Hotel Columbus, La Paz

Desde o princípio, o planejamento da nossa viagem foi guiado pela relação custo-benefício. A idéia era escolher o melhor possível, fosse em hospedagem, transporte ou alimentação, sempre a um bom preço. Em termos de hospedagem, fixei as buscas em hotéis 3 e 4 estrelas, porque o preço era excelente tanto na Bolívia quanto no Peru – ao mesmo tempo, ao descartar os hotéis 0, 1 ou 2 estrelas, eu garantia (ao menos para ficar com a consciência tranqüila… 😉 ) um mínimo de conforto. 

Em La Paz, me encantei desde o início pelo Hotel Residencial Rosario La Paz – e foi de olho nele que contactei a Turisbus, a agência que contratei para toda a nossa estada na Bolívia.  Infelizmente, o Rosario estava lotado… 😥 Ainda ficamos na lista de espera por algumas semanas, mas não houve jeito mesmo, e tivemos que partir para a carta guardada na manga.

Essa carta na manga era o Hotel Columbus, um 3 estrelas bem simpático, localizado perto do Estádio de La Paz, fora da muvuca do centro mas próximo o suficiente para não atrapalhar os nossos passeios. A tarifa, então, era mais do que convidativa: US$ 39.00 o quarto duplo.

Este é o Stadium Hernando Siles, o estádio mais alto do mundo – lá é tudo assim, “o mais alto do mundo”… 😉

img_0968.jpg

Fiz a foto a partir da Avenida Illimani, onde fica o Columbus:

img_0969.jpg

O hotel fica localizado a apenas 500 m da Plaza Murillo, o que é bem animador até que a gente se lembra que em La Paz só há ladeiras, e que estamos em um dos pontos mais baixos do centro… Ou seja, 500 m ladeira acima a 3.500 m de altitude não é exatamente a minha definição de férias perfeitas… 😆 Por outro lado, o táxi é muito barato (muito mais barato do que em Buenos Aires, por exemplo, só para efeito de comparação…), e isso resolve qualquer problema de transporte.

Os quartos do Columbus são simples, mas confortáveis e espaçosos o suficiente para garantir boas noites de sono. Mas o ponto alto do hotel é mesmo o serviço: delicado, prestativo e atencioso.

img_0994.jpg

Apesar disso, se eu voltar a La Paz um dia quero ficar no Rosario, o hotel que eu tinha escolhido a dedo e a cliques de mouse… Eu diria que o Columbus me serviu bem, mas não chegou a me encantar. Quando, dois dias mais tarde, me hospedei no Rosario del Lago em Copacabana, senti aumentar a frustração por não ter conseguido o de La Paz… 

Anúncios

15 Respostas to “Hotel Columbus, La Paz”

  1. Ricardo Freire Says:

    Também adorei o Rosario! Te entendo…

  2. Carla Says:

    Riq, eu sabia que você me entenderia… 😉 Ah, e esqueci de dizer que apesar de ser disparadamente mais charmoso, o Rosario é só um pouquinho mais caro que o Columbus – entre US$ 43 e 47. A relação custo-benefício é maravilhosa!

  3. Rosa Says:

    Carla, estou anotando tudo. Minha dúvida é se usando milhas TAM, vale a pena fazer o roteiro como você, via La Paz, ou seria melhor ir direto para Lima. Esse hotel seria um achado para o meu marido que é louco por futebol.

  4. Emília Says:

    Carla, eu me lembro de ter visto o Rosario quando você estava pesquisando…é muito charmoso! Mas se você ficou pouco tempo e queria bater perna por aí, o Columbus me parece confortável.
    Eu fiquei em um chamado Plaza: um quatro estrelas muito confortável, ótimo serviço, boa localização. O mais engraçado era o restaurante no último andar, muito kitsch 😀 Mas a vista era impressionante.

  5. Carla Says:

    Emília, eu fui jantar no Utama, o restaurante do último andar do Plaza!!! Mas nem achei tão kitsch, não… (Será que reformaram? Ou será que eu gosto naturalmente de ambientes kitsch?!? 😛 ) Meu próximo post vai ser sobre ele!!! Aliás, o Plaza me agradou bastante – teria sido uma boa opção de hospedagem…

    Rosa, se a TAM não voa para La Paz, talvez não seja uma boa idéia ir para lá, não – a menos que você consiga um vôo muito bom a partir de Lima. Tenta Lima-La Paz e depois Cuzco-Lima no site da TACA. Assim daria pra fazer o meu roteirinho com milhas numa boa… 😉

  6. Rosa Says:

    Carla, pra roteiros aéreos sou analfabeta, ou semi, só sei comprar ida e volta direto. Quando são milhas fica cheio de restrições, tem que chegar e sair do mesmo lugar, eu acho. Quando eu olho os trechos separados, tipo Cuzco-Lima, fica muito caro. Conclusão: preciso de umas aulas com o Rodrigo. Esse roteiro está nos meus planos para julho/2008, que me parece uma boa época. Uruguai/Argentina está quase completo, janeiro-fevereiro/2008. Obrigada.

  7. Carla Says:

    Nesse caso não tem mistério, não, Rosa. Você pesquisa no site e depois compra com um agente de viagens. A minha sugestão é você usar suas milhas para ir e voltar de Lima – você só compraria os trechos restantes. De qualquer forma, o meu vôo para La Paz teve conexão em Lima, não tive como escapar!

    Pra você ter uma idéia, vi no site da TACA os trechos Lima/La Paz e Cuzco/Lima, comprados juntos, a US$ 323.68 para julho de 2008. É só uma base para você conferir se valeria a pena… 😉

  8. Rosa Says:

    Carla, muito obrigada, agora você tirou minha dúvida, eu achava que com minhas 20 mil milhas conseguiria fazer todos os aéreos. Assim seria muito bom… Vou aguardar os posts para montar todo a minha viagem com bastante tempo.

  9. Carla Says:

    Rosa, mas eu não tenho certeza se não pode… Talvez você possa resgatar as suas milhas TAM fazendo todos os vôos pela TACA, já que elas são parceiras… Tem que investigar direitinho – ou perguntar pro Rodrigo, que provavelmente vai saber a resposta na ponta da língua… 😉

  10. Carmen Says:

    Carla,
    ¡qué altura de vértigo!.

    ¿Te acostumbras rápido a esa altura o no?.
    Tchau

  11. Carla Says:

    Carmen, as pessoas reagem de modos diferentes… Eu me acostumei depressa, mas outros sofrem dias até se aclimatarem…

  12. Majô Says:

    Carla,
    Tentei deixar um comentário aqui na 6a feira, mas não subiu de jeito nenhum. Idem no blog do Riq.
    Olha, sinceramente achei o Columbus bem legal para uma passagem, mas como já comentamos, depois do VNV tem que ser charmoso, né ? 😉

  13. Carla Says:

    É que vamos ficando a cada dia mais exigentes, né, Majô? 😉

  14. Bolívia - Balanço Geral: Hospedagem « Idas e Vindas Says:

    […] então no funcional Hotel Columbus, que nos serviu bastante bem, embora sem o charme do Rosario… (Pára de reclamar, Carla! […]

  15. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: