lu

  468. Carla Says:

    Lu, com 8 dias acho que você pode dividir o seu tempo entre Santiago e Puerto Varas, se for de avião. Não vale a pena gastar tempo na estrada, já que você dispõe de poucas noites. Uma vez em Puerto Varas, você não deve deixar de fazer um passeio de um dia pelos lagos, de ir almoçar em Frutillar e de fazer uma visita a Puerto Montt. Para o período em que estiver em Santiago, dá uma olhadinha no texto do post e nos outros comentários, Ok? Não há muita variação…

  469. Lu Says:

    Ok, Carla!
    Obrigada pelas dicas!!!!
    Quando voltar , conto as novidades!
    Obrigada!
    Lu

  470. ana Says:

    puerto varas e tudo de bom va ao vulcão orsono maravilhoso

  471. Sergio Says:

    Carla, boa tarde,

    Pretendo ir ao Chile com minha esposa, filha (3 anos) e sogra (80 anos, mas em forma). A tendência é sempre acharmos que pacotes nos dão segurança para viajarmos em família, pois nos sujeitamos menos a entrar em “furadas”, mas tenho resistência a viajar assim pois geralmente nos oferecem passeios corridos, restringindo nossa liberdade. Teria alguma sugestão de roteiro seguro para nossa família? Desde já agradeço e parabéns pela sua página!

  472. Carla Says:

    Sergio, eu também prefiro viajar por minha conta, então te compreendo bem. O Chile é um país bastante seguro, não há motivo para se preocupar. No seu caso, acho que seria importante apenas ver se vocês gostariam de encarar a estrada, o que pode ser bem cansativo tanto para uma criança quanto para uma senhora, ou se prefeririam fazer os deslocamentos maiores de avião. Dê uma olhadinha nas dicas do post e dos comentários acima, para escolher os locais que mais combinam com a sua família, de acordo com os gostos pessoais de vocês.

  473. Lu Says:

    Olà Pessoal,
    Meu roteiro està ficando otimo com as dicas que estou pegando aqui.
    Tenho apenas mais uma perguntinha: Como è o Clima nas regiões de Puerto Varas e Santiago em outubro(devo ir na segunda quinzena).???
    Consigo pegar alguma estacão de Ski funcionando? Consigo ver neve em algum lugar destes??
    Obrigada!
    Lu

  474. Carla Says:

    Lu, dificilmente alguma estação de esqui vai estar funcionando até meados de outubro – a menos que o inverno tenha sido especialmente rigoroso. Não sou muito bem informada a respeito de esqui, mas te sugiro entrar em contato com as estações (você encontra os sites no Google) para saber até quando vai a temporada esse ano – se é que a temporada ainda está aberta… Quanto a ver neve, se você quiser apenas ver, fique tranqüila, há picos andinos cobertos por neves eternas, aquelas que não derretem nem no verão. Mas acho difícil que você consiga tocar na neve e brincar com ela, em algum lugar de fácil acesso, com a primavera já tão adiantada…

  475. Lu Says:

    OI Carla!
    Sou eu novamente, gostaria de esclarecer mais duas dúvidas:Como devo fazer a respeito da moeda?Levo Dolar e troco por pesos lá ou j’a levo pesos trocados aquil(qual possibilidade perco menos dinheiro)??
    A segunda dúvida è a seguinte:queremos fazer o Cruce de Lagos este passeio sai de Puerto Varas e pelo que entendi vai atè Bariloche, certo? Ele volta no mesmo dia à Puerto Varas?
    A idèia è o seguinte roteiro: Pegar um voo SP – Puerto Montt conhecer as redondezas e ir atè Temuco e de la partir de avião para Santiago, ficar uns 3 dias em Santiago e depois voltar para o Brasil.Alguma outra sugestão?
    Obrigada!
    Lu

  476. Carla Says:

    Lu, a melhor relação custo-benefício em termos de câmbio é verificar se o cartão da sua conta bancária permite que você faça saques no exterior em moeda local – desse modo, você consegue a cotação interbancária, que é a melhor que existe. Eu costumo levar também uns poucos dólares para uma emergência. O mais importante é lembrar que fazer mais de uma troca de moedas nunca é uma boa idéia – ou seja, trocando reais por dólares aqui e dólares por pesos lá você vai acabar perdendo dinheiro. Por outro lado, não sei se é fácil conseguir pesos chilenos aqui no Brasil, e nem se a cotação é boa. Acho que o melhor é mesmo sacar lá.

    Sobre o Cruce de Lagos, acho que só vale a pena fazer se de Bariloche você for continuar a viagem pela Argentina e de lá voltar para o Brasil. Caso contrário, mais vale fazer um passeio de dia inteiro pelos lagos chilenos e continuar em Puerto Varas – as paisagens não mudam muito. Acho bobagem gastar o dia inteiro indo até Bariloche e depois o dia seguinte voltando – ou metade do dia seguinte, caso você decida voltar direto de ônibus. Dá uma olhada no site da Visit Chile para maiores informações: http://www.visitchile.cl/crucedelagos.htm

    Por fim, se você for ficar só pelo Chile mesmo, eu te sugeriria começar por Santiago e só depois seguir para o sul. É uma opinião pessoal, mas eu acho que você aproveitaria Santiago melhor antes de ir até os lagos – depois a cidade pode ficar meio sem graça…

  477. Amilcar Says:

    Carla, parabéns pelo blog – é uma fonte excelente de informação. Estou tentando aproveitar umas milhas e só consigo fechar a viagem iniciando por Bariloche e finalizando por Santiago. O trecho Bariloche – Santiago fica por minha conta e gostaríamos de fazer a travessia dos lagos até Puerto Montt e depois voar até Santiago. Sei q não é o melhor fechar a viagem por Santiago, mas foi o q sobrou…minha dúvida: tenho um filho de 3 1/2 anos – será q a travessia é tranquila para levar crianças? Tem uns trechos longos de ônibus, entra e sai de barcos, etc e fiquei me perguntando se não vou arrumar sarna para me coçar…vc tem algum relato positivo?
    Grande abraço!

  478. Carla Says:

    Amílcar, se não há outra alternativa, o jeito é deixar Santiago por último mesmo – mas chegue com uma dose de generosidade no olhar, não esperando que Santiago seja mais bela, aconchegante ou surpreendente do que a etapa inicial da sua viagem, Ok?

    Olha, quando eu fiz a travessia dos lagos, conheci um casal australiano que viajava com um menino de uns 7 anos – e ele amou o passeio! Eu tenho um sobrinho de 5 que provavelmente ficaria encantado com o sobe-e-desce de ônibus e barcos… Não há nenhum trecho de ônibus que seja longo demais, e nos barcos é fácil entreter uma criança, porque há espaço suficiente para se locomover, tanto na parte de dentro quanto na de fora dos barcos. Acho que vale a pena arriscar! ;-)

  479. Amilcar Says:

    Legal, Carla. Vamos arriscar sim. Só fiquei com outra dúvida: em algumas mensagens vc fala q o cruce dos lagos está fechado. Verifiquei no site visitchile.cl que deverá reabrir em 22/09. Vc tem alguma outra informação ou posso acreditar nesta data? Pergunto pois deveremos estar por lá no dia 08/10.
    Abraço,

  480. Amilcar Says:

    Aproveitando: se o cruce não estiver funcionando, qual deve ser a melhor opção para chegar em Puerto Montt? Ônibus?
    Abraço, Amilcar

  481. Carla Says:

    Amilcar, eu só vi que o Cruce de Lagos iria reabrir agora quando acessei o site da Visit Chile pra te responder. Antes, eles estavam informando que a travessia estava suspensa – então acredito que tudo seja mesmo normalizado no dia 22. Mas, justamente por ter ficado suspenso tanto tempo, pode ser que o passeio fique bem concorrido. Se você vai logo no início de outubro, te sugiro comprar o passeio com antecedência para não correr o risco de não encontrar mais lugares. Há também uma ligação de ônibus entre Bariloche e Puerto Montt, pela empresa Via Bariloche, mas eu não recomendo, não – me parece meio perda de tempo ir até tão longe e perder o melhor da festa… ;-)

  482. fabia Says:

    oi carla
    tow viajando dia 05 de janeiro pra santiago e bariliche pela primeira vez, gostaria muito que vc me me orientasse em relação a roupas, levo só camisetas ou precisa de levar agasalhos/?/ a noite o clima esfria muito.
    brigadu

  483. Carla Says:

    Fabia, nunca estive em Bariloche em janeiro, mas te garanto que não dá pra levar só camiseta, não… Em Santiago à noite a temperatura baixa bem, usei um casaco leve, calça e sapatos fechados em pleno verão.

  484. ERNANI J. PRATA Says:

    Parabéns pelo site, pretendo em dezembro de 2009 fazer essa viagem de carro saindo de Fortaleza. Já anotei alguamas informações que serão de grande valia. Abraços Ernani Prata.

  485. Eduardo Says:

    Carla,
    Estou viajando agora em outubro para Santiago e gostaria de saber se alugando um carro tenho como utilizar minha carteira de motorista Brasileira? Caso contrário qual seria o procedimento e se demoraria muito para conseguir esta licença para dirigir no chile.Grato!

  486. Carla Says:

    Eduardo, viajando como turista você pode usar a sua carteira brasileira, sim.

  487. Eduardo Says:

    Carla, muito obrigado pela atenção já eh a segunda vez que vou para o chile, mas teu blog tem me ajudado bastante com novas dicas.Abração!

  488. Carla Says:

    Aproveite bastante a sua viagem, Eduardo! E depois vem contar as suas dicas, Ok? ;-)

  489. Paulo Says:

    O que voce sugere de hotel, passeios e outros atrativos para um casal em Santiago do dia 28/01 a 4/2/2009.

  490. Carla Says:

    Paulo, sugiro que vocês se hospedem no bairro da Providencia – na minha opinião, o mais bem localizado para turistar em Santiago. Conheço poucos hotéis na cidade, acho que mais vale pesquisar com um bom agente de viagens um que esteja dentro do orçamento de vocês. Para passeios e outros atrativos, dá uma olhada no texto do post e nos outros comentários – há muitas dicas interessantes!

  491. André Graciutti Says:

    Boa noite, muito legal e produtivo seus comentários, tenho uma ótima referência agora de como ir, estou me preparando para ir no mês que vem, minha duvida é se faço reserva de hotel, pacotes e outros desde aqui, ou lá é melhor para fazer as reservas???? Principalmente com esse câmbio de dolar/euros oscilando muito……muito legal os de talhes que você descreveu, ajuda muito marinhos de primeira viagem como eu…..obrigado e espero aproveitar como você o fez.

  492. Carla Says:

    André, eu sou absolutamente contra ir a qualquer lugar, mesmo que seja ali na esquina, sem reservas. Por que você perderia tempo das suas férias correndo de um lado para o outro procurando hotel se pode fazer isso com antecedência, via agente de viagens ou Internet? Como você mesmo disse, “principalmente com esse câmbio de dólar/euros oscilando muito…”

  493. Tarcísia Lavor Says:

    Oi Carla!!! Você realmente entende do assunto… hehehe E ainda arranjou colaboradores!! O site está ótimo… pena que só encontrei agora depois que já fechei os hotéis em Santiago e em Buenos Aires… se não tinha era mudado meu roteiro.
    Gostaria de te perguntar algumas coisas: estou indo para Santiago dia 18 de novembro em lua de mel. Na mesma época terá um congresso que atrapalhou nossa vida porque está tudo lotado. Foi um sufoco pra encontrar hotel. Consegui o Diego de Velazquez. VocÊ ficou lá não foi?! ?O que achou do hotel?! Você sabe de algum site que venda os passeios em Santiago e em Buenos Aires? Queria agendar logo porque corro risco de não haver disponibilidade por conta desse congresso. O que vocÊ aconselha fazer de passeio? Ficaremos até dia 24 em Santiago e de lá vamos a Buenos Aires e ficaremos até dia 30 de novembro. Essa época do ano é fria!? Ou é um frio tolerável?! Precisa de casaco pesado?!
    Obrigada!!! :)

  494. Carla Says:

    Tarcísia, eu fiquei no Diego de Velasquez há quase 3 anos. Gostei muito, mas não dá pra garantir que continue igual, né? ;-)

    Sobre passeios, não sei de nenhum site, porque costumo fazer tudo de forma independente. Se você estiver indo de pacote, sugiro que procure o agente de viagens com quem comprou o pacote para se informar a respeito – as agências de receptivo nas duas cidades devem ter reserva de lugares. Se estiver indo por conta própria, faça os passeios lá por conta própria também, e não terá problemas com marcação de lugares. Afinal, espera-se que os participantes do congresso estejam no congresso, e não lotando os passeios, não acha?

    Você pode escolher onde vai passear aqui mesmo nesse post (há excelentes sugestões tanto no texto quanto nos comentários) e em toda a categoria Argentina daqui do blog. Clique em http://idasevindas.wordpress.com/category/argentina . Há inúmeras opções, você só precisa escolher o que mais te interessa.

    O Chile e a Argentina estão no hemisfério sul, assim como o Brasil, ou seja, seguem as mesmas estações do ano – final de novembro é quase verão tanto aqui quanto lá.

  495. Tarcísia Lavor Says:

    Estou indo por conta própria… Reservei os hotéis diretamente pela internet com o próprio hotel. Realmente vasculhei bastante na internet e não vi nada de passeios que se possa comprar pelo site.
    Espero muito que os participantes do congresso vão mesmo ao congresso… hehehehe O que geralmente não acontece! kkkkkkkkk Mas… tudo bem!
    Tu acha que vale a pena fazer aquele passeio de um dia para o Valle Nevado passando pela cordilheira?! Todos dizem que é imperdível.
    Obrigada pela sua resposta!! :)

  496. Carla Says:

    Tarcísia, se você está indo por sua própria conta, faça os passeios por sua conta também. Vocês, então, que estão indo em lua-de-mel, vão achar muito mais divertido não fazer parte de um grupão de turistas. E não precisa esquentar a cabeça caso lá decida se juntar a um passeio organizado – os hotéis sempre têm uma agência e/ou um guia para indicar. O mais importante é que vocês decidam o que gostariam de fazer; o resto é fácil.

    Sobre Valle Nevado, eu acho que no fim de novembro é perda de tempo. Fora da temporada de esqui, a estação não funciona, então vocês não vão ter nada pra fazer lá… Eu acho mais válido ir ao litoral, a uma vinícola… Guarde a visita ao Valle Nevado para quando vocês voltarem ao Chile no inverno!

  497. Daniel Says:

    Olá, estive sonhando um pouco vendo seu blog. Muito legal!!!!
    Será que tem algum local que ainda posso pegar neve nesta 1ª semana de novembro?
    Abraços!!!!

  498. Carla Says:

    Acho meio difícil, Daniel… Você vai ver os picos das montanhas nevados – mas são as neves eternas, não os locais que se costuma visitar… Acho que o melhor meio de descobrir se você consegue ainda pegar neve em algum lugar no início de novembro é contactar alguma agência de viagens de Santiago e perguntar se existe essa possibilidade…

  499. Dalton Eloy Says:

    Oi Carla!
    Parabéns pelo Blog, muito legal mesmo.
    Apesar de ter lido tudo o que está registrado e ter tirado algumas conclusões, te pergunto: Estou viajando para o Chile com minha namorada, chegando em Santiago ao meio dia do dia 27/12/2008. Planejo ficar em Santiago até o dia 01/01/2009. Que dicas você daria para curtir esses dias por lá? Seré interessante alugar um carro para ir ao litoral, tendo como base Santiago, ou será melhor ficar esses 5 dias pela cidade e redondezas? O que vpcê sugere de melhor?
    De Santiago, penso em alugar um carro dia 01/01/2009 com destino a Puerto Montt. Que roteiro você sugeriria? É realmente seguro viajar de carro por lá? Seria melhor entregar o Carro em Puerto Montt e voltar de trem a noite ou ir e voltar de carro? Estarei voltando para o Brasil dia 11/01/2009.
    Agradeço antecipadamente as dicas, e mais uma vez parabéns pela sua iniciativa, ajuda e muito ao neófitos como eu.
    Um abraço,
    Dalton

  500. camille Says:

    Carla,
    Irei passar o reveillon em santiago. Alguma dica? Os restaurantes abrem para a ceia? vou com meu marido e meus pais.

  501. Carla Says:

    Dalton e Camille, infelizmente eu não tenho dicas pra dar sobre como curtir o réveillon no Chile, não… Nunca estive por lá nessa época. O que sei é que não vale a pena esperar uma comemoração nem de perto parecida com a festança que acontece no Brasil, Ok?

    Dalton, eu passaria um diazinho no litoral, sim – essa época do ano é a melhor para conhecer os balneários, e eu não perderia a oportunidade. Para a segunda etapa da sua viagem, de Santiago a Puerto Montt são cerca de 1000 km. Eu pernoitei em Chillán e em Valdivia, mas quando eu fui não havia toda a badalação em torno do enoturismo no Colchagua – acho que vale a pena investigar se não haveria uma vinícola com uma pousada charmosa onde fosse legal ficar. Uma outra idéia seria Villarrica ou Pucón, que ficam fora da rota principal, mas valem o desvio, mesmo que para tomar um café e admirar a paisagem. Não recomendo Temuco, a não ser para uma breve parada no Mercado Municipal (para almoçar, talvez), é uma cidade grande bem sem graça. Vale a pena parar também para conhecer Frutillar, já bem próxima a Puerto Varas. Aliás, Puerto Varas costuma ser uma opção de hospedagem melhor do que Puerto Montt – vale a pena conferir.

    Nunca ouvi nenhuma contra-indicação quanto a dirigir no Chile, Dalton. Mas é preciso estar bem atento ao limite de velocidade, que é de 100 kim/h – e eles multam sem dó. Você vai precisar pesquisar se vale a pena entregar o carro em Puerto Montt, porque a taxa de entrega do carro em outra cidade costuma ser bem salgada. Eu fiz isso porque ia prosseguir viagem para a Argentina. No seu caso, vale ver se o gasto de dinheiro e de tempo para voltar de Puerto Montt a Santiago de carro compensaria… Cuidado apenas para não acabar passando boa parte do seu tempo na estrada, sem tempo para curtir as cidades!

  502. Paulo Says:

    Olá Carla

    Parabéns pelo excelente blog, muito legal e muito útil, vi dicas bem bacanas aqui. Parabéns pelo seu espírito solidário, é incrível como você ajuda a todos. Agora é minha vez de pedir uma ajuda. estou indo ao Chile chegando duia 07/11 e voltando 16/11. Havia planejado ir apenas a Santiago e Pucón, mas vi tanta coisa interessante aqui que acho que vou tirar um dia de Santiago e dois de Pucón para incluir um passeio pelos lagos, não vale a pena eu atravessar até Bariloche e voltar, pensei em fazer um cruzeiro saindo de Puerto Varas e vvoltando pra lá, gostaria de saber se alguém fez este roteiro, se vale a pena, qual agência usou? Vc acha que dá pra fazer isso, pensei em sair dia 09/11 a noite de Santiago, chegar em Pucón fazer a subida no vulcão, as termas e Caburga e Ojos de Caburga, saindo a noite do dia 11/11 ou 12/11 para Puerto Varas e fazer então o cruzeiro, aproveitando pra visitar o Osorno e Puerto Montt e voltando para Santiago na noite do dia 15/11, que acha? Dá pra fazer?
    Um abraço e grato pela atenção

  503. Carla Says:

    Paulo, fica um pouco corrido, mas eu acho que dá pra fazer, sim – até porque, agora que você se entusiasmou com tantas opções, vai ficar difícil não tentar aproveitá-las, né?

    Em Puerto Varas dá pra contratar um passeio de 1 dia pelos lagos. Realmente não vale a pena ir até Bariloche. Só não tenho, infelizmente, uma agência para te indicar… No seu lugar, como a sua viagem está bem próxima, eu pediria uma indicação ao próprio hotel de Puerto Varas ao fazer a reserva, acho que seria a melhor opção…

  504. Elza Says:

    Oi,Carla,lhe escrevi no dia 7-09 ;estou lhe retornado que os 12 dias que em Chile foi demais.O Hotel Diego de velasquez meio antigo mas num lugar privilegiado,com tudo perto:panificadora do outro lado da rua,barzinho ao lado da entrada do hotel e um gde shopping “Panoramico” em frente ao hote.À 2 qdras do hotel está o metrô “Leones”…Fizemos o tradicional tour pela cidade e resolvemos pagar pela empresa ekatour 50USD p.pessoa para Concha y toro,por questão de tempo.Fizemos Valparaiso e vina del mar;gostamos mais da cidade de valparaiso,por ser mais cultural e vina del mar não tem praia como as nossas.Almoço para 2 num bom restaurante sae em média 20.000pesos(32 USD)Obs:qdo chegamos,dia 22 de outubro,1 USD valia 630 pesos e atingiu pico de 672 pesos;resumindo,houve essa variação.
    A noite fomos naquele bar que vc indicou:Old corner pub Brannigan´s:nota mil,comemos empanadas com recheios variados e que Chopp gelado.Uma banda jovem tocando desde Beatles até música chilena.Ah,esses “pubs” ,pois há muitos ,ficam na rua suécia,perto do hotel.Gastamos em torno de 30 USD .Outro restaurante legal no providencia,perto do hotel é a “Pequena piccolla” O cardápio muito variado,desde pizza ,petiscos,massa,enfim ,excelente sabores.Com bebida e tudo saiu 20.000 pesos (31 USD) para 2 pessoas.Apos 5 dias seguimos de avião para Puerto Montt. O guia de lá foi super legal,o Sr. Sergio,que fez praticamente tds os passeios particulares.Imaginem a paciencia dele (e a do meu marido ) me esperando comprar na f. de artesantos de Angelmó.Encontrei muitas peças de lapizazule com bons preços e mantas de lã de lhama,luvas,gorros etc..Na “artesania en Lanas”,um casaco comprido de pontas,chamado de “chaleco” custa 12000 pesos .Em puerto Varas ficamos num 4 estrelas,novo “SOLACE”. O brekfast era muito parecido como os da região Sul daqui.Os morangos de lá são gigantes e muito doces.Fizemos Frutillar com museu alemão (entrada 2000 pesos),almoço no Guten Appetit.A noite lanchamos no Cassino p. varas,tem cãmbio(pgaram 640) e perdemos nos dois 15USD. Noutro dia,fizemos um maravilhoso passeio para Ilha de Chiloé e Ancud,Chacao e comer um curanto dos deuses e super barato. 4000 pesos com acompanhamentos(salada mista e caldo) .Nesse dia fizemos um passeio extra:”Pinguineras PUNIHUIL”30USD p.pessoa,mas pagaria o dobro,pois eles te colocam num barco com botas de borracha e coletes no Oc. Pacífico e percorremos 2o min. para chegar às ilhas aonde vivem ou pinguins e diversos pássaros.Para o pessoal do barco( são 2) pagamos 7000 pesos,11USD.Ah: o valor do curanto foi de 1 pessoa,pois meu marido não quiz. No dia seguinte,fizemos Petrohue,Lagos esmeralda, *arque nacional Vicente perez(entrada 1200 p.p)Após almoçar,o passeio mais legal de toda vgm:Vulcão Osorno,pois subimos de teleférico e havia muita neve lá encima e um frio de rachar.Fiz até bonecos de neve e qdo descemos um delicioso chocolante qte com conhaque.Comprei uma jaqueta para frio mesmo para meu fiho adulto e paguei 91USD.Pelo artigo,achei barato.
    No ultimo dia de P. Varas,dia livre,pegamos onibus (700 pesos) e retornamos `P. Montt para comer Centolla e Shop. Arauco. Só andamos de bus que vem a todo momento. Impressionante…!A noite,voamos p. Santiago,e ficamos no mesmo apto do H. Diego,1002,que são maiores ,com sala,sofá,fogão elétrico ,2 qtos e 2 banheiros.Ficamos mais 3 dias e aí andamos de metro por tudo:cerro sta Lucia e cerro cristobal,sozinhos.Shoppings Alto Las Condes e Arauco. As roupas tanto na Ripley como Paris ,muito em conta. A ZARA,que pagamos caro aqui,comprei 4 peças por 29000pesos(46 USD)Nike,27990 (44USD). Play station 3 na SONY store está em torno de 350.000 pesos(555 USD)40 GIGA.Os jogos ,em torno de 58USD. Num país catolico(75%),dia 31 de outubro é um novo feriado:dos evangélicos. Os shop. abrem as 11hs ;mas o resto é fechado (cerrado)
    Já tínhamos estado no merado central,mas queríamos comer lá e inevitalvelmente ,o fizemos no Donde Augusto. Paella farta,com tantos frutos do mar…com gorjeta(propina)18ooo pesos.
    No outro dia fizemos passeios a pé na bella Vista e a noite jantamos no Balli Hai. Custou um pouco caro,pois já tínhamos reservado antes de seguir p. P.varas pelo hotel e qdo chegamos nos avisaram que estava lotado p. aqueles dias,oque nos obrigou a fazer pela empresa de turismo:60 USD p.pessoa.Mas,achamos que valeu pelas danças,musicas e um jantar delicioso e translado ao hotel. Bem,Carla,resumindo a nossa viagem de 12 dias no Chile ,com a sua preciosa ajuda.Muito obrigada e desculpas por ter me alongado,mas quiz tbém deixar algo que ajude outrem como fui lendo sempre o seu blog.Reforço o que voce diz:”Planejem bem a viagem,leiam bastante sobre os locais que querem visitar,tenham um mapa e em Santiago,mapa de Metro “Um abraço e novamente ,obrigada. Elza Pellegrini

  505. Carla Says:

    Elza, que delícia ler o seu relato! ;-) Sou eu que te agradeço pela sua delicadeza de voltar aqui e deixar as suas dicas atualizadas para que as pessoas que vêm consultar o blog tenham informações mais recentes! E, olha, fiquei morrendo de vontade de fazer esses passeios que você fez a Chloé e às Pingüineras!!!

  506. Roberta Says:

    Carla, boa tarde
    Parabéns pelas dicas e relatos. Gostaria, se for possível, que vc me ajudasse a definir meu roteiro de viagem. Não conheço o Chile.
    Vou com meu marido de Recife pra Santiago dia 27 de dezembro.
    A volta pode ser tanto por Santiago quanto por Buenos Aires(que ja conheço, mas voltaria por lá novamente se for mais vantagem, o que vc acha?) total da viagem: 12 dias
    Quero conhecer Bariloche. então seguem as perguntas:
    quantos dias em Santiago
    ir de carro de santiago a Bariloche, parando e pernoitando em quais cidades,e por quantos dias?
    DIA DE ANO NOVO, passar onde? queria que fosse num lugar bonito, com boa comida, e que tenha festa de reveillon.
    quantos dias em BAriloche? depois volto pra Santiago(quantas horas de carro) ou vou de avião ou ônibus pra Buenos Aires?

    Sei que foram muitas perguntas, mas se vc puder responder algumas, eu agradeço.
    Atenciosamente.

  507. Roberta Says:

    Carla, li um comentario seupro Paulo que talves sirva pra mim tb, será que eu aproveitaria mais não indo pra Bariloche? Nesse caso, eu teria os 12 dias só pra Santiago e pras cidades que poderia ir de carro. E agora?? mais perguntas, né?! Obrigada mais uma vez.

  508. Carla Says:

    Roberta, se você pode escolher voltar tanto por Santiago quanto por Buenos Aires, eu te sugeriria fazer o roteiro que inclui a travessia dos Lagos Andinos de Puerto Varas a Bariloche. Assim você mata a sua vontade de conhecer Bariloche e não precisa voltar todo o caminho até Santiago. O ideal seria chegar por Santiago e ficar lá uns 3 dias; depois vocês podem descer de carro até Puerto Varas ou Puerto Montt em uns 2 ou 3 dias de viagem, parando para visitar algumas cidades ao longo do caminho e fazendo 1 ou 2 pernoites (Vale do Colchagua, Villarrica ou Pucón e Valdivia seriam boas idéias), uns 2 dias em Puerto Varas, 1 dia para o Cruce de Lagos, uns 2 dias em Bariloche e o último em Buenos Aires. Fica um pouco corrido, mas dá pra fazer. Uma outra possibilidade seria voar de Santiago a Puerto Montt e aproveitar melhor os seus dias na região.

    Sobre o Ano Novo, vai ser difícil encontrar festa na rua… Comemorar o Ano Novo com festança é um hábito nosso. Fora do Brasil você pode encontrar festas em restaurantes e boates, mas provavelmente serão caras e não vão ter muito a ver com a nossa idéia de comemoração. Se você fizer questão, peça indicações no seu hotel de um bom lugar onde ir, mas eu te sugeriria não esquentar a cabeça com isso e comemorar o Ano Novo ao longo de toda a viagem. Uma sugestão que sempre se oferece a quem passa o Ano Novo fora do Brasil é fazer um picnic no próprio quarto do hotel com um belo espumante e comidinhas especiais antes de ir pra rua ver se encontra algum movimento…

  509. Roberta Says:

    Carla,
    muito obrigada pela sua atenção, gostei muito das suas dicas, e espero poder retribuir posteriormente. Felicidades

  510. Carla Says:

    Roberta, depois vem me contar como foi a viagem, Ok? ;-)

  511. Roberta Says:

    OI Carla, aos estou definindo o roteiro da viagem (com sua ajuda, graças a Deus). A atual situação é: dia da chegada + 4 dias em Santiago; 5º dia descer para a regiao dos lagos, pernoitar onde? 6º e 7ºdias Cruce de 2 dias; (do 7ºpara o 8º dormir em Puerto Varas); 9º dia Puerto Varas;
    10º voltar pra Santiago;11º Santiago; 12º viagem de volta para Recife.

    Dúvidas e comentários:
    1. estou pensando no passeio de 2 dias (cruce) pois não está muito corrido, tem tempo.
    2. Será que ao inves de alugar carro pra descer eu fizesse isso de ônibus, valeria a pena?
    3 Se for ônibus, iria direto pra puerto varas, ou ainda assim seria melhor pernoitar em outra cidade antes, por ser imperdível )qual?
    4 Se eu descer de carro devolvo ele de manha bem cedo(antes de pegar o navio? e depois volto de quê?
    5 vc mudaria algum dia? ou alguns..?
    6. vou passar o ano novo em Santiago, tem algum hotel que faça reveillon lá, que solte fogos, ou coisa desse tipo

    Acho que ainda vou lhe agradecer várias vezes
    gracias

  512. Carla Says:

    Vamos lá, Roberta… Agora, sim, eu vou te dar a mesma dica que dei ao Paulo: se vocês vão voltar para Santiago, não vale a pena ir até Bariloche, nem fazer o Cruce de Lagos. Vocês podem perfeitamente fazer o passeio de dia inteiro que parte de Puerto Varas e volta no fim do dia, e vão ver as mesmas paisagens do Cruce de Lagos (só que apenas do lado chileno) e ainda evitam uma viagem de ônibus de cerca de 6 horas para voltar de Bariloche a Puerto Varas.

    Vocês ficaram agora com um roteiro mais confortável em termos de planejamento de tempo – dá até pra ir e voltar de carro fazendo pernoites diferentes na ida e na volta. Também dá pra ir de ônibus, mas aí eu acho que vocês perdem o caminho em si – é uma viagem de 10 horas, que costuma ser feita em ônibus noturno.

    Os dias que você separou para Santiago estão de bom tamanho – dá tempo até de passar um dia no litoral. Mas sobre a noite de Ano Novo eu realmente não sei te informar nada. Acho que é uma boa idéia entrar em contato com o seu hotel de Santiago ou com alguma agência local e ver se eles têm alguma indicação…

  513. Roberta Says:

    Carla, acho que vou seguir sua ideia e fazer a viagem de carro e o passeio de 1 dia.
    E quanto as cidades pra pernoitar, vi a distância de Santiago pra Pucon, achei longe, antes dela pernoitaria onde?
    Entre Pucón e Vilarrica, qual a melhor pra ficar ja que são bem próximas?
    muchas gracias.

  514. Carla Says:

    Roberta, acho que dá pra ir de Santiago até Chillán (cerca de 400 km) e depois até Pucón (uns 380 km). De Pucón a Puerto Varas são mais 300 km. Mas pra essa viagem render vocês têm que sair de manhã cedo, caso contrário não vão aproveitar nada das cidades onde vão pernoitar… Para a volta, acho que vale passar a primeira noite em Valdivia (menos de 200 km), parando em Frutillar para visitar e almoçar e depois fazer o esforço de rodar 700 km até Santa Cruz ou Curicó, na região vinícola do Vale do Colchágua.

    Sugeri Pucón ao invés de Villarrica porque me parece que a estrutura turística de lá é melhor… E acho que vale mais a pena parar na região vinícola na volta, porque caso vocês queiram comprar vinhos não precisam transportá-los por toda a viagem… ;-)

  515. Carla Says:

    Ah, na ida ou na volta vale a pena parar no Mercado Municipal de Temuco, talvez para almoçar. A cidade não tem grandes atrativos, mas os restaurantes do mercado valem a visita!

  516. Adacio Says:

    Carla.
    Estamos pretendendo viajar no período de carnaval e pegar um circuito andino. Qual a dica.

  517. Julia Says:

    Olá, Carla!
    tudo bem?

    Quero repetir sua viagem agora em janeiro…
    vc se lembra quanto gastou na época?

    Obrigada,
    beijos

  518. Carla Says:

    Julia, eu coloquei alguns dos valores no texto do post, e talvez eu tenha alguns gastos diários anotados. Mas são valores de 8 anos atrás, não vão mais te servir nem como referência… Acho que o melhor a fazer seria ir às fontes – seguir os links dos hotéis, por exemplo – para descobrir os valores atuais, Ok?

    Adacio, de quanto tempo você vai dispor no Carnaval? Acho que 5 dias ou 1 semana é muito pouco tempo para os Lagos Andinos…

  519. Adacio Says:

    Carla.
    Acho que 12 dias no máximo. Pode ser?

  520. Marcia Says:

    Carla, vc tem uma indicação de uma locadora de carros em Santiago, segura e com bom preço? Quero alugar um carro em janeiro e ir até o Deserto de Atacama!
    abs
    Marcia

  521. Carla Says:

    Marcia, da última vez que aluguei carro no Chile aluguei em uma das grandes locadoras, mas não consigo me lembrar se foi na Budget ou na Dollar. De qualquer forma, o fato de eu ter conseguido o melhor preço na época (há quase 3 anos) não garante que o preço vá estar bom agora. Você vai precisar pesquisar.

    Agora, por que você quer ir ao Atacama de carro? Sinceramente, acho que não vale a pena… A distância de Santiago até lá é enorme, uns 1000 km – e, uma vez lá, você não vai usar o carro pra nada! A cidade é minúscula, faz-se tudo a pé, e todos os passeios são feitos em grupo, com guia.

  522. Carla Says:

    Adacio, com 12 dias já dá pra pensar em alguma coisa nos Lagos, sim. Você já deu uma olhada aqui nos comentários do post? Tem várias idéias e dicas interessantes. O que você tem em mente? Você quer ficar só no Chile ou quer fazer o Cruce de Lagos para a Argentina? Você vai e volta por Santiago ou vai até Buenos Aires? Você quer fazer o caminho de Santiago para o Sul de carro com paradas pelo caminho ou pretende ir de um só fôlego, de ônibus ou avião?

  523. Joana Says:

    Olá Carla, como vai? Há alguns dias tenho olhado o seu blog para ter algumas idéias. Parabéns. Vc é muito prestativa. Eu e meu marido iremos ao chile na segunda quinzena de junho de 2009. Como sou muito “programada”, já estou vendo o que posso fazer. Ficaremos alguns dias em Santiago e cidades próximas e depois iremos à região dos lagos. Eu gostaria de saber algumas coisas:Será que pegaremos neve? Como pode ser feita a viagem de Puerto Montt até Bariloche? É possível ir de carro? Qual é o trajeto mais bonito? O que fica mais barato? Muito obrigada.

  524. Bruno Says:

    Carla, parabéns pelo seu Blog. Ele é muito informativo.
    Gostaria de sua sugestão para a minha vaigem ao Chile. É o seguinte, chegarei em Santiago no dia 12/6/2009 e volto no dia 27/6/2009. A minha idéia era ficar uns 4 dias por Santiago e depois “descer” até os lagos andinos.
    Nesse casa, sairia de Santiago para Puerto Montt. Exite uma diferença muito grande em termos de $$$ indo de avião ou ônibus!? A minha idéia é ir de avião e voltar de carro ou onibus, observando o meu orçamento. O trajeto é muito bonito, valendo a viagem?
    Chegando em Puerto Montt, vc acha que devo pernoitar por quantos dias até ir para Bariloche?! Qual a melhor forma de travessia?! Chegando em Bariloche por quantos dias devo pernoitar?!?! Você sabe se é possível ir de Bariloche para Pucón, por ônibus?! Nesse roteiro, teria mais algum ponto imperdível que vc pudesse opinar!
    Obrigado !

  525. Carla Says:

    Joana, na segunda quinzena de junho é grande a probabilidade de pegar neve, sim – costuma ser o início da temporada de esqui. De Puerto Montt a Bariloche é possível ir de carro ou de ônibus (caso o carro seja alugado você precisa de um documento para atravessar a fronteira, tem que conferir se a locadora permite). Mas a melhor forma de ir de Puerto Montt ou Puerto Varas para Bariloche é fazendo o Cruce de Lagos. Não é realmente um passeio barato, mas vale cada centavo. Imagino que a forma mais barata seja ir de ônibus – mas eu nem pensaria nisso, não… ;-) Nos comentários acima há links para a Visit Chile, onde você encontra informações para o Cruce de Lagos.

    Bruno, sugiro considerar Puerto Varas como sua base ao invés de Puerto Montt – são 20 km de distância apenas, mas a cidade é bem mais bonita e agradável. Com umas 3 noites na cidade e bastante disposição você dá conta de ver bastante da cidade e dos arredores – não perca Frutillar. Não estou inteirada dos preços atuais de ônibus e avião, mas deve haver uma boa diferença, sim. Sei que os ônibus noturnos de Santiago a Puerto Montt são uma boa opção. Eu achei o trajeto entre Santiago e Puerto Montt maravilhoso – fiz 3 pernoites ao longo do caminho e, se fosse novamente, faria ainda mais uns 2 para aproveitar melhor. Sobre Bariloche, vai depender dos seus interesses por lá. Eu não queria esquiar, então passei apenas 2 noites, e foi o suficiente para ver os principais pontos de interesse. Se você quiser esquiar, sugiro mais tempo. Para descobrir se há ônibus entre Bariloche e Pucón, dá uma olhadinha nos comentários acima, há um link para uma companhia de ônibus de Bariloche – chamada Via Bariloche, se não me engano.

  526. Carol BSB Says:

    Carla, aqui é a Carol que começou a te fazer umas perguntas sobre o Chile lá no VnV. Ainda estou lendo os comentários e pegando várias dicas, mas deixa eu te dizer como está o meu projeto de roteiro pra vc me dizer o que acha, ok?

    Chegaremos em Santiago às 11:35 da manhã. A idéia é alugar um carro no aeroporto e já sair rumo ao sul, viajando direto até Pucón. Iríamos curtindo o caminho, mas sem fazer pernoite. Você recomenda parar em algum lugar, para comer, dar uma voltinha, sei lá?

    Daí ficaríamos em Pucón por 2 dias, um para escalar o vulcão Vilarrica e outro para fazer passeios pela região.

    Depois pegaríamos a estrada de manhã, de volta rumo ao norte, passando uma noite no complexo San Alfonso del Mar, onde parece que está a maior piscina do mundo (será que isso presta mesmo? Meu marido é que quer conhecer esse lugar, eu nunca tinha ouvido falar…).

    O dia seguinte seria para curtir esse complexo e a tal piscina. Sairíamos de lá à noite, para Santiago.

    Daí, teríamos 3 dias inteiros em Santiago, antes de voltar para o Brasil.

    Que achas???

  527. Carla Says:

    Carol, a distância de Santiago a Pucón é de quase 800 km, e a velocidade máxima nas estradas chilenas é de 100 km/h. Se vocês pretendem seguir direto do aeroporto, devem se preparar pra passar no mínimo umas 9 horas na estrada – isso contando apenas paradas para ir ao banheiro, beber um café e abastecer. (Será que não vale mais a pena, em termos de aproveitamento do tempo, ir de avião e depois alugar um carro para fazer os passeios pela região e voltar a Santiago?)

    Entre Santiago e Pucón, alguns pontos interessantes são o Vale do Colchagua (uma região vinícola), Chillán, Temuco e Villarrica. Chillán e Temuco são bons lugares para encontrar um restaurante legal; em Temuco há um Mercado Municipal com vários bons restaurantes.

    Eu não conheço esse complexo de San Alfonso del Mar, não. Na verdade, vi algo sobre ele na TV, mas tenho uma intuição danada de que é roubada. Parece que a única atração do lugar é essa piscina enorme na beira do mar. Sinceramente, em um país com tantas atrações naturais como o Chile, me parece uma baita perda de tempo abrir mão de qualquer uma delas por causa de uma piscina, por maior que seja… Mas isso é apenas a minha opinião pessoal, claro – eu não iria, o que não invalida a diversão de quem se interessa por esse tipo de passeio. Dá uma olhadinha no Google Images, tem um monte de fotos da tal piscina…

    Por fim, com disposição dá pra ter uma idéia de Santiago em 3 dias, sim. Com bastante pique, pode até dar pra ir passar um dia no litoral, e uma manhã em uma vinícola, talvez – tudo depende do ritmo de vocês. De qualquer modo, uma coisa é certa – vocês vão voltar com aquele gostinho de “quero mais”, porque parece que o Chile é inesgotável… ;-)

    Ah, não sei se você já encontrou esse site sobre as distâncias no Chile nas suas pesquisas, é uma ajuda e tanto: http://sitios.cl/servicios/distancias.htm

  528. Carla Says:

    Carol, fui conferir no mapa e constatei que San Alfonso del Mar fica próximo a Viña e Valparaiso… Assim já começo até a gostar mais da idéia, porque vocês podem ir passear pelas duas cidades (1 km apenas separa uma da outra) e até dar uma chegadinha em Isla Negra para visitar o Museo Neruda, se quiserem!

  529. Carol BSB Says:

    Carla, eu tinha escrito uma porção de coisas aqui, mas sei lá o que foi que eu apertei aqui no teclado que perdi tudo!

    Uma das coisas que queria dizer é que li todos os comentários do post e peguei muitas dicas e esclarecimentos importantes.

    Também queria registrar que estou encantada com a sua boa vontade e paciência para ajudar a todos! Parabéns!!!

    Quanto à minha viagem e os seus palpites, é o seguinte:

    De fato, é muito chão de Santiago até Pucón. Meu marido é que quer fazer tudo de carro, pois ele acha que sairá muito mais caro se fizermos um dos trechos de avião (passagem muito cara + taxa de retorno do carro). Enfim, preciso investigar isso melhor e fazer as contas na ponta do lápis pra ver se há mesmo economia em ir e voltar de carro e se tal economia vale a pena! Você tem alguma idéia?

    A novidade é que estamos pensando em desistir do tal resort. Para o dia que queremos pernoitar lá, só há apartamentos de pelo menos dois quartos, e achei muito caro: de 95.000 a 130.000 pesos! Assim, sobraria tempo para fazer esse pernoite na estrada, o que achas?

    Obrigada, obrigada e obrigada!!!

  530. Carla Says:

    Carol, é um prazer enorme ajudar as pessoas a planejar… Eu acabo voltando aos lugares, é muito divertido! ;-)

    Vamos lá: acho que o primeiro passo é mesmo botar tudo na ponta do lápis. É importante lembrar que o aluguel de carro no Chile não é barato e a gasolina deles também é mais cara que a nossa. Estou por fora do preço, mas acho que um email para uma locadora chilena resolve a questão…

    Por outro lado, não deve fazer uma diferença muito grande incluir o trecho Santiago-Pucón-Santiago na passagem internacional de vocês – e vale a pena pesquisar também esse trecho isoladamente, caso vocês estejam indo com milhas ou por uma companhia que não voe até Pucón. Por fim, se a economia existir mas for pequena, mais vale investir na passagem aérea, porque vocês ganham o que não tem preço: tempo!

    Fiquei impressionada com o preço dos apartamentos no resort… Bom, também são de 2 quartos… Ele fica a apenas 90 km de Santiago – de repente, para não frustrar completamente a curiosidade, veja se eles oferecem algo como um day-use… Daria pra fazer um bate-e-volta tranqüilamente!

    Quanto ao pernoite que sobra para a estrada, o chato é que essa é a parte menos interessante do caminho… Ao sul de Pucón as atrações são inúmeras, mas essa parte é mais restrita. Temuco é muito próxima, e não justificaria um pernoite mesmo. Chillán fica a uma boa distância, mas não tem nenhum atrativo imperdível. O pernoite mais interessante seria já na região de Curicó, Santa Cruz ou San Fernando, em uma vinícola – mas talvez já seja muito perto de Santiago…

    Vai pensando, e trocamos idéias! Se eu tiver alguma idéia brilhante, te aviso, aqui ou no VnV! :D

  531. Carol BSB Says:

    Oi, Carla!

    Ainda não tive tempo de investigar a diferença de preços entre fazer Santiago-Pucón-Santiago de carro ou avião, mas se virmos que a economia não vale o tempo, certamente vamos optar por ir pra lá voando!

    Nós vamos pra Santiago com milhas da TAM, então realmente não dava pra incluir na passagem internacional.

    Só olhei os preços da passagem pela LAN. O trecho Santiago-Temuco-Santiago (penso que Temuco seja o aeroporto mais próximo de Pucón, confere?) está custando 460 dólares por pessoa… Complicado, né?

    Enquanto isso, se vc coloca o Chile como país de residência, a LAN tem tarifas de menos de 60.000 pesos ida e volta! Muito injusto isso, não?

    Espero mesmo que você tenha alguma idéia brilhante, viu? rsrsrsrs…

  532. Carol BSB Says:

    Ah, sim, acho que vamos ficar mais uma noite em Pucón, mesmo. Como o caminho de volta não tem nada imperdível, a gente fica mais um diazinho lá, até pra viagem ficar mais relaxante…

    O que você acha?

  533. Carla Says:

    Nossa, Carol, que diferença enorme entre os preços para os estrangeiros e os chilenos!!! A passagem a US$ 460 está bem cara mesmo… Talvez valha a pena investigar se não há preços mais em conta comprando a passagem por uma agência de Santiago, ao invés de diretamente no site da LAN – pode ser que haja bloqueios por causa da época, e então só as operadoras e agências teriam os melhores preços. Investiga nos sites da Visit Chile, da Go Chile – são sites sérios, e pode ser que tenham boas ofertas!

  534. Carol BSB Says:

    Vou dar uma olhada e depois te conto!

  535. Carla Says:

    Tou na torcida, Carol! Ontem eu dei uma espiada e não achei vôos no site da Visit Chile, só pacotes completos. No site da Go Chile vi uns preços bem interessantes, por volta de US$ 160 – mas não consegui simular para a época que você vai, é preciso preencher um formulário e pedir a cotação. Ah, e eles explicam que esses são os preços para estrangeiros! Vale a pena investigar! ;-)

  536. Carol BSB Says:

    Carla, que ordem você sugere pra conhecer os seguintes lugares:
    – Valparaíso
    – Viña del Mar
    – Isla Negra
    – Resort San Alfonso del Mar

    Do que vi no mapa, a ordem 1- resort, 2- isla negra, 3- valparaíso, 4- viña del mar me pareceu coerente. Você concorda?

    Só não sei se vamos mesmo fazer tudo isso num dia, mas, por via das dúvidas, a gente tenta encaixar no roteiro, né? ;-)

  537. Carla Says:

    Carol, pra fazer tudo no mesmo dia vocês vão precisar madrugar e sair de Santiago bem cedinho – e mesmo assim, não sei se dá tempo, não…

    A melhor ordem é essa, sim, mas tem um detalhe: a visita ao Museo Neruda em Isla Negra é feita com hora marcada. Talvez seja uma boa idéia ver se eles fazem a reserva com antecedência, pra vocês não perderem tempo lá esperando a vez de entrar… Funciona de 3a. a domingo a partir das 10 da manhã. Dá uma olhadinha no site: http://www.fundacionneruda.org/home.htm

    Estou ficando com a maior vontade de voltar ao Chile dando esses pitacos na sua viagem! ;-)

  538. Estefania Says:

    Oi Carla!

    Irei fazer um estágio em Valdívia em Janeiro, porém pretendo ir uns 10 ou 15 dias antes para curtir o Chile. Gostaria de algumas dicas do que visitar no sul do Chile. Estarei sozinha por alguns dias (e nesse período pretendo ficar em albergues ou algo semelhante) e perto da passagem do ano estarei com meu namorado. Qual roteiro você recomendaria??
    Ah, também gostaria de dicas de roupa para essa época do ano.

    Obrigada!

  539. Estefania Says:

    Ah, esqueci de dizer que estou indo por conta. Devo fazer reservas antes?? Por onde faço?

  540. Rosana Bastos Says:

    Carla, eu e meu filho de 14 anos vamos fazer o passeio dos Lagos Andinos agora em Dezembro de 2008.
    Gostaria de saber quanto devo levar em dinheiro (dólar). A viagem é de 13 dias e meu filho come muito e adora camisas dos times de futebol.
    Desde já, obrigada.
    Rosana.

  541. Carla Says:

    Rosana, eu já não tenho mais noção dos custos no sul do Chile, porque fui há cerca de 8 anos… Mas uma regra que eu costumo seguir quando viajo pela América do Sul é a de levar US$ 50 por dia para cada pessoa. Não é uma regra fixa, Ok? É a regra que eu sei que funciona comigo, de acordo com o meu padrão de gastos. Mas espero que te ajude a ter uma idéia…

  542. Ana Luiza Says:

    Carla, você sabe me informar se o Chile cobra taxa de saída como a Argentina?
    Muito obrigada,
    Ana.

  543. Carla Says:

    Ana Luiza, pelo menos até 3 anos atrás não cobrava, não…

  544. Agostinho Busato Says:

    Parabéns pelo site. gostei muito. Nos animou à ir ao Chile. Vou com minha Esposa. Queremos ir até Santiago. Vamos no mês de janeiro. Queremos ir de carro. Qual é o melhor roteiro? Vamos sair de Curitiba no inicio de Janeiro. Me parece do que li em teu site ser uma boa época?

  545. Carol BSB Says:

    Oi, Carla!!!

    Dei uma sumida, né? É que realmente o planejamento da viagem andou meio parado mesmo…

    Acho que não vai mesmo rolar avião até Pucón, não… Até descobri uma cia. aérea que tem uns preços bem interessantes (Sky airlines), mas cadê que a gente consegue comprar??? Tentei mil vezes, com todas as tarifas, e uma bela hora o site diz que “há inconsistências no pedido” e manda começar tudo de novo…

    Por agências de viagem chilenas, como vc havia sugerido, a diferença de preço para as estratosféricas tarifas da LAN não são grandes, daí também descartamos essa opção.

    Agora estamos pensando em ir de ônibus. Tem umas empresas que possuem um ônibus cuja poltrona vira uma cama mesmo, é melhor que o tipo leito. Pensei em fazer essa viagem à noite. Assim, poderíamos dar um giro por Santiago e seguir para Pucón só umas dez horas da noite. Seria uma forma de a estrada não significar tempo pedido, né? Faríamos a mesma coisa na volta para Santiago.

    Claro que dormir num ônibus nunca será o mesmo que numa cama de hotel, e chegaremos cansadinhos em Pucón, mas acho que o tempo que ficaremos lá nos permitirá dar uma boa descansada antes de começar os passeios pela região…

    Então eu te pergunto: 1) o que vc acha dessa estratégia? É melhor que ir de carro? 2) o quê que a gente pode fazer com as malas para passear por Santiago antes de ir pra Pucón?

    Beijinhos!

  546. Carla Says:

    Agostinho, janeiro é uma boa época, sim, inclusive para cruzar os Andes, porque é verão. Agora, não sei te dizer qual seria um bom roteiro, pois nunca fiz essa viagem de carro – ou seja, não cheguei a estudar as possibilidades. Intuitivamente, eu iria por Foz do Iguaçu, de lá seguiria para Mendoza e dali cruzaria os Andes para chegar a Santiago.

    Carol, você andou sumida mesmo! ;-) Vamos lá… Eu gostei dessa idéia de ir de ônibus. Sempre ouvi dizer que os ônibus chilenos são mesmo super confortáveis. Claro, concordo com você que nunca é igual a dormir em uma cama de verdade, mas nesse caso acho que o aproveitamento de tempo compensa – e ninguém morre por causa de duas noitezinhas no ônibus, né? Eu só acharia melhor ir de carro se vocês fossem fazer a viagem em apenas um dos sentidos, ou seja, pegar o carro em Santiago e devolver em Pucón ou vice-versa. Mas sei que essa estratégia encarece muito o aluguel e muitas vezes acaba não compensando.

    Vocês não vão passar nem uma noite em Santiago antes de seguir para Pucón? Ih… nesse caso a situação das malas pode ficar complicada… Não sei se haveria lockers no terminal rodoviário. Eu investigaria algumas soluções: 1) procurar um site do terminal rodoviário e tentar descobrir, mesmo que via email, se eles têm lockers; 2) entrar nos sites das companhias de ônibus que fazem esse percurso e pedir sugestões; 3) entrar em contato com o hotel onde vocês vão se hospedar em Santiago quando voltarem de Pucón e perguntar se eles fariam a gentileza de guardar as malas… ;-)

  547. Carol BSB Says:

    Carla,
    obrigada pelas dicas!
    Acho que vai rolar o busão mesmo… rsrsrs…
    Essa idéia de entrar em contato com o nosso hotel em Santiago pode ser uma boa, caso não haja – ou caso eu não consiga descobrir se há – locker no terminal rodoviário… Gostei!
    Quando eu tiver mais novidades, pode deixar que venho aqui te contar!
    Beijos…

  548. Carla Says:

    Carol, uma outra idéia que me ocorreu foi vocês verem se conseguiam um hotel que oferecesse day-use – de preferência um hotel perto do terminal rodoviário, não do aeroporto. Assim vocês teriam um pouso, um lugar pra descansar um pouco, tomar um banho – não ficariam tão desabrigados nesse primeiro dia em Santiago… ;-)

  549. Carol BSB Says:

    Carla, essa idéia do day-use é ótima!

    Agora eu tô estressada é com a dificuldade para conseguir algum meio de transporte de Santiago para Pucón! Também não deu para comprar as passagens de ônibus porque é obrigatório informar o RUT (número da cédula de identidade de lá). Não adianta colocar o número do passaporte, pois o tal do RUT tem um formato específico. Em resumo: não dá pra me registrar, e, consequentemente, não dá pra comprar… :-(

    Acho que a gente vai acabar indo de jegue (ou de lhama, que combina mais com os Andes…) :lol:

    Ai, ai, dessa vez eu vim só desabafar… Foi mal! :roll:

  550. Carol BSB Says:

    Como deu pra ver, aproveitei o desabafo pra testar alguns bonequinhos (tô aprendendo a usar!) :P

  551. Carla Says:

    Carol, será que o seu hotel em Santiago não providenciaria as passagens de ônibus pra vocês, não? ;-) Uma vez eu consegui que um hotel em Curitiba, onde eu ia ficar apenas 1 noite antes de ir pra Ilha do Mel comprasse as passagens de ônibus pra mim – no caso, eu depositei o dinheiro pra eles, mas você pode pagar com cartão de crédito ou enviar por PayPal. Caso eles não façam isso, tenta uma agência de viagens em Santiago… Ou então, antes disso tudo, envia um email pra empresa de ônibus onde você está tentando comprar a passagem e vê se eles te dão um meio de comprar as passagens…

  552. Carol BSB Says:

    Bem, o e-mail pra empresa de ônibus eu já mandei… Vamos ver o que eles respondem!

  553. Ana Luiza Says:

    Carla, obrigada pela informação. Também confirmei e não é cobrado.
    Outra dúvida que tenho é a seguinte, sei que a identidade em bom estado de conservação é aceita no chile, porém, em alguns lugares falam que tem q ter menos de 10 anos e uns poucos falam q menos de 5 anos. sabe me informar o correto?
    E o clima em Santiago em Dezembro e Janeiro?

    Obrigada,
    Ana Luiza.

  554. Carla Says:

    Ana Luiza, o mais importante é que você seja facilmente reconhecível na foto da sua identidade. O fato de o documento ter 5 ou 10 anos não é tão grave assim, desde que realmente esteja em bom estado; agora, se a foto que aparece no documento não tem mais nada a ver com a pessoa que está viajando… aí, sim, pode-se ter problemas…

    Dezembro e janeiro são os meses de verão em Santiago, como aqui. Normalmente faz calor, mas não tá dando pra confiar, né? Estamos em dezembro e está bem fresquinho aqui no Rio… Melhor ficar de olho nos sites de previsão do tempo!

  555. Carol BSB Says:

    Oi Carla!

    Falta pouquinho pra minha viagem, vim aqui só pra te dizer que, no fim das contas, vamos viver um pouco de aventura! :-)

    A empresa de ônibus não respondeu os meus e-mails, e o hotel apenas me direcionou para uma agência de turismo cujos preços também não foram animadores…

    Daí, resolvemos arriscar: vamos decidir nosso meio de transporte pra Pucón quando chegarmos no Chile. De repente, podemos conseguir uma tarifa boa pra ir de avião; se não, tentaremos comprar as passagens de ônibus, e ainda há a possibilidade de seguirmos nossa idéia inicial de alugar um carro.

    Além disso, não descartamos o plano B (ou C, ou D…) de ficarmos todo o período em Santiago. Assim aproveitaríamos a cidade com muita calma, poderíamos ir às vinícolas e fazer outros passeios ali por perto.

    Me deseje boa sorte!!!

    Ah, e já deixo aqui meus votos de Feliz Natal e um 2009 cheio de paz, amor, saúde e viagens! ;-)

  556. Carla Says:

    Carol, boa sorte na aventura! E, please, please, please, vem me contar tudinho quando voltar, tá? Agora fiquei numa curiosidade danada pra saber como essa viagem vai se resolver… ;-) Um ótimo Natal e um 2009 maravilhoso pra você também!!!

  557. Carol BSB Says:

    Pode deixar que na volta eu conto tudim!

  558. Virgínia Says:

    Carla,

    Eu e meu marido iremos para Santiago no dia 10/01 e seguiremos à noite para Pucón, de ônibus (Carol: não sei se você já viajou, mas para sua tranqüilidade já fizemos uma viagem de Buenos Aires a Mendoza, a noite toda, de ônibus e foi confortável. Depois viajamos de ônibus de Mendoza até Santiago e também foi bem tranqüilo). Na volta pensamos em passar um dia em Chilan e terminar o trajeto de trem até Santiago. Estou querendo saber se as outlets de Santiago valem a pena e qual é a localização. Já me disseram que os artigos esportivos têm bom preço. Você sabe algo a respeito ?

  559. Carla Says:

    Virginia, não conheço os outlets de Santiago, não… Nem sei onde ficam… Mas vamos ver se alguém mais antenado para compras lê o seu comentário e te dá uma luz, Ok? ;-)

  560. Patrícia Says:

    Oi Carla!

    Estou pensando em ir ao Chile (especificamente Lagos Andinos) em Dezembro/09. Seríamos eu, meu irmão (separado da esposa) e o filho dele de 11 anos. Então gostariamos de um programa mais “animado”, isto é, sem “programa a dois” sabe? (risos)

    Então, gostaria de umas dicas sobre cidades a visitar, roteiros mais “jovens” e, lógico, preços mais acessíveis.

    Desde já agradeço as dicas e parabenizo pelo post. Muito legal!

    Abraços,
    Patrícia

  561. Marise Says:

    Carla

    Eu e meu marido estamos de passagens compradas (milhas) para Santiago, chegando dia 20 de fev e retornando a SP no dia 2 de março/2009. Temos, então, 10 dias livres. É a nossa primeira viagem ao Chile. Lendo vários comentários no seu blog, já verificamos que seria interessante passar uns 3 dias em Santiago (já anotamos todas as suas dicas), 1 ou 2 dias no litoral (Isla Negra – Valparaíso e Vina del Mar, nessa ordem). Até aqui está ok. Porém, gostaríamos de aproveitar os outros dias indo para o Deserto do Atacama (como temos pouco tempo teríamos que ir de aviâo, não é?) e/ou Puerto Varas. Temos uma enorme vontade de conhecer os Lagos Andinos. O que vc sugere? É melhor voltar mesmo para Santiago ? Confesso que estamos meio perdidos nessa parte do nosso planejamento. Confiamos nas suas dicas. Muito obrigada

  562. Marise Says:

    Carla,

    Complementando meu e-mail anterior. Lendo os e-mails anteriores vi que irmos para Púcon seria tb uma boa. Agora acho que complicou mais ainda meu pedido de “help’ !! rsrs. Mas, de toda forma, confio demais nas suas dicas. Abraços, Marise

  563. viviane Says:

    Amei as fotos , as dicas, as interações do pessoal…
    planejo ir ao Chile este ano. pensei em passar no máximo dois dias no Chile e mais dois no Atacama. mas tou vendo tanta coisa legal, q acho q ampliarei. é q só tenho 18 dias pra gastar e pensava dar um pulo em Buenos Aires também. pelo jeito terei q ir duas vezes aos países vizinhos.
    gostei mesmo da página e as dicas

  564. Ana Says:

    Ola Carla!!
    Estava viajando por aqui na net, vendo agencias de viageme achei seu blog, q sorte a minha!
    Estou indo p santiago dia 19 agora c minha mae e como e a 1º vez q viajo por conta propria esto super confusa!rsrs
    Tenho um pouquinho de “medo”, em fechar hoteis e passeios pela net, mas estou fazendo meu roteiro assim:
    Ficar 3 dias em santiago, sendo q em um vou a vinha e valparaiso,
    depois, estou fechando c uma agencia chilena (AT travel, conhece?), um passeio pelo sul do chile….saida em onibus(6 dias e 5 noites, sendo q 2 no onibus), percorendo puerto varas, ancud, petrohue, puerto montt, aguas calientes (o valor fcou em u$220, preço bem em conta). Depois, estou c outra agencia, em vez de voltar p santiago, ir de puerto montt a punta arenas p passeio de torres del paine e glaciares (4 dias), ainda estou esperando a tarifa aerea.
    Bem minha pergunta é: qd vc saiu do Brasil, fechou c alguma agencia pela internet ou fez isso em santiago msm? E o hotel, tb fechou por algum site? E vc acha q 2 dias em santiago da p conhecer a cidade?
    Me desculpe por tantas perguntas, mas como marineira de 1º viagem estou confusa!rsrs

  565. Ana Says:

    Ah, e muito obriga!!!

  566. Carol BSB Says:

    Oi Carla, estou de volta!!!

    A viagem foi excelente, deu tudo mais certo do que eu esperava! Pareceu até que estávamos com tudo planejado e comprado com antecedência, heheheh…

    Chegamos em Santiago por volta de uma da tarde, e às três já estávamos embarcando em um vôo da LAN rumo a Pucón! Nem saímos do aeroporto, portanto. Na verdade, o vôo vai para Temuco, e de lá a gente pegou um transfer para Pucón (foi uma hora de vôo mais uma hora e meia de transfer). As passagens (duas pessoas, ida e volta) custaram 522 dólares. Se eu tivesse comprado no Brasil, seria quase o dobro! E só não foram mais em conta porque eram não apenas para o mesmo dia, mas para dali a duas horas! A Sky Airlines era ainda um pouco mais barata, mas só tinha vôo para o dia seguinte.

    Pucón é uma gracinha, amei passar uns dias ali. Muitas opções de ecoturismo (rafting, trekking, cavalgadas, arvorismo…), muitas hortências pra todo lado e o Vulcão Villarrica nos espreitando onde quer que se esteja. E nós o escalamos! Achei bem difícil, mas deu pra chegar lá. Seis horas subindo, meia hora lá em cima (não é possível ficar muito tempo no topo pois os vapores de enxofre são fortes) e uma hora e meia pra descer, boa parte de “ski-bunda”. A descida foi um barato e compensou todo o esforço da subida! Passamos o resto da viagem ainda meio quebrados do esforço físico…

    Voltamos para Santiago no dia 31, passamos o reveillon na praça onde as pessoas se reunem para ver a queima de fogos. Bem sem graça, mas não tínhamos programado nada mesmo, nem estávamos fazendo muita questão. Tinha uma festa no Cerro Santa Lucía, mas deu uma preguiiiiiiça, resolvemos dormir, mesmo.

    Gostei bastante de Santiago, embora o fato de termos ido primeiro a Pucón tenha gerado inevitáveis comparações (não que as cidades sejam comparáveis, mas foi justamente pelo fato de serem tão diferentes!). Santiago tem aquele turismo mais tradicional, com um monte de atrações e a gente tentando dar conta do recado… Pra piorar, lá estava um calorão danado, daí bater pernas era bem mais cansativo. Mas enfim, valeu super a pena, nem parece que a viagem teve apenas oito dias!

    Ah, quanto aos preços, achei as comidas caras (o que vc acha de pagar o equivalente a 50 reais em dois sanduíches Barros Luco – com filé e queijo – e dois sucos de máquina? Pois foi o que pagamos numa lanchonete meia boca, quando estávamos com muita fome e todos os restaurantes legais fechados porque era dia 1 de janeiro…). Os passeios estavam no preço (35.000 pesos para subir o vulcão, por exemplo, com todos os equipamentos incluídos). Quanto a compras, havia alguns artigos que estavam com um preço melhor que no Brasil, mas nada que possa ser considerado uma pechincha.

    E recomendo tanto o hotel que fiquei em Pucón (Hostal Gerônimo: 40.000 pesos o quarto com vista para o vulcão) quanto o de Santiago (Orly: 110 dólares, em Providencia, excelente localização).

    Pois é, por enquanto é isso…

    Carol.

  567. Carol BSB Says:

    Vixe, agora que eu vi como esse comentário ficou grande!

  568. Ferrucio Says:

    Carla, seu blog está ótimo e me mostrou q o q eu quero fazer é possível, estava com medo de não dar tempo. Meu plano até agora é ir de avião SP/Santiago/Calama e ficar 5 ou 6 dias no Atacama depois avião Calama/Puerto Montt e ficar mais 5 dias nos Lagos e seguir de ônibus Puerto Montt/Santiago para passar mais uns 3 ou 4 dias na região de Santiago…. Pela sua experiência, acha que dividi bem os dias? Tem alguma dica de alteração de roteiro? Vou pra lá no final de fevereiro de 2009.

  569. Ferrucio Says:

    Ah… mais uma coisa… também ia pular o Pucón e visitar outros vulcões…. será q é tão imperdível assim?

  570. Carla Says:

    Pessoal, me desculpem pela demora em responder aos comentários, mas estou sem computador por uns dias… Na próxima semana respondo a todos! ;-)

  571. Marise Says:

    OI, Carla,

    Deixei 2 posts acima e agora vai mais uma complementação. Vamos lá: em nossas pesquisas, estamos considerando o seguinte roteiro para os nossos 10 dias livres: os 4 primeiros dias em Santiago, com um deles reservado para Valparaíso e Vina Del Mar. Vi que talvez não seja possível fazer Isla Negra junto com Valparaíso/Vina. No quarto dia iremos a noite (de ônibus) para Puerto Varas/Puerto Montt e pegaríamos um passeio de 6 dias e 5 noites para os Lagos Andinos e Vulcões (já vimos um pacote interessante pela VisitChile por US$929,00). Estamos inseguros em fechar os os passeios pela internet. Acabamos de encontrar um comentário negativo da VisitChile (e olha que quem nos sugeriu a empresa foi a Embaixada do Chile no Brasil!). O que vc acha de nosso planejamento (ainda bastante incompleto e não fechado)? Vc conhece alguma empresa realmente confiável ? Nossa insegurança é grande! Estamos quase contratando um pacote em uma empresa aqui no Brasil mas é bem mais caro e é mínimo o desconto da passagem São Paulo-Santiago (utilizamos nossas milhas). É a nossa primeira vez no Chile e queremos aproveitar o máximo (sem ficar muito caro). Muito obrigada, desde logo.
    Marise

  572. Tatyara Says:

    Carla, vou passar a minha lua de mel em Santiago.
    Tô com dúvida em relação aos hotéis….

    Vc conhece algum desses hóteis? Dei uma pesquisada na internet, mas ainda estou indecisa. Me ajuda, por favor!

    – Torremayor Hotel http://www.hoteltorremayor.cl
    – Providencia Hotel
    – Neruda Hotel Santiago http://www.hotelneruda.cl
    – Hotel Fundador http://www.fundador.cl
    – Diego de Almagro Santiago
    – Atton Las Condes http://www.atton.cl

    Obrigada!

  573. Paula B V Says:

    Olá Carla,

    Estou programando uma viagem com o seguinte roteiro:

    Santiago (com Valle Nevado + Vinícola)
    Huilo Huilo
    Lagos Andinos
    Patagonia (Perito Moreno)

    Qtos dias acha que seria necessário?

    Depois seguirei para Buenos Aires e Montevideo.

    Obrigada.

  574. Carla Says:

    Patrícia, eu estive nos Lagos Andinos há mais de 8 anos – tudo o que tenho pra compartilhar é mesmo o que já está aqui, não tenho novidades… Em termos de preços, então, estou muito defasada! Mas o que posso te dizer é que também não fiz essa viagem “a dois” – a não ser em termos numéricos… ;-) Puerto Varas, Puerto Montt, Frutillar e outras oferecem mais do que romance – são paisagens bonitas, boa comida e até uma dose de aventura!

    Marise, tanto para ir ao Atacama quanto aos Lagos Andinos, eu te sugeriria ir de avião, para aproveitar melhor o seu tempo – são cerca de 1000 km em qualquer uma das direções. Você vai no verão, então espere bastante calor no Atacama durante o dia, mas ainda assim frio à noite; e não conte com neve nos Lagos Andinos, a não ser nos picos de neve eterna. Dito isso, escolha o destino que mais te encantar… De qualquer modo, a menos que você cruze os Lagos e siga para Bariloche e dali a Buenos Aires, acho que não há alternativa a não ser voltar até Santiago depois.

    Viviane, eu fiz o roteiro todo que narro no post em 17 dias. Com um dia a mais você pode escolher entre alocar mais um dia em Santiago ou em Buenos Aires, ou trocar o trajeto terrestre até o sul pelo aéreo e ficar mais tanto em Santiago quanto em Bs.As., o que é interessante se for a sua primeira vez nas duas cidades.

  575. Carla Says:

    Ana, na época em que eu fui (set.2000) ainda não era muito usual fechar viagens pela Internet – mesmo assim eu consegui tratar o meu pacote para o Atacama via email. De lá pra cá, faço praticamente tudo online – já fechei várias estadas em hotéis no Uruguai, Argentina, Bolívia, Peru, EUA… Nunca tive problema algum.

    Carol, obrigada pelo relato! Ainda bem que deu tudo certo!!! ;-)

    Ferrucio, acho que você pode diminuir o Atacama para uns 4 dias – o tempo é suficiente para fazer todos os passeios. Eu acrescentaria esse dia ao tempo que você vai ficar em Santiago, porque acho 3 dias lá muito pouco. De resto, acho que está ótimo. Sobre Pucón, eu também não cheguei a ir até lá, não. Todos dizem que é lindo, mas ainda estou devendo…

  576. Carla Says:

    Marise, para fazer Isla Negra no mesmo dia que Valparaiso e Viña, você precisa sair de Santiago bem cedo, de preferência com o horário da visita ao Museo Neruda previamente agendado. O tempo de viagem de Santiago ao litoral é de pouco mais de 1 hora – ou seja, com o horário da visita marcado para umas 10 da manhã, você fica com o resto do dia para explorar Valparaiso e Viña, que ficam a apenas 1 km de distância uma da outra. Sobre a Visit Chile, é uma empresa bem conceituada no Chile – eu ficaria desconfiada desses comentários negativos assim aleatórios, sabe? Mas estou achando esse valor de quase US$ 1000 por esse pacote bem pesado… É para uma pessoa ou duas? O que ele inclui?

    Tatyara, eu prefiro ficar hospedada na Providencia, não gosto de ficar no centro nem em Las Condes. Dos hotéis que você listou, sei que o Torremayor é muitíssimo bem localizado, mas nunca me hospedei em nenhum deles.

    Paula, não conheço Huilo Huilo nem a Patagônia. Eu alocaria no mínimo uns 4 dias para Santiago e mais uns 3 ou 4 para os Lagos Andinos.

  577. marcia Says:

    oi carla
    como vão as coisas, está só no seu blog ou continua na abril?
    Gostaria que vc me desse uma dica,,, quero ver neve em julho, tenho achado td muito caro e vc sempre tem dicas otimas, gostaria de ir talvez para bariloche, o q vc me sugere… hotel, ou até outro local q tenha neve como mais facilidade q bariloche,,, como não conheço nada fica dificil….agradeço desde já
    bjocas

  578. Carla Says:

    Marcia, o meu blog agora está lá na Abril – aqui eu só respondo às perguntas nos posts antigos, mas não publico novos posts, não… Aliás, lá também não estou postando nada de novo, ando enroladíssima com a minha tese de doutorado… ;-)

    Olha, é complicado encontrar um lugar em conta com neve em julho – é altíssima temporada… Acho que as melhores opções são mesmo Bariloche e Santiago/Valle Nevado…

  579. Mirella Says:

    Oi Carla,
    Tudo jóia?
    Já que vc ainda responde aqui… deixa eu fazer uma perguntinha, né?! :)
    Então… será que você teria uma sugestão do que fazer em 5 dias no Chile… chegarei e partirei de Santiago… e irei em Abril…
    Olha a folga :)
    Obrigada

  580. Carla Says:

    Mirella, esse post continua bombando como se fosse novo, não dá pra abandonar… :D Aí decidi administrar os dois ao mesmo tempo – respondendo a tudo o que me perguntam aqui, mas só postando novidades lá (quando sobra um tempinho!)

    Mas me diga: você tem 5 dias inteiros no Chile ou está contando os dias de chegada e partida? Você já esteve em Santiago ou vai ser a primeira vez? Se você não conhecer Santiago, sugiro que você só saia de lá para passar um dia no litoral e conhecer uma boa vinícola. Me conta os detalhes que eu te dou mais dicas, Ok? ;-)

  581. Mirella Says:

    Agora que reparei que esse post tem mais de 580 comentários ehehehe… E o legal é que vc continua dando toa a acessoria… Santa Carlinha :)
    Então… a idéia e chegar em Santiago na segunda de manhã e voltando no domingo a noite… então teria 5 dias inteiros e meio-dia na segunda e no domingo de lambuja.
    Estarei indo em Abril, logo depois da Pascoa e vamos (eu e o Kiko) com uma rempa (os sogros e meus pais). Será a primeira vez para todos nós.
    Super obrigada pelo carinho e atenção, viu?!
    bjs

  582. Carla Says:

    Mirella, com 5 dias inteiros vocês vão poder aproveitar Santiago muito bem!!! Dá pra conhecer bem a cidade e ainda aproveitar o tempo para espiar os arredores!

    Em abril a temperatura deve estar ótima, vale tirar 1 ou 2 dias para ir ao litoral. Eu tiraria 2 dias, e visitaria Isla Negra (faria uma boa visita ao Museo Neruda), Valparaiso e Viña del Mar, com direito a uma esticada um pouco ao norte para conhecer as praias da região de Reñaca. Pernoitaria em Viña e retornaria a Santiago no dia seguinte. Também reservaria uma manhã ou uma tarde para ir a uma vinícola – a mais famosa é a Concha y Toro, que fica em Pirque, a pouco mais de 40 km de Santiago.

    Nos outros dias, eu percorreria Santiago sem pressa. No domingo visitaria o Pueblito Los Dominicos, uma feira de artesanato super bacana, lá pros lados de Las Condes. Ficaria hospedada no bairro da Providencia, que é bem residencial e situado a meio caminho tanto das atrações do centro quanto de Las Condes.

    Para idéias bem interessantes para montar um roteiro na cidade, e explicadas com muito mais detalhes do que eu fiz aqui, faz uma visitinha lá no Viajante Consciente da Cláudia Carmello. Ela fez uma série de posts, começando por este link aqui: http://viajeaqui.abril.uol.com.br/indices/conteudo/blog/77195_comentarios.shtml?4143900

  583. mikix10 Says:

    Carla… vc vai para o céu :)
    Super obrigada… já anotei tudo e devagar vou organizando as coisas, qualque coisa eu grito nos novos posts do novo blog…
    Ah… acabei de lembrei de vc, estava pesquisando uns restaurantes em NYC e me deparei com uma listinha de restaurantes romanticos de um site chamdo opentable, conhece?
    Segue aqui o link: http://www.opentable.com/start.aspx?m=8
    E´para a lisinha estar nessa pagina mesmo…
    Bjks

  584. Carla Says:

    Hahaha… se Deus quiser!!! :lol:

    Mirella, pode gritar aqui mesmo ou lá, ou até lá no VnV mesmo, Ok?

    Super obrigada pelo link, vou xeretar essa listinha muito bem xeretada… ;-)

  585. Renata Says:

    Olá, Carla!
    Estive consultando o seu blog, e achei muuuito interessante. Estou numa dúvida danada sobre o que fazer para viajar ao Chile. Eu ganhei uma passagem de ida e volta para Buenos Aires, mas como sempre quis conhecer o Chile, resolvi dar uma “voltinha” por lá. A viagem está programada para novembro/09. O roteiro, a princípio, é o seguinte: Rio X Buenos Aires de avião, Buenos Aires X Santiago de avião, Santiago (3 dias para conhecer), Santiago X Puerto Varas de ônibus ou de carro, Puerto Varas (1 dia para conhecer), travessia dos lagos para Bariloche, Bariloche (3 dias para conhecer), Bariloche X Buenos Aires de avião, Buenos Aires (2 dias para conhecer), Buenos Aires X Rio de avião. Diante desse roteiro prévio, gostaria de saber se dá para montar tudo com tranquilidade em 12 dias, se é mais vantagem ir de carro ou de ônibus até Puerto Varas (em termos de custo x benefício) e como posso fazer a travessia dos lagos para Bariloche, uma vez que ouvi dizer numa agência de viagens que a travessia de barco está suspensa desde setembro/08 por causa de uma briga judicial entre Argentina e Chile pela exploração da área. Se eu for de ônibus, por favor, me indique uma empresa que faça os trajetos até Puerto Varas e até Bariloche, e como eu faço para entrar em contato com ela. Estou desesperada, pois não tenho a menor idéia de como fechar esse roteiro por conta própria, e as agências de viagem estão cobrando quase o dobro! Agradeço desde já, Carla.

  586. Carla Says:

    Renata, o seu roteiro é muito parecido com o roteiro que eu fiz – a diferença mais marcante é que eu passei meio na correria por Buenos Aires já conhecendo a cidade, então não lamentei muito ficar apenas 2 dias por lá.

    Mas vamos lá… A primeira coisa a fazer é cotar esse trecho aéreo que você precisa fazer. Eu te sugeriria cotar Buenos Aires / Santiago / Puerto Montt // Bariloche / Buenos Aires e ver quanto fica. Com base nesse valor, você pode começar a buscar se os trechos internos ficam mais em conta separadamente. Se a opção de voar de Santiago para Puerto Montt não vingar, te sugiro ir no ônibus noturno. Não sei qual companhia faz o trecho, mas você vai ter 3 dias inteiros em Santiago – basta ir ao terminal rodoviário e comprar a passagem, sem mistérios.

    Uma pergunta: você segue de Buenos Aires para Santiago no mesmo dia? E já conta esse dia como um dos três que pretende dedicar a Santiago? Se for, talvez valha a pena retirar 1 dia de Bariloche, que é pequena e perfeitamente visitável em 1 dia ou 2, principalmente considerando que você já terá feito a travessia dos lagos, e visto as paisagens mais características da região (sempre lembrando que não vai haver neve em novembro…)

    O Cruce de Lagos já está restabelecido desde 22/09/2008. Dá uma olhadinha no site da Visit Chile para maiores informações: http://www.visitchile.cl/crucedelagos.htm . Para procurar hospedagem a custos melhores, dá uma olhada em sites de consolidadores, como a Go Chile ( http://www.gochile.cl/ ) e a Asia Rooms ( http://www.asiarooms.com ).

  587. Carla Kasper Says:

    Oi Carla, adorei as suas dicas!!! pretendo fazer essa viagem em março de 2009 e estava super em dúvida se alugava um carro ou andava de ônibus. Agora já está tudo resolvido. Faltou apenas uma questão, vc pagou muitos pedágios e foi caro?
    muitíssimo obrigada,
    Carla.

  588. Carla Says:

    Carla, quando eu fui ainda não havia pedágio nessa estrada, não – mas ao que parece isso já mudou… Infelizmente não sei te informar quantos pedágios são nem os preços… :-(

  589. Martinha Says:

    Oi Carla!

    Faz um tempão que não ando por aqui…
    Bem, depois de adiar por uma vez a viagem para o Chile (eu e meu marido iríamos em agosto do ano passado), embarcamos para o Chile dia 1/2/09 (domingo). Ficaremos 32 dias ao total. Viajaremos por todo o Chile – do Atacama a Torres del Paine – com uma esticada em El Calafate (para conhecer o Glaciar Perito Moreno) e Ushuaia, ambas cidades da Argentina.
    Assim que puder, dou uma passadinha aqui…
    Obrigada por tudo.
    Martinha.

  590. Eliana Says:

    Pessoal, por sugestão da Carla, estou aqui pedindo umas dicas de hotel em Bariloche para quem vai com crianças no mês de julho. Acredito que tenha alguns com estrutura para atender o público infantil, não é?Gostaria de saber também, se no início de junho já tem neve, pois seria uma alternativa mais barata, já que as passagens nessa época são bem mais em conta.
    Obrigada!

  591. Carla Says:

    Eliana, só lembrando que a neve pode ou não ter dado as caras no início de junho – cada ano é um ano, não dá pra prever, tem que esperar mesmo. Mas você pode procurar se informar sobre o início da temporada de esqui, que costuma ser marcada para a época em que normalmente caem as primeiras neves. Acho roubada ir antes – os preços são mais baixos justamente porque o maior atrativo está ausente… ;-)

  592. Eliana Says:

    Então…Carla, parece que o “atrativo” é mais certo mesmo em julho e nesse caso será necessário um investimento maior mesmo…

  593. Paulo Says:

    Olá Carla…esse blog realmente eh um achado…parabens…eu e minha mulher queremos ir para o Chile este ano…queremos conhecer principalmente Santiago..somos um casal jovem de 30 anos, gostamos de lugares mais sofisticados (hoteis, lojas, restaurantes), apreciamos um bom vinho, gostamos de fazer roteiros alternativos (como botequins e pubs)…ao todo pretendemos ficar 10 dias no máximo..dentro desse tempo o q vc nos aconselha a conhecer na cidade e arredores? Obrigado pela ajuda. abs Paulo

  594. Carla Says:

    Paulo, acho que uma opção super legal pra vocês seria conciliar Santiago com o Vale do Colchagua, uma região vinícola próxima à capital… Infelizmente essa é uma opinião meio intuitiva, porque eu própria não cheguei a conhecer a região. Para sugestões sobre Santiago, dá uma olhadinha nesse comentário aqui: http://idasevindas.wordpress.com/dicas-do-chile-do-atacama-aos-lagos-andinos/#comment-3267

  595. CarlaZ Says:

    Nossa Carla, vim procurar umas coisas do Chile e que post é esse tem tudo tudo tudo! 594 respostas!
    Beijos

  596. Denise Says:

    Oi Carla,
    Seu post é um espetáculo! Parabéns!
    Bom, quero ir ao Chile na semana do carnaval e a idéia é conhecer os Lagos Andinos.
    Vou com meu marido e uma flha de 8 anos. Você acha que dá pra aproveitar em uma semana?
    Acho que de Santiago, teremos que pegar um vôo para Puerto Montt, né? Nosso tempo é um pouco curto… o que vc sugere?
    Obrigada.

  597. Poliana Says:

    Carla, que ótimo blog!!! Parabéns!!
    Estou planejando uma viagem para o Chile com minha família (esposo, e 2 filhas 11 e 15 anos). Temos disponibilidade de 15 dias. Utilizarei milhas da Tam com retorno de Santiago. Já conheço Santiago e o litoral, mas eles não. Estava pensando em ficar uns 4 dias em Santiago,ir até Mendoza de carro (será que a travessia dos Andes é tranquila nesta época de neve?) retornar e seguir viagem ao sul até Puerto Varas para fazer o passeio nos Lagos(dura apenas um dia, ou terei que dormir em outro local?) . Qual a sua impressão? O tempo é suficiente ou seria melhor ficar só no Chile e curtir a região vinícola e alguma estação de esqui no caminho ao sul? Você poderia me ajudar com informações de hotel e paradas. A propósito, minha filha viu uma reportagem sobre a maior piscina de água salgada do mundo, que fica em San alfonso del mar. Você conhece? Recomendaria uma visita? Grande abraço. Aguardo sua resposta. Obrigada

  598. Carla Says:

    Carlinha, tem um monte de dicas boas nos comentários! E, qualquer coisa, já sabe, é só perguntar!

    Denise, pra aproveitar Santiago e os Lagos Andinos em 1 semana (estou considerando que você vai passar a semana do Carnaval toda, certo?) você vai precisar ir de Santiago a Puerto Montt de avião, sim – ou, na pior das hipóteses, no ônibus noturno, que faz uma viagem de aproximadamente 10 horas. Eu dividiria o tempo em 3 dias em Santiago e 4 em Puerto Varas, para explorar as redondezas e fazer, em um dos dias, o passeio de dia inteiro pelos lagos.

    Poliana, aqui nos comentários deste mesmo post você vai encontrar respostas para todas as suas perguntas… Sei que já são quase 600 comentários, e dá uma trabalheira ler tudo – mas eles são uma ótima fonte de informação! Se ficarem dúvidas ou se você quiser trocar idéias, é só dizer! ;-)

    Em tempo: você não disse quando pretende fazer essa viagem…

  599. Martinha Says:

    Oi Carla!
    Estamos em Santiago desde 1/2 e so posso te dizer que, de todas as suas maravilhosas dicas sobre Santiago, o restaurante Como Agua para Chocolate é imperdìvel!!!! Valeu.

  600. Denise Says:

    Oi Carla,
    Estou indo para o Chile com meu marido e uma filha de 7 anos. Vc acha que o passeio pelos lagos em 1 dia é muito cansativo para uma criança, ou é melhor ficar em Peulla e continuar no outro dia?
    Cada dia que venho olhar seu blog, fico mais impressionada com sua disponibilidade!!! Obrigada.
    Você deveria escrever um guia de viagens… Eu compraria!! :)

  601. Carla Says:

    Martinha, que bom saber que vocês estão aproveitando! Depois volte pra contar como foi a viagem, combinado? ;-)

    Denise, eu acho que dá pra fazer o passeio em 1 dia, sim… São várias mudanças de transporte, do ônibus pro barco, do barco pro ônibus, mas o processo todo é bem divertido, as paisagens são muito bonitas e nos pontos mais altos da estrada pode ter uma neve pra brincar… Por outro lado, Peulla não oferece grandes atrativos – acho que é maior o risco de que ela fique entediada em Peulla do que cansada demais no passeio de 1 dia… Ah, e pode deixar que, se um dia eu escrever um guia eu te aviso, minha primeira compradora… :lol:

  602. Telma Says:

    Oi Carla,
    Esse seu blog é OTIMO!! Já tinha algumas idéias e lendo suas dicas consegui arredondar meu roteiro (depois coloco aqui).
    Sou viajante de carteirinha. Em 98 rodei a europa de mochila sozinha! O máximo! Já morei na França e também conheço o Marrocos. Sem contar com minhas andanças pelo Brasil. Gostaria de contribuir com algumas dicas e experiências:

    Ano passado fui à Bariloche. Espetacular. A primeira vez que viajei com uma agência, pois prefiro viajar “por conta”; é mais barato e a liberdade é maior. No caso de Bariloche recomendo uma agência. Passei 7 dias. Fiz diversos passeios e ainda faltaram outros tantos. É um local que vale uma viagem específica, 2 ou 3 dias são muito poucos. E olha que fui no final de junho/início de julho e ainda não havia neve (Cerro Catedral estava fechado!!)

    Quanto a reserva de hoteis, conheço dois sites muitos bons (www.hostelbookers.com e http://www.hostelworld.com) para quem não quer luxo. Quando fui levar meu marido para conhecer a Europa em 2005 usei os serviços desses sites e foi tudo perfeito. Fiquei em hoteis super charmosos, muito bem localizados e o preço nem se fala. A dica é só observar os comentários e as avaliações de quem já foi.

    Outra dica: usem e abusem da internet (sempre tomando as devidas precaucões é claro). Hoje em dia, graças a ela, é possível planejar uma viagem nos mínimos detalhes (preços, horários de ônibus, trem, entrada de museus, etc) com uma margem de erro financeira muito pequena.

    Bom é isso, espero ter contribuido um pouco.

  603. Amós Chagas Says:

    Carla parabéns por compartilhar o seu conhecimento sobre as suas viagens. Saiba que o seu ato em muito ajuda centenas de brasileiros. Através do site estou podendo decidir melhor minha viagem. Estou indo em Julho para o Chile. Ficarei uns 3 dias em Santiago e viajarei de avião pela Skyairles (gostaria ir de carro, mas tenho pouco tempo) para Puerto Montt, hospedando-me em Puerto Varas por uns 4 dias. Em Santiago pretendo ficar na Providência. Gostaria de saber se tens alguma sugestão de hospedagem tanto em Santiago quanto em Puerto Varas.

  604. Amós Says:

    Carla parabéns por compartilhar o seu conhecimento sobre as suas viagens. Saiba que o seu ato em muito ajuda centenas de brasileiros. Através do blog estou podendo decidir melhor minha viagem. Estou indo em Julho para o Chile. Ficarei uns 3 dias em Santiago e viajarei de avião pela Skyairles (gostaria ir de carro, mas tenho pouco tempo) para Puerto Montt, hospedando-me em Puerto Varas por uns 4 dias. Em Santiago pretendo ficar na Providência. Gostaria de saber se tens alguma sugestão de hospedagem tanto em Santiago quanto em Puerto Varas.

  605. liliam moura Says:

    Oi, comprei passagens SP/Santiago de 12/07/09 a 22/07/09, 10 dias. Como vou em alta temporada tem dica de roteiro para eu fazer. Vou com marido e filho de 7 anos que é louco para conhecer os geisers do Atacama. Soube que no Chile as estações de esqui não são como em Bariloche, legais para amadores. Parece que lá são mais para profissionais, é verdade? agradeço qualquer orientação para um roteiro em família neste curto espaço de tempo.

  606. Eliana Says:

    Carla,
    Olha eu aqui traveis!!! Carla, eu não resisti a promoção da TAM desse final de semana e resolvi ir para Santiago (o preço da passagem tá imperdível…) e Buenos Aires então…tá menos de 500 reais ida e volta!!! mas mal acabei de voltar…daqui a pouco estarei como você, viciada em BsAs…rs! Vamos eu e uma amiga dia 03 e retornamos dia 13 de abril (eu moro em Campo Grande-Mato Grosso do Sul). Queremos fazer esse seu roteiro do sul em 4 ou 5 dias será que dá? É que precisamos retornar a Santiago dia 08 para esperar outros amigos que irão chegar, e aí faremos com eles aqueles passeios próximos a Santiago e se der tempo iremos também até Mendoza. Entrei no site da LAN e vi o preço da passagem de Puerto Montt-Santiago a 270 dólares, achei meio salgado esse preço já que é quase o mesmo valor que pagaremos Campo Grande-Santiago-Campo Grande. Você acha que é muito cansativo ir e voltar de carro? Pensei também na possibilidade de voltar de ônibus saindo de Puerto Montt dia 07 à noite…Nós queremos fazer o passeio dos lagos também…o que você acha?
    Um abraço….obrigada!

  607. Eliana Says:

    Sylvia,
    Já que a Carla tá viajando…vê se você pode me dar uma forcinha! Você conhece a estrada que vai de Puerto Montt/Puerto Varas à Bariloche?

  608. Eliana Says:

    Carol BSB,
    Preciso muito trocar umas idéias com você a respeito da viagem até Pucón de avião….

  609. Eliana Says:

    Carla,
    Sei que está viajando, mas já vou escrevendo logo….rs…É que depois de tanto pesquisar, pensar, pesquisar…consegui definir algumas coisas. Ocorre que meu tempo é escasso…são só 9 dias livres e eu quero muito conhecer o Sul. Chegaremos em Santiago dia 03 em torno das 20hs, como não tem mais vôo da Sky para Puerto Montt a partir desse horário, vamos pegar o da manhã seguinte às 10hs (estou tentando comprar, mas se não conseguir, vou fazer como a Carol BSB, comprar no aeroporto na hora em que chegar a Santiago). Já que ficaremos uma noite em Santiago, vamos sair para jantar, quem sabe no Como Água para Chocolate. Chegando ao Sul queremos ficar hospedadas em Puerto Varas, alugaremos um carro para conhecer a região indo até Pucón e Temuco e retornando a Puerto Varas que será a base. Conforme as dicas queremos também ir a Frutilla, Valdívia, Osorno. Desse modo, ficaremos mais tempo efetivamente no Sul, e aí não teremos que passar tanto tempo dirigindo Santiago-Puerto Varas/Puerto Montt-Santiago em apenas 5 dias. Retornaremos à Santiago dia 08 no finalzinho da tarde também pela Sky. A minha dúvida ainda é se vamos conseguir fazer o Cruse, estamos pensando na possibilidade de ir até Bariloche de carro, ou ainda, a alternativa de fazer o passeio só do lado Chileno.
    Um abraço!!!

  610. Roberto Luiz Says:

    Olá Carla, parabéns pelo blog e atenção dispensada aos marinheiros de primeira viagem. Em junho do ano passado, passamos 1 semana na serra gaúcha e esticamos outra para Buenos Aires. Suas orientações e navegações do turismo local foi de vital importância para o EXCELENTE passeio que tivemos, eu e minha esposa. Em Buenos Aires, não tem necessidade de fazer pacote nehum. Hotel ? Ficamos no GRAN HOTEL AILÉM , na suipacha bem no centro comercial. O Hotel pagamos 200 pesos/diária. `Reune conforto, segurança, bom atendimento e excelente localização. As pessoas se preocupam muito com exigências de detalhes do hotel, café da manhã etc…Olha, hotel tem que ser limpo, aconchegante,bem localizado…e apenas um café básico…e pé na rua e chegar só a noitinha para tomar banho e sair novamente….Muitas pessoas adoram viajar conosco pelo astral que temos. O que importa é desfrutar o passeio….observar problemas…acaba o tesão!!!! Vejo o quanto as pessoas não se dão conta disso!
    Bom, foi só para sugerir às pessoas de como tornar uma viagem legal mesmo com os transtornos inevitáveis.
    Carla, este ano ( melhor época) queremos passar uns 14 dias no Chile. Gostaria de sugestões tuas. A priori 5 dias em Santiago e arredores. E depois ainda, não sei? Talvez uns 5 dias pro sul e 4 no atacama. Um grande abraço. Estamos em palmas a disposição. Roberto e Lucirês

  611. Gabriela Says:

    oi! Parabéns pelo seu blog! Vou viajar para Santiago no próximo sábado à noite e terei 3 dias inteiros para conhecer a cidade, retornarei na quarta à tarde. Gostei da sua sugestão de tirar um dia para Isla Negra, Vina del Mar e Valparaiso, mas meu marido quer muito ver a cordilheira de perto. Vc acha que é possível? Qual seria o melhor caminho?

  612. Dani S. Says:

    Carlinha, isso aqui está uma enciclopédia! Parabéns! =)
    Decidimos ir pro Chile na Semana Santa (com neve ou sem neve nos morros) e vamos ficar 10 noites. O que você acha do nosso roteirinho?
    Santiago: 4 noites (queremos ir um dia em Isla Mujeres/Valparaíso, e talvez visitar uma vinícola)
    Aéreo para Puerto Montt; estadia em Puerto Varas por duas noites (fazendo Frutillar e talvez Osorno);
    Cruce del Lago, pernoitando em Peulla (eu sei que vc náo recomenda, mas achei que seria legal para dar uma desestressada no meio da viagem, com um dia de vadiagem) para Bariloche;
    Bariloche 3 noites.
    Não conhecemos nada do roteiro, e vamos com aéreo de milhas pela TAM, chegando por Santiago e voltando por Bariloche.
    Achamos um pacotinho de aéreo + hotel + cruce no Visitchile.cl por um preço muito simpático (tá ficando mais barato que comprar o aéreo do Brasil).
    O que vc acha? Mudaria alguma coisa? Deixamos pra fazer o norte do Chile em outra ocasião (os preços, principalmente o aéreo, estão bem puxados, e a gente ainda tem outra viagem em vista).
    Alguma idéia?
    Brigadinha, desde já (mesmo que vc não consiga responder, o seu blog já ajudou horrores) :mrgreen:

  613. Dani S. Says:

    Só atualizando os seus dados (que eu estou com a mão na massa mesmo): o Cruce de Lagos custa, em 2009, 238 dólares por pessoa o programa de um dia, e 296 (Hotel Peulla) ou 336 (Hotel Natura) com pernoite em Peulla.
    O site http://www.visitchile.cl que você indicou tem ótimas tarifas para aéreos dentro do Chile. E esse pacotinho aqui, que tá dilícia: http://www.visitchile.cl/programa_puerto_varas_cruce_de_lagos_aereo.htm
    Espero que seja útil pra alguém! :mrgreen:

  614. Katia Rubie Says:

    Carla, estava navegando na rede para ver dicas para minha viagem a Santiago com meu marido de (o máximo 08 dias – porém gostaria muito de além de Santiago conhecer os Lagos. )e aí achei teu blog. O fato é que tenho medo de viajar por conta propria para um lugar desconhecido , portanto devo ir através de operadora . Voce conhece alguma que seja séria, e voê acha que em 08 dias consigo ver os Lagos?
    agradeço e adorei suas dicas….

  615. Carla Says:

    Pessoal, desculpem a demora em responder a todos! Estive viajando uns dias e só agora vou ter tempo para colocar a “casinha” em ordem. Então vamos lá:

    Telma, obrigada pela contribuição!

    Amós, em Santiago eu fiquei hospedada no Diego de Velásquez, na Providencia, e gostei bastante, tanto do hotel quanto da localização – faço uma pequena ressalva para o café da manhã, que não é lá essas coisas… Em Puerto Varas fiquei no Licarayén, mas essa dica é velha – foi há mais de 8 anos, não sei se dá pra confiar…

    Liliam, decidir roteiro é uma coisa muito pessoal, só vocês mesmos podem saber o que gostariam de visitar… Uma coisa é certa: o Chile tem muito a oferecer, para várias e várias viagens. Sobre as estações de esqui, já ouvi dizer o mesmo, que não são muito amigáveis para iniciantes. Mas eu sou uma nulidade em esqui, então eu buscaria uma opinião mais confiável…

    Eliana, é pouco tempo para fazer o roteiro do sul indo e voltando de carro… Vocês podem arriscar, como fez a Carol BSB, e conseguir uma boa promoção de passagem aérea lá mesmo (a Carol contou o episódio em um dos comentários acima…) Ou então, se tiverem disposição, podem encarar o ônibus noturno na ida e na volta – acho mais viável do que fazer o trajeto de carro. Quanto ao passeio dos lagos, tem um passeio que parte de Puerto Varas de manhã e retorna ao final do dia – acho que é o indicado para vocês.

  616. Carla Says:

    Eliana, só agora vi o seu outro comentário… Vamos lá: acho longe demais sair de Puerto Varas e ir até Pucón e Temuco. São mais de 300 km!!! Acho mais jogo você se dedicar à região dos lagos em si – circule por Puerto Varas, vá a Puerto Montt, a Frutillar, a Puerto Octay, a Ensenada; faça o passeio de um dia pelos lagos (não vale a pena cruzar os lagos até Bariloche se você vai voltar para Puerto Varas – as paisagens são muito parecidas, é verdadeiramente “mais do mesmo”); se por acaso te sobrar tempo, faça o que eu não fiz e passe um dia na ilha de Chiloé… ;-)

    Roberto, obrigada pelo feedback! Olha, com 2 semanas inteiras no Chile acho que vocês podem fazer mesmo bastante coisa… Santiago em 5 dias está perfeito; não há necessidade de mais do que 4 dias para o Atacama, desde que vocês tomem um vôo pela manhã e retornem a Santiago em um vôo à tarde no último dia. Mas acho viável que vocês sigam para o sul de avião – acho apertado ir e voltar de carro…

  617. Marcelo Says:

    Carla,
    Primeiramente parabéns pelo blog e pela solidariedade.
    Será q essa Sky airline é confiável para voar de santiago a puerto montt? o preço é muito melhor que da LAN…
    O q vc acha do seguinte roteiro:
    4 dias em Santiago
    – 1 dia viña del mar e Valparaíso
    – 1 dia concha y toro
    – 1 dia city tour
    – 1 dia compras e o resto
    4 dias lagos andinos (puerto vara):
    Vale a pena contratar os passeios da visitchile ou deixar
    para arranjar lá?
    Desde logo, muito obrigado.

  618. Eliana Says:

    Oi, Carla, que bom que voltou!!! Fez boa viagem?
    Então, Carla depois desse seu comentário sobre a distância de Pucón, (na verdade eu já tinha visto naquele mapa: distâncias) pensei se não é melhor, ao invés de descer em Puerto Montt, descer em Temuco, aí alugamos um carro no aeroporto, seguimos até Pucón (1hora e meia), que dizem, vale muito à pena conhecer! De lá então…seguimos para a região dos lagos de carro…depois de tudo explorado, veremos se sobra tempo para ir até Bariloche e voltar a Puerto Montt..que é de onde pretendemos pegar o vôo para retornar a Santiago, agora no dia 09, pois resolvemos ficar um dia a mais no sul e um dia a menos em Santiago. Esse retorno a Santiago tem que ser feito, pois encontraremos amigos que só chegam nesta data. Carla, eu compartilho no receio do Marcelo com relação a Sky Airline, mas acho que vou arriscar, o preço realmente é atraente. Inclusive, Marcelo se você for antes de mim, volte aqui para dizer como foi ok? Eu vou no dia 03 e retorno dia 13.
    Carla…um abraço! Obrigada por ser sempre tão atenciosa.

  619. Eliana Says:

    Em tempo: vou no dia 03 retorno 13 e abril.

  620. Claudia Says:

    Olá Carla,
    Adorei seu blog estava mesmo procurando dicas e resolvi ir ao Chile no início de abril com meu marido. Só que estou super na duvida sobre pacote ou ver tudo separado. Nunca fomos ao Chile. Achei interessante o roteiro do Marcelo estou pensando em ficar uns 7 dias. O que acha? um abraço

  621. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: