Delícias do lago…

Hoje eu vou deixar a minha porção destemperada falar mais alto – em homenagem aos meninos…😉

Emendamos o passeio à Isla del Sol com uma volta pelo centrinho de Copacabana, apenas para um rápido reconhecimento. Ao anoitecer começou a esfriar bastante – nessa altitude o sol faz toda a diferença, quando ele baixa é um frio de doer os ossos… Por isso fiquei bem satisfeita por não ter que sair do hotel para jantar, com o melhor restaurante de Copacabana, o Kota Kahuaña, bem ali à nossa disposição, no andar de baixo do hotel…

img_1077.jpg

O mais engraçado é que, quando contratei o pacote para Copacabana, não me deram a opção de escolher entre café da manhã, meia-pensão ou pensão completa. Tive uma surpresa daquelas ao descobrir que o preço mais do que em conta que estávamos pagando incluía também o almoço e o jantar!!! Normalmente eu não teria feito essa opção, porque me agrada escolher um restaurante diferente a cada refeição – e só repetir mesmo aqueles que mereçam de verdade…😉

No almoço, por causa da pressa para seguir para a Isla del Sol, esqueci de levar a câmera… Uma pena, porque tomamos uma sopa de quinua deliciosa, seguida de um pejerrey também excelente. (Tive que pegar a foto aí embaixo emprestada… ) A quinua é um cereal tipicamente andino, usado basicamente para tudo em que se pode usar arroz – pode-se fazer refogado, em sopas, risotos e até doce!!!

11-food-8.jpg Atenção ao pãozinho da foto… É “pan de Copacabana”, uma massa levinha y muy sabrosa, dos deuses…

Breve parênteses: fiquei encantada com a delicadeza da cozinha boliviana – bom, para ser mais específica, a cozinha boliviana dos restaurantes que freqüentamos…😉 Verdade seja dita que não me arrisquei a comer na rua, não… Mas eu esperava uma culinária mais pesada, e o que encontrei foi uma cozinha rica em sabores, cheia de peixes delicadíssimos, legumes variados, com temperinhos e condimentos sempre no ponto exato. Um pouquinho demais para os que preferem baby food (né, Sylvia?), mas uma festa para os mais ousados…😀

À noite, resolvemos aproveitar com calma cada um dos pratos do nosso lauto jantar… Sim, o nosso jantar incluído no pacote era um jantar com entrada, prato principal e sobremesa! E nada de buffet, não – tudo escolhido bonitinho à la carte, como manda o figurino…

img_1071.jpg

Para começar, pãezinhos de Copacabana, uma saladinha e uma ótima sopa de cebola – esqueci da foto, gente, era a fome atrapalhando as idéias… Como prato principal, escolhi uma truta do lago, preparada com um molho pra lá de sensacional! Os ingredientes eram mostarda, alho, abacaxi, limão e alguns temperinhos – os legumes no vapor faziam um contraponto perfeito ao peixinho caliente…

img_1073.jpg

Pequeno momento dona-de-casa: repararam nos joguinhos americanos artesanais? Lindíssimos e baratéeeeerrimos… Trouxe um montão pra minha casa nova!😀

De sobremesa, escolhi um tiramisu… Estava delicioso, mas agora fico pensando se não deveria ter escolhido algo com um pouco mais de chocolate derretido, só pra implicar com o Diogo e o Diego…😆

img_1074.jpg

Para finalizar um trimate: uma mistura de camomila, anis e coca, típica da região, e ótima contra o soroche…

13 Respostas to “Delícias do lago…”

  1. Diogo Says:

    Que s-a-c-a-n-a-g-e-m-m-m-m-m-m!!!! Se não bastasse continuar mostrando fotos desse lugar especial, ainda “joga na cara” esse menu maravilhoso?!

    Aaaahhh Carlinha, faz isso não fía, não judia de nóis😎

    Já comentei contigo que tens na veia o sangue destemperado!!!

    Show, show mesmo queris🙂

    Bjão, e gracias pela referência.

  2. Carla Says:

    Dioguito, sabia que você ia gostar da minha homenagem…😆

  3. Alexandre Says:

    Não sou baby food, mas também não sou nem um pouco curry com páprica. Um alívio saber que a culinária andina é delicada e não exagera nas especiarias. Já estava começando um estoque de Eparema pra levar. Nunca comi quinua, mas sei que é riquíssima em proteínas e faz um bem danado. Vou experimentar!

    Bjs.

  4. GiraMundo com Jorge Bernardes Says:

    Oi Carla, você ouviu meu recado que deixei no seu celular enquanto estivemos no Rio? Eu liguei no número que você me deu, chamou, chamou e caía na caixa postal, mas não ouvia seu nome… achei estranho, mas o número chamava.

    Bom, o Rio continua demais como sempre, lógico. Adoramos tudo, a Clara adorou o Rio🙂

    O clima oscilou entre muito quente e tórrido. Meu Deus, como vcs aguentam? E a chuva atrapalhou pouco. Se o sol tivesse aberto de verdade, a Clara sofreria muito…. Eu volto depois aqui.

    Eu adoro quinua. Agora tem em vários restaurantes aqui em SP. Diz que é o cereal mais completo da Terra e que a comida de astronauta é feita com base nesse cereal. Riquíssimo e super suave, vai bem com tudo.

  5. Carla Says:

    Jorge, só ouvi o seu recado agora, nesse minuto em que li o seu comentário!!! Puxa, que pena… Acabei ficando tão envolvida com 2 trabalhos que tenho que apresentar essa semana que praticamente não saí no feriado – conhecer a Clarinha teria sido um motivo e tanto para abandonar os livros…😉

    Fez mesmo um calor daqueles, né? Para ela um solzão aberto direto realmente teria sido penoso – os bebês sofrem mais com as temperaturas extremas, é muito desconforto… Bom, a gente também não agüenta, não, mas vai levando – e hoje a temperatura já baixou um bocado, por causa da chuva constante… Não há saúde que resista, né?

    Que bom saber que vocês se divertiram e que a Clara curtiu o Rio!!! Então só a sortuda da Majô conheceu a Clara?😀

  6. GiraMundo com Jorge Bernardes Says:

    Oi Carla, a gente acabou tendo companhia dos cariocas o tempo todo. Na sexta, foi a Majô que apareceu e no sábado foi o Arnaldo e a esposa, Alice.
    Fomos muito paparicados.🙂

    A gente adorou tudo. O Rio é gostoso demais, a gente se sente super bem aí.

  7. Carla Says:

    Bom, dessa vez fiquei devendo a minha cota de “paparico”, mas da próxima vocês não me escapam – vão ser paparicados em dobro!😀

  8. Emília Says:

    Delícia de prato! E parece light😀
    É engraçado, quando eu falo que eu comi muito bem por esses cantos todo mundo fica desconfiado. Umas batatas gostosas, ‘truchas’, milhos enormes, ceviches…Eu definitivamente não tenho queixas😉

  9. Marcio Says:

    Carla, tbm me surpreendeu a delicadeza dos pratos que mostrou. Ah e fiquei com bastante vontade também.

    Gostei dos jogos americanos!

    Abs!

  10. Carla Says:

    Não sei por quê, mas a idéia de que não se come bem naquela região é disseminada mesmo… Diz a minha tia, que viajou comigo agora e que já tinha ido ao Peru há bastante tempo, que naquela época não se comia bem desse jeito, não… Essa informação deve ter ficado gravada nos brasileiros em geral!

  11. Rosa Says:

    Carla, antes da sua viagem para os EUA, peloamordeDeus, fecha a matéria com todas as dicas. Em fevereiro, quando eu voltar do Uruguai/Argentina, já vou começar as reservas de Bolívia/Peru para julho.

  12. Carla Says:

    Rosa, pode ficar tranqüila que eu vou fechar, sim! O blog anda meio largado porque fim de ano na universidade é uma loucura, mas hoje ainda devo escrever um post novo! De qualquer forma, o caminho das pedras para as suas reservas já está explicadinho, né?😉

  13. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: