Rumo à Recoleta

Ok, ninguém precisa fazer o que eu e a minha amiga Cláudia fizemos na primeira vez em que estivemos em Buenos Aires:  fomos caminhando de Belgrano (o bairro pra lá de Palermo Hollywood, só pra situar), onde estávamos hospedadas, até a Recoleta, com direito a algumas paradas pelo caminho, para um sorvete de chocolate no Freddo ou umas vitrines na Avenida Santa Fé. (Aliás, alguém sabe que fim levou o sorvete de chocolate com cerejas do Freddo? Era o meu favorito, e nunca mais vi…😥 )

Mas a Recoleta é um bom destino de caminhada para quem está hospedado no centro – e por centro eu quero dizer nas imediações da Plaza San Martin. (Sabem a implicância do Riq com as cadeiras de plástico? Pois é, sou eu com o centro de Buenos Aires…) Para ficar bem hospedado no centro eu acho necessário estar no cantinho direito do mapa, nas imediações da Plaza San Martin, de preferência antes da Lavalle e abaixo da Florida. Nessa região, se você puder bancar o Claridge, vale o investimento; se não, o Lafayette é uma excelente opção; e uma boa relação custo-benefício é a do Facón Grande.

Independente de onde você se hospedar, vale a pena vir à praça para experimentar o chá da tarde do Hotel Marriott Plaza, servido no restaurante La Brasserie. Infelizmente só tenho a foto do restaurante, e não do chá – sorry… O ambiente é lindo, o serviço é espetacular (não é buffet!) e o preço é inacreditável para os nossos padrões: quando estive lá em fevereiro, o chá completo custava 31 pesos, e era suficiente para 2 pessoas!😀

 marriott.jpg

Mas, para começar a caminhada, vamos à Plaza San Martin:

plaza-san-martin.jpg

A torre lá no fundo hoje em dia oficialmente se chama “Torre Monumental”, mas ninguém usa esse nome mesmo… – essa é a Torre dos Ingleses, ou pelo menos era, até a Guerra das Malvinas…😉

Aliás, aqui nessa praça, num cantinho meio escondido, fica o Monumento aos Mortos na Guerra das Malvinas – e mesmo quem conhece o Monumentos aos Mortos no Vietnam, em Washington D.C., fica impressionado…

monumento-aos-mortos-na-guerra-das-malvinas.jpg

Da Plaza San Martin, um bom caminho é seguir pela Calle Esmeralda até a Arroyo e depois entrar na Cerrito, no ponto em que ficam situadas as Embaixadas da França e do Brasil:

embaixada-da-franca.jpg

O palácio maravilhoso abaixo, com a bandeira do Brasil, não é a embaixada, mas a residência do embaixador – alguém por aí está procurando moradia bem localizada em Buenos Aires?😉

embaixada-do-brasil.jpg

Chegando à Recoleta, vale uma passadinha na Calle Posadas 1515 para uma (ou duas, ou três) tradicional empanada argentina no El Sanjuanino – carne picante, queso con cebolla, ai, ai… O Shopping Patio Bullrich vale um passeio, principalmente por conta de uma filial da livraria Yenny que sempre tem ótimas promoções…

Tomamos então a Avenida Alvear, o centro das boutiques elegantérrimas de Buenos Aires, e endereço do meu hotel favorito – mas onde nunca me hospedei! – o Alvear. Daqui até a pracinha da Recoleta são 2 minutinhos de caminhada e nos deparamos com o Centro Cultural Recoleta / Shopping Buenos Aires Design:

centro-cultural-recoleta.jpg

Vale visitar a Iglesia Nuestra Señora del Pilar, bem ao lado do cemitério:

iglesia-del-pilar.jpg

Aliás, por incrível que pareça, um local de agito na Recoleta (muvucado demais pro meu gosto…) é a esquina do Village Recoleta, Vicente López com Junín, bem atrás do muro do cemitério – mórbido, não?

village-recoleta.jpg

De resto, para complementar as andanças, sugiro que vocês façam uma visitinha à Mô, lá na Caverna da Morcega – as fotos dela estão um espetáculo!!!

15 Respostas to “Rumo à Recoleta”

  1. Sylvia Says:

    Perfeito Carla , mais-do-que-perfeito !!
    E adorei as fotos também😆

  2. Carla Says:

    Sylvia, eu fico aqui escrevendo o blog e sofrendo de saudades… Preciso dar um jeito de voltar a Bs.As. logo, já estou em entrando em abstinência! Aliás, da próxima vez você vai ficar em um apê alugado, não vai? Depois me dá um feedback, tá? Morro de vontade de passar uma temporada lá estudando espanhol, e sempre pensei em alugar um…

  3. Mô Gribel Says:

    Carla, que fofo!! rs
    Obrigada pela citação…
    Ah, eu comi em um bacaninha lá em Puerto Madero, chamado Coco…cuco.. cocorodococoroscodor….catso, nao lembro o nome!😀

  4. Mô Gribel Says:

    Ah, já que vc citou:
    BsAs no inverno aqui:
    http://amorcega.zip.net/arch2007-06-01_2007-06-30.html
    BsAs no verão aqui:
    http://amorcega.zip.net/arch2007-01-01_2007-01-31.html
    Outra fotos de verão aqui:
    http://www.flickr.com/photos/mogribel/sets/72157600165909360/

  5. Mô Gribel Says:

    Achei o cartão do lugar: Tocororo!
    Eu almocei ali e opr 30 pesos, fora a gorjeta, pedi um daqueles menus do dia, sabe?
    A sobremesa foi o melhor cheesecake que comi na vida, que tinha no lugar daquela base de bolacha uma de nozes pecan e chocolate. Indescritível de tão bom!

  6. Carla Says:

    Mô, eu também seria incapaz de me lembrar desse nome…😆 No Puerto Madero eu sou fã do La Caballeriza – nem sei se mais pela comida ou pela decoração… Agora, esse cheesecake eu vou ter que provar – o meu favorito está em Nova York, e já não vou lá há séculos! Vou matando a saudade com o do Outback…😉

  7. GiraMundo com Jorge Bernardes Says:

    Vou precisar voltar a Buenos Aires para fazer todos esses roteiros! Um amigo nosso argentino nos mostrou a embaixada do Brasil. Nao vou lembrar onde fica (não sou especialista em BsAs como vc hehehe), mas achei linda também.

  8. Carla Says:

    Jorge, eu fico aqui postando esses passeios e me segurando pra não voltar correndo pra lá pra refazer esses roteiros e alguns novos…😉 Ah, a embaixada fica na Cerrito, entre o centro e a Recoleta!

  9. Beto Says:

    Carla, tá tudo linkado lá
    http://omeulugar.wordpress.com/eu-se-fosse-voce-entrava-aqui/
    Se nínguém for lá ver, fica pra mim mesmo. Tô indo no dia 30 de agosto (até dia 2).
    Beijos

  10. Carla Says:

    Beto, vem mais info sobre Bs.As. por aí, ainda essa semana!

  11. Mô Gribel Says:

    Carla, o cheesecake era parte deste menu do dia.
    Vou torcer para ter quando vc for. Sugiro se vc passar pela porta dele – que está na sua foto, atrás daqueles vidros escuros, facinho de achar – que vc pergunte se tem no cardápio.
    Aliás, eu comi:
    – entrada: quiche de legumes com saladinha
    – principal: um filet desmanchando de tão bom, com legumes grelhados
    – sobremesa: o espetacular cheesecake, com essa base indescritível.
    Muito bom mesmo! E tudo por 34 pesos com gorjeta!

  12. Carla Says:

    Mô, eu já estou sonhando com esse cheesecake… Aliás, que almoço delicioso por um preço mais do que camarada!🙂

  13. Ticy Says:

    Olá, gostaria de saber como chego até a embaixada da França em Buenos Aires, qual o endereço, de onde ela fica perto? Obrigada. Ticy

  14. Carla Says:

    Ticy, citando o texto do post: “Da Plaza San Martin, um bom caminho é seguir pela Calle Esmeralda até a Arroyo e depois entrar na Cerrito, no ponto em que ficam situadas as Embaixadas da França e do Brasil”. As indicações de como chegar estão claras; quanto ao endereço exato, você não deve ter dificuldade em encontrá-lo no Google, Ok?

  15. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: