Rumo a Machu Picchu!

Nossa jornada começou bem antes do sol nascer, bem antes de qualquer horário razoável para uma criatura em férias, mas não antes que Cuzco acordasse… Afinal, ela está acostumada – todos os dias um número enorme de turistas deixa o conforto das suas camas quentinhas e toma o rumo da Estação San Pedro, de onde partem os trens para Machu Picchu. A movimentação é tão rotineira que todos os hotéis começam a servir o café da manhã às 05:00, e sempre há táxis rodando pelas ruas da cidade.

No nosso caso, deu tempo até de tomar o café da manhã com calma – ainda bem, porque eu estou sempre faminta de manhã, e detesto sair sem comer…🙄 E nem precisamos de táxi, já que o Terra Andina fica situado a apenas 5 minutinhos a pé da estação. Então lá fomos nós – nem parecia tão cedo, uma multidão se acotovelava na entrada da estação… De repente, que surpresa: havia uma entradinha separada para os passageiros do Vistadome! Não era assim uma primeira classe, mas já valia como um upgrade pra executiva…😉

O trem parte às 6:00 da manhã, e a primeira parte da viagem chega a dar vontade de voltar a dormir enquanto o trem desce a montanha… Sim, é preciso descer dos 3.400 m de altitude de Cuzco para seguir para Machu Picchu, já que o caminho passa pelo Valle Sagrado.

Logo depois, porém, a própria paisagem se encarrega de acordar os mais sonolentos… Estávamos então em pleno Valle Sagrado, e a vista do Rio Urubamba é de deslumbrar qualquer um, mesmo àquela hora da manhã…😉

A cada nova paisagem eu ficava mais feliz pelos janelões do Vistadome… Mas ainda não estava muito segura de que não teria conseguido fazer algumas fotos semelhantes pelas janelas do Backpacker…

Foi aqui que eu tive a certeza… Essa neve no alto da montanha eu não teria visto através do teto do Backpacker…😆

Depois de quase 4 horas de viagem, chegamos bem perto do nosso destino – a cidadezinha de Aguas Calientes. Dali bastaria tomar o ônibus para subir a montanha e teríamos chegado ao ponto alto da nossa viagem…

14 Respostas to “Rumo a Machu Picchu!”

  1. Carmen Says:

    Merecido madrugón!
    O viagem por o Valle Sagrado é espectacular, mais seguro que isso é somente o princípio da aventura!.
    Um abraço.

  2. Carla Says:

    É só o começo… um pouquinho de suspense…😉

  3. Alexandre Says:

    Acho que é por isso que todo mundo volta exausto de Machu Picchu. Além de andar o dia inteiro, tem que acordar muito cedo. Quando fui para El Calafate, achei um absurdo (mentira, achei nada) ter que sair do hotal antes das oito.

    Andando pelo Flamengo, descobri um restaurante especializado em culinária peruana.

  4. Carla Says:

    É verdade, Alexandre, o que torna a ida a Machu Picchu exaustiva é acordar antes das 5 da manhã, encarar quase 4 horas de trem, andar o dia todo debaixo de um sol de lascar (e carregando casaco, porque de manhã cedo fazia um frio miserável) e depois encarar as outras 4 horas de trem pra voltar… É um dia interminável – e felizmente, inesquecível!!!

    Esse restaurante do Flamengo é o Intihuasi? Estou louca pra ir lá assim que voltar pra casa… O Arthur até postou o site aqui outro dia: http://www.intihuasi.art.br

  5. Alexandre Says:

    Esse mesmo, Carla. O engraçado é que sempre passei em frente e nunca havia reparado.

  6. RicardoNit Says:

    Boa tarde carla;

    Gostaria de dicas de sites em que confia para que eu possa pesqisar fazer reservas em Piriápolis (Argentino Hotel).

    Abraços, Ricardo.

  7. Carla Says:

    Ricardo, eu fiz minhas reservas no Uruguai usando o Asia Rooms ( http://www.asiarooms.com ) e a Al Uruguay ( http://www.aluruguay.com ). O Asia Rooms é um consolidador estrangeiro, não sei se eles vão ter o Hotel Argentino para oferecer. Mas a Al Uruguay é uma operadora/agência local, e eles com certeza vão ter como te ajudar. Fiz minha reserva de Montevidéu com eles e fiquei bem satisfeita – tanto com as tarifas que eles conseguiram para mim quanto com o serviço.

  8. RicardoNit Says:

    OK, Carla. Muito Obrigado!
    A transação pelo site Al Uruguay é segura?
    Atensiosamente,
    Ricardo.

  9. RosaBsb Says:

    RicardoNit, eu segui os passos da Carla no roteiro Uruguai/Argentina e deu tudo certo. Usei os serviços da Al Uruguai, foram eficientes e muito satisfatórios. Confiável e atencioso.

  10. Carla Says:

    Ricardo, eu apenas preenchi o formulário do pedido de reservas no site da Al Uruguay. Depois, todos os contatos foram feitos por email e eu enviei o número do meu cartão de crédito por fax. Um detalhe é que o cartão serviu apenas como garantia da reserva, o pagamento só foi feito no checkout do hotel.

  11. Cátia Says:

    Carla, que lugar lindo! E as fotos?
    Tem que acordar cedo? Tô começando a me desanimar deste passeio.
    Destesto acordar cedo. 7 h prá mim é madrugada!

    bjs

  12. Francisco Says:

    como faço reserva para o trem de cuzco a machu picchu?

  13. Carla Says:

    Francisco, quando eu estive no Peru, em 2007, o processo era esse que eu explico aqui: https://idasevindas.wordpress.com/2008/02/27/reserva-a-palavra-magica/ Parece que de lá pra cá o sistema mudou, e você não pode mais apenas reservar o bilhete, tem que comprar online. Acho que o melhor a fazer é entrar no site da Peru Rail e procurar informações, ou mandar um email com as suas perguntas.

  14. Carla Says:

    Queridos, este blog foi desativado e está fechado para comentários. Todos os posts e respectivos comentários foram transferidos para a nova casa do Idas & Vindas, em http://www.idasevindas.com.br . Aguardo lá a sua visita!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: