Dicas do Uruguai – Balanço geral: Hospedagem

Foram 3 as nossas bases no Uruguai: ficamos 2 noites em Punta del Este, 4 em Montevidéu e 1 em Colonia del Sacramento. A princípio, pesquisei os preços de hospedagem nas operadoras de turismo – no meu caso, foi pura perda de tempo. Primeiro, porque não vi vantagem nos valores das diárias; segundo, porque deveria pagar adiantado quando os hotéis só me cobrariam no check-out. Depois de muita pesquisa, acabei reservando a hospedagem de um modo diferente em cada cidade.

1. Punta del Este

A premissa básica em Punta, e que não se pode esquecer de jeito nenhum, é: se é verão, Punta é cara; se não é verão, Punta não é bem Punta… 😉 Sabendo isso de antemão, o segundo passo é buscar a melhor relação custo-benefício possível. Os preços variam de acordo com 5 “estações” possíveis:

  • Baixa temporada: de meados de abril ao fim de outubro, quando os preços são baixíssimos, mas a cidade praticamente hiberna;
  • Média temporada: março, novembro e dezembro (menos o período do Natal ao Ano Novo), quando ainda faz um calorzinho e dá pra aproveitar a cidade com calma, principalmente durante a semana;
  • Fim do ano: Natal e Ano Novo, a época mais concorrida, mais populosa, mais “muvucada” e… mais cara de todas, com preços estratosféricos!
  • Janeiro: ainda alta temporada, preços altos, mas nem tanto quanto no fim do ano;
  • Fevereiro: preços cerca de 20% mais baixos do que em janeiro.

Com base nisso, eu limitaria a minha escolha da época para visitar a cidade aos meses de novembro a março, de preferência fora dos feriados. Em épocas menos propícias a balneários, eu sugeriria um bate-e-volta a partir de Montevidéu. É um pouco puxado, são 130 km de distância, mas a estrada é boa… 😉

A melhor relação custo-benefício de Punta em termos de hospedagem é o Hotel Days Inn da Praia Mansa. A localização é muito boa, ao lado do Conrad, no início da Praia Mansa, a poucos minutos da Península, e os preços são bastante em conta – por tudo isso, é dificílimo conseguir reserva lá. Eu não consegui, mesmo com váaaaarios meses de antecedência… 😥

Acabei optando pelo Hotel San Marcos, um 3 estrelas na Parada 12 da Praia Brava. Para o meu gosto, a localização foi perfeita, melhor do que a do Days Inn. Explico: nós estávamos de carro, então tínhamos mobilidade para ir à Península, à Barra, onde fosse, a qualquer hora; mas a nossa vantagem é que estávamos a 5 minutinhos a pé da praia… Fiz a reserva diretamente com o hotel, pagando a primeira diária no cartão de crédito. O quarto duplo no San Marcos custou US$ 85, um bom valor para Punta em fevereiro, mas caro para os padrões do hotel… (Clique aqui para ler as minhas impressões sobre o San Marcos.)

sanmarco1.jpg sanmarco2.jpg sanmarco3.jpg

Acabo de ver no Asia Rooms que até 22 de dezembro dá para conseguir o La Capilla, tão bem localizado quanto o San Marcos, mas que parece bem melhor, a módicos US$ 71 o quarto duplo… A partir de 23/12 a tarifa pula para US$ 257! Alguém se habilita?

2. Montevidéu

Na minha opinião, há 2 bons lugares para se hospedar em Montevidéu: o centro, próximo ao bairro histórico, ou seja, na região entre a Plaza Cagancha e a Plaza Independencia, e a região mais residencial de Punta Carretas e Pocitos. Na primeira vez em que estive lá, fiquei no centro; dessa vez, como era Carnaval e eu imaginei que o centro estaria deserto (e estava!), preferi ficar em Punta Carretas. Fora desses limites, qualquer lugar em Montevidéu me parece meio contramão, longe de tudo, no meio do nada… Ou seja, eu descartaria hospedagem em Carrasco e Buceo, nas Ramblas mais próximas ao porto, e principalmente próxima ao Terminal Tres Cruces. Montevidéu é uma cidade que oferece acomodação com preços bons o suficiente para que uma criatura não precise se hospedar ao lado da rodoviária… 😉

A melhor relação custo-benefício de toda a minha vida (ao menos por enquanto, mas estou sempre empenhada em melhorar…) eu consegui aqui: o quarto duplo no Hotel Cala di Volpe a US$ 55 pela agência Al Uruguay. Fiquei super satisfeita tanto com o serviço da agência quanto com o hotel. Pedi um orçamento no site da agência – foi o melhor preço que consegui e fiz a reserva apenas com o número do cartão de crédito, pagando o valor da hospedagem apenas no check-out do hotel. (Para ler os meus “louvores” ao Cala di Volpe, clique aqui.) Ah, para tentar deflacionar ao menos um pouquinho as diárias do hotel, que andam estratosféricas, vou contar agora que achei a piscina péssima – de fibra, minúscula, gelada, com um mini-deck com apenas DUAS espreguiçadeiras – mas, como fica situada na cobertura do prédio, a vista é espetacular… Até o que é ruim no Cala di Volpe tem o seu lado bom… 😉

caladivolpe1.jpg caladivolpe2.jpg janela3.jpg

No site do hotel a tarifa está a US$ 150.00 o quarto duplo, mas acabei de conferir no Asia Rooms e consegui entre US$ 61.00 e US$ 67.00 dependendo da data. Imagino que a Al Uruguay consiga baixar ainda mais essa tarifa, se alguém quiser experimentar…

3. Colonia del Sacramento

Para a nossa única noite em Colonia, eu queria um hotel bem especial. No fim das contas, o hotel mais especial de toda a viagem acabou sendo o Cala di Volpe, de Montevidéu – e foi também o mais barato, impressionante… Em Colonia, escolhi o Radisson Colonia del Sacramento, por várias razões que já detalhei em um outro post. Consegui a melhor tarifa no Asia Rooms, US$ 97.00 e, conferindo agora, acabo de descobrir que baixou para US$ 95.00 até o fim de outubro… 😉 Aqui fica um bom fator de comparação entre o custo de Punta e de Colonia – com apenas US$ 12 a mais, consegui um hotel 5 estrelas excelente em Colonia, ao passo que o hotel de Punta foi o “lanterninha” da viagem…

radisson.jpg img_0657.jpg img_0667.jpg

No próximo post, o balanço geral será sobre alimentação – viram, Diogo e Diego, não esqueço das necessidades básicas de vocês… 😉

Anúncios

17 Respostas to “Dicas do Uruguai – Balanço geral: Hospedagem”

  1. Sylvia Says:

    Carla , é isso mesmo : Antecedencia, Pesquisa, Planejamento .
    A tua historia de Punta me fez lembrar que em 77 reservamos
    um hotel em cujo folder ( impresso em papel, claro) dizia assim:
    Apartamentos com vista para calle e apartamentos com vista para
    a piscina ( e tinha uma foto).Reservamos o com vista para a piscina.
    Ao chegarmos lá constatamos que a vista era a mesmissima da foto
    do folder : vista para a piscina.
    Mas… a piscina era de uma casa e não do hotel ❗
    ( eles tb não disseram que a piscina era deles…)

  2. Carla Says:

    Sylvia, essa história da vista para a piscina alheia foi ótima… 😆

    Eu também sigo essa cartilha: o máximo de antecedência possível!!! E agora, com o blog, estou praticamente conseguindo emendar uma viagem na outra, veja que delícia! Estou fechando o Uruguai, e vou ainda fazer minhas declarações de amor a Buenos Aires – mas os preparativos para as férias já se encontram a todo vapor!

  3. Nico Says:

    Carla, – vc sabe se existe dificuldade em conseguir um táxi as 2:00h da manhã no aeroporto de montevideu?

  4. Carla Says:

    Nico, dessa vez eu não utilizei o aeroporto de Montevidéu, então minhas informações não são 100% confiáveis… O que posso te dizer é que os táxis são muito abundantes em Montevidéu – imagino que não vá haver dificuldade!

  5. Diogo Says:

    Carlinha, tu é uma figura!!!! Hahahahahaha, necessidades básicas é fantástico!!!!

    Ah vai, confessa que se não é a melhor, é uma das melhores partes da viagem?!

    Profissional a tua “planilha” da trip. Um sucesso! Mas te sugiro uma coisa: Punta na páscoa é fantástico, ainda dá pra pegar uma praia, e os preços são mais acessíveis…

    No carnaval a mesma coisa. É bem mais em conta do que no reveillón. Mas não adianta, eu vou no reveillón, carnaval, páscoa… sempre que dá. Eu amo essa cidade 😎

    Bjão!!!

  6. Carla Says:

    Eu confesso, Diogo, eu confesso! E só faço um comentário: ainda bem que eu não tenho tendência a engordar!!! 😆

    Punta na Páscoa deve ser demais, né? Imagino que os preços regulem com os da média temporada… Puxa, qualquer hora dessas eu vou conferir!

  7. Paulo Pereira Says:

    Só para dar uns sinceros parabéns, aqui de Portugal. Sou louco por viagens e adoro ler relatos, blogs e revistas sobre o tema. Este blog está excelente. Minucioso, informativo e com muita qualidade.

    Sinceros parabéns. Voltarei para ler os posts antigos…

  8. Carla Says:

    Olá, Paulo, seja muito bem-vindo! Obrigada pelos elogios, espero que você se divirta bastante com as minhas historinhas. Volte sempre!!!

  9. Na carona dos amigos « Viaje na Viagem Says:

    […] dois posts de primeira necessidade para quem está planejando uma viagem ao Uruguai: um resumo das dicas de hospedagem e outro com os macetes de transporte — englobando Montevidéu, Punta del Este e Colonia del […]

  10. Mari Campos Says:

    Carla, o post está incrível, completíssimo. Também adorei a planilha, Prabéns pelo relato tão minucioso e detalhado.

  11. Tamara Says:

    Carla, em novembro de 2005 eu fiz exatamento essa viagem. Só não conheci Colonia.
    Só preciso discordar quando você fala que não é muito legal ficar ao lado da Rodoviária em Montevidéo. Eu fiquei, haha. Mas o meu caso é explicável. Eu adoro um centro. Em Buenos Aires, em minhas três viagens, me hospedei no centro. Em Punta que fiquei no Best Western La Foret na Playa Mansa. E olha que só não fiquei no centro pq não tinha mais vaga nos hotéis de lá, haha.
    Voltando a Montevidéo, eu achei boa a localização da rodoviária pq eu fazia bastante coisa a pé. Pra quem não se importa em bater perna o dia todo, é bem acessível para vários pontos , e depois, eu não dirijo. Tive que ir pra Punta de ônibus. Então foi só atravessar a rua e pimba. Lá estava eu na rodoviária!
    O hotel que me hospedei foi o Days Inn e é bem legalzinho. Na época, paguei 45 dólares a diária. Muito diferente do de Buenos, que eu não recomendo nem ao meu pior inimigo. Um caos!
    Mas concordo quando você diz pra não ficar em Carrasco. Lindo, mas super afastado. E se alguém tem neura com o cabelo, desista. Lá venta o dobro que o usual ( que já é bastante). Em Carrasco, assuma a Tina Turner que existe em você e seja feliz =)

  12. Carla Says:

    Tamara, “Tina Turner” foi fantástico!!! 😆 Mas veja só como faz sentido o que eu disse: por 45 dólares você se hospedou perto da rodoviária (e você concorda comigo que você é a exceção, por gostar dos centros…), quando por 55 você poderia ter ficado de frente para o mar, apenas com o pequeno incômodo de ter que assumir a Tina Turner… 😉

  13. Tamara Says:

    Claro, Carla. Na verdade tudo depende do perfil de cada viajante , né?
    Se a pessoa está de carro, curte um lugar mais tranquilo, charmoso… Eu indicaria Punta Carretas, Pocitos e até Carrasco. Mas se for algum frenético parecido comigo, que adora uma muvuca, clima de cidade, centrão, e entra na Igreja Matriz na hora do almoço pra assistir a missa ( É, eu fiz isso!), pode ficar no Days inn tranquilamente. É um bom hotel!

  14. Silvana Says:

    Oi Carla,
    Passaremos 4 dias em Montevideo e gostaria de dicas de cafés, bares e restaurantes.
    Eu e meu marido gostamos bater perna, beber vinho, cerveja e café.
    Qualquer sugestão será muito bem aceita.

  15. Carla Says:

    Silvana, as dicas que tenho para passar são basicamente as que estão no próximo post, o balanço geral sobre alimentação… Dá uma olhadinha lá que deve te ajudar, Ok? 😉

  16. PAULO Says:

    Olá Silvana
    No centro viejo existe um restaurante chamado MARQUES que é um espetáculo, pode acreditar

  17. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: